Prova Objetiva 1

  • View
    286

  • Download
    2

Embed Size (px)

Text of Prova Objetiva 1

  • VESTIBULAR 2010

    SECRETARIA DE ESTADO DE SADE DO DISTRITO FEDERALFundao de Ensino e Pesquisa em Cincias da SadeEscola Superior de Cincias da Sade

    Realizao

    Lngua Portuguesa / Literatura BrasileiraGeografia - Histria - Lngua Estrangeira - Redao

    INSTRUES PROVA OBJETIVA

    Verifique se os seus dados pessoais esto corretos no carto de respostas. Caso seja necessrio, solicite ao fiscal para efetuar asdevidas correes na Ata de Aplicao de Prova. Leia atentamente cada questo e assinale, no carto de respostas, a alternativa mais adequada. O carto de respostas NO pode ser dobrado, amassado, rasurado, manchado ou conter qualquer registro fora dos locais destinados s respostas. A maneira correta de assinalar a alternativa no carto de respostas cobrindo, fortemente, com caneta esferogrfica azul ou preta, oespao a ela correspondente, conforme o exemplo a seguir:

    A C D E

    INSTRUES - PROVA DE REDAO

    1. Verifique se os seus dados pessoais esto corretos no caderno de resposta de Redao. Caso seja necessrio, solicite ao fiscal paraas correes na Ata de Aplicao de Prova.2. Destaque do caderno de resposta de Redao a parte onde esto contidos os seus dados.3. Somente ser objeto de correo da redao o que estiver contido na folha de resposta.4. A folha de resposta NO pode ser dobrada, amassada, manchada, rasgada ou conter qualquer forma de identificao do candidato.5. Use somente caneta esferogrfica azul ou preta.

    INSTRUES GERAIS1. O candidato receber do fiscal:

    caderno de questes contendo 50 (cinquenta) questes objetivas de mltipla escolha para a Prova Objetiva e o tema paradesenvolvimento da Redao;

    carto de respostas personalizado para a Prova Objetiva; caderno de resposta de Redao personalizado, contendo folha de resposta.

    2. Ao ser autorizado o incio da prova verifique, no caderno de questes, se a numerao das questes e a paginao esto corretas.3. Voc dispe de 4 (quatro) horas para fazer a Prova Objetiva e a Redao. Faa-as com tranquilidade, mas controle o seu tempo. Estetempo inclui a marcao do carto de respostas e a transcrio da redao para a folha de resposta.4. No ser permitido, ao candidato, copiar seus assinalamentos feitos no carto de respostas ou no caderno de resposta de Redao.5. Ao candidato, somente ser permitido levar seu caderno de questes da Prova Objetiva, trinta minutos antes do horrio previsto paratrmino de realizao da prova, desde que permanea em sala at este momento.6. Somente aps decorrida 1(uma) hora do incio da prova, o candidato poder entregar o carto de respostas o caderno de respostade Redao e retirar-se da sala de prova.7. Aps o trmino da prova entregue, obrigatoriamente ao fiscal, o carto de respostas devidamente assinado e o caderno de respostade Redao, contendo a folha de resposta.8. Os 3 (trs) ltimos candidatos da sala s podero ser liberados juntos.9. Caso necessite de algum esclarecimento, solicite a presena do responsvel pelo local de prova.

    Cronograma Previsto (Cronograma completo no endereo www.nce.ufrj.br/concuros)

    Atividade Data Local

    Divulgao dos gabaritos da Prova Objetiva 11/01/2010 www.nce.ufrj.br/concursos

    Interposio de recursos contra os gabaritos da Prova Objetiva 12 e 13/01/2010 www.nce.ufrj.br/concursos

    Divulgao do resultado do julgamento dos recursos contra os gabaritos da Prova Objetiva 21/01/2010 www.nce.ufrj.br/concursos

    Divulgao do resultado final da Prova Objetiva 21/01/2010 www.nce.ufrj.br/concursos

    Demais atividades consultar o Edital regulador do vestibular ou no endereo eletrnico www.nce.ufrj.br/concursos

  • Escola Superior de Cincias da Sade VESTIBULAR - 2010

    2

  • Escola Superior de Cincias da Sade VESTIBULAR - 2010

    3

    LNGUA PORTUGUESA

    TEXTO 1

    INSNIAS Carlos Heitor Cony

    Um dos argumentos usados para promover a venda de canais a cabo foi o da insnia. ATV dita aberta tinha o hbito de sair do ar por volta das duas da manh. E alguns canaissaam antes, outros depois. Aqueles que, por um motivo ou por outro, no estavam dormindo nem fazendo coisamelhor e ligavam o aparelho em busca de alguma coisa para ver ficavam condenados aoschuviscos. Com o advento da TV por assinatura, os insones poderiam dispor de entreteni-mento, cultura, lazer, o diabo. Pois sim. Outro dia - alis, outra noite dessas -, dormi a tarde inteira e, noite, fiqueisem sono. Fui testar as maravilhas prometidas pelas duas TVs a cabo que aluguei. Por Jpiter! Nada daquilo me interessava. No pretendo comprar tapetes, no vouadquirir complicadssimos aparelhos de malhao, no rezo o tero bizantino, no posso nemquero testar as receitas culinrias oferecidas e demonstradas. A vida sexual dos golfinhos nunca me interessou e minhas preocupaes presentes, passadas efuturas no esto nas grutas pr-histricas do Tibete. Tampouco preciso exorcizar os demnios queme frequentam, convivo bem com todos eles. Mudei o canal para uma cena incompreensvel. Doisjavalis ou coisas equivalentes disputavam uma fmea, acho que da mesma espcie. Era um pornanimal narrado cientificamente por um especialista de um instituto canadense. Apertei mais uma vez o controle remoto e vi um sujeito barbado lendo um texto apocalpticoe anunciando o fim do mundo. Ao contrrio de me despertar, deu-me sono letal. E volteipara a cama, donde no deveria ter sado.

    1 - Observe o segmento abaixo:

    E alguns canais saam antes, outros depois.

    Este segmento, do final do primeiro pargrafo do texto, veicula a informao de que:

    (A)os canais da TV a cabo encerravam sua programao em horrios diferentes;(B) os canais da TV aberta sempre encerravam suas atividades aps as duas da manh;(C) alguns canais da TV aberta encerravam suas atividades aps as duas horas da manh;(D)os canais da TV a cabo terminavam as atividades antes dos canais da TV aberta;(E) os canais da TV a cabo nem sempre encerravam sua programao aps os programas da TV aberta.

    2 - Entre o primeiro e o segundo perodos do texto, a conjuno que pode ser empregada, eliminando-se o ponto emantendo o sentido original :

    (A)mas;(B) visto que;(C) logo;(D)porm;(E) e.

    3 - A frase do texto que mostra uma variao informal do uso da lngua :

    (A)...os insones poderiam dispor de entretenimento, cultura, lazer, o diabo.;(B) Um dos argumentos usados para promover a venda de canais a cabo foi o da insnia.;(C) A TV dita aberta tinha o hbito de sair do ar por volta das duas da manh.;(D)A vida sexual dos golfinhos nunca me interessou...;(E) E voltei para a cama, donde no deveria ter sado.

  • Escola Superior de Cincias da Sade VESTIBULAR - 2010

    4

    4 - A alternativa abaixo que mostra corretamente o valor semntico do elemento sublinhado :

    (A) Um dos argumentos usados para promover a venda de canais a cabo... (direo);(B) Aqueles que, por um motivo ou por outro... (meio);(C) E voltei para a cama... (finalidade);(D) Outro dia - alis, outra noite dessas... (retificao);(E) ...fiquei sem sono. (condio).

    5 - O segmento do texto que apresenta um tom malicioso :

    (A)Com o advento da TV por assinatura, os insones poderiam dispor de entretenimento...;(B) Por Jpiter! Nada daquilo me interessava.;(C) ...no estavam dormindo nem fazendo coisa melhor...;(D)...ficavam condenados aos chuviscos.;(E) No pretendo comprar tapetes,....

    6 - Leia o trecho que se segue:

    ...os insones poderiam dispor de entretenimento, cultura, lazer, o diabo.;

    Com a expresso o diabo o autor do texto quer aludir a:

    (A)programao de pssima qualidade;(B) programas de contedo moralmente inconveniente;(C) canais de programao religiosa;(D)grande variedade na programao;(E) reduzida diversificao na programao.

    7 - A expresso Pois sim, no incio do terceiro pargrafo do texto, indica:

    (A)confirmao;(B) concluso;(C) explicao;(D)negao;(E) concordncia.

    8 - Analise o fragmento abaixo:

    ...dormi a tarde inteira e, noite, fiquei sem sono.;

    Entre os dois segmentos desse fragmento do texto, separados pela conjuno E, h uma relao de:

    (A)fato / explicao;(B) causa / consequncia;(C) localizao espacial / localizao temporal;(D)condio / ao;(E) ao / finalidade.

    9 - O texto apresenta uma estrutura predominantemente:

    (A)narrativa;(B) descritiva;(C) informativa;(D)publicitria;(E) expositiva.

  • Escola Superior de Cincias da Sade VESTIBULAR - 2010

    5

    10 - Leia a frase que se segue:

    Ao contrrio de me despertar, deu-me um sono letal.;

    A forma de reescrever essa frase do texto que altera o seu sentido original :

    (A)Deu-me um sono letal, ao contrrio de me despertar;(B) Deu-me , ao contrrio de me despertar, um sono letal;(C) Ao invs de despertar-me, deu-me um sono letal;(D)Em lugar de me despertar, provocou-me um sono letal;(E) Apesar de me despertar, levou-me a um sono letal.

    11 - Observe a frase que se segue:

    Tampouco preciso exorcizar os demnios...;

    O vocbulo tampouco tem como parnimo to pouco. A alternativa abaixo em que o vocbulo sublinhado deveria estargrafado em dois vocbulos e no em um s :

    (A)O aparelho de TV mostrava sobretudo programas com interesses comerciais;(B) Os atores da TV moravam em uma casa afim da minha;(C) Os programas discutiam acerca dos animais selvagens e seu risco de extino;(D)Abaixo a mediocridade na TV!;(E) O aparelho era o que havia demais caro.

    12 - Leia a frase que se segue:

    ...vi um