MUDRAS - APOSTILA FRATERNIDADE

Embed Size (px)

Text of MUDRAS - APOSTILA FRATERNIDADE

  • 7/22/2019 MUDRAS - APOSTILA FRATERNIDADE

    1/40

    UMA AULA DA

    GRANDE FRATERNIDADE BRANCA.COM.BR

    PARA OS QUEBUSCAM A CHAMA DA SABEDORIA

    APRENDENDO 49 IMPORTANTES MUDRASE OS CINCO RAIOS SECRETOS

    Mudras para a Cura do Corpo da M!"#! !do Esp$r%#o. Mudras para a L%&!r#a'(o da A)*a

    ! para a Pro#!'(o Esp%r%#ua).

    Su*+r%o

    Cop,r%-# / Gra"d! Fra#!r"%dad! Bra"0a.0o*.&r 1223.Todos os D%r!%#os R!s!rados. Pro%&%da a r!produ'(o #o#a) ou par0%a) s!* au#or%5a'(o por !s0r%#o.

    1

  • 7/22/2019 MUDRAS - APOSTILA FRATERNIDADE

    2/40

    PARTE 6-INTRODU78O AOS MUDRAS Uma Introduo aos Mudras; Como praticar; Conhecendo os seusdedos; O alongamento antes da ao.

    PARTE 112 MUDRAS PARA A SA:DE DO SEU CORPO Mudra da Vitalidade; Mudra para Fortalecer os Neros;Mudra para !"uili#rar a !nergia $e%ual; Mudra &ron"uial; Mudra para '(udar a )esoler *ro#lemas de +arganta;Mudra da !nergia; Mudra Contra a Mucosidade; Mudra da Vaca; Mudra do C,u; Mudra &hudi; Mudra 'pan Vau;Mudra do *le%o $olar; Mudra Matangi; Mudra Mahasirs; Mudra Va(ra; Mudra &hramara; Mudra Maha-$acral;Mudra Muula; Mudra das 'rticula/es; Mudra $hialinga.

    PARTE 3 ;9 MUDRAS PARA O ESP

  • 7/22/2019 MUDRAS - APOSTILA FRATERNIDADE

    3/40

    INTRODU78O AOS MUDRAS

    O homem di5ere dos animais no s8 por sua intelig9ncia e capacidade de criao: mas tam#,m por ter suas mos e acapacidade de 5a#ricar coisas: demonstrar inten/es: comunicar pensamentos e sentimentos.

    's palaras de 6esus "ue a5irmam "ue os c,us esto < mo= ou pr8%imo=: pode signi5icar "ue os c,us esto em

    nossas pr8prias mos=

    ' mente tem mais 5echos de neros ligados

  • 7/22/2019 MUDRAS - APOSTILA FRATERNIDADE

    4/40

    $e es"uecemos algo e precisamos lem#rar: instintiamente tocamos nossa testa com a ponta dos dedos. Uma e2"ue sa#emos isto: dei%amos de 5a2er este mudra algumas e2es instintiamente: para a utili2ao sempre "uenecess?ria: conscientemente.

    ' palara sagrada @MUDRA@signi5ica @SELO@em s@nscrito. ' energia diina "ue desce para sustentar a ida: ,"uali5icada pelos nossos charas. O poder do corao: da ca#ea e da mo. O corao tra2 a energia: a ca#ea decideo "ue 5a2er e como 5a2er com ela e as mos moldam e direcionam esta energia para o local de ao.

    O microcosmo humano , um re5le%o ou espelho da criao 5inal de 0eus: unierso. 'ssim sendo: o ser humano ,pro(etado como o unierso: com cinco elementos #?sicosA O Espa'o ou #!r o Fo-o o Ar a -ua ! a T!rra. 'ci9ncia dos mudras , #aseada nestes B elementos. Um dese"uil#rio ou coordenao errada entre estes elementos:causam desordens mentais: emocionais e 5sicas. 'ssim sendo: o e"uil#rio e sincroni2ao entre estes cincoelementos: so os segredos para a #oa saDde e eoluo do ser.

    0eus nos deu a 5ora e ha#ilidade para solucionar os pro#lemas. Eudo o "ue precisamos para sermos saud?eis e5eli2es est? em nosso ser. ' maioria destas solu/es so encontradas em nossas pr8prias mos literalmente5alandoG.

    Os Mudras: so o segredo da saDde em nossas mos e dedos Mudras: so e%ecutados com a a(uda dos dedosG.

    Os cinco elementos so representados em cada um de nossos dedos. O po)!-ar r!pr!s!"#a o o-o ou o so) o d!dodo %"d%0ador r!pr!s!"#a o ar ou o !"#o o d!do *d%o r!pr!s!"#a o 0u ou o !spa'o o #!r ou p)a"o !#r!o od!do a"u)ar r!pr!s!"#a a #!rra ou $s%0o *a#r%a ! o d!do *$"%*o r!pr!s!"#a a +-ua ou !*o0%o"a) o 0orpodos d!s!os.

    Nossas mos so o departamento de controle de saDde de nosso corpo. !las emitem a energia de nossos charas:energias diinas e puri5icadoras. Com o correto uso deste poder: podemos curar mesmo as doenas mais misteriosas.Com as mos: podemos tam#,m trans5erir energia para "ual"uer lugar: mesmo "ue distantes 5isicamente de n8s:

    energias "ue podero nos a(udar a #uscar o "ue "ueremos: a proteger-nos do mal: a curarmos "uem esta distante: emuito mais.

    ' ci9ncia moderna concorda "ue tipos di5erentes de ondas eletromagn,ticas so transmitidos de nossos dedos. !stasenergias tem 5uno de5inida e precisamos aprender a utili2?-las: como 5i2eram muitos grandes Mestres antes den8s.

    6? na antiguidade: a milhares de anos: os mudras eram utili2ados com os mantras e selaam os padr/es de energia. 'energia inocada , mani5estada atra,s dos charas: centros de energia do corpo.

    Utili2amos no s8 as mos e os dedos para e%ecutarmos os mudras: como tam#,m o 5a2emos oluntariamenteatra,s de nosso corpo e atra,s de processos 5isiol8gicas inolunt?rios. ' mani5estao da energia ocorre com acorreta utili2ao de nossas mos: corpo: #oca: lngua e olhos: "ue direcionam: moldam e selam a energia inocada.

    's mos so poderosas 5erramentas de de5esa: de cura: de comunicao 5sica e espiritual e acima de tudo paramani5estar a criao. Utili2amos os mudras para proteger-nos de 5oras espirituais hostis: para e"uili#rar a energiaentre nossos charas e 8rgos curando-os de posseis males: para trocar energia entre seres encarnados ou no: paracontato espiritual eleado com os Mestres 'scensos e seus an(os: para e%primir a ontade e como 5orma decomunicao.

    Os mudras so gestos "ue estimulam determinados campos do nosso c,re#ro e "ue nos conectam com nosso

    interior: podendo utili2ar desta 5orma: nossa energia e a energia uniersal em #ene5icio pr8prio.

    Cop,r%-# / Gra"d! Fra#!r"%dad! Bra"0a.0o*.&r 1223.Todos os D%r!%#os R!s!rados. Pro%&%da a r!produ'(o #o#a) ou par0%a) s!* au#or%5a'(o por !s0r%#o.

    4

  • 7/22/2019 MUDRAS - APOSTILA FRATERNIDADE

    5/40

    !%iste uma grande ariedade e diersidade de mudras e posi/es dos #raos e do corpo. Os mudras mais conhecidosso os dos deuses mais representatios comoA &rahma o criadorG: Vishnu o sustentadorG e $hia o destruidorG.Com o tempo tam#,m 5oram introdu2idos ao oga.

    O maior o#(etio dos mudras , a unio das energiasA a c8smica: a espiritual e a atHmica.

    !stas t,cnicas e%pressadas mediante gestos: a posio das mos: dos olhos: do corpo e t,cnicas de respiraoG:a(udam a conectarmo-nos com o interior de nosso corpo e com a energia uniersal. *or interm,dio dos neros: osdedos esto conectados ao c,re#ro: e este aos 8rgos. 's puras energias dos charas sanam as mol,stias do corpo edo esprito.

    Os mudras a(udam a e"uili#rar des@nimos: 5adiga cere#ral: resoler pro#lemas 5sicos e espirituais.

    'o 5a2ermos um gesto estamos selando algo. !sta#elecemos um pacto com n8s mesmos e com o diino.Concluindo: cada mudra esta#elece para n8s uma cone%o especial com a consci9ncia c8smica o diinoG. !stesim#olismo esta melhor representado no mudra das mos.

    COMO PRATICAR

    ' t,cnica dos Mudras , #aseada na terapia do to"ue e sua pr?tica regular a(uda a e"uili#rar os cinco elementos emnossos corpos in5eriores. Eocar pontos espec5icos em nossas mos: 5a2 com "ue a energia possa circularcorretamente sendo direcionada para um #em especi5ico 5undamentado nos cinco elementos. Nossos corpos socomo m?"uinas "ue podem ser programadas e concertadas apertando pontos de lu2 em nossas mos.

    Os mudras podem ser 5eitos em "ual"uer lugar. *ode em muitos casos ser 5eitos com apenas uma das mos. Nosmudras: deemos tocar certos dedos: sendo "ue os "ue so#ram: no tem necessariamente "ue 5icar esticados: elespodem 5icar em uma posio con5ort?el.

    $e oc9 esta doente: pode e dee praticar os mudras. Mesmo um minuto pode e 5a2 a di5erena. Fa2er um #omalongamento com as mos a(uda #astante a per5ormance e a capacidade de tempo.

    Os mudras podem ser 5eitos em con(unto com "ual"uer tratamento sem pre(u2o algum: com a antagem deconseguir resultado positio mesmo sem a 5, no tratamento.

    $empre respire pro5undamente por alguns instantes antes de 5a2er sua seo de mudras e #us"ue o sentimento decalma e tran"ilidade "ue em da respirao. Fi"ue assim at, sentir-se em pa2 e harmoni2ado.

    Faa seus mudras concentrado e atento em todos os moimentos: pressionando apenas o su5iciente para sentir o5lu%o da energia: mas no tanto "ue as pontas dos dedos 5i"uem #rancas.

    O to"ue no precisa ser ri(o: oc9 poder? 5icar es5regando leemente mantendo um moimento.

    ' utili2ao dos mudras tem como 5inalidade desenoler as correntes de energia internas do corpo: e com a pratica:o poder de controlar estas energias. 0esta 5orma podemos canali2ar < outras partes do corpo: inundando-as deenergia e restaurando-as.

    !m determinados neis: tam#,m podemos a(udar outras pessoas a reatiarem suas energias: mesmo "ue distantes5isicamente de n8s.

    >ual"uer momento e lugar so ade"uados para praticarmos os mudras: por,m: dependendo do tipo de mudra: ,pre5erel 5a29-lo em um lugar tran"ilo e sem rudos: onde podemos manter nossa concentrao mental: emocional

    e 5sica.

    Cop,r%-# / Gra"d! Fra#!r"%dad! Bra"0a.0o*.&r 1223.Todos os D%r!%#os R!s!rados. Pro%&%da a r!produ'(o #o#a) ou par0%a) s!* au#or%5a'(o por !s0r%#o.

    5

  • 7/22/2019 MUDRAS - APOSTILA FRATERNIDADE

    6/40

    Os mudras podem ser 5eitos de p,: deitado: sentado ou caminhando. $entado: a melhor posio , com a coluna eretae os p,s no cho. 0eitado: a melhor posio , de #arriga para cima com a coluna no choG. 0e p, aconselhamos aseparar ligeiramente as pernas: 5le%ionando leemente os (oelhos: aumentando o 5lu%o de energia: criando umapolaridade 'l5a - Omega. Caminhando deemos 5a29-lo a um passo ritmado e normal.

    >ual"uer momento , ade"uado para desenoler sua energia. No entanto: os melhores momentos so antes deleantarmos ou deitarmos: antes ou depois de comer eite 5a2er com o estomago cheio: espere pelo menos umahora antes de 5a2er o mudraG: caminhando: em pu#lico ou nos interalos no tra#alho. No se dee praticar muitosmudras de uma s8 e2. !le(a dois ou tr9s no ma%imo: praticando-os sempre "ue possel nas mesmas horas edurante uns dias. >uanto mais tempo pratic?-los: mais rapidamente sentir? seus e5eitos. a constancia , a chae dosucessoG.