Pdf ed180 pdf

  • View
    223

  • Download
    3

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Transcript

  • Editado: NB Editora de Jornais LTda - Jornalista proprietria Cida Vichiett (JP 1603 -SC) Email - povosul@gmail.com

    Ano 06 - Edio 180 - De 09 a 14 de Julho de 2016As

    sinAn

    te

    Governo prorroga prazo para saque do PIS/Pasep de 2014

    Pag-09

    Pag- 11

    Eleio 2016Campanha na

    internet est liberada

    Pag-02

    Estado, Municpio e Porto firmam acordo para obra de concretagem

    Comando da PM de Imbituba busca

    o melhor para o cidado

    Pag-02

    Chama olmpica vai chegar em

    Laguna no dia 10 de julho

    Leia e Assine Jornal Litoral Sul

    (48)9824-5913(48)9824-5924(48) 3356-0550

    LITORAL J

    O

    R

    N

    A

    L Sul

    Email - povosul@gmail.com

    A obra teve inicio com a colocao de tubos para drenagem as margens da via do Acesso Norte, que receber capeamento em concreto.

    Pag- 04

  • 02 Geral

    Editado: NB Editora de Jornais LtdaCNPJ: 11.170.758/0001- 94 - Insc Estadual Isenta

    Jornalista Cida Vichiett - JP- 1603/SC

    Diagramao Arte e impresso:NB Editora de Jornais Ltda

    Av. Renato Ramos da Silva - 2113 - Vila Nova Imbituba - SC - CEP: 88780-000

    Contato: (48) 9103- 9813 - Vivo (48)9824 -5913 -TIM

    (48)3356-0550 - OI Email: - povosul@globo.com - povosul@gmail.com

    Assinaturas:Venda Avulsa .......................... R$ 5,00Assinatura Trimestral..............R$ 70,00

    Assinatura Semestral.............. R$ 120,00 Assinatura Anual.................... R$ 230,00

    A nB Editora de Jornais Ltda e o Jornais Povo do Sul e Litoral Sul

    No se responsabiliza por conceitos assinados pelos seus autores.

    LTIMAS NOTCIASpovosul@gmail.com

    Imbituba e Regio - De 09 a 14 de Julho de 2016Edio 180 - Ano 06 - Email: povosul@gmail.com

    O comboio do Comit Olmpico Bra-sileiro (COB) conduzindo a tocha ir chegar no dia 10 de julho, por volta das 9h30min, em Laguna, vinda de Tubaro. Percorrer 1,9 quilmetro nas mos de nove condutores no centro histrico. La-guna participar do 68 dia do revezamen-to da tocha.

    Na cidade vai ter show na praa da Re-pblica, apresentaes culturais, fanfarra, feira livre e participao dos estudantes das escolas de todo o municpio para re-cepcionar a chama olmpica. Aos ps da esttua de bronze de Anita Garibaldi, ao lado do prdio histrico, onde foi assinada a Repblica Juliana em 1839, o pblico dever recepcionar a chama olmpica.

    Programao na Praa da RepblicaA partir das 9h, apresentao da Fan-

    farra do Colgio Bradesco, Feira Livre, show com a banda PH7 e escolha da rai-nha e princesa da 35 Semana Cultural. Participao de atores locais interpretan-do os personagens histricos Anita e Giu-seppe Garibaldi.

    Tocha percorrer as principais ruas do Centro Histrico

    Em Laguna sero nove condutores, com percurso de 250 metros aproximada-mente cada.

    O fechamento das ruas ser feito de forma progressiva, conforme o avano do comboio que estar com a Tocha, tendo a sua frente batedores da Guarda Municipal e da Polcia Militar. Aps o comboio pas-sar, as vias sero liberadas.

    Os condutores divulgados pelo Comi-t Olmpico:

    - Roberto Leito das Neves (selecio-nado atravs do patrocinador Bradesco)

    - Jos Paulino da Silva (indicado pelo municpio)

    - Imar Ricardo Del Pinto (Rio 2016)- Lucas Camargo de Mattos (Coca-cola)- Marco Aurlio de Souza (Coca-cola)- Tain Fogaa de Almeida (Rio 2016)- Eduardo Daniel de Souza (Nissan)(dois condutores ainda sero anun-

    ciados)Em frente ao museu Anita Garibaldi a

    chama ser recepcionada pela populao com show e apresentaes culturais. De-

    Campanha na internet est liberada

    Na campanha eleitoral deste ano os candi-datos e os eleitores pela primeira vez podero utilizar a rede mundial de computadores, as redes sociais, para a apresentao e discusso de propostas e programas, assim como exer-cer o direito crtica. Mas tem de ser de for-ma gratuita, alertou a advogada Katherine Schreiner, especialista em Direito Eleitoral, durante o I Congresso Catarinense de Direito Eleitoral, que acontece nesta quinta (7) e sex-ta-feira, no auditrio do Tribunal de Justia, em Florianpolis.

    A advogada lembrou que est vedada a promoo das postagens, por exemplo, no Fa-cebook ou no Twitter, mas questionou a proibi-o. Por que no poderia impulsionar uma publicao? R$ 20 ou R$ 30 investidos na pro-moo tem um alcance tremendo. Com mode-rao essa seria uma forma eficaz de garantir igualdade aos pr-candidatos, argumentou Katherine, referindo-se ao caso do prefeito que disputa a reeleio no cargo e que usa a visi-bilidade do cargo para se mostrar ao eleitor.

    Presidncia da AssembleiaIntegrante da comitiva oficial do governo do

    Estado Coreia do Sul, o presidente da Assem-bleia Legislativa de Santa Catarina, deputado Gelson Merisio (PSD), ficar afastado do cargo nos prximos 18 dias. Na ocasio, o vice-presi-dente Aldo Schneider (PMDB) estar no coman-do da Casa, dando continuidade aos trabalhos do Parlamento. A transio do cargo acorreu na tarde desta quarta-feira (6), no gabinete da presidncia.

    Na condio de presidente interino, Aldo sa-lientou a importncia do Legislativo participar de uma misso oficial que visa o interesse econ-mico de Santa Catarina. Segundo o parlamentar, durante sua permanncia frente da presidncia estar acompanhando os acontecimentos no Le-gislativo. A presidncia nada mais do que dar condies para que os deputados exeram seus mandatos, pontuou.

    Hospitais filantrpicosA Assembleia Legislativa de Santa Catarina

    (Alesc) aprovou nesta tera-feira (5) em plen-rio o projeto de lei para a criao do Fundo Estadual de Apoio aos Hospitais Filantrpicos de Santa Catarina, ao Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc) e ao Centro de Pesquisas Oncolgicas Dr. Al-fredo Daura Jorge (Cepon). A ideia que o fundo seja constitudo principalmente com de-volues voluntrias dos poderes legislativo e judicirio, do Ministrio Pblico e do Tribunal de Contas.

    O projeto de lei (PL) comeou a tramitar na Alesc em 1 de junho. O PL nmero 171/2016, de origem do executivo, tem como objetivo, conforme o texto do projeto, destinar recursos financeiros para a manuteno e investimentos em programas e aes de promoo sade pblica executados por entidades de carter assistencial.

    Alm das devolues das entidades estadu-ais, tambm podem compor o fundo, de acor-do com o texto do projeto, doaes feitas por contribuintes do estado e receitas decorrentes da aplicao dos recursos. A previso da Alesc destinar R$ 50 milhes ao fundo quando a lei for aprovada. O texto da PL ainda precisa de sano do governador para passar a valer.setembro. Os depsitos seguem at o dia 8 de setembro.

    Fundado: 24 de Setembro de 2009

    Chama olmpica vai chegar em Laguna no dia 10 de julhopois de 15 minutos, voltar a ser condu-zida pelo comboio de veculos e retorna para a BR-101 em direo a cidade de Palhoa, So Jos encerrando o dia em Florianpolis. Encerra o revezamento no Museu Anita Garibaldi por volta das 10h30min.

    Um comboio composto por 28 vecu-los, batedores, agentes da fora nacional e representantes dos patrocinadores do evento vo circular pelas ruas do Centro Histrico com o smbolo das olimpadas.

    EstacionamentoNa noite de sbado, dia 9 de julho, que

    antecede a chegada da chama, policiais militares e guardas municipais estaro orientando os motoristas e moradores a no estacionarem nas ruas do trecho, em virtude do tamanho do comboio que pre-cisar usar todo o espao disponvel para realizar as manobras necessrias e com-pletar o caminho.

    A recomendao que os morado-res guardem os carros nas garagens, ou, na impossibilidade, estacionem nas ruas onde o comboio no ir passar. Assim evita-se que algum veculo possa ser da-nificado, ou acabe impedindo a passagem da tocha.

    As vias do percurso em Laguna j foram definidas pela comitiva que esteve em Laguna, no ltimo ms.

    A Tocha Olmpica passar por 21 ci-dades e pernoitar em Cricima, Floria-npolis, Blumenau e Joinville.

    Os condutores ficaram com as tochas apagadas em noves pontos no trecho de 1,9 quilmetro no municpio esperando a chama olmpica. O revezamento come-a nas proximidades da Udesc, quando a chama olmpica ir chegar de comboio da comitiva.

    A chama ir sair de uma lanterna acesa trazida pela comtiva para a primeira tocha, que dever ser erguida pelo primeiro con-dutor. A partir deste trecho, a chama vai per-correr as ruas do centro histrico de Laguna no revezamento, um condutor passando para outro, a cada 200 metros. A chama far o percurso de uma tocha a outra.

    O condutor receber um breve treina-mento sobre como manipular a tocha sem

    Calada do acesso Sul

    Segundo informou a secretria de obras de Imbituba Juliana da Silva Igncio, as obras do passeio publico junto ao acesso Sul, que liga Vila Nova ao Centro, est a todo vapor. A meta termi-nar at 30 de agosto por conta do contrato. Na parte financeira est tudo em dia, por essa razo no tem como a referida obra se estender por mais tempo, disse Juliana.

    riscos. Existe uma trava de segurana que impede a remoo do cilindro de gs e o acesso ao interior da tocha. A tocha tem 63,5 centmetros fechada e aberta com o acionamento do gs, tem 69 centmetros.

    Quando um condutor passa a cha-ma adiante, sua tocha imediatamen-te apagada e recolhida pela equipe do revezamento.

    A equipe retira o gs que ainda houver, aciona a trava de segurana da manopla e disponibiliza a tocha livre de combustveis.

    Algumas tochas ficaro com os condutores, que recebero de presente dos patrocinadores.

    O combustvelComo no botijo com gs de cozi-

    nha, o fogo da tocha olmpica gerado pela combusto de Gs Liquefeito de Petrleo (GLP), composto basicamen-te por propano e butano. No interior da tocha, o GLP encontra-se em estado lquido, mas h um sistema de dimi-nuio da presso interio