Click here to load reader

VOL 1 Filosofia_EM_3S - · PDF fileCite dois adjetivos que você atribuiria à Filosofia. 2. O que é Filosofia para você? 3. Na sua opinião, para que serve a Filosofia? 4. Na

  • View
    233

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of VOL 1 Filosofia_EM_3S - · PDF fileCite dois adjetivos que você atribuiria à...

  • 3a SRIE ENSINO MDIOCaderno do AlunoVolume 1

    FILOSOFIACincias Humanas

  • MATERIAL DE APOIO AOCURRCULO DO ESTADO DE SO PAULO

    CADERNO DO ALUNO

    FILOSOFIAENSINO MDIO

    3a SRIEVOLUME 1

    Nova edio

    2014-2017

    GOVERNO DO ESTADO DE SO PAULO

    SECRETARIA DA EDUCAO

    So Paulo

  • Governo do Estado de So Paulo

    Governador

    Geraldo Alckmin

    Vice-Governador

    Guilherme Afif Domingos

    Secretrio da Educao

    Herman Voorwald

    Secretrio-Adjunto

    Joo Cardoso Palma Filho

    Chefe de Gabinete

    Fernando Padula Novaes

    Subsecretria de Articulao Regional

    Rosania Morales Morroni

    Coordenadora da Escola de Formao e Aperfeioamento dos Professores EFAP

    Silvia Andrade da Cunha Galletta

    Coordenadora de Gesto da Educao Bsica

    Maria Elizabete da Costa

    Coordenadora de Gesto de Recursos Humanos

    Cleide Bauab Eid Bochixio

    Coordenadora de Informao, Monitoramento e Avaliao

    Educacional

    Ione Cristina Ribeiro de Assuno

    Coordenadora de Infraestrutura e Servios Escolares

    Ana Leonor Sala Alonso

    Coordenadora de Oramento e Finanas

    Claudia Chiaroni Afuso

    Presidente da Fundao para o Desenvolvimento da Educao FDE

    Barjas Negri

  • Caro(a) aluno(a),

    No presente volume voc ter a oportunidade de retomar as questes referentes ao carter da Filosofia no Ensino Mdio, considerar o percurso percorrido desde a primeira srie, reelaborar o seu entendimento acerca da Filosofia e a sua importncia para a formao que visa aprimorar a atitude cidad. Para aprofundar os seus conhecimentos acerca do discurso filosfico, destacamos alguns textos, reflexes e exerccios que tratam das possibilidades do filosofar, das relaes entre o discurso filosfico e o discurso do tipo religioso e, ainda, sobre as teses que envolvem o campo da poltica.

    Para atender a perspectiva de uma educao comprometida com uma formao integral que, alm de habilidades tcnicas, promova a reflexo crtica e a postura solidria, propomos como temas a serem abordados neste volume aqueles voltados para a compreenso do ser humano como um ser racional e passvel de se envolver com a reflexo tica e com a atuao cidad. Procuramos introduzir e aprofundar temas e pensadores para o entendimento das questes e dos desafios da poltica. Nesse sentido, voc entrar em contato com o pensamento filosfico de Plato e Rousseau, dois pensa-dores fundamentais no que se refere ao pensamento filosfico voltado para as questes polticas. No tratamento dos temas aqui citados procuramos colocar no centro das reflexes e discusses a realidade que se processa a partir de experincias existenciais e, nesse sentido, voc ser convidado a refletir sobre as condies de interveno, na busca por um mundo melhor.

    Destacamos que os temas propostos para este volume, assim como quaisquer outros temas, at de outras disciplinas do currculo, no sero plenamente desenvolvidos e no alcanaro a sua finalidade se voc no tiver comprometimento com seus estudos e com a sua formao. O em-penho, necessrio a todos os alunos, manifesta-se no respeito e na ateno s aulas, revela-se, ainda, no cumprimento das tarefas de leitura e de escrita e no bom relacionamento com os professores. Lembre-se sempre que os professores so aqueles que podem auxili-lo a conhecer e percorrer os caminhos do pensamento filosfico. Destacamos, nesse sentido, que no cabe ao professor dar as respostas acabadas, mas certamente compete a ele indicar os caminhos para que voc encontre por si mesmo as suas respostas, contribuindo para que voc conquiste, no decorrer do tempo, certa autonomia em relao aos seus estudos.

    A diversidade dos assuntos abordados e de pensadores da tradio filosfica presentes neste Ca-derno procura atender a necessidade comum de ler, interpretar e dar significado nossa existncia como indivduos construdos socialmente e, portanto, suscetveis a experimentar e buscar melhores condies de viver e conviver.

    Bom estudo!

    Equipe Curricular de Filosofiarea de Cincias Humanas

    Coordenadoria de Gesto da Educao Bsica CGEBSecretaria da Educao do Estado de So Paulo

  • Filosofia 3a srie Volume 1

    5

    !?

    SITUAO DE APRENDIZAGEM 1 O PRECONCEITO EM RELAO FILOSOFIA

    Ideias que as pessoas tm da Filosofia

    1. Observe as imagens a seguir e atribua, no quadro, uma profisso a cada uma das pessoas repre-sentadas, apresentando pelo menos uma hiptese para justificar a profisso atribuda.

    Foto Profisso Hiptese

    1

    2

    3

    4

    T

    op fo

    to/K

    eysto

    ne

    Im

    age A

    sset M

    anag

    emen

    t/age

    foto

    stock

    /Key

    stone

    R

    enat

    o Ja

    nine

    Rib

    eiro

    T

    f/K

    T

    I

    AM

    /f

    k/K

    R

    nt

    Jni

    nR

    ibir

    1 2

    3

    4

    U

    nive

    rsal

    Imag

    es G

    roup

    /Key

    stone

    U

    ilI

    G/K

  • Filosofia 3a srie Volume 1

    6

    Agora, responda:

    2. Que critrios voc utilizou para atribuir a profisso a cada uma dessas pessoas?

    3. Na sua opinio, quem entre essas pessoas mais se assemelha a um filsofo ou filsofa? Por qu?

    4. Houve preconceito em suas respostas?

    Ideias que as pessoas tm da Filosofia

    Se fizermos uma rpida pesquisa com as pessoas nossa volta, indagando o que elas pensam da Filosofia, muito provavelmente ouviremos opinies diversas. Umas diro, por exemplo, que a Filosofia algo muito difcil e que, por isso mesmo, s pode ser praticada por pessoas de inteligncia privilegiada, sendo inacessvel aos simples mortais; outras respondero que a Filosofia coisa de gente doida, que vive no mundo da Lua e que s se preocupa com assuntos abstratos, e que ela, a Filosofia, nada tem a ver com a vida prti-ca; outras, ainda, concordando com estas ltimas, emendaro que a Filosofia, por no ter uma aplicao prtica imediata, no serve para nada. Pode ser que algum, remando con-tra toda essa mar de opinies pejorativas a respeito da Filosofia, arrisque-se a dizer que a considera uma matria linda, j que permite o contato com o pensamento dos filsofos, expresso em frases de rara profundidade e beleza, ainda que, por vezes, incompreensveis; por fim, certamente haver tambm aquelas que confessaro, com algum sarcasmo ou menosprezo, no ter a menor ideia do que seja a Filosofia.

    Todas essas opinies, na realidade, so, pelo menos em certa medida, expresso de um preconceito em relao Filosofia. Por que preconceito? Porque, em geral, so opinies emiti-das apressadamente, precipitadamente, sem a preocupao de se examinar com o devido cui-dado o assunto sobre o qual se est opinando a fim de conhec-lo melhor. Afinal, justamente isso que caracteriza o preconceito. Sempre que adotamos tal postura, corremos mais seriamen-te o risco de nos enganar em nosso julgamento e at de cometer injustias com as pessoas.

    Elaborado especialmente para o So Paulo faz escola.

    Leitura e anlise de texto

  • Filosofia 3a srie Volume 1

    7

    Discuta com seus colegas as seguintes questes:

    1. Voc se considera preconceituoso em relao a alguma coisa? Argumente.

    2. E em relao Filosofia? Justifique.

    LIO DE CASA

    1. Entreviste uma pessoa conhecida para identificar o que ela sabe sobre a Filosofia. Anote, sepa-radamente, os adjetivos positivos e os negativos que aparecerem. Na aula seguinte, o resultado dessa entrevista ser trabalhado em grupos, cada qual devendo apresentar sala uma sntese comentada das respostas obtidas.

    Anote aqui a data da aula seguinte em que voc dever apresentar o resultado da sua entrevista: _____/_____/_____.

  • Filosofia 3a srie Volume 1

    8

    Perguntas Adjetivos (+) Adjetivos (-)

    1. Cite dois adjetivos que

    voc atribuiria Filosofia.

    2. O que Filosofia para voc?

    3. Na sua opinio, para que serve a

    Filosofia?

    4. Na sua opinio, o que faz um

    filsofo e o que uma pessoa precisa fazer para filosofar?

    2. Registre a sntese das respostas obtidas nas entrevistas, conforme orientao do seu professor.

  • Filosofia 3a srie Volume 1

    9

    Tales de Mileto: o distrado

    O preconceito e a hostilidade em relao Filosofia no so algo novo, recente, mas, ao contrrio, remontam s origens da Filosofia na Grcia Antiga.

    Talvez o registro mais antigo desse preconceito seja aquele de que foi vtima Tales de Mileto, que viveu no sculo VII a.C. e considerado o primeiro filsofo da histria. A respeito dele, contava-se a seguinte anedota, bastante difundida na Grcia Antiga e recu-perada por Plato em sua obra Teeteto1: Tales era to interessado no estudo dos astros que costumava caminhar olhando para o cu. Certo dia, absorto em seus pensamentos e racio-cnios, acabou tropeando e caindo em um poo, sendo motivo de riso e caoada para uma escrava que ali se encontrava. Espalhou-se, ento, o boato de que Tales se preocupava mais com as coisas do cu, esquecendo-se das que estavam debaixo de seus ps. Essa pilhria, adverte Plato, se aplica a todos os que vivem para a Filosofia2.

    Essa imagem de um homem distrado e trapalho, porm, no parece condizer com a verdade sobre Tales, que, ao que tudo indica, era uma pessoa bem esperta, viva e inteligen-te. o que se conclui, por exemplo, de outra anedota contada a respeito de sua sabedoria, registrada por Aristteles em sua obra A poltica:

    Como o censuravam pela pobreza e zombavam de sua intil filosofia, o conhecimen-to dos astros permitiu-lhe prever que haveria abundncia de olivas. Tendo juntado todo o dinheiro que podia, ele alugou, antes do fim do inverno, todas as prensas de leo de Mileto e de Quios. Conseguiu-as a bom preo, porque ningum oferecera melhor e ele dera algum adiantamento.

Search related