Hist³ria da iasd

  • View
    520

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

História da Igreja Adventista.

Text of Hist³ria da iasd

  • 1. Histria da Igreja Adventista do Stimo Dia

2. Conquistas Napolenicas Priso de Pio VI Contexto Poltico Independncia americana 1776 3. Contexto Proftico Terremoto de Lisboa 1755 4. 1798 1780 1833 Contexto Proftico 5. 76 mil imigrantes Contexto Social Conquista do Oeste 6. Guerra de Secesso Contexto Social 7. Contexto Cientfico 1807 - 1 barco a vapor. 1814 - imprensa a vapor. 1825 - trem a vapor. 1844 - 1 mensagem telegrfica. 8. Contexto Filosfico: Charles 9. Manifesto comunist a 1848 10. William Carey (1761 11. David Livingstone (1813 1873) Inspirado por Moffat, seu sogro, tambm foi para a frica. 12. Hudson TaylorHudson Taylor (1832- 1905) Misso para o interior da China 13. Sociedade Missionria Metodista (1786) Sociedade Missionria Batista (1792) Sociedade Missionria de Londres (1795) Sociedade Missionria da Igreja (1799) Sociedade Bblica Britnica e Estrangeira (1804) Sociedade de Londres para a Promoo do Cristianismo Entre os Judeus (1809). 14. 1- Diversidade Religiosa 15. Shakers: Movimento criado por Ann Lee Stanley, os quais se envolviam com comunicaes espiritualistas. Seu perodo de maior crescimento foi de 1837 a 1844. 16. Levava a efeito seus famosos reavivamentos nos Estados Unidos, sendo conhecido como o Apstolo dos Avivamentos. Charles Grandison FinneyCharles Grandison Finney (1792 1875)(1792 1875) 17. Os Mrmons A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos ltimos Dias foi fundada por Joseph Smith Jr. (1805 1844) em 1830. 18. O Espiritismo Em maro de 1848 comearam a surgir as famosas pancadas misteriosas na casa da famlia John D. Fox, em Hydesville, Nova Iorque. (Vida e Ensinos, pp. 167 169). 19. A benditaA bendita esperanaesperana dosdos cristos,cristos, mencionadamencionada mais demais de 300 vezes300 vezes no NT.no NT. 20. Missionrio a todas as naes 21. George Mller (1805 George Mller (1805 1898),1898), 22. Pai do Movimento Adventista na Amrica, nasceu em Pittsfield Massachusetts, a 15/02/1782. 23. Participou como voluntrio da Guerra de 1812. Por associao com amigos destas, adotou as idias do desmo. Continuou mantendo suas idias durante mais ou menos 12 anos (O Grande Conflito, p. 318). 24. Entre 1816 e 1818, dedicou-se intensamente ao estudo e a meditao. 25. Concluses deConcluses de Miller:Miller:Que Jesus vir outra vez pessoalmente, com todos os santos anjos com Ele.Que o reino de Deus ser estabelecido por ocasio de Sua vinda. Que a Terra ser destruda num dilvio de fogo. 26. Que a Nova Terra surgir de sua cinzas. Que os justos mortos sero ressuscitados por ocasio da volta de Cristo. 27. 3. Seu Primeiro Sermo3. Seu Primeiro Sermo 28. Dr. Josias Litch (1809 1886) 29. Em sua primeira viso, Ellen G. White viu o irmo Fitch na Nova Terra, debaixo da rvore da Vida. (Primeiros Escritos, p. 17). 30. Jos Bates (1792 1872) 31. Investiu todos os recursos na pregao 32. Josu V. Himes (1805 1895) Sob a influncia de Himes, o milerismo transformou-se de uma mera curiosidade local para uma causa que receberia ateno nacional. R. W. Schwarz. 33. LeRoy Edwin Froom menciona oitoLeRoy Edwin Froom menciona oito fasesfases 1.1. A pregao solitria de Miller em pequenas cidades e comunidades rurais (1831 1838). 2.2. Aps associarem-se a ele alguns ministros de influncia, Miller passa a pregar nas grandes cidades (1838 1840) 34. 3.3. Perodo das Assemblias Gerais (1840 1842) 4.4. Perodo da grandes reunies campais (1842 1843) 35. 5.5. Perodo de oposio e de expulso das igrejas (vero de 1843 - outono de 1844). 6.6. Perodo conhecido como o Tempo de Tardana (abril de 1844 agosto de 1844). 36. 7.7. O Movimento do Stimo Ms ou o Clamor da Meia Noite (agosto de 1844 22 de outubro de 1844). 8.8. O Grande Desapontamento (22 de outubro de 1844). 37. Fixao de DatasFixao de Datas No incio de 1843, Miller estava disposto a aceitar que Cristo voltaria durante o ano judaico, que ele calculava como estendendo-se de 21 de maro de 1843 21 de maro de 1844. R. W. Schwarz. 38. O PrimeiroO Primeiro DesapontamentoDesapontamentoA despeito de todos os sermes pregados, a despeito de todas as publicaes distribudas, de todas as campais realizadas, de toda a clara evidncia bblica de Miller, e a despeito de seu miraculoso chamado para anunciar isto ao mundo, o ano do fim do mundo passou e Cristo no voltou. C. M. Maxwell. 39. Os mileritas encontraramOs mileritas encontraram conforto e nimo,conforto e nimo, especialmente em doisespecialmente em dois textos bblicos:textos bblicos: Habacuque 2:3Habacuque 2:3 Mateus 25:5 e 6Mateus 25:5 e 6 40. De 12 a 17 de agosto de 1844De 12 a 17 de agosto de 1844 foi realizada a campal defoi realizada a campal de Exeter, New Hampshire, naExeter, New Hampshire, na qual foi apresentado oqual foi apresentado o clamor da meia-noite, queclamor da meia-noite, que d incio ao movimento dod incio ao movimento do 41. Samuel Sheffield SnowSamuel Sheffield Snow (1806 1870)(1806 1870) Algum diz ao pregador Bates: demasiado tarde para gastarmos tempo... Aqui est um homem com a 42. Snow apresentou quatro pontos: 1- A correo do erro de clculo anteriormente reconhecido, ao mudarem a data de 1843 para 1844. 2- As 70 semanas de anos que iniciaram e terminaram no outono. 43. 3- Os tipos de tabernculo mosaico indicam que o segundo advento ocorrer no outono e no na primavera. Ocorrer no Dia da Expiao , no 10 dia do 7 ms, assim como o sacrifcio do cordeiro pascal apontava para a morte de Cristo no 14 dia no primeiro ms. 44. 4- Assim como a pscoa da crucifixo, o molho movido da ressurreio e o tempo anunciado para o pentecostes no tempo exato, o antitpico Dia da Expiao ocorrer no dia exato especificado pela profecia. (L.E. Froom). 45. Por que Jesus no veio? 4.500 sermes Oito milhes de exemplares de literatura adventista Grandes reunies 46. Comeam a surgirComeam a surgir divisesdivises Alguns comearam a marcar novas datas para a volta de Cristo; outros tornavam-se fanticos e acalentavam idias estranhas. Surge fanatismo 47. Em janeiro de 1845, dois editores adventistas, Apollos Hale e Joseph Turner, desenvolveram o que passou a ser conhecido como a teoria da porta 48. Apocalipse 3:7 e 8. Interpretao milerita de: Simbolismo da parbola das dez virgens Mt. 25:10. Apocalipse 22:11 e 12. 49. Deus, em sua providncia fechou a porta; e podemos apenas estimular uns aos outros a sermos pacientes, e em sermos diligentes em assegurar nossa vocao e eleio. (L.E. Froom). 50. Jos Bates, Tiago White e Ellen Harmon criam inicialmente na porta fechada, juntamente com Miller, e quase todos os outros adventistas. 51. 1.1. Data errada e evento corre Este grupo marcou vrias datas posteriores para a volta de Cristo: 1845, 1846, 1847, 1854 e outras. Originaram os Adventistas Evanglicos e os Cristos Adventistas. Himes persuade Miller a abandonar a teoria da porta fechada. As Trs Divises do MilerismoAs Trs Divises do Milerismo 52. 2.2. A data e o evento corret Samuel Snow cria ser o Elias que haveria de vir. Pequeno grupo fantico mantm uma posio extremista a respeito da porta fechada. Jesus voltou de maneira espiritual. 53. Ncleo dos Adventistas Sabatistas, que posteriormente se transformaria na Igreja Adventista do Stimo Dia . (L.E. Froom). 3.3. Data certa e o evento re- interpretado. Jos Bates, Tiago White, Hir Edson e outros. O terceiro grupo rejeitou tanto o formalismo como o fanatismo. 54. Hir Edson (1806 1882)Hir Edson (1806 1882) 55. Ao chegar a dia 22 de outubro de 1844, um grupo de crentes estava reunido em sua casa aguardando o glorioso aparecimento de Cristo. 56. Ele pela primeira vez entrava nesse dia no segundo compartimento desse santurio; e que Ele tinha uma obra para realizar no Santssimo antes de vir Terra. (Maxwell). 57. O santurio a ser purificado, ele acrescentou, era claramente o santurio celestial, e no esta terra no seu todo. (L.E. Froom). Apocalipse 10 58. A experincia de Hir Edson: Clepas e seu companheiro no caminho de Emas (Lc. 24:13-35). 59. R. L. CrosierR. L. Crosier Day-Star Extra: Um santurio real, literal, existe no cu; No dia 22 de outubro de 1844, Cristo passou do primeiro compartimento deste santurio para o segundo (o Lugar Santssimo). 60. Antes de Seu retorno Terra, Cristo tem uma obra a fazer no lugar santssimo, que difere da que Ele estivera realizando desde a Sua ascenso. O ritual do santurio hebraico era uma completa representao visual do plano da salvao, com cada tipo tendo o seu anttipo. 61. O verdadeiro propsito do Dia da Expiao (que iniciou para os cristos no dia 22 de outubro e 1844) preparar um povo purificado. A purificao realizada por Cristo no Santurio celestial tambm envolve a purificao dos coraes de Seu povo. 62. O tipolgico bode emissrio no representa a Cristo mas a Satans. Como o autor do pecado, Satans receber a culpa final pelos pecados que ele levou Israel (o povo de Deus) a 63. A expiao pelo pecado no iniciou at que Cristo entrou no santurio celestial aps a Sua ressurreio. 64. anabatista s sabatistas Conde Nicolau von 65. A observncia doA observncia do sbado na Amricasbado na Amrica A observncia do sbado penetrou na Amrica por Stephen Mumford, que emigrou da Inglaterra em 1664 e organizou, em Rhode Island, em 1671, a primeira igreja Batista do stimo dia na 1 Igreja Batista do 7 Dia 66. Frederico Wheeler (1811 1910), Hillsboro, New Hampshire, ao celebrar uma santa ceia num domingo pela manh do incio de 1844. Raquel Oakes (1809 1868). O sbado aceitoO sbado aceito no meiono meio adventistaadventista 67. Aps ler o artigo de Preble publicado no The Hope of Israel, em maro de 1845, ele decidiu percorrer 220 Km a fim de se encontrar com Frederico Wheeler, em Hillsboro. Ponte entre New Bedford e 68. Nasceu em Gorham, Maine. Ellen e sua irm gmea Elizabeth eram as filhas mais novas de uma famlia de 8 filhos. Quando ambas ainda eram crianas, a famlia mudou-se para Ell