Click here to load reader

A ALTERNÂNCIA ENTRE O PRETÉRITO PERFECTO SIMPLE PRETÉRITO · PDF file pretérito perfecto compuesto (PPC) e o pretérito perfecto simple (PPS) com o intuito de identificar a alternância

  • View
    7

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of A ALTERNÂNCIA ENTRE O PRETÉRITO PERFECTO SIMPLE PRETÉRITO · PDF file...

  • UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE

    CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES

    DEPARTAMENTO DE LETRAS

    PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ESTUDOS DA LINGUAGEM

    MESTRADO EM ESTUDOS DA LINGUAGEM

    ÁREA DE CONCENTRAÇÃO LINGUÍSTICA TEÓRICA E DESCRITIVA

    MARAÍSA DAMIANA SOARES ALVES

    A ALTERNÂNCIA ENTRE O PRETÉRITO PERFECTO SIMPLE

    (PPS) E O PRETÉRITO PERFECTO COMPUESTO (PPC) EM

    MONTERREY E CIUDAD DE MÉXICO: UMA ANÁLISE

    SOCIOLINGUÍSTICA

    NATAL/ RN

    2018

  • MARAÍSA DAMIANA SOARES ALVES

    A ALTERNÂNCIA ENTRE O PRETÉRITO PERFECTO SIMPLE

    (PPS) E O PRETÉRITO PERFECTO COMPUESTO (PPC) EM

    MONTERREY E CIUDAD DE MÉXICO: UMA ANÁLISE

    SOCIOLINGUÍSTICA

    Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de

    Pós-Graduação em Estudos da Linguagem, da

    Universidade Federal do Rio Grande do Norte, como

    parte dos requisitos para a obtenção do título de

    Mestre em Linguística.

    Orientadora: Professora Drª Shirley de Sousa Pereira

    NATAL/RN

    2018

  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN

    Sistema de Bibliotecas - SISBI

    Catalogação de Publicação na Fonte. UFRN - Biblioteca Setorial do Centro de

    Ciências Humanas, Letras e Artes - CCHLA

    Alves, Maraisa Damiana Soares. A alternância entre o pretérito perfecto simple (PPS) e o pretérito perfecto compuesto (PPC) em Monterrey e

    Ciudad de México: uma análise sociolinguística / Maraisa Damiana Soares Alves. - 2018.

    110f.: il.

    Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Centro de Ciências Humanas,

    Letras e Artes. Programa de Pós-graduação em Estudos da Linguagem. Natal, RN, 2018.

    Orientadora: Prof.ª Dr.ª Shirley de Sousa Pereira.

    1. Sociolinguística. 2. Pretérito Perfecto Simple. 3. Pretérito Perfecto Compuesto. 4. PRESEEA. 5.

    Monterrey (Nuevo León). 6. Ciudad de México (México). I. Pereira, Shirley de Sousa. II. Título.

    RN/UF/BS-CCHLA CDU 81'27

    Elaborado por Ana Luísa Lincka de Sousa - CRB-15/748

  • MARAÍSA DAMIANA SOARES ALVES

    A ALTERNÂNCIA ENTRE O PRETÉRITO PERFECTO SIMPLE

    (PPS) E O PRETÉRITO PERFECTO COMPUESTO (PPC) EM

    MONTERREY E CIUDAD DE MÉXICO: UMA ANÁLISE

    SOCIOLINGUÍSTICA

    Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de

    Pós-Graduação em Estudos da Linguagem, da

    Universidade Federal do Rio Grande do Norte, como

    parte dos requisitos para a obtenção do título de

    Mestre em Linguística.

    BANCA EXAMINADORA

    _____________________________________________

    Profa. Dra. Shirley de Sousa Pereira

    Orientadora – UFRN/UFPE

    ______________________________________________

    Profa. Dra. Tatiana Maranhão de Castedo

    Examinadora externa – IFPB

    ______________________________________________

    Prof. Dr. Carlos Felipe da Conceição Pinto

    Examinador externo - UFBA

    NATAL/RN

    2018

  • Dedico este trabalho a Maria da Luz Soares da Silva

    (minha mãe) que sempre esteve a meu lado, a Pedro

    Santino Alves (meu pai, in memoriam) que me

    ensinou que a educação era o bem mais precioso de

    um ser humano, ao meu marido Amaury Sérgio da

    Silva pela incansável companhia e apoio e a meus

    filhos Gabriel, Gabrielly e Grazielly que enchem

    minha vida de cor.

  • AGRADECIMENTOS

    Começar a escrever numa página em branco causa desespero e muitas vezes o

    sentimento de fracasso...parece que não vamos conseguir expor tudo o que lemos e tantas

    reflexões que desenvolvemos durante o tempo de estudo. Muitos devaneios passam por

    nossa mente, mas manter-nos perseverante contribui para que esses medos sejam

    vencidos e as ideias possam fluir e assim sair do nosso imaginário e se materializar em

    letras que possam decodificar o que se passa em nossas mentes.

    Uso essas palavras para tentar expressar o que foram esses 24 meses de dedicação

    ao mestrado e, com isso, agradecer às pessoas que foram extremamente significativas

    nesse processo. Primeiramente, agradeço a Deus pela vida, por ter sido minha fortaleza e

    por ter me encorajado quando eu pensei que não seria mais capaz.

    A minha mãe, que tanto batalhou para me educar e fazer com que eu me tornasse

    uma pessoa íntegra, que quase todos os dias me ligava para saber como estava o trabalho.

    Obrigada, mãe, por cada semente de amor que a senhora plantou na minha vida, sem a

    senhora nada disso teria sido possível.

    Aos meus irmãos Maisa e Pedro Paulo, pelo afago nos momentos precisos.

    Ao meu amado marido Amaury Sérgio da Silva, que sempre apoiou minhas

    decisões e esteve a meu lado quando eu parecia não conseguir. Você foi fundamental

    nesse processo, pois estava sempre me dando a mão e me ajudando a levantar quando eu

    não conseguia me sustentar diante das dificuldades.

    Aos filhos que a vida me deu: Gabriel, Gabrielly e Grazielly. Vocês sempre

    alegraram meus dias mais difíceis, quando eu estava angustiada, chegavam com um

    abraço, um sorriso ou até mesmo um “mamãe”, que fazia tudo isso valer muito a pena.

    Ao IFRN, pelo afastamento durante parte do mestrado, que possibilitou o avanço

    da minha pesquisa.

    A la Universidad de Nuevo León por disponibilizar los datos del corpora

    PRESEEA- Monterrey. ¡Muchas gracias!

    Al Proyecto PRESEEA por desarrollar una investigación tan grandiosa que

    posibilita generar distintos estudios en el mundo a partir de los datos disponibilizados

    en su sitio.

    À minha orientadora, que me guiou nessa tarefa de forma tão iluminada e

    tranquila, com sua doçura, tudo isso pareceu ser mais fácil do que na verdade foi. Existem

    pessoas no mundo que entram na nossa vida para nos mostrar que, com dedicação, mas

  • mantendo a leveza e o bom humor, tudo é possível, e você, professora Dra. Shirley de

    Sousa Pereira, foi uma dessas pessoas. Muito obrigada!

    Ao professor Dr. Carlos Felipe Pinto, por ser tão generoso e sempre disponibilizar-

    se a me ajudar, seja com o envio de textos, seja com as reflexões que impulsionaram ainda

    mais a escrita deste texto. Muito obrigada!

    À professora Dra. Tatiana Maranhão de Castedo, por na graduação despertar em

    mim o desejo de estudar a diversidade da língua espanhola. Tenha certeza que uma

    sementinha foi plantada naquela época e este trabalho certamente é fruto de sua motivação

    em inquietar os seus alunos a buscar outros horizontes. Muito obrigada!

    À professora Dra. Ilane Ferreira Cavalcante, minha mãe acadêmica, por sempre

    me estender a mão e me ensinar os caminhos pelos quais devo trilhar. Desde que entrou

    na minha vida, me mostrou, com seu exemplo de dedicação, seriedade e

    comprometimento a verdadeira missão acadêmica: fazer a diferença! Ahh, mas sem

    esquecer de dar a vida pitadas de bom humor que fazem os dias ganharem uma doçura

    necessária para não enlouquecermos. Muito obrigada por tantos ensinamentos!

    Ao professor, amigo e cunhado Allan Robert da Silva, por me ajudar na

    quantificação dos dados e na elaboração das tabelas e gráficos. Muito obrigada pelo

    tempo desprendido, sua contribuição foi de extrema importância neste texto.

    A um anjo, o professor Felipe Morais de Melo, que eu conheci no meio desse

    processo, mas que me ajudou tanto, sem nunca sequer ter me visto. Sua busca incansável

    por textos do México colaborou demais com minha pesquisa. Muito obrigada!

    Aos amigos resilientes, o que dizer deles, Juzelly e Júlio. Nossas terapias em grupo

    sempre me deram muita motivação e entusiasmo para enfrentar o mundo inexplicável da

    investigação. A força da nossa amizade contribuiu para que, a partir dos erros cometidos,

    eu percebesse que não era preciso vê-los como momentos de fraqueza apenas, mas que

    serviam de exemplo e combustível para motivar os meus próximos passos.

    Aos filhos - amigos que a academia me presenteou: Patrícia Farias, Juliana

    Fernandes e Carlos Rilke. Obrigada pela preocupação e por emanar tanta energia positiva

    sempre na minha vida, vocês deram leveza a esse árduo processo.

    Aos tantos amigos que sempre se preocuparam com o andamento do meu trabalho

    e mandavam energias positivas, mensagens de motivação ou que ofereciam ajuda de

    alguma forma. Não vou conseguir citar todos, mas agradeço o estímulo que me deram:

    Carla Falcão, Monick Munay, Tacicleide, Lenina, Wigna, Bruno Rafael, Girlene,

    Neylane, Verônica, Jussara, entre tantos outros que são exemplos para mim.

  • Aos amigos interestaduais Liliane, Susana, Rodrigo e Josinaldo. Vocês adoçam

    minha vida nos momentos mais amargos e difíceis, o laço que nos une transpõe a barreira

    geográfica.

    À Alessandra Santa Rosa, obrigada pela revisão do texto, você entrou na m