Apresentação MTC

  • View
    77

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Apresentação MTC

ABC

CURSO DE LICENCIATURA EM GEOGRAFIA IFRN - CAMPOS NATAL CENTRALMTC-Metodologia do Trabalho CientficoJoo M. P. Palhano2012.2

ALUNA: Nilma Cavalcanti Classificao da pesquisaCausal-comparativaEtnogrficaPesquisa-ao PESQUISA CAUSAL COMPARATIVA

A pesquisa causal-comparativa:A varivel independente no manipulada;Por necessidade ela se concentra no efeito.Frequentemente chamada de pesquisa ex post facto ;Os investigadores tentam obter um grupo definido homogneo.

3 Ao identificar o grupo definido, o investigador tem que considerar;O foco da pesquisa causal-comparativa;As fontes de dados so escores e as mensuraes varivel;A anlise e a apresentao dos dados so feitas estatisticamente;A pesquisa causal-comparativa no-experimental e quantitativa.

Ela pode ser ilustrada como se segue:

GRUPO BGRUPO AATIVIDADEEXTRANENHUMA ATIVIDADEMEDIDA DE DESEMPENHOMEDIDA DE DESEMPENHODIFERENASIGNIFICATIVA?PESQUISA ETNOGRFICAO objetivo dos primeiros pesquisadores que realizaram pesquisa etnogrfica;A etnografia tem as seguintes caractersticas: sem igual;Confia em dados qualitativos;A sua perspectiva holstica ;Pode iniciar com hipteses;O procedimento e a analise dos dados envolvem a contextualizao.

O proposito da pesquisa etnogrfica na educao;

O pesquisador elabora questes ou declaraes amplas;

As fontes de dados so as ...A coleta de dados feita pelo ...

A anlise dos dados feita a partir das descries verbais, anlise lgicas das informaes.

PROCEDIMENTOS NA PESQUISA ETNOGRFICAFormular uma questo;Identificar um grupo para estudar a questo;O pesquisador introduz a proposta de pesquisa ao grupo;O pesquisador pode atuar como um observador privilegiado do grupo;O pesquisador v e ouve atentamente;A pesquisa etnogrfica pode durar uma semana ou duas como tambm pode durar vrios anos;As observaes e os registros produzem uma vasta quantidade de anotaes escritas;A anlise dos dados, que em alguns casos exige muito mais tempo do que a coleta;O maior apelo da pesquisa etnogrfica poder construir, melhor que qualquer outro tipo de pesquisa;A etnografia tem sido alvo de crticas, principalmente sobre a confiabilidade dos dados.PESQUISA - AOA pesquisa-ao uma metodologia muito utilizada em projetos de pesquisa educacional. Segundo Thiollent (2002, p. 75 apud VAZQUEZ e TONUZ, 2006, p. 2), com a orientao metodolgica da pesquisa-ao, os pesquisadores em educao estariam em condio de produzir informaes e conhecimentos de uso mais efetivo, inclusive ao nvel pedaggico, o que promoveria condies para aes e transformaes de situaes dentro da prpria escola.

A pesquisa-ao uma metodologia participativa que vem sendo cada vez mais utilizada por professores-pesquisadores do mundo inteiro

Outros dois autores, Kemmis e Mc Taggart (1988, apud ELIA e SAMPAIO, 2001, p.248), ampliam esta forma de entendimento do conceito de pesquisa-ao com as seguintes palavras: "Pesquisa-ao uma forma de investigao baseada em uma autorreflexo coletiva empreendida pelos participantes de um grupo social de maneira a melhorar a racionalidade e a justia de suas prprias prticas sociais e educacionais, como tambm o seu entendimento dessas prticas e de situaes onde essas prticas acontecem. A abordagem de uma pesquisa-ao apenas quando ela colaborativa... (KEMMIS e MC TAGGART,1988, apud Elia e Sampaio, 2001, p.248).

A forma inicial de pesquisa-ao caracterizada pela colaborao e negociao entre especialistas e prticos, integrantes da pesquisa. De incio, havia uma tenso acentuada entre os componentes sobre o controle e autonomia do trabalho. Os especialistas, ansiosos para preservar sua autonomia profissional no mbito curricular; e os prticos, para validar suas ideias e teorias perante a academia.O aspecto inovador da pesquisa-ao se deve principalmente a trs pontos: carter participativo, impulso democrtico e contribuio mudana social.Hoje, a pesquisa-ao beneficia seus participantes por meio de processos de autoconhecimento e quando enfoca a educao, informa e ajuda nas transformaes. Segundo Elliott (1997, p.15), a pesquisa-ao permite superar as lacunas existentes entre a pesquisa educativa e a prtica docente, ou seja, entre a teoria e a prtica, e os resultados ampliam as capacidades de compreenso dos professores e suas prticas, por isso favorecem amplamente as mudanas.A pesquisa-ao no deve ser confundida com um processo solitrio de autoavaliao; mas, sim, como uma prtica reflexiva de nfase social que se investiga e do processo de se investigar sobre ela. Segundo Elliot (1997, p.17), a pesquisa-ao um processo que se modifica continuamente em espirais de reflexo e ao, onde cada espiral inclui:Aclarar e diagnosticar uma situao prtica ou um problema prtico que se quer melhorar ou resolver; Formular estratgias de ao; Desenvolver essas estratgias e avaliar sua eficincia; Ampliar a compreenso da nova situao; Proceder aos mesmos passos para a nova situao prtica.

AGRADECEMOS AO PROFESSOR PALHANO POR ESSA RICA OPORTUNIDADE DE CRESIMENTO NO MBITO ACADMICO E TAMBM AOS COLEGAS DE SALA QUE SEMPRE COLABORAM COM TROCAS DE INFORMAES.OBRIGADO!