Click here to load reader

Folheto OPERA

  • View
    237

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Folheto informativo da OPERA

Text of Folheto OPERA

  • PERAASSOCIAO CULTURAL

  • 1- uma associao musical;

    - Promove cultura;

    - Criar obra;

    ObraOpera

    ____cultural

    _____Constri

    ____

    Associao que se al icera no

    CONHECIMENTO e suas valias, provenientes de ACTIVIDADES CONTINUADAS no tempo e espao que abordem temticas

    culturais, ambientais e sociais de

    relevo na freguesia de Labruge e

    demais concelho.

    Aposta na criao de ncleos

    f is icos e mentais de saber ao

    privi legiar ACES concertadas

    com a SENSIBILIZAO E FORMAO do meio.

    A obra (opera) a compor e/

    ou produzir multidiscipl inar

    e crit ica, nas suas propostas e

    formas de AGIR, reflexo de uma

    participao publica de qualidade

    e alcance.

    1

  • OBJECTIVOS

    2

    A Opera pretende criar obra, desenvolver projectos que possam ser usufrudos

    pela populao no presente e no futuro, sem esquecer as suas razes e tradies.

    Como ponto de partida prope-se a concretizar um trabalho de levantamento histrico e implementar o programa Agenda 21 Local na freguesia de Labruge.

  • 1Anlise dos moinhos do rio Onda

    valrio+

    caneirapasseio

    neivasol posto

    moleiro

    restina+

    camaz

    bianca

    3

    Vestgios de uma das actividades mais

    caractersticas das comunidades agrcolas

    portuguesas, os moinhos esto presentes em quase

    todo o territrio portugus. Exemplos de respeito

    pela natureza e de um aproveitamento eficiente

    dos recursos disponveis, estes esto nos dias de

    hoje na eminncia de um total desaparecimento.

    Pretende-se por isso levar a cabo uma recolha de toda a informao relevante relativamente a este tipo de construes

    existentes no territrio de Labruge, seus proprietrios e uti l izadores. Assim, ser levado a cabo um registo rigoroso

    dos materiais, mtodos e tcnicas de construo uti l izados e realizada uma anlise dos vestgios dos engenhos motores

    existentes e respectivos sistemas de moagem e propulso.

  • 1LEVANTAMENTO HISTRICO

    Casas tradicionais de Lavoura

    Qualquer um dos pontos citados

    anteriormente no pode ser abordado

    correctamente quando estudado de

    forma isolada. Estes, so parte de

    uma comunidade que por sua vez se

    dispe de uma forma caracterstica e

    nica em determinado territrio.

    No caso de Labruge, ser ti l

    compreender os r itmos e densidades

    que caracterizam cada zona e os

    motivos pelos quais a populao se

    agrega ou dispersa em determinada

    rea.

    Povoado e territrio Labrugense

    Num passado recente mas cada

    vez mais esquecido, as pessoas

    desenvolviam maioritariamente

    as profisses que o prprio meio

    possibi l itava. A importncia do saber

    fazer, os instrumentos caractersticos

    de cada oficio, os seus intervenientes,

    o valor econmico e cultural para a

    freguesia do produto destes trabalhos,

    e tantas outras questes que revelam

    a identidade remota de Labruge

    enquanto aldeia, sero objecto de

    uma anlise cuidada. Para alem do

    indiscutvel valor da histria oral,

    ainda por recuperar, pretende dar-

    se um novo rosto e voz aos antigos

    jornaleiros, sargaceiros, leiteiras e

    outros protagonistas.

    Antigos oficios e profisses

    4

    Estudo das construes associadas ao

    passado e presente rural da freguesia.

    Trata-se de compreender o modo de fun-

    cionamento das casas de lavoura, orga-

    nizao e disposio dos seus comple-

    mentos, tendo em conta o seu carcter

    econmico e social.

    Nesta conformidade, sero observadas

    as tcnicas e materiais de construo

    uti l izados, assim como a sua com-

    posio, elementos formais caracter-

    sticos e o conjunto das alteraes in-

    troduzidas.

  • desenvolvimentosustentvel

    gesto de recursos

    caracterizao prvia

    questionrios populao

    workshops participativos

    campanhas de sensibilizao

    plano de aco

    A Agenda 21 Local um processo participativo,

    multi-sectorial, que visa atingir os objectivos da

    Agenda 21 ao nvel local, atravs da preparao e

    implementao de um Plano de Aco estratgico de

    longo prazo dirigido s prioridades locais para o de-

    senvolvimento sustentvel.

    International Council for Local Environmental Iniciatives (ICLEI)

    AGENDA 21 LOCAL

    5

  • 1A EQUIPA

    Mariana Catarino | 1991Estudante de Jornalismo

    Ricardo Canito | 1984Engenheiro Mecnico

    Brbara Craveiro | 1984 Arquitecta

    Tiago Magalhes | 1984Engenheiro Mecnico

    Raquel Magalhes | 1985Arqueloga

    6

  • OPERA | ASSOCIAO CULTURALwww. ope ra -a ssoc i a caoc u l t u ra l . b l og spot . com

    Travessa do Barre i ro, n5, 4485-342 Labruge, V i la do Conde

    opera .assoc iacaocu l tu ra [email protected] l . com T: 925 628 755