Manual 3775 - Ergonomia No Posto de Trabalho

  • View
    215

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Manual 3775 - Ergonomia No Posto de Trabalho

  • 8/10/2019 Manual 3775 - Ergonomia No Posto de Trabalho

    1/47

    PROGRAMA OPERACIONAL POTENCIAL HUMANO

    QUALIFICAR CRESCER

    Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu e Estado Portugus

    GOVERNO DA REPBLICAPORTUGUESA

    EErrggoonnoommiiaannooPPoossttooddeeTTrraabbaallhhooUFCD 3775

    Manual de Formao

    Susana Marques

    Viseu,2014

  • 8/10/2019 Manual 3775 - Ergonomia No Posto de Trabalho

    2/47

    PROGRAMA OPERACIONAL POTENCIAL HUMANOQUALIFICAR CRESCER

    Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu e Estado Portugus

    GOVERNO DA REPBLICAPORTUGUESA

    2

    Innddiiccee

    Objectivos Gerais ............................................................................................................ 3

    Objectivos Especficos ..................................................................................................... 3

    Benefcios e Condies de Utilizao do Manual .................... ............ ............. ............. .... 5

    Introduo ...................................................................................................................... 6

    1. ERGONOMIA ............................................................................................................ 8

    Posto de TrabalhoErgonomia ..................................................................................... 12

    2. Fisiologia ............................................................................................................... 21

    3. Antropometria ....................................................................................................... 22

    Equipamentos de trabalho - Ergonomia ............. ............. ............. ............. ............ ......... 22

    Medidas Antropomtricas ......................................................................................... 29

    Antropometria Ergonmica ........................................................................................... 30

    Estudo Antropomtrico da Posio de P ........... ............. ............. ............. ............. .... 30

    Estudo Antropomtrico da Posio Sentada ....... ............. ............ ............. ............. .. 32

    Estudo Antropomtrico dos Segmentos Especficos do Corpo ............ ............. ......... 34

    Espao Livre .............................................................................................................. 35

    - Sistemas de iluminao ............................................................................................... 39

    - Trabalho com crans de visualizao ............. ............. ............. ............. ............ ........... 40

    Concluso ..................................................................................................................... 46

    Bibliografia ................................................................................................................... 47

  • 8/10/2019 Manual 3775 - Ergonomia No Posto de Trabalho

    3/47

    PROGRAMA OPERACIONAL POTENCIAL HUMANOQUALIFICAR CRESCER

    Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu e Estado Portugus

    GOVERNO DA REPBLICAPORTUGUESA

    3

    OObbjjeeccttiivvoossGGeerraaiiss

    Aplicar as tcnicas adequadas avaliao dos riscos profissionais associados s condies de

    segurana e higiene no trabalho devido a fatores ergonmicos.

    OObbjjeeccttiivvoossEEssppeeccffiiccooss

    Pretende-se que no final da aco, o formando tenha capacidade de:

    Ergonomia

    o Conceito

    o Objectivoso Metodologia de estudo

    Fisiologia

    Antropometria

    Postos de trabalho ergonomia

    Equipamentos de trabalho ergonomia

    Interface homem-mquina

    Factores ambientais incmodos

    o Rudo

    o Vibraes

    o Ambiente trmico

    o Qualidade do ar

    Sistemas de iluminao

    o Tipos

    o Parametros e unidades de medio

    o Equipamentos de medio tipos e funcionamento

    o Efeitos sobre a viso

    o Critrios para avaliao do risco

    o Medidas de preveno e de proteco

    o

    Parametros bsicos de dimensionamento de sistemas de iluminao artificial - Localizao,

  • 8/10/2019 Manual 3775 - Ergonomia No Posto de Trabalho

    4/47

    PROGRAMA OPERACIONAL POTENCIAL HUMANOQUALIFICAR CRESCER

    Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu e Estado Portugus

    GOVERNO DA REPBLICAPORTUGUESA

    4

    - Intensidade luminosa

    - Seleco de armaduras

    o Critrios de manuteno e limpeza do sistema de iluminao

    o Nveis de iluminao recomendados

    o Normas tcnicas Trabalho com ecrs de visualizao

    o Riscos

    o Medidas de preveno e de proteco

    o Legislao

  • 8/10/2019 Manual 3775 - Ergonomia No Posto de Trabalho

    5/47

    PROGRAMA OPERACIONAL POTENCIAL HUMANOQUALIFICAR CRESCER

    Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu e Estado Portugus

    GOVERNO DA REPBLICAPORTUGUESA

    5BBeenneeffcciioosseeCCoonnddiieessddeeUUttiilliizzaaooddooMMaannuuaall

    O presente manual de formao foi elaborado para a UFCD 3775- Ergonomia no Posto de

    Trabalho, pela formadora Susana Marques e o mesmo no poder ser reproduzido sem

    autorizao da mesma e respectiva entidade formadora.

    Tem por objectivo auxiliar o formando na aquisio de conhecimentos e competncias

    enunciados nos objectivos: gerais e especficos.

  • 8/10/2019 Manual 3775 - Ergonomia No Posto de Trabalho

    6/47

    PROGRAMA OPERACIONAL POTENCIAL HUMANOQUALIFICAR CRESCER

    Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu e Estado Portugus

    GOVERNO DA REPBLICAPORTUGUESA

    6

    IInnttrroodduuoo

    O objectivo deste manual auxiliar os formandos na aquisio de conhecimentos acerca

    da Ergonomia aplicada ao posto de trabalho de forma a que no final da formao, os formandos

    estejam aptos Aplicar as tcnicas adequadas avaliao dos riscos profissionais associados s

    condies de segurana e higiene no trabalho devido a fatores ergonmicos.

    O manual est estruturado de acordo com os contedos da aco para permitir aos

    formandos acompanharem o desenvolvimento de cada contedo, houve a introduo de alguns

    exerccios de forma a permitir ao formando aplicar em casos prticos o conhecimento adquirido

    nomeadamente os novos modos de produo, condicionados por sucessivas mutaes

    (demogrficas, econmicas, tecnolgicas, de organizao social) vieram tornar cada vez mais

    interdependentes:

    As condies de execuo do trabalho;

    E a condio do trabalhador.

    Assim, a vocao da Ergonomia evoluiu e ao longo das ltimas cinco dcadas tem sido

    objecto de reflexo e de debate.

    At aos anos 70, a interveno ergonmica centrava-se sobre o trabalho penoso, o

    trabalho nocivo, caractersticas da maioria das situaes industriais.

    A partir da dcada de 70, com a evoluo tecnolgica e, consequentemente, das

    condies de trabalho, tem-se vindo a observar uma profunda alterao das exigncias do

    trabalho.

    Este perodo (a partir dos anos 70), pode considerar-se marcado essencialmentepor trs

    tipos de evoluo:

    Uma evoluo tcnica;

    Uma evoluo da organizao do trabalho;

    Uma evoluo do pessoal.

    1- A evoluo tcnica caracterizada:

    Pela maior eficincia das mquinas,

    Pela miniaturizao de certos produtos;

    Por uma informatizao cada vez mais difundida;

    Por uma automatizao.

    Estes aspectos esto cada vez mais presentes em certos ramos da indstria, mas tambm,

    em muitos outros sectores de actividade.

  • 8/10/2019 Manual 3775 - Ergonomia No Posto de Trabalho

    7/47

    PROGRAMA OPERACIONAL POTENCIAL HUMANOQUALIFICAR CRESCER

    Cofinanciado pelo Fundo Social Europeu e Estado Portugus

    GOVERNO DA REPBLICAPORTUGUESA

    7

    Quanto evoluo da organizao do trabalho podemos dizer que ela se verificou

    essencialmente a partir de novas modalidades de repartio de tarefas, criando exigncias

    notveis devido ao carcter parcelar destas e frequente sujeio a ritmos de funcionamento

    tcnico.No que respeita evoluo do pessoal, pode dizer-se que foi essencialmente marcada:

    Pelo prolongamento da escolaridade;

    Pela formao tcnica e profissional;

    O que conduziu naturalmente a diferentes expectativas em relao ao trabalho e a uma

    inadequao dos modelos de gesto tradicionais.

    Sintetizando, pode dizer-se que este desenvolvimento provocou, inevitavelmente, uma

    alterao na paisagem laboral, verificando-se:

    Uma imposio da mecanizao, desencadeando novos agentes agressores

    frequentemente presentes nos locais de trabalho.

    Uma progressiva abolio do trabalho fsico dinmico (atravs das ajudas mecnicas, o

    que acarretou, em certa medida, uma degradao biolgica do Homem).

    Uma implementao de um trabalho esttico, prolongado, utilizando pequenos grupos

    musculares, geralmente numa posio fixa, com um ritmo de trabalho intenso e

    requerendo, por vezes, um elevado grau de preciso.

    Assim, estas alteraes da natureza do trabalho vieram provocar um nmero de

    problemas de ordem vria, que tm vindo a aumentar com implicaes para o indivduo, na sua

    vida profissional e social, assim como no sistema produtivo.

    A nvel dos operadores estas consequncias reflectem-se, normalmente, no seu estado de

    sade, no s no que respeita s j consideradas doenas profissionais, mas a tantas outras

    identificadas com a situao de trabalho.

    A nvel do sistema produtivo, estas consequncias podem ser objectivadas:

    Pelo aumento do absentismo; Pelo aumento do nmero de acidentes;

    Pela necessidade de recolocao profissional;

    E, consequentemente, Pela diminuio da produtividade, do ponto de vista qualitativo e

    quantitativo.