AGU Brasil A3 - N12

  • View
    214

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

O Informativo AGU Brasil é uma publicação semanal voltada para o público interno.

Text of AGU Brasil A3 - N12

  • O Dia Mundial Sem Tabaco ser come-morado neste domingo (31). A data foi criada pela Organizao Mundial da Sa-de (OMS) para combater o tabagismo, reconhecido como uma epidemia global e responsvel por cerca de seis milhes de mortes no mundo, anualmente, segundo a entidade. No Brasil, o vcio afeta 19,2% da populao masculina e 11,2% da fe-minina, de acordo com dados do Insti-tuto Brasileiro de Geografia e Estatstica (IBGE) de 2010.

    Quem j abandonou o vcio sabe que o processo exige fora de vontade. Para Jorge Ricardo Silva, servidor da SAD/RS, que est h 19 anos sem o cigarro, a prin-cipal motivao foi o nascimento do fi-lho. J havia sentido o efeito do fumo em meu corpo. Mas ver aquele menino na minha frente mexeu muito comigo. Sen-tia que tinha um compromisso com ele, minha esposa e comigo mesmo, conta.

    Mais de 4.7 mil substncias txicas esto presentes na fumaa do cigarro, como nicotina, monxido de carbono e substncias radioativas altamente preju-diciais sade. Alm de cnceres como o de pulmo e o dos brnquios, a prtica considerada fator de risco para apro-ximadamente 50 doenas respiratrias e vasculares.

    Jos Csar Ramos, tambm da SAD/RS, diz ter sentido em pouco tempo as vantagens de deixar o vcio. Em junho, completo 13 anos sem fumar. Os bene-fcios foram vrios. Houve, por exemplo, um aumento da resistncia respiratria durante a prtica de esporte. Melhorou tambm o paladar, afirma.

    Mas o tabagismo no prejudica so-mente quem fuma. Segundo o Instituto Nacional do Cncer (Inca), mais de 600 mil mortes relacionadas ao cigarro so de fumantes passivos, pessoas que respiram a fumaa involuntariamente. A OMS con-sidera esta como a terceira maior causa de morte evitvel no mundo e, a fumaa do cigarro, o principal agente poluidor de

    COMBATE AO TABAGISMO / CONHEA HISTRIAS DE COLABORADORES QUE CONSEGUIRAM SUPERAR O VCIO

    BRASILInformativo semanal da Advocacia-Geral da Unio 25/05/2015 N 12

    Proteja o meio ambiente, acesse a verso digital: issuu.com/agubrasil/stacks

    Um mal que ainda preocupa

    Perda de cabelo Catarata Problemas auditivos Enrugamento da pele Doenas respiratrias Cardiopatias lceras no estmago Disfuno ertil Oesteoporose

    Os problemas relacionados ao tabagismo

    14 cigarros por dia a mdia de consumo dos brasileiros acima dos 14 anos

    O tabaco a segunda droga mais consumida entre os jovens, principalmenteentre 13 e15 anos

    70% dos fumantes querem parar, mas somente 2% conseguem sem ajuda externa 79% dos fumantes j tentaram parar

    Aps dez anos de uso contnuo os fumantes comeam a ter dificuldades respiratrias.

    ambientes fechados.Cresci vendo meu pai fumar. Isso me

    deixa extremamente triste porque o vejo se acabando sem poder fazer nada. Quan-do eu era criana ele fumava em qualquer lugar, at mesmo dentro de casa. Hoje em dia ele no faz mais isso, fuma distante das pessoas, mas foi de tanto nos ouvir re-clamar e chamar a ateno dele, relata o estagirio Marcos Rodrigues, da PU/ES.

    De acordo com o Inca, no Brasil as crianas so 40% das vtimas do fumo passivo. Os problemas de sade a que es-sas pessoas esto expostas so inmeros: cncer de pulmo ou da face, doena car-diovascular, infarto, AVC (acidente vas-cular cerebral) e enfisema pulmonar (veja infogrfico).

    TRATAMENTO Quem pensa em largar o vcio pode procurar ajuda tam-bm na rede pblica. Desde 2013, o Mi-nistrio da Sade ampliou os tratamentos oferecidos pelo Sistema nico de Sade. Atualmente, nos 26 estados da Federao

    Fumantes, comparados a no fumantes, apresentam risco:

    e no Distrito Federal as secretarias esta-duais de Sade possuem coordenaes do Programa de Controle do Tabagismo que, por sua vez, descentralizam as aes para seus respectivos municpios, atuando de forma integrada.

    O primeiro passo consiste em uma avaliao clnica para determinar o grau de dependncia do paciente. Neste mo-mento, o fumante fornecer informaes sobre o vcio. Caso o profissional julgue necessrio, haver o fornecimento de me-dicamentos que suprem a falta de nicoti-na. Em casos mais graves, antidepressivos tambm so receitados. O tratamento pode ser realizado individualmente ou em grupo, de acordo com a preferncia do paciente.

    Voc pode buscar ajuda tambm li-gando 136. Na verso digital do informativo AGU Brasil tem uma lista de contatos de locais de atendimento. Acesse issuu.com/agubrasil.

    ELEMENTOBENZENO

    POLNIO 210CIANETO

    DDTARSNIOCHUMBOCETONABUTANO

    METANOL

    ENCONTRADO EMPESTICIDAS,ARMAS NUCLEARESCMARA DE GSINSETICIDAVENENO DE FORMIGASOLDAS E MUNIESREMOVEDOR DE TINTAS FLUIDO DE ISQUEIRO COMBUSTVEL

    No cigarro h 4,7 mil substncias txicas.

    Entre elas:

    5 vezes maior de infarto

    5 vezes maior de bronquite crnica e enfisema pulmonar

    2 vezes maior de derrame cerebral

    10 vezes maior de cncer de pulmo

    Jorge Silva, da SAD/RS, e o filho Vincius: famlia o motivou a largar o vcio

    Fonte - INCA

    Fonte - IBGE e OMS

  • Informativo AGUBRASIL25/05/2015 N 11

    Envie sua sugesto!Sua sugesto de pauta pode ser selecionada para publicao na prxima edio do AGU Brasil! informativo@agu.gov.br

    A Procuradoria-Geral Federal (PGF), r-go da Advocacia-Geral da Unio (AGU) responsvel pela defesa e assessoramento jurdico das autarquias federais, empos-sou, nesta sexta-feira (22), os novos pro-curadores federais, aprovados em concur-so realizado ano passado. Eles iro atuar nos estados de Roraima, Amazonas, Acre, Rondnia, Mato Grosso e Par.

    A principal funo dos procuradores ser garantir segurana jurdica a polti-cas pblicas nas reas agrria, ambiental, previdenciria, indigenista, de educao, de cobrana e de recuperao de crditos. Com a nomeao dos novos concursados, a PGF conta agora com 3.874 membros na ativa.

    A escolha das unidades de lotao obedeceu abertura de vagas no preen-chidas ou que ficaram vagas aps concurso de remoo. A maior parte das nomeaes saiu para a Procuradoria Federal junto ao

    Inicia nesta segunda-feira (25) e segue at 12 de junho a Campanha de Vacinao AGU 2015, em diversas unidades no Bra-sil. Todos os servidores que se cadastraram para receber a dose da vacina na instituio podero ser imunizados. Para isso, ne-cessrio se dirigir ao local indicado no site da SGA, portando documento de identi-ficao com foto, e informar o nmero da

    SADE

    Comea campanha de vacinao da AGU

    Estado de Rondnia (PF/RO). Oito iro para a unidade para compor time, que tem, agora, 16 procuradores. Ao todo, o estado rondoniense deve receber 13 procuradores. Os outros cinco iro para procuradorias seccionais do interior.

    Outro estado que acolhe boa parte dos novos nomeados o Par, para onde iro seis membros. No estado do Amazonas, sero lotados trs procuradores. No Acre, dois. Mato Grosso e Roraima recebem um novo membro, cada.

    Entre os novos membros, 16 so ho-mens e dez so mulheres. Tomada a pos-se, todos tero 15 dias para entrarem em exerccio.

    A PGF informou que h, ainda, 514 cargos vagos no rgo e que aguarda au-torizao oramentria do Ministrio do Planejamento para nomear, pelo menos, os 344 j aprovados e que esto no cadastro reserva do concurso.

    EXPEDIENTEinformativo@agu.gov.br(61) 2026-8524

    Chefe da Ascom: Ado Paulo OliveiraCoordenao: Brbara Nogueira

    Edio: Flvio Gusmo e Uyara KamayurRedao: Rebeca LigabueDiagramao: Alex de Castro, Renato Menezes e Bruno San

    Assessoria de Comunicao

    Social

    AGU empossa 26 novos procuradores federais

    CONCURSO

    matrcula Siape. As datas e horrios de atendimento

    podem variar de acordo com os estados. Para conferir o local e o perodo de cam-panha na sua cidade, basta acessar a pgi-na da Secretaria-Geral de Administrao (SGA) pelo link http://www.agu.gov.br/unidade/sga. No endereo, as informaes sero atualizadas diariamente.

    Profissionais que atuam nas reas de compras e contrataes pblicas e querem aprimorar o desenvolvimen-to das atividades dirias devem ficar atentos. Os dois prximos cursos do III Ciclo de Reunies Tcnicas da Advocacia-Geral da Unio sero so-bre os temas: Licitaes e contratos, com nfase em preparo de edital e Fiscalizao de Contratos, mdulo I.

    A capacitao est marcada para o dia 14 de junho, no perodo de 14h s 18hs. Podem participar servidores

    da AGU em todo o Brasil e tambm colaboradores dos rgos da admi-nistrao pblica direta e indireta. As inscries devem ser feitas pelos endereos sge.agu.gov.br (pblico

    interno) e eagu.eventos@agu.gov.br (pblico externo).

    O curso ser realizado no audi-trio da EAGU em Braslia/DF e transmitido pela TV Escola para to-

    Reunies discutem licitaes e contratos

    PARTICIPE

    A campanha ocorre na Advocacia--Geral h vrios anos e, no total, foram aplicadas mais de 10,5 mil doses do me-dicamento contra a gripe. A vacina ela-borada com partculas inativas do vrus e

    A AGU robusteceu-se nos ltimos anos. uma instituio forte e reconhecida no mundo jurdico. Por conta disso, temos a possibilidade de trabalhar em matrias das mais diversas, o que com certeza nos dar uma experincia diferenciadaCassiano Gallerani, procurador federal da PSF

    Altamira (PA)

    Minhas perspectivas para a carreira so no sentido de poder contribuir com o estado democrtico e agir

    dentro das determinaes legais, de modo a orientar o administrador qual o melhor caminho a seguir,

    dentro dos caminhos normativos existentesFelipe Michna, procurador Federal na PF/AM

    O que esperam os novos procuradores

    a Organizao Mundial de Sade reco-menda que ela seja tomada todos os anos, principalmente por pessoas do grupo de risco, como crianas, idosos e pessoas com problemas de imunidade.

    o nmero de estados onde os novos procuradores sero distribudos

    Destas unidades da Federao esto na regio Norte

    65

    dos os estados brasileiros.

    CICLO - Esse o terceiro ano con-secutivo que a E