Revis££o de texto: Adelia de Oliveira Montemor Carlos Roberto Pires Campos Norma Pignaton Recla Lima

  • View
    0

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Revis££o de texto: Adelia de Oliveira Montemor Carlos Roberto Pires Campos Norma...

  • INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO

    TEORIAS DA APRENDIZAGEM

    Tendências e potencialidades

  • INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ESPÍRITO SANTO

    PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS E MATEMÁTICA

    TEORIAS DA APRENDIZAGEM

    Tendências e potencialidades

    MARIA ALICE VEIGA FERREIRA DE SOUZA [ORGANIZADORA]

    Vitória 2015

  • FICHA CATALOGRÁFICA

    Copyright @ 2015 Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte.

    Depósito legal na Biblioteca Nacional conforme Decreto No. 1825 de 20 de dezembro de 1907

    O conteúdo dos textos é de inteira responsabilidade dos respectivos autores.

    Observação: a versão impressa foi revisada originando a versão eletrônica.

    Realização Financiamento

  • Revisão de texto: Adelia de Oliveira Montemor Carlos Roberto Pires Campos Norma Pignaton Recla Lima Rita Lélia Guimarães Granha

    Normalização técnica: Adelia de Oliveira Montemor Norma Pignaton Recla Lima

    Comitê Científico: Alex Jordane - IFES Antônio Donizetti Sgarbi - IFES Eduardo Augusto Moscon Oliveira - UFES Fernanda Zanetti Becalli – IFES Jose Manuel Bautista Vallejo – Univers. HUELVA Priscila de Souza Chisté Leite - IFES Sandra Cristina Souza Reis Abreu – UESC Sandra Cristina Souza Reis Abreu – UESC

    Coordenação Editorial: Cristiane Ramos Teixeira Fabiana da Silva Kauark Flávio Lopes dos Santos Janivaldo Pacheco Cordeiro Nahun Thiaghor Lippaus Pires Gonçalves

    Projeto Gráfico e Capa: Flávio Lopes dos Santos Nahun Thiaghor Lippaus Pires Gonçalves Steferson Zanoni Roseiro

    Editoração Eletrônica Centro de Referência em Formação e em Educação a Distância (Cefor/Ifes)

    Produção e Divulgação: Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática (EDUCIMAT)

    Av. Vitória, 1729, Bairro Jucutuquara, Vitória, ES - Editora: IFES

    Tel. (27) 3331-2203 E-mail: educimat@ifes.edu.br E-mail: educimat@gmail.com

    Versão eletrônica:2015

  • Coordenação Editorial

    Dra. Maria Alice Veiga Ferreira de Souza

    Possui graduação em Matemática pela Universidade Federal do Espírito Santo-UFES (1995), mestrado em Educação Matemática pela Universidade Federal do Espírito Santo-UFES (2001) e doutorado em Psicologia da Educação Matemática pela Universidade Estadual de Campinas-UNICAMP (2007). Pós-doutorado em Resolução de Problemas de Matemática na Universidade de Lisboa-Portugal. Atualmente é professora de Matemática das graduações e pós- graduações do Instituto Federal do Espírito Santo-Ifes, coordenadora Geral de Pesquisa e Extensão do Cefor - Ifes, docente do Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências e Matemática (EDUCIMAT) do Ifes, docente do Mestrado em Ciências e Educação Matemática (EDUCIMAT) do Ifes, Coordenadora Administrativa do Mestrado em Educação Agrícola UFRRJ-Ifes e pesquisadora bolsista da UAB. Tem experiência na área de Matemática, atuando principalmente nos seguintes temas: produção de significados, matemática, linguagem matemática, habilidade matemática, educação matemática, aplicações estatísticas e modelagens matemáticas na área das Engenharias. Atua principalmente na área de Cálculo Diferencial e Integral, Álgebra Linear e Probabilidade e Estatística nas Engenharias e Cursos das Ciências Exatas, além das Pós-graduações nesse mesmo âmbito. É membro da Câmara de Assessoramento da FAPES. É consultora do periódico científico Boletim GEPEM da UFRRJ, Sala de Aula em Foco do IFES e Debates em Educação Científica e Tecnológica do IFES.

  • EXPEDIENTE

    Denio Rebello Arantes Reitor

    Araceli Verónica Flores Nardy Ribeiro Pró-Reitora de Ensino

    Renato Tannure Rotta de Almeida Pró-Reitor de Extensão

    Marcio Almeida Có Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-graduação

    José Lezir Ferreira Pró-Reitor de Administração e Orçamento

    Ademar Manoel Stange Pró-Reitor de Desenvolvimento Institucional

    Ricardo Paiva Diretor Geral do Campus Vitória

    Vanessa Battestin Nunes Diretora de Educação a Distância/Cefor

    Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências e Matemática

    Sidnei Quezada Meireles Leite Coordenador

    Alex Jordane de Oliveira Vice-Coordenador

    Vitória, Espírito Santo

    2015

  • AGRADECIMENTOS

    Obrigado, inicialmente, ao corpo técnico desta obra: Comitê Científico, Revisores, Coordenação Editorial e outros colaboradores. Com zelo, agradecemos aos nossos professores do Programa de Pós- Graduação - Mestrado Profissional em Educação em Ciências e Matemática EDUCIMAT/IFES pela contribuição direta e indireta na realização desse alvitre pelas sugestões e correções enriquecedoras que hoje se refletem em nossas práticas e textos. Agradecemos também pelo aprimoramento profissional no ensino, na didática reflexiva, na teoria e na pesquisa, nessa formação que acreditamos transformar o nosso pensar. A Deus pela vida e pelas oportunidades que nos impulsionam ao que somos hoje e ao que queremos ser no futuro, pelos (des) encontros e (des) encantos proporcionado pelo mestrado, pelo aprendizado com responsabilidade, criticidade e afeto. Aos amigos que reconhecemos nessa jornada, pois grande parte do que aqui colocamos dependeu do esforço mútuo de todos, em especial à “musiquinha do Fantástico”, deadline carinhoso que remete à motivadora desta obra, Maria Alice: Obrigadíssimo!!!

    Janivaldo Pacheco Cordeiro Nahun Thiaghor Lippaus Pires Gonçalves

  • PREFÁCIO

    É comum encontrarmos professores com uma visão restrita sobre o que significa aprender Matemática e Ciências. Muitas vezes a concepção de aprendizagem está associada à reprodução de procedimentos de contagem, no uso de fórmulas ou na memorização de nomes. Ainda que essa ideia esteja superada, pelo menos, pelas pesquisas no âmbito da Educação Matemática, parece-me, infelizmente, que algumas práticas formativas ainda são restritivas quanto ao aprendizado.

    Por isso, é imprescindível que o ensino, em qualquer contexto formativo, promova o desenvolvimento de processos (BAIRRAL, 2013) de pensamento (científico) e que seja efetivo para o aprendiz no presente e futuro, independente do tipo de profissional que deseja ser. Assim, não cabe mais pensar apenas em conteúdos. Até porque esses se tornam obsoletos e os currículos – como estratégia política da ação educativa – necessitam de uma maior dinamicidade.

    Processos e habilidades como curiosidade, senso crítico, comunicação, argumentação, atitudes e motivação para aprender, desenvolvimento de modos de verificação, refutação e dedução de propriedades, relativização, tomada de decisão, experimentação, otimização, simulação, visualização, categorização, conceituação, organização de processos de raciocínio, busca por modos variados de registrar determinada descoberta, modelagem, postura investigativa e problematizadora, espírito colaborativo etc. devem ser potencializados na sala de aula e também em espaços não formais de aprendizagem.

    Este livro instiga todos a pensar nessas questões e propicia diferentes lentes teóricas de forma que seja possível construir estratégias para a promoção de mudanças e melhorias nas formas de ensinar e de aprender nos dias atuais. Refletir sobre essa nova

  • organização curricular implica também pensar uma formação de professores diferenciada e uma outra estruturação física, de equipamentos e de conectividade das instituições de ensino do nosso país.

    Finalmente, uma obra como essa é muito bem-vinda, pois ela é escrita com mãos de pesquisadores com diferentes experiências e vivências na pesquisa educacional e com reflexões e exemplos de diferentes áreas de conhecimento, quais sejam, Educação, Educação Científica e Matemática, Psicologias, Linguagem e Sociologia. Sendo assim, agradeço ao convite e a oportunidade de socializar algumas de minhas inquietações e proposições, e desejo ao(a) leitor(a) uma nova aprendizagem com a leitura do livro.

    Marcelo Almeida Bairral UFRRJ/PPGEduc

    BAIRRAL, M. As TIC e a licenciatura em matemática: Em defesa de um currículo focado em processos. Jornal Internacional de Estudos em Educação Matemática (JIEEM), 6(1), 2013, p. 1-20.

  • SUMÁRIO

    APRESENTAÇÃO..................................................................................13 Nahun Thiaghor Lippaus Pires Gonçalves

    1 | DIÁLOGO ENTRE APRENDIZES: O DESAFIO DA CONSTRUÇÃO DIALÓGICA DO CONHECIMENTO NOS TRILHOS DA CONTEMPORANEIDADE.....................................................................17 Nahun Thiaghor Lippaus Pires Gonçalves | Fabiana da Silva Kauark | Wellington Alves dos Santos | Antônio Henrique Pinto | Michele Waltz Comaru

    2 | AS ATITUDES E A APRENDIZAGEM NO AMBIENTE ESCOLAR....33 Flávia Nessrala Nascimento | Kleber Roldi | Renata Sossai Freitas Faria | Maria Alice Veiga Ferreira de Souza

    3 | EDUCAÇÃO CIENTÍFICA: CONCEITOS E PRESSUPOSTOS DE UMA APR