Prova Contabilidade Pblica Comentada TRT 11 AJAC 2017

  • View
    1.039

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Prova Contabilidade Pblica Comentada TRT 11 AJAC 2017

  • # Prova de Contabilidade Pblica Comentada #

    TRT11 2017 (Analista Judicirio Administrativa)

    Prof. Gilmar Possati www.estrategiaconcursos.com.br 1 de 21

    Pessoal, a seguir comentamos minuciosamente as questes de

    Contabilidade Pblica aplicadas no concurso para Analista Judicirio

    Contabilidade do TRT-11 2017 (Caderno de Prova F06, Tipo 001).

    A prova foi muito bem elaborada e estava dentro do esperado. Nosso

    curso abordou todo o conhecimento necessrio para resolver as

    questes.

    No encontramos espao para recursos, apenas uma pequena margem

    para discusso em uma questo, mas que dificilmente seria acatado

    pela banca. De qualquer forma, o choro livre.

    Bons estudos!

    Equipe Possati prof.possati@gmail.com

    Curta a nossa pgina e fique ligado(a) em todas as nossas atividades.

    www.facebook.com.br/profgilmarpossati

    Inscreva-se no nosso canal no YouTube: Contabilizando.

    Siga-me no Instagram: @profgilmarpossati

    Prova de Contabilidade Pblica Comentada

    Analista Judicirio Contabilidade

    TRT-11 (2017)

    mailto:prof.possati@gmail.comhttp://www.facebook.com.br/profgilmarpossatihttps://www.youtube.com/c/Contabilizando?sub_confirmation=1https://www.instagram.com/profgilmarpossati/

  • # Prova de Contabilidade Pblica Comentada #

    TRT11 2017 (Analista Judicirio Administrativa)

    Prof. Gilmar Possati www.estrategiaconcursos.com.br 2 de 21

    P.S. Para quem se interessar, est disponvel nas principais

    livrarias on-line um livro de minha autoria de Questes

    Discursivas de AFO.

    P.P.S. Aliste-se no nosso Exrcito Contbil. Estamos montando uma lista de

    alunos interessados em receber atualizaes, dicas, contedos relevantes entre

    outras informaes que de fato agreguem valor na sua preparao. Tudo de forma

    gratuita e exclusiva. J temos centenas de alunos cadastrados.

    Link para alistamento: http://eepurl.com/crI8YT

    http://eepurl.com/crI8YT

  • # Prova de Contabilidade Pblica Comentada #

    TRT11 2017 (Analista Judicirio Administrativa)

    Prof. Gilmar Possati www.estrategiaconcursos.com.br 3 de 21

    1. (FCC/Analista Judicirio/Contabilidade/TRT11/2017) Em

    02/12/2016, o ordenador de despesa de uma entidade pblica

    empenhou despesa no valor de R$ 15.000,00 com aquisio de

    material de consumo. No dia 09/12/2016, a empresa Suprimentos S.A.

    entregou as mercadorias com a respectiva nota fiscal. No dia

    15/12/2016, o setor responsvel da entidade pblica fez a conferncia

    se as mercadorias entregues estavam em conformidade com o

    contratado, a nota de empenho e a respectiva nota fiscal emitida pela

    Suprimentos S.A.. Em 22/12/2016, a entidade pblica utilizou todo o

    material adquirido na prestao de servios para a populao e, no dia

    28/12/2016, a entidade pblica pagou a empresa Suprimentos S.A..

    Para fins de apurao dos resultados de execuo oramentria,

    conforme Lei n 4.320/1964, e patrimonial, a despesa oramentria e

    a variao patrimonial quantitativa diminutiva devem ser

    reconhecidas, respectivamente, em

    (A) 02/12/2016 e 15/12/2016.

    (B) 09/12/2016 e 28/12/2016.

    (C) 15/12/2016 e 22/12/2016.

    (D) 02/12/2016 e 22/12/2016.

    (E) 15/12/2016 e 28/12/2016.

    Excelente questo da FCC! Pessoal, para resolver essa questo voc

    deve saber sobre o relacionamento do regime oramentrio com o

    regime contbil aplicvel s despesas.

    Nos termos do MCASP, no setor pblico, o regime oramentrio

    reconhece a despesa oramentria no exerccio financeiro da emisso

    do empenho e a receita oramentria pela arrecadao.

    A CASP, conforme j estudamos, assim como qualquer outro ramo da

    cincia contbil, obedece aos princpios de contabilidade, que apesar

    da revogao da Resoluo CFC n 750/93, esto previstos no mbito

    da Estrutura Conceitual. Dessa forma, aplica-se o regime da

    competncia em sua integralidade, ou seja, os efeitos das transaes

    e outros eventos so reconhecidos quando ocorrem, e no quando os

    recursos financeiros so recebidos ou pagos.

  • # Prova de Contabilidade Pblica Comentada #

    TRT11 2017 (Analista Judicirio Administrativa)

    Prof. Gilmar Possati www.estrategiaconcursos.com.br 4 de 21

    O MCASP destaca que o art. 35 da Lei n 4.320/1964 refere-se ao

    regime oramentrio e no ao regime contbil (patrimonial) aplicvel

    ao setor pblico para reconhecimento de ativos e passivos.

    Com o objetivo de evidenciar o impacto no patrimnio, deve haver o

    registro da variao patrimonial diminutiva em razo do fato gerador,

    observando a competncia e a oportunidade. Assim, temos:

    Logo, no momento do empenho reconhecemos a despesa oramentria

    e no momento do fato gerador a VPD. De posse desse conhecimento,

    fica fcil analisarmos a questo, seno vejamos:

    02/12/2016 Empenho

    Conforme vimos acima, no momento do empenho que consideramos

    a despesa oramentria. Nesse momento, temos o seguinte

    lanamento contbil:

    Natureza da informao: oramentria

    D 6.2.2.1.1.xx.xx Crdito Disponvel

    C 6.2.2.1.3.01.xx Crdito Empenhado a Liquidar

    09/12/2016 Entrega das mercadorias (recebimento)

    No recebimento da mercadoria h um impacto no patrimnio, mas

    ainda no estamos diante do fato gerador da VPD. Nesse momento, h

    apenas um fato permutativo, pois h um aumento do ativo pela

  • # Prova de Contabilidade Pblica Comentada #

    TRT11 2017 (Analista Judicirio Administrativa)

    Prof. Gilmar Possati www.estrategiaconcursos.com.br 5 de 21

    entrada da mercadoria no estoque e um aumento do passivo pela

    obrigao a pagar.

    15/12/2016 Liquidao da despesa (conferncia)

    Na liquidao no h impacto no patrimnio, mas apenas impacto no

    subsistema oramentrio.

    22/12/2016 Consumo

    no momento do consumo da mercadoria que ocorre o fato gerador

    da despesa, ou seja, aqui que reconhecemos uma variao

    patrimonial diminutiva. Segundo o MCASP, considera-se realizada a

    variao patrimonial diminutiva quando deixar de existir o

    correspondente valor ativo, por transferncia de sua propriedade para

    terceiro. Veja que a questo deixa claro que nessa data a entidade

    pblica utilizou todo o material adquirido na prestao de servios para

    a populao. Nesse momento, temos o seguinte lanamento contbil:

    Natureza da informao: patrimonial

    D 3.3.1.1.1.xx.xx Consumo de Material Consolidao

    C 1.1.5.6.x.xx.xx Estoques Almoxarifado (P)

    28/12/2016 Pagamento

    No pagamento h um fato permutativo, pois sai o valor do caixa e, em

    contrapartida, h a baixa da obrigao a pagar.

    Do exposto, percebe-se que a despesa oramentria e a variao

    patrimonial quantitativa diminutiva devem ser reconhecidas,

    respectivamente, em 02/12/2016 e 22/12/2016.

    Gabarito: D

    2. (FCC/Analista Judicirio/Contabilidade/TRT11/2017) Para uma

    entidade do setor pblico realizar o lanamento contbil do

    recolhimento da contribuio para a previdncia social, que foi retida

    nos pagamentos de servios de terceiros pessoa fsica, deve ser

    (A) debitada uma conta de passivo.

    (B) debitada uma conta de variao patrimonial diminutiva.

    (C) creditada uma conta de variao patrimonial aumentativa.

  • # Prova de Contabilidade Pblica Comentada #

    TRT11 2017 (Analista Judicirio Administrativa)

    Prof. Gilmar Possati www.estrategiaconcursos.com.br 6 de 21

    (D) debitada uma conta de ativo.

    (E) creditada a conta Restos a Pagar Processados.

    Mais uma questo interessante! Galera, no momento do recolhimento

    da contribuio para previdncia social, temos uma diminuio de uma

    obrigao (passivo) na conta contribuio a recolher. Como o passivo

    possui natureza credora, e precisamos diminuir esta conta, devemos

    debit-la.

    Gabarito: A

    3. (FCC/Analista Judicirio/Contabilidade/TRT11/2017) Considere os

    dados, a seguir, extrados das demonstraes contbeis de uma

    entidade do setor pblico referentes a 2016:

    Previso Atualizada da Receita: R$ 213.000.000,00

    Receita Lanada: R$ 230.000.000,00

    Receita Arrecadada: R$ 245.000.000,00

    Dotao Inicial: R$ 205.000.000,00

    Dotao Atualizada: R$ 220.000.000,00

    Despesa Paga: R$ 193.000.000,00

    Inscrio de Restos a Pagar em 31/12/2016: R$ 21.000.000,00

    Pagamento de Restos a Pagar: R$ 33.000.000,00

    Com base nessas informaes,

    (A) a variao no saldo em espcie, evidenciada no Balano Financeiro

    referente ao exerccio financeiro de 2016, foi positiva em R$

    52.000.000,00.

    (B) o excesso de arrecadao evidenciado no Balano Oramentrio

    referente ao exerccio financeiro de 2016, conforme Lei n 4.320/1964,

    foi R$ 17.000.000,00.

    (C) a despesa realizada evidenciada no Balano Oramentrio

    referente ao exerccio financeiro de 2016, conforme Lei n 4.320/1964,

    foi R$ 199.000.000,00.

    (D) a abertura ou a reabertura de crditos adicionais no foram

    realizadas em 2016.

    (E) o resultado de execuo oramentria, conforme Lei no

    4.320/1964, evidenciado no Balano Oramentrio referente ao

    exerccio financeiro de 2016 foi R$ 31.000.000,00.

  • # Prova de Contabilidade Pblica Comentada #

    TRT11 2017 (Analista Judicirio Administrativa)

    Prof. Gilmar Po