cosolida§£o ossea

  • View
    173

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of cosolida§£o ossea

Consolidao ssea definida como a restaurao da integridade original Para o cirurgio readquirir a rigidez da estrutura ssea Para o bilogo a restaurao da microscpica pode levar anos Pr requisito para consolidao : condies biomecnicas adequadas

Danos Vasculares Produzidos por Placas Placas com superfcie inferior plana tem uma grande rea de contato (como DCP). A LCP vazada por baixo menor rea de contato. Depende tambm da relao dor raio do implante e do osso, variando assim o contato com osso . Quando as placas so colocadas na superfcie ssea perturbam aporte sanguneos periosteal, por exemplo na placa ponte contato periosteal no local da fratura evitado, melhorando a vascularizao

Fig placa livro velho

Fig placa ponte livro novo

Consolidao sseaRequisitos bsicos: - Atividade biolgica adequada; - Suprimento sanguneo; - Estabilidade do foco de fratura.

Tipos de consolidao:Consolidao ssea primaria ou direta: - Cura por primeira inteno - Soudure autogne Consolidao espontnea (indireta): - Formao de tecido de granulao (inflamao); - Aparecimento de calo; - Alargamento do trao de fratura ; reabsoro de superfcie das extremidades dos fragmentos; - Remodelao;

Consolidao primaria (direta):- Inicia-se com a remodelao interna nas zonas de contato ( consolidao de contato) ou; - Com enchimento dos traos estveis com osso lamelar e conseqente remodelao ou encavilhamento (consolidao de trao). - No se observa a formao de calo;

Consolidao secundria Fases : Inflamao 01 a 07

dias

Reparao dias a semanasCalo mole Calo duro

Remodelao meses a anos

Inflamao O hematoma gradualmente substitudo por tecido de granulao Extremidades ssea necrosada absorvida pelos osteoclastos(clulas derivadas dos moncitos) Os osteoblastos se desenvolvem a partir de clulas mesenquimais indiferenciadas que migram at o local de fratura

Fig livro novo

Calo Mole Dor e edema diminuem , os fragmento no estao mais se movendo de forma livre. Celulas progenitoras so estimuladas a se tornarem osteblastos Cresce vasos capilares para dentro calo e vascularizacao segue Fibroblastos e condrocitos produzindo matriz celular e substituindo o hematoma

Calo Duro Quando as extremidades da fratura unidas por calo mole Dura ate que os fragmentos estejam firmemente unidos Tecido sofre ossificao endocondral e calo convertido em osso reticulado A ossificao comea perifericamente longe da cortical original

Remodelacao

Falta de consolidao:- Perturbao das condies mecnicas de deformao relativa. Observa-se uma pseudoartrose hipertrfica; - Perturbao capacidade de reao biolgica. Observa-se uma pseudoartrose no reativa ou atrfica.

A consolidao direta no prossegue com encurtamento das extremidades dos fragmentos Em condies de instabilidade a consolidao ocorre atravs da formao de calo, reabsoro das extremidades dos fragmentos e a formao indireta de osso via tecidos moles de reparao; - Em condies de contato estvel mantido o osso consolida-se internamente com mnimo ou nenhum