20160601 DM

  • View
    245

  • Download
    8

Embed Size (px)

DESCRIPTION

20160601 DEZ

Text of 20160601 DM

  • w w w.dia r ioam .com . b rQuarta-feira, 1 de junho de 20 1 6

    Ano 7 - N2515 Manaus, 1 de junho de 2016

    Quarta-feira PREFERECANTAR Jair Arajow w w.d 2 4am.com

    JUNTOCOMUMCOMPARSA Fotos: Reproduo

    MUSAFITNESS Reproduo/Instagram

    CRIMENOJORGETEIXEIRA

    Pgina 5

    Vdeoflagrahomem vestidodePMassaltandocartrio

    Pgina 5

    A 7 MESES INVICTO Arcos Bezerra/Futura Press/Estado Contedo

    EMSRIE Divulgao/PC

    Preso suspeitodeestuprar ematar mulheres

    Pgina 8

    Vasco empata com Oestee continua lder na Srie B

    Pgina 13

    CONTRAPMS Sandro Pereira

    Familiares de universitrioassassinadofazemprotesto

    Pgina 9

    Onde h Servios Precrios

    TCEestudaproibirgastos pblicos comfestas no interior

    Pgina 2

    Vitriaconquistao coraode LucasLuccoPgina 24

    Pastor Neylucrou R$

    250 milcomgolpedavendadeterrenos

    Pgina 6

    Moises Pereira de S, 40, foi morto no ptio de uma casa, nobairro Jorge Teixeira, zona leste de Manaus, enquanto agrediaa companheira dele, Lenita Machado de Oliveira, 31. Osuspeito do crime um funcionrio da me de Lenita.

    Homem mortocom 3 facadas aoagredir a mulher

  • DEZMINUTOS Quarta-feira, 1 de junho de 20162 POLTICA

    ARTIGO

    No h como negar que os servi-os pblicos prestados popula-o pelos nossos governantesentraram em colapso. Em parte, essa si-tuao de completo caos se deve faltade eficincia de quem est gerindo amquina pblica. Ora, se o dinheiro fi-cou escasso, o que se deve fazer? Cortaro que desnecessrio, evitar o desperd-cio, ter rigor nos gastos. De imediato,deveriam ter sido revis-tos os contratos e prio-rizado o que essen-cial. Sade essencial.

    Vou te dar umexemplo: se na tua ca-sa o dinheiro ficoumais curto, voc cortana comida ou na diver-so? Penso que seja nadiverso. Da mesma forma, tem que sera gesto dos servios pblicos.

    Nosso governador paga em dia em-preiteira para construir ponte que nosai do papel, nosso prefeito gasta fortu-nas para trazer Rock in Rio e divertir

    uma parte da populao que pode pa-gar o ingresso. Enquanto a sade ficaem segundo plano.

    Sade no diverte, mas salva vidas. Ameu ver, quando algum no sabe gerirum negcio, para evitar a falncia, preciso trocar o comandante. O di-nheiro est curto, mas no acabou.No deixamos de pagar impostos, ouseja, o Estado e a Prefeitura no deixa-

    ram de arrecadar.O problema reside

    nas decises, nas prio-ridades e na transpa-rncia de nossos go-vernantes que estona contramo das ne-cessidades da nossagente.

    possvel mudar is-so! Como? A maneira mais acertada trocar o governante. Precisamos de al-gum que saiba investir o nosso dinhei-ro nos servios pblicos com coerncia,transparncia e eficincia. possvel! Dpra fazer!

    Odinheiro estcurto,mas noacabou.Nodeixamos depagar impostos

    Possvel!CHICO PRETOWhatsApp 9.9981-9911

    ARTIGO

    Com a aproximao das eleiesonde escolheremos o prximoprefeito, fica cada vez mais clara atendncia de se falar em novidade, re-novao e mudana. Despontam no ce-nrio local os jovens lderes com o dis-curso da nova poltica.

    Eles se vestem de novidade, porm,so umageraodeoportunistas que fa-lam como jovens, mas nas suas prticasso fidedignos ao mo-delo tradicional da ve-lha poltica elitista esurda para interessespopulares. So nadamais que meros fanto-ches de velhos caciquese suas oligarquias. Fa-zem um discurso hip-crita e vazio que criticaas pessoas e no suas atitudes equivoca-das, e no apagar das luzes, viram aliadosparadefender os mesmos equvocos.

    Dias atrs vimos candidatos que fala-vam que seus adversrios deveriam seajoelhar no milho e se arrepender dos er-

    ros do passado. Mesmos que agora seajoelham a polticos varridos de altoscargos do Executivo por corrupo; As-sim como h quem diga Exija seus direi-tos, enquanto defende que a CPI se en-cerre sem indiciar culpados, e sem tomarqualquer atitude concreta de repdio aoabusivo aumento na conta de energia.

    Nodpara seprojetar comonovidadecurvando-se ao que h de mais atrasado,

    e que num cenrio con-turbado como o pro-cessode impeachment,flertou com os dois la-dos, se colocando numbalco de negcios eusando o mandato pa-ra interesses pessoais.

    A realmudana vemdas ruas e do dilogo

    franco com o povo, sem demagogias esem oportunismo. No adianta mudaros atores se o enredo permanece o mes-mo.. preciso ter a coragem de comba-ter com a verdade a m poltica, at por-que corruptos tambm se renovam.

    Eles se vestemdenovidade,porm,so umageraodeoportunistas quefalamcomojovens

    Velhas novidadesMANOEL ALMEIDA Acadmico de Direito e presidente nacional da Juventude do PPS

    IniciativadopresidentedoTCEfoimotivadapor matriadaREDEDIRIO sobrealtocustodeeventoemPresidenteFigueiredo

    Moutinhopropeproibir gastosWilliam Rezende/Presidncia/ALE/Divulgao

    FESTASNO INTERIOR

    Proposta Ari Moutinho disse que se reunir com colegiado

    QUEIMARROSQUINHA

    Vereador sedesculpa portermo usado

    O vereador Roberto Sabino(PROS), que na sesso da ltimasegunda-feira na Cmara Muni-cipal de Manaus (CMM), disseque adolescentes maiores de 16anos podem queimar a rosqui-nha, pediu desculpas por terutilizado palavras de baixo ca-lo.Sabinodisseque,nocalor dadiscusso, acabou cometendo odeslize, mas afirmou no ser ho-mofbio e que ama os homos-sexuais, mas assim como Jesus,noamaopecadodeles.

    No momento que o parla-mentar declarou esta frase, es-tava em discusso o projeto delei que probe a incluso do en-sino da ideologia de gneronas escolas municipais de Ma-naus. O vereador Roberto Sabi-no disse que o que ele queriadizer que somente depois dos16 anos ou 18 anos que umapessoa tem condies de defi-nir sua opo sexual.

    O vereador contra a pro-posta,pois, segundoele,por serevanglico, no pode permitirque isso seja discutido, desvir-tuandoosprincpios da famliatradicional crist. Eu peodesculpa. Naquele momento,no calor da discusso, por dizeraquelas palavras que poderiamser substitudas. Como se diz nomodopopular, foioqueme veionacabea rapidamente.

    HENDERSONMARTINS EGERALDO FARIAScontato@jornaldezminutos.com.br

    O presidente do Tribunalde Contas do Estado(TCE-AM), conselheiroAri Moutinho, disse, ontem,que pretende se reunir com ocolegiado, na prxima sesso,prevista para o dia 8 deste ms,para apresentar uma propostade medidas para impedir quemunicpios do interior do Esta-do, que estejam com fornece-dores inadimplentes, rede desade necessitada e recursoscom impedimentos, realizemfestas custeadas com dinheiropblico.

    A iniciativa foi motivada pelapublicaodaREDEDIRIOdeon-tem,quemostrou os gastos daPre-feituradePresidenteFigueiredo,deR$800mil,coma 26FestadoCu-puau e a 20 Feira da Agroinds-triaedeNegcios,que,compatro-cnios, chegam ao valor de gastosde R$ 1 milho, enquanto o siste-ma de sade e infraestrutura domunicpioestodesassistidos.

    Ari Moutinho disse que passaa ser um absurdo as prefeiturasdo interior fazerem festas, en-quantoexistem unidades de sa-de sendofechadas equandoexis-tem funes bsicas paradas por

    faltade recursos.Vamos reunir ocolegiado e iremos tomar pormedida, o que j foi tomado poralguns Estados e alguns TCEs,que impedem os municpios queestejam inadimplentes com for-necedores, com a rede de sadenecessitando de recursos, ou se-ja,arealidade,praticamente,dosnossos 61 municpios (do inte-rior),de realizaremfestas,disse.

    O assunto foi amplamentediscutido entre os deputadosda Assembleia Legislativa doEstado (ALE), na manh de on-tem, durante a sesso.

    O deputado Belarmino Lins(PROS), criticandoosgastos comaFesta do Cupuau e com o paga-mento dos cachs dos artistas na-cionais,disseque,nomomentoemque o Pas vive uma intensa crise

    econmica, o pagamento exorbi-tante,pelaprefeituradeFigueiredo,comfestas no temjustificativa.

    Para o deputado WanderleyDallas (PMDB), os gastos da pre-feitura de Figueiredo com as fes-tas,enquantooEstadoestenxu -gando as suas despesas, passama ser uma brincadeira de maugosto que o prefeito Neilson Ca-valcante (PSB) faz com a socieda-deeos moradores domunicpio.

    O deputado Serafim Corra(PSB)dissequeesseomomentodeapertar ocintoequeseelefos-seprefeitonofariafestaalguma.

    Festa da Sardinha

    A prefeita do municpio deJuta, Marlene Gonalves Car-doso (PMDB), confirmou, on-

    tem, que a dupla Zez Di Car-margo e Luciano ser contrata-da para a Festa da Sardinha noms de julho, mas ela negouque o valor do contrato ser deR$ 450 mil, como foi divulgadoem denncia do deputado es-tadual Belarmino Lins (PMDB).

    Marlene no quis confirmaro valor da contratao doscantores e nem informar osgastos com a Festa da Sardi-nha. Eu prefiro no dizer osvalores e nem vou divulgar is-so, pois no precisa, disse.

    Ela disse, ainda, que essesdados no necessitam de di-vulgao e nem publicao noDirio Oficial dos Municpios.A reportagem no localizou ocontrato, no Dirio Oficial.

    Nosso municpio est emdia com os servidores, na sa-de e educao. Temos um pla-nejamento para o festival, quese tornou o maior do Alto Soli-mes. Nos planejamos dianteda crise, disse a prefeita.

    Belarmino informou, ontem,naALE,queentrar com umare-presentao no Ministrio Pbli-co do Estado do Amazonas(MP-AM) para que investigue ainformaodequeaPrefeituradeJutacontratou,porR$450 mil,adupla sertaneja para um showmusicalnaFestadaSardinha.

  • DEZMINUTOSQuarta-feira, 1 de junho de 2016 3

    COTADORIO OTEMPO

    Rio Negro26,97 m

    Fonte: www.inmet.gov.br

    Mxima

    34CMnima

    24CMxima

    34CMnima

    25C

    PREVISO DE HOJE PREVISO DE AMANH

    Fonte: CPRM

    Baixe um leitor deQR Code no seucelular ou tablet.Fotografe ocdigo e assista v ideo r repo r t agemou acesse a galeriade fotos.

    MULTIMDIA

    CIDADES

    Doses excedentes da campanha nacional de vacinao contra a gripe sero disponibilizadas para o pblico em geral, na capital, segundo a FVS

    UBSs aplicaro mais de 100 mil vacin