Clovis Padovezi Workshop

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Clovis Padovezi Workshop

Text of Clovis Padovezi Workshop

  • Ferramentas de Gesto

    FinanceiraFinanceira

    Clvis Lus Padoveze

    30/05/2014

  • I - FUNDAMENTOSII O PROCESSO DE CRIAO DE VALOR ECONMICOIII ESTRUTURANDO AS DEMONSTRAES FINANCEIRAS

    BSICASBSICASIV PRINCPIOS DA GESTO BASEADA NO LUCROV GESTO DO CAIXA E DO CAPITAL DE GIROVI ANLISE DAS DEMONSTRAES FINANCEIRASVII PRINCPIOS FUNDAMENTAIS DO PLANEJAMENTO E

    CONTROLE DE RESULTADOS PLANO ORAMENTRIO

  • Fluxo Operacional Mensurao Fluxo Fluxo Fluxo

    Fluxo operacional, econmico, financeiro e patrimonial das atividades

    Recursos Custos/Estoques Desembolsos Caixa

    Produo Receitas Recebimentos Contas Receber

    Produtos e Resultado Operacional Saldo de EstoquesServios Caixa

    Resultado Financeiro Ativos Fixos

    Resultado Final Contas Pagar

    Patrim. LquidoFinal

    Operacional(Fsico)

    Mensurao PatrimonialFluxoEconmico

    FluxoFinanceiro

  • Fluxo de Financiamentos Fluxo de Investimentos

    Capital Emprstimos Ativos dos de Fixos

    Scios Terceiros

    *

    DesimobilizaesEstoques CAIXA

    Materiais (Caixa, Bancos, Receitas Em Processo Aplicaes Financeiras) Financeiras

    V

    i

    s

    o

    d

    o

    F

    l

    u

    x

    o

    E

    c

    o

    n

    m

    i

    c

    o

    /

    F

    i

    n

    a

    n

    c

    e

    i

    r

    o

    Dividendos

    Em Processo Aplicaes Financeiras) Financeiras Acabados

    Fornecedores

    DespesasVendas Clientes Mo de Obra Impostos

    Fluxo Operacional (Resultado: Lucro ou Prejuzo)

    * Amortizaes/Juros

    V

    i

    s

    o

    d

    o

    F

    l

    u

    x

    o

    E

    c

    o

    n

    m

    i

    c

    o

    /

    F

    i

    n

    a

    n

    c

    e

    i

    r

    o

  • Vice-Presidente(Diretor)

    Vice-Presidente(Diretor)

    Vice-Presidente(Diretor)

    PRESIDENTE

    A Controladoria e Tesouraria na Organizao

    (Diretor)de Produo

    CONTROLLER TESOUREIRO

    (Diretor)Administrativo/

    Financeiro

    (Diretor)de

    Comercializao

  • Estrutura da Controladoria

    CONTROLADORIACONTROLADORIA

    EscrituraoEscrituraoPlanejamento ePlanejamento e

    Sistema de InformaoGerencial

    Sistema de InformaoGerencial

    Controle Interno

    Sistema de Informaes para Relaes com Investidores

    Sistema de Informaes para Relaes com Investidores

    Oramento, Projees e Anlise de Investimentos Contabilidade de Custos Contabilidade por Responsabilidades Acompanhamento do Negcio Gesto do Risco Gesto Tributria

    Oramento, Projees e Anlise de Investimentos Contabilidade de Custos Contabilidade por Responsabilidades Acompanhamento do Negcio Gesto do Risco Gesto Tributria

    a responsvel pelo sistema de informao contbil gerencial da empresa.Deve atuar fortemente em todas as etapas do processo de gesto da empresa.A controladoria no se pode furtar, tambm, as suas funes de execuo das tarefas regulamentares.A administrao do sistema de informao gerencial deve ter o monitoramento permanente do controller, para alcanar a integrao.

    Contabilidade Societria Controle Patrimonial Contabilidade Tributria (apurao)

    EscrituraoEscrituraoPlanejamento eControlePlanejamento e

    Controle

  • FinanasFinanas

    Sistema de Informaode Tesouraria

    Estrutura da Tesouraria ou Atividade de Finanas

    Planejamento Operao

    Planejamento Fluxo de Caixa de Longo Prazo Banco Interno Captao de Recursos

    FinanciamentosDebnturesAcionistas

    Planejamento e Controle Financeiro de CurtoPrazo (Fluxo de Caixa Dirio/Semanal)

    Contas a Receber Contas a Pagar Contas Cambiais Administrao de Excedentes de Caixa

    Gesto do Risco Financeiro

  • Deciso de Investimento

    Funes de Finanas

    Deciso de Financiamento

    Deciso de Dividendos

    10

  • Decises Financeiras

    PassivoAtivo

    Deciso de Deciso de Investimento Financiamento

    Modelo Bsico de Avaliao de Desempenho

    Retorno do Investimento - ROI

    Deciso de Dividendos

    Custo deCapital

    11

  • A Controladoria no Planejamento Operacional

    Determinao da Estrutura do Ativo (Empresa, Unidades deNegcio, Linhas de Produto)

    Determinao da Estrutura do Passivo

    Ativo Passivo

    Capital de Giro

    Ativo Fixo

    Capital de Terceiros

    Capital Prprio

    12

  • Duas vertentes de criao de valor: criao de valor para a empresa e criao de valor para o acionista.

    O PROCESSO DE CRIAO DE VALOR

    criao de valor para o acionista.

    O ativo cria e operacionaliza o valor da empresa.

    O passivo distribui o valor e afere a criao de valor para o acionista.

    14

  • Processos de Criao de Valor

    PassivoAtivo

    Capital deTerceiros

    Capital deGiro

    Capital

    JurosJurosJurosJuros

    Capital Prprio dosAcionistas

    AtivoFixo

    Distribuio doValor Criado

    Criao de Valor

    Distribuio deDistribuio deLucrosLucros

    Distribuio deDistribuio deLucrosLucros

    15

  • A empresa cria valor para os acionistas por meio da venda de produtos e servios.

    O Processo de Criao e Gesto do Valor

    Os produtos e servios tem um valor de mercado.

    Os produtos e servios tem um valor agregado.

    O valor agregado dos produtos e servios a diferena entre o valor de venda nomercado menos o valor de compra dos insumos de terceiros.

  • Valor Agregado

    Valor AgregadoCustos

    Fornecedores

    Venda

    ClientesValor Agregadodo Produto/ServioFornecedoresPreo de Mercado

    Clientes

    Preo de Mercado

    6040 100

  • Processo de Apropriao de Valor

    Valor Agregadodo Produto/Servio

    Custos

    Fornecedores

    Preo de Mercado

    Venda

    Clientes

    Preo de Mercado

    6040 1006040 100

    Desenvolvimento de Atividades Internas

    Ativ. 1 Ativ. 2 Ativ. 3

    Custo + VA Custo + VA Custo + VA

    Apropriao de VA

    Criao de Valor

  • Mxima apropriao do valor agregado dado pelos produtos e servios.

    Criao de valor para a empresa

    O modelo de gesto deve ser direcionado para obteno da maior eficincia e eficcia das atividades internas.

  • O valor criado pelo ativo, por meio da venda dos produtos e servios, deveser suficiente para remunerar o capital investido pelos acionistas.

    H criao de valor para os acionistas quando o lucro obtido por meio da venda dos produtos ou servios ou superior ao custo de capital dos acionistas.

    Custo de capital um custo de oportunidade.

    Criao de valor para o acionista

    Custo de oportunidade: valor alternativo que o investidor teria se optasse poroutro investimento que no a empresa em questo.

    EVA Economic Value Added quando o valor criado pela empresa maior que o custo de capital do acionista.

    O modelo de gesto do passivo deve ser direcionado para o menor custo de capital de terceiros, para obteno de maior lucro residual para os acionistas.

  • EVA - Economic Value AddedHiptese 1 Hiptese 2

    Lucro 12.000 12.000Investimento 100.000Investimento 100.000 Custo de Capital e 11% (11.000) Remunerao mnima 12,5% (12.500)

    1.000 (500)

    EVA Destruiode Valor

  • A Estrutura Contbil

    Balano Patrimonial Inicial

    + Demonstrao de Resultados do Perodo

    = Balano Patrimonial Final

    Fluxo de Caixa

    23

  • Exemplo numrico integrado Exemplo numrico integrado Fluxo de Caixa pelos Fluxo de Caixa pelos Mtodos Direto Mtodos Direto e Indiretoe Indireto

    Demonstrao do resultado do perodo

    $ Receita Operacional Bruta 23.800(-) Impostos sobre Vendas (2.380)RECEITA OPERACIONAL LQUIDA 21.420(-) Custo das Mercadorias Vendidas (14.500)= Estoque Inicial 3.100(+) Compras brutas 15.000(-) Impostos sobre compras (1.500)(-) Impostos sobre compras (1.500)(-) Estoque Final (2.100)LUCRO BRUTO 6.920

    Despesas Operacionais(Administrativas e Comerciais). Salrios e Encargos Sociais (2.800). Despesas Gerais (1.400). Depreciaes (900)LUCRO OPERACIONAL 1.820

    Receitas Financeiras 20Despesas Financeiras (300)Equivalncia Patrimonial 300

    LUCRO ANTES DOS IMPOSTOS 1.840

    Impostos sobre o Lucro (700)LUCRO LQUIDO APS IMPOSTOS 1.140

  • Inicial Final PASSIVO E Inicial FinalATIVO $ $ PATRIMNIO LQUIDO $ $CIRCULANTE CIRCULANTECaixa/Bancos/Aplic.Financeiras 800 1.440 Dupls. A Pagar a Fornecedores 570 1.070Dupls.a Receber de clientes 1.620 3.510 Salrios e Encargos a Pagar 180 190Estoque de Mercadorias 3.100 2.100 Contas a Pagar 120 80

    5.520 7.050 Imp. A Recolher s/ Mercadorias 350 590Emprstimos 1.200 0Emprstimos 1.200 0

    NO CIRCULANTE 2.420 1.930Realizvel a Longo Prazo Depsitos Judiciais 100 100 NO CIRCULANTE

    Exigvel a Longo PrazoInvestimentos Financiamentos 4.800 5.600 Aes de controladas 2.200 2.500Imobilizado Patrimnio Lquido Imobilizado Bruto 8.280 9.000 Capital Social 6.000 7.000 (-) Depreciaes Acumuladas (2.500) (3.400) Reservas 300 550

    5.780 5.600 Lucros Acumulados 80 1706.380 7.720

    TOTAL 13.600 15.250 TOTAL 13.600 15.250

  • Capital LucrosSocial Acumulados

    Saldo Inicial 6.000 300 80 6.380

    Reservas TotalMovimentao

    Demonstrao das Mutaes do Patrimnio Lquido do Perodo

    Saldo Inicial 6.000 300 80 6.380

    Aumento de Capital em dinheiro 1.000 - - 1.000

    Transferncia para reservas - 250 (250) 0Lucro Lquido do perodo - - 1.140 1.140

    Distribuio de Dividendos - - (800) (800)Saldo Final 7.000 550 170 7.720

  • $ Saldo Inicial de Lucros Acumulados 80

    Demonstrao de Lucros ou Prejuzos Acumulados

    (+) Lucro do perodo 1.140( - ) Trans