PREPARO DE SOLUÇÕES

  • View
    38

  • Download
    6

Embed Size (px)

Text of PREPARO DE SOLUÇÕES

UFPB Universidade Federal da Paraba CCEN Centro de Cincias Exatas e da Natureza Departamento de Qumica Qumica Geral e Inorgnica Experimental

Aula Prtica N07

PREPARAO DE SOLUES

Parte 1

OBJETIVOS Efetuar clculos estequiomtricos envolvendo o preparo de solues Preparar solues a partir de solutos slidos e solutos lquidos Efetuar diluio de soluo a partir de uma soluo estoque Conhecer a tcnica de preparo e diluio de solues

INTRODUO A qumica em solues e amplamente utilizada nas mais diversas reas. Nesse sentido o conhecimento sobre o preparo de solues tem fundamental importncia tendo em vista que grande parte das reaes realmente ocorre em soluo aquosa e no aquosa. Uma soluo uma mistura homognea de uma ou mais substncias que podem ser inicas ou moleculares. A substncia em maior quantidade o solvente. As outras substncias so chamadas de solutos.

Preparao de solues com concentrao em massa por litro - Hidrxido de Sdio 0,1 mol/L - Permanganato de potssio 1%

48

UFPB Universidade Federal da Paraba CCEN Centro de Cincias Exatas e da Natureza Departamento de Qumica Qumica Geral e Inorgnica Experimental

Material Esptula Vidro de relgio Basto de vidro Bequer Funil Balo de diluio Conta-gotas Pisseta Papel absorvente

49

UFPB Universidade Federal da Paraba CCEN Centro de Cincias Exatas e da Natureza Departamento de Qumica Qumica Geral e Inorgnica Experimental

PROCEDIMENTO A. Tomar conhecimento dos perigos potenciais das substncias utilizadas de modo a reduzir a possibilidade de contaminaes ou acidentes. B. Decidir qual o volume de soluo a preparar. C. Efetuar os clculos necessrios. 1. Passar gua destilada em o material. 2. Secar cuidadosamente a esptula e o vidro de relgio. 3. Medir a massa de soluto necessria. 4. Transferir o soluto para um bequer lavando o vidro de relgio com solvente de modo a arrastar todo o soluto. 5. Dissolver todo o soluto utilizando apenas uma parte do solvente agitando com um basto de vidro. 6. Verter a soluo para o balo volumtrico, com auxlio de um funil, lavando o bequer, o basto de vidro e o funil com solvente para arrastar todo o soluto. 7. Completar at ao trao, primeiro com a pisseta e depois com conta-gotas. 8. Tapar e homogeneizar a soluo invertendo vrias vezes o balo de diluio.

50

UFPB Universidade Federal da Paraba CCEN Centro de Cincias Exatas e da Natureza Departamento de Qumica Qumica Geral e Inorgnica Experimental

Observaes 1. As solues de sulfato de ferro (II) e permanganato de potssio podem ser eliminadas por diluio. Solues mais concentradas de permanganato de potssio devem ser reduzidas com tiossulfato de sdio. 2. Secar cuidadosamente a esptula e vidro de relgio previne contaminaes do soluto e evita que se molhe a balana. Secar todo o restante material seria uma perda de tempo e um gasto desnecessrio de recursos. 3. A soluo de permanganato de potssio preparada nesta etapa poder ser utilizada posteriormente.

51

UFPB Universidade Federal da Paraba CCEN Centro de Cincias Exatas e da Natureza Departamento de Qumica Qumica Geral e Inorgnica Experimental

Aula Prtica No07 Parte 1 PREPARAO E DILUIO DE SOLUES Aluno:_____________________________________Turma:_______ Data: __________

a) Solues aquosas. Substncia Volume de soluo (L) Massa soluto (g)

OBSERVAES

52