Click here to load reader

Alfred Adler

  • View
    197

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Alfred Adler

Apresentao do PowerPoint

Alfred Adler

e a Psicologia Individual Deisiane Cazaroto Sandra Batistella Sanmia Marques Nathalia Bortoletto

IntroduoAlfred Adler foi fundador do sistema Holstico da Psicologia Individual; Compreende a pessoa cada ser como uma totalidade integrada ao seu sistema social.

Ele possui grande influncia na psicologia e psicoterapia; Argumentava que os objetivos de vida tm maior influncia no comportamento que experincias passadas.

Acreditava que todos so orientados a um objetivo de superioridade e domnio do meio.

BiografiaAlfred AdlerNascido em um subrbio de Viena no dia 7 de fevereiro de 1870; Morreu na Esccia 28 de maio 1937, com a idade de 67 anos. Filho de um comerciante Judeu; Enfrentou a morte vrias vezes;Sofreu de vrias doenas srias;Aos 18 anos entrou na Universidade de Viena para estudar Medicina; Graduou-se em 1895, praticou oftalmologia, depois clinica Geral; Comeou a interessar-se por Neurologia e Psiquiatria.

Em 1902, tornou-se um dos quatro primeiros membros do crculo ntimo que se desenvolveu em torno de Freud;Em torno de 1910, seu ponto de vista sobre a neurose j se divergia com a de Freud;Mesmo assim foi indicado para presidente da Sociedade Psicanalitica Vienense;Por volta de 1911, as diferenas tericas de Adler tinham se tornado inaceitveis para Freud; Assim renunciou presidncia;Fundou sua prpria organizao, A Associao de Psicologia Individual.

At 1930, j haviam ao menos 30 clnicas que atendiam de acordo com a teoria de Adler. Saiu de Viena devido ascenso do Nazismo; E morreu em uma Tourne de conferencia pelo Europa.

Antecedentes IntelectuaisTeoria da EvoluoAdler foi fortemente influenciado pela teoria evolucionista de Darwin. Um dos seus principais conceitos, o da luta pela superioridade, baseado na premissa de que a adaptao ao meio ambiente o aspecto mais fundamental da vida. Adler acreditava que a inferioridade orgnica pode ser um estimulo para consecues (conquistas) superiores, ao invs de causar necessariamente uma derrota na luta da vida.Argumentava que, no processo da evoluo humana, a cooperao e o sentimento comunitrios so mais importantes que a luta competitiva.

Psicanlise Embora Adler nunca tivesse aceito de fato os conceitos da libido ou complexo de dipo, foi profundamente influenciado pela teoria psicanalitica, em particular no que diz respeito importncia da relao me-filho:

ao papel do desenvolvimento psicolgico nos seis primeiros anos de vida;a interpretao dos sintomas neurticos analise dos sonhos.

NietzscheAdler tambm se impressionou pelos escritos poderosos de Nietzsche porm, ele no foi imitador superficial, embora as primeiras conceptualizaes de Adler sobre os instintos agressivos tenham muito em comum com a vontade de poder de Nietzsche, sua formulao posterior da luta pela superioridade um conceito muito mais amplo do que a luta pelo poder.

Enfatiza o papel do crescimento e desenvolvimento criativos.

Alm do mais, o conceito de interesse social de Adler est em contradio bsica com as ideias de Nietzsche.

Holismo

Conceito tcnico segundo o qual todos os seres interagem formando um todo, sem que se possa entend-los isoladamente

Adler foi influenciado por Jan Smuts;Postulava um principio organizador de totalidade. Smuts escreveu que os sistemas como um todo frequentemente tm propriedade que so diferentes daquelas de suas partes;

Adler encontrou na filosofia Holstica uma confirmao para muitas de suas ideias a totalidade dos indivduos. Na sua concepo de que a todo corpo h uma batalha para se tornar um todo.

Principais ConceitosInferioridade e Compensao

Na monografia sobre inferioridade orgnica Adler tentou explicar por que a doena afeta as pessoas de formas diferentes; sugeriu que, em cada individuo, certos rgos so de algum modo mais fracos que outros.

Observou que pessoas com fraquezas orgnicas tentam compens-las, e um rgo antes fraco pode se tornar fortemente desenvolvimento por meio de treino e exerccios.

Criou o termo complexo de inferioridade e afirmava que todas as crianas so profundamente afetadas por um sentimento de inferioridade, que uma consequncia inevitvel do tamanho da criana e de sua falta de poder .

Se esse sentimento for forte pode impedir um crescimento e desenvolvimento positivo, porem se for moderado pode motivar o individuo para realizaes construtivas. [...] despertando em sua alma um desejo de crescer, de ficar to forte como os outros, ou mesmo mais forte ainda (Adler, 1928, pp. 42-43 na ed. Bras.).

Luta pela SuperioridadeAdler enfatizou a importncia da agresso e da luta pelo poder. Ele no equiparava agresso a hostilidade, mas, a agresso como forte incentivo para superao de obstculos. Sustava que as tendncias agressivas humanas tem sido cruciais para sobrevivncia individual e das espcies.

O objetivo da superioridade ou perfeio, a motivao para aperfeioar-nos e desenvolvermos nossas prpria capacidades e potencial.

Luta pela SuperioridadeOnde pode tomar uma direo tanto positiva quanto negativa:

Positiva- se desenvolve de forma construtiva e saudvel.

Negativa- superioridade pessoal, dominando aos outros, para Adler uma PERVERSO NEUTTICA.

- O neurtico no consegue a satisfao e o reconhecimento pessoal que tanto busca;

Objetivos de VidaO objetivo de vida de cada individuo influenciado por experincias pessoais, valores, atitudes e personalidade. No um alvo claro e conscientemente escolhido.

Os objetivos que nos guiam e motivam formaram-se no inicio da infncia e permaneceram um tanto obscuros e em geral inconscientes; Eles se iniciam como forma de compensao de sentimentos de inferioridade, insegurana e desamparo num mundo adulto, funcionam como defesa contra os sentimentos de impotncia (ponte de um presente insatisfatrio para um futuro brilhante).

Objetivos de VidaCostumam ser irreais e pode tornar-se neuroticamente superdesenvolvidos;H lacunas entre desejos conscientes e inconscientes;Costumam girar em torno de fantasias;Podem ser destrutivos, s custas de objetivos que envolvem realizaes verdadeiras;

As pessoas podem desenvolver traos de carter, como ambio, inveja e desconfiana.

Estilo de Vidanico caminho que um individuo escolhe para buscar seu objetivo. um estilo integrado de adaptao e integrao ( onde essa a principal tarefa da psicologia individual que tenta provar esta unidade em cada individuo em seu chamado consciente e inconsciente em toda expresso de sua personalidade). Assim, os problemas psicolgicos e emocionais no podem ser tratados como questes isoladas.

O individuo como ser completo no pode ser afastado de sua ligao com a vida, uma vez que dado o sintoma ou o trao no se no uma expresso do estilo integrado do individuo.

O Esquema de ApercepoApercepo termo psicolgico, refere-se percepo envolvendo uma interpretao subjetiva do que percebido

Como resultado de seu estilo de vida;Todos tem uma forma prpria de se perceber e perceber o mundo em que o cerca;O conceito de mundo determina seu comportamento;

Nossos sentidos no recebem fatos reais, mais apenas uma imagem subjetiva deles, um reflexo do mundo externo (Adler, 1956, p. 1082).

O esquema de apercepo auto-reforador.

Ex: quando temos medo, provvel que percebamos ameaas no meio ambiente, o que refora nossa crena original de que ele ameaador.

O Poder Criador do SelfCada individuo alcana um objetivo concreto de domnio atravs de seu poder criativo que idntico ao self.

o poder criador da personalidade, ou do self que guia e dirige a resposta individual ao meio ambiente.

Todo individuo representa tanto a unidade da personalidade quanto a forma individual desta unidade. Assim, ele tanto o quadro quanto o artista. Ele o artista de sua prpria personalidade (Adler, 1956, p. 177).

Interesse SocialEm certo sentido, todo comportamento humano social, pois crescemos num meio social e nossas personalidades so socialmente formadas.

Interesse social mais do que preocupao com a comunidade ou sociedade imediata de algum. Inclui sentimento de afinidade para com toda a humanidade e fortes laos com a totalidade da vida.

Cooperao

Aspecto importante do interesse social o desenvolvimento do comportamento cooperativo.

Adler acreditava que somente atravs da cooperao com os outros, podemos superar nossas superioridades reais ou nosso sentimento de inferioridade.

Adler acreditava que se uma pessoa cooperar nunca se tornara neurtica (Alder, 1964b. p. 193).

Obstculos ao Crescimento Inferioridade orgnica Pessoas que sofrem de inferioridade orgnica, tendem a ser fortemente autoconcentradas; Fogem da interao com outras pessoas; Devido ao sentimento de inferioridade ou incapacidade de competir com sucesso;

Podem Desenvolver habilidades num grau incomum;

Obstculos ao Crescimento Superproteo

Pessoas superprotegidas e mimadas tem dificuldades em desenvolver sentimentos de cooperao e interesse social;Tendem a fazer exigncias unilaterais;O interesse social tende a ser mnimo;

Pessoas mimadas em geral nutrem poucos sentimentos positivos em relao as pessoas, os quais manipulam muito bem.

Obstculos ao Crescimento Rejeio

Uma criana no desejada e rejeitada nunca conheceu o amor e a cooperao em casa e, portanto, lhe extremamente difcil desenvolver essas capacidades;Tais crianas no tem confiana em suas habilidade para serem uteis e obterem afeio e estima dos outros;Quando adultos tendem a tornar-se frios e duros;

Obstculos ao Crescimento Luta pela Superioridade Pessoal

Quando predominam sentimentos de inferioridade ou quando o interesse social subdesenvolvido, os indivduos tendem a buscar superi