Click here to load reader

LÍNGUA EJA PROF. DENILSON SATURNINO PORTUGUESA PROF.ª ... · PDF file Prosador integrante do Pós-Modernismo (3ª fase do Modernismo). AULA 11. Pós-modernismo No período de 1945

  • View
    3

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of LÍNGUA EJA PROF. DENILSON SATURNINO PORTUGUESA PROF.ª ... · PDF file Prosador...

  • 2ªEJA FASE PROF. DENILSON SATURNINO PROF.ª JOYCE MARTINSLÍNGUA PORTUGUESA

  • Unidade III Trabalho - a trajetória humana nas produções e manifestações

    CONTEÚDOS E HABILIDADES

    2

  • Aula 22.1 Conteúdos

    • Pós-Modernismo no Brasil: Contexto de Produção • Pós-Modernismo no Brasil: Características

    CONTEÚDOS E HABILIDADES

    3

  • Habilidades • Reconhecer características estéticas de determinado

    período da produção literária. • Estabelecer relações entre o texto literário e o momento

    de sua produção, situando os aspectos do contexto histórico-social.

    CONTEÚDOS E HABILIDADES

    4

  • Coesão gramatical: Pronome Possessivo São palavras que se referem ao nome, expressando a pessoa gramatical (possuidor) e a ideia de posse de algo (coisa possuída). Podem, também, substituir o nome.

    REVISÃO

    5

  • Número Pessoa Pronome possessivo

    Singular

    1ª meu(s), minha(s)

    2ª teu(s), tua(s)

    3ª seu(s), sua(s)

    Plural

    1ª nosso(s), nossa(s)

    2ª vosso(s), vossa(s)

    3ª seu(s), sua(s)

    REVISÃO

    6

  • “Como é que posso com este mundo? A vida é ingrata no macio de si; mas transtraz a esperança mesmo no meio do fel do desespero”.

    Grande Sertão: veredas - Guimarães Rosa

    O trecho que você acabou de ler é compreensível? Tem linguagem simples ou incomum?

    DESAFIO DO DIA

    7

  • Grande Sertão Veredas

    AULA

    10

  • Quem escreveu? Guimarães Rosa. Prosador integrante do Pós-Modernismo (3ª fase do Modernismo).

    AULA

    11

  • Pós-modernismo No período de 1945 a 1960, o país abriu-se para o mundo em vários setores culturais, como as artes plásticas, a arquitetura e a música. Tal abertura, em maior ou menor grau, sempre existira; a novidade é que nesse período o diálogo com a cultura internacional se constituiu uma via de mão dupla, pela qual o Brasil tanto importava quanto exportava tendências.

    AULA

    12

  • Governo Juscelino Kubitschek - “50 anos em 5”

  • Crescimento urbano

  • A 1ª transmissão televisiva brasileira

  • Pós-modernismo No campo literário, o pós-modernismo representou um dos momentos mais fecundos para a arte no Brasil, revelando autores - na poesia, na prosa e no teatro - cujas obras se destacam pela complexidade estética e densidade psicológica.

    AULA

    16

  • Pós-modernismo Não houve predomínio de uma tendência unificadora. As obras dialogavam com as vanguardas europeias, as duas fases anteriores do Modernismo e novas experiências estéticas do pós-Segunda Guerra Mundial.

    AULA

    17

  • – Macabéa! Tenho grandes notícias para lhe dar! Preste atenção, minha flor, porque é de maior importância o que vou lhe dizer. É coisa muito séria e muito alegre: sua vida vai mudar completamente! E digo mais: vai mudar a partir do momento em que você sair da minha casa! Você vai se sentir outra. Fique sabendo, minha florzinha, que até o seu namorado vai voltar e propor casamento, ele está arrependido! E seu chefe vai lhe avisar que pensou melhor e não vai mais lhe despedir. Macabéa nunca tinha tido coragem de ter esperança. Mas agora ouvia a madama como se ouvisse uma trombeta vinda dos céus — Enquanto

    AULA

    18

  • suportava uma forte taquicardia. Madama tinha razão: Jesus enfim prestava atenção nela. Seus olhos estavam arregalados por uma súbita voracidade pelo futuro (explosão). E eu também estou com esperança enfim. – E tem mais! Um dinheiro grande vai lhe entrar pela porta adentro em horas da noite trazido por um homem estrangeiro. Você conhece algum estrangeiro? – Não senhora — disse Macabéa já desanimando.

    AULA

    19

  • – Pois vai conhecer. Ele é alourado e tem olhos azuis ou verde ou castanhos ou pretos. E se não fosse porque você gosta de seu ex-namorado, esse gringo ia namorar você. Não! Não! Não! Agora estou vendo outra coisa (explosão) e apesar de não ver muito claro estou também ouvindo a voz de meu guia: esse estrangeiro parece se chamar Hans, e é ele quem vai se casar com você! Ele tem muito dinheiro, todos os gringos são ricos. Se não me engano, e nunca me engano, ele vai lhe dar muito amor e você, minha enjeitadinha, vai se vestir com veludo e cetim e até casaco de pele vai ganhar!

    AULA

    20

  • Macabéa começou (explosão) a tremilicar toda por causa do lado penoso que há na excessiva felicidade. Só lhe ocorreu dizer:

    A Hora da Estrela - Clarice Lispector

    AULA

    21

  • A partir dos anos 60, as produções ora se engajam politicamente, ora se desapegam da realidade social para se tornar expressão angustiada do indivíduo fragmentado.

    AULA

    22

  • 1. (Mundo Educação) Sobre o pós-modernismo, é correto afirmar, exceto: a) Pós-modernismo é o nome dado às mudanças ocorridas

    nas ciências, nas artes e nas sociedades desde 1950. b) O pós-modernismo é um termo de periodização

    artística e literária que se refere ao que vem depois do modernismo. É também chamado de Terceira Fase do Modernismo.

    c) As narrativas pós-modernas apoiam-se no cotidiano, daí o seu caráter espontâneo, e dão prioridade às temáticas que levam ao inconsciente coletivo.

    DINÂMICA LOCAL INTERATIVA

    23

  • 2. (UFES – ES) “Alguém que ainda pelejava, já na penúltima ânsia e farto de beber água sem copo, pôde alcançar um objeto encordoado que se movia. E aquele um aconteceu ser Francolim Ferreira, e a coisa movente era o rabo do burrinho pedrês. E Sete-de-Ouros, sem susto a mais, sem hora marcada, soube que ali era o ponto de se entregar, confiado, ao querer da correnteza. Pouco fazia que esta o levasse de viagem, muito para baixo do lugar da travessia. Deixou-se, tomando tragos de ar. Não resistia.”

    Guimarães Rosa - O burrinho pedrês

    DINÂMICA LOCAL INTERATIVA

    24

  • A característica regionalista presente no fragmento literário acima é a) a exploração dos homens e dos animais pelos

    proprietários no meio rural. b) o mal-estar gerado pela decadência social. c) a observação minuciosa da fauna e da flora de uma

    região. d) a integração dos homens e dos bichos a seu meio

    ambiente. e) o respeito pelas superstições e sentimentos populares.

    DINÂMICA LOCAL INTERATIVA

    25