NCE/14/00716 Decis£o de apresenta§£o de pronncia - Novo ... - UC Elem Hist Geog Port 1CEB

  • View
    214

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of NCE/14/00716 Decis£o de apresenta§£o de pronncia - Novo ... - UC Elem Hist Geog...

NCE/14/00716 Deciso de apresentao de pronncia - Novo ciclo de estudos

NCE/14/00716 Deciso de apresentao depronncia - Novo ciclo de estudosDeciso de Apresentao de Pronncia ao Relatrio daComisso de Avaliao Externa1. Tendo recebido o Relatrio de Avaliao/Acreditao elaborado pela Comisso de AvaliaoExterna relativamente ao novo ciclo de estudos Educao Pr-Escolar e Ensino do 1 Ciclo doEnsino Bsico2. conferente do grau de Mestre3. a ser leccionado na(s) Unidade(s) Orgnica(s) (faculdade, escola, instituto, etc.)Escola Superior De Educao De Almeida Garrett4. a(s) Instituio(es) de Ensino Superior / Entidade(s) Instituidora(s)Cofac - Cooperativa De Formao E Animao Cultural, C.R.L.5. decide: Apresentar pronncia6. Pronncia (Portugus):Exmos Senhores,

junto se remete nosso texto de pronuncia.

Atenciosamente,7. Pronncia (Portugus e Ingls, PDF, mx. 150kB): (impresso na pgina seguinte)

pg. 1 de 1

Anexos

ESEAG Escola Superior de Educao Almeida Garrett Pronncia ao Relatrio Preliminar da CAE

Processo n NCE/14/00716 2 Ciclo de Estudos em Educao Pr-Escolar e 1 Ciclo do Ensino Bsico

No que se refere ao relatrio preliminar da CAE relativo ao 2 Ciclo de Estudos (CE) em Educao Pr-Escolar e 1 Ciclo do Ensino Bsico, com referncia NCE/14/00716, vimos apresentar a nossa pronncia.

A. Pontos -1.2.1 e 1.2.2.

Congratulamo-nos com o facto de a CAE considerar que a docente indicada para a coordenao tem o perfil adequado, sendo que est a tempo integral.

No obstante, esclarece-se o seguinte relativamente disponibilidade da docente para coordenar os dois mestrados: os dois mestrados em causa so o Mestrado em Ed. Pr-Escolar e Mestrado em Ed. Pr-Escolar e 1 CEB, que pela sua estrutura, natureza e, reas para que habilitam, esto diretamente relacionados, sendo de esperar uma certa articulao entre os dois mestrados. Assim, parece-nos vantajoso que seja a mesma docente a coordenar os dois mestrados. No entanto, consideramos relevante o alerta da CAE no que respeita a esta matria e para ultrapassar possveis problemas de disponibilidade decorrentes da docente coordenar dois cursos propomos a sua coadjuvao por docentes, dos cursos, com perfil adequado. Alis, prtica a nomeao de docentes dos cursos para coadjuvar os coordenadores dos cursos, em conformidade com o n 2 do Art 30 dos Estatutos da ESEAG.

B. Pontos 2.2.1 e 2.2.2.

Salienta-se que a estrutura do curso e o plano de estudos cumpre os requisitos legais no que respeita ao DL79/2014, DL42/2005, e DL115/2013, e outra legislao aplicvel, nomeadamente no que se referem aos limites relativos a componentes de formao, durao dos mestrados, durao dos semestres (em horas e crditos), e rcios entre horas e crditos, e comtempla a aquisio dos conhecimentos, competncias, aptides e atitudes, necessrios profisso docente em conformidade com o perfil do educador de infncia e do professor do 1CEB, e em conformidade com os programas, metas e orientaes curriculares.

No que concerne ao(s) critrio(s) de organizao curricular das UCs, no plano vertical e horizontal podemos esclarecer que se pretendia que o plano contemplasse: (i) UCs da componente de formao rea da Docncia (AD) de todas as reas especficas, isto , matemtica, portugus, expresses, e estudo do meio que inclui histria e geografia, cincias naturais e fsicas; (ii) UCs da componente de formao DE de todas as reas, nomeadamente Did Port., Did Mat., Did. Exp, Did Estudo do Meio; sendo que h Did. do PE e/ou Did do 1CEB; (iii) UCs de FEG, nomeadamente Psicologia, NEE e Invest Ed; (iv) 4 PES sendo 2 do PES EPE e 2 do PES 1CEB. Em termos de critrios no plano horizontal e vertical podemos tambm esclarecer o seguinte: (i) no 1 Ano esto UCs de PES de EPE e no 2 ano UCs de PES 1CEB; (ii) as UCs da componente DE decorrem em simultneo ou aps as UCs da rea da docncia respetiva (ex. as UC AD Ens Exp Cincias est no 1A/1S, Princ Nut e Alim no 2A/1S, Elem Hist Geog Portugal 1CEB est no 2A/1S e a Did Estudo do Meio est no 2A/2S); (iii) As Did especficas do PE decorem um simultneo com PES PE (1A/1S e 1A/2S); (iv) as Did Esp do 1CE decorrem em simultneo com PES do 1CEB (Ex Did Exp tem contedos relacionados com PE e 1CEB decorre no 1A/2S. Foi tambm considerado que, no mestrado, os conhecimentos e competncias adquiridos durante a Licenciatura em Educao Bsica fossem complementados a aprofundados, no constituindo uma repetio.

No que respeita alocao das UCs s componentes de formao, podemos esclarecer que seguimos o disposto nos Art 7 a 12 do DL79/2014. No que respeita especificamente AD teve-se em considerao o Art 8, e teve-se tambm em considerao os Programas e as Metas Curriculares das vrias reas do 1CEB, as Orientaes Curriculares para a Ed Pr-Escolar, e os conhecimentos e competncias adquiridos anteriormente pelos estudantes, nomeadamente durante os 3 anos de formao antecedente (Licenciatura), j que todos os alunos que ingressam neste curso so obrigatoriamente titulares de Lic Educao Bsica.

O RP da CAE, mereceu especial ateno, em particular ao que respeita componente da AD, e em conformidade com as recomendaes da CAE foram analisadas todas as UCs alocadas AD, de que resultou a reviso e/ou reformulao dos programas das UCs, nomeadamente Mat e Prt Ling Port, e Ens Exp Cin. Em consequncia da reformulao do programa da UC Mat e Prt Ling do Port, as 30h de contacto ficam alteradas no que respeita tipologia das horas, que passa a ser T:17; TP:8. No Anexo B apresenta-se os programas das referidas UCs revistos e reajustados em conformidade com as recomendaes da CAE.

As 2 optativas mudam de alocao para AEG e diminuem o n ECTS, de 3 para 2. E introduz-se nova UC obrigatria da AD, Exp. Artsticas, com 2 ECTS (prog no Anexo C), no mesmo semestre. O n de ECTS da PES 1CEB I passa de 16 para 15. As horas totais e horas de contacto so reajustadas em conformidade com os ECTS. O n ECTS mantem-se dentro dos limites legais regul pelo DL79/2014 e outra legislao aplicvel (ver Anexo A)

Ainda em relao alocao das UC optativas que passam da AD para a AEG salienta-se o seguinte: O DL 139/2012 estabelece que no 1CEB, se desenvolvam atividades de enriquecimento curricular de carter

facultativo, com um cariz formativo, cultural e ldico, que complementem as atividades da sala de aula. Preconiza assim, que se devem capacitar os nossos alunos para proporcionar situaes de ensino-aprendizagem formais e no formais. Refora ainda a necessidade de desenvolver a componente de apoio famlia e a comunidade local. A ESEAG, neste novo ciclo de estudos (CE) e de acordo com estas preocupaes, procurou diversificar as aprendizagens, dotando os estudantes de competncias relacionadas com a resoluo de problemas de integrao e sucesso escolar. A mais recente legislao atribui s escolas a organizao de atividades de Apoio ao Estudo, reforando domnios curriculares. Responsabilizou-se a ESEAG neste CE, em dar resposta formativa repensando e refletindo em torno de estratgias

! 1

ESEAG Escola Superior de Educao Almeida Garrett Pronncia ao Relatrio Preliminar da CAE

Processo n NCE/14/00716 2 Ciclo de Estudos em Educao Pr-Escolar e 1 Ciclo do Ensino Bsico

educativas, que capacitem os estudantes com conhecimentos no mbito do domnio de metodologias estratgias inovadoras, dotando-os de competncias que lhes permitam repensar os contextos e as componentes educativas, recorrendo produo de materiais pedaggicos e prticas do ensino-aprendizagem formal e no formal. Por outro lado o DL79/2014 de 14 de maio, no que concerne definio das componentes de formao o regime da habilitao profissional para a docncia na Ed pr-escolar e no ensino bsico, define, atribuindo AEG no 1 paragrafo do Art 9, componentes no mbito educativo que incluem os conhecimentos, as capacidades e as atitudes comuns a todos os docentes, relevantes para o seu desempenho na sala de atividades ou na sala de aula, nas instituies destinadas Ed de Infncia ou na escola, e na relao com a famlia e a comunidade. O 2 parg defende a prtica e a promoo de, designadamente os envolvidos na aprendizagem da leitura e da matemtica elementar... e . da escola, como organizao educativa, das necessidades ed especiais. A UC Const. de Mat Pedag prev capacitar os estudantes para serem competentes a explorar e produzir materiais de escrita, de clculo, de reas cientficas, bem como estabelecer relaes com a famlia recolhendo materiais e documentao na escola nas famlias e no meio. A UC Ativid em Cont no Formais, prev capacitar os estudantes para serem competentes Saber programar e planificar atividades no formais num contexto educativo e dinamizar competncias e prticas pedaggicas para Valorizar a educao tendo em vista a diversidade da populao bem como desenvolver conhecimento que permita Animar e dinamizar atividades de leitura, conto e reconto. Nesta conformidade, reconsideramos a alocao das UCs optativas e propomos a sua alocao rea educacional geral.

No que concerne tipologia de horas de contacto T, P, TP, PL, OT, E, esclarece-se o seguinte: Foram inquiridos os docentes das UC no que respeita aos crditos, s horas totais, horas de contato, e

distribuio pelas diversas tipologias possveis, sendo que estes fizeram a distribuio conforme a natureza das UCs, seus objetivos, os contedos, e as metodologias a utilizar nas UCs, bem como a durao normal de cada semestre. O plano de estudos foi submetido aos rgos competentes, para anlise e aprovao. Na impossibilidade de em 150kb justificarmos todas as tipologias de todas as UCs, exemplifica-se com algumas: - UC Elem Hist Geog Port 1CEB - Os contedos percorridos na UC prendem-se com a necessidade de dotar os alunos com conhecimentos tericos e prticos sobre Hist e a Geog de Port. Para esta UC so previsveis 20h tericas (T:20) em que prevalecem as aulas expositivas e sero feitas anlises temticas extensivas e, 17,5h prticas (P:17,5) onde ser efetuada u