Click here to load reader

JORNAL Niterói Católico

  • View
    30

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Arquidiocese de Niterói

Text of JORNAL Niterói Católico

  • N CITERI ATLICO 5

    NOSSA OBRA DE FBOLETIM INFORMATIVO CAMPANHA CONSTRUO NOVA CATEDRAL EDIO - 18 MARO 2015

    FALE CONOSCO(21) 3602-1700

    [email protected]

    novacatedral.arqnit.org.brFacebook/novacatedralniteroi

    Equipe Planejamento & GestoMitra Arquidiocesana de Niteri

    FIQUE POR DENTRONOVIDADES AGENDAE

    Nova Catedral,local de estar na presena do Senhor!O projeto da Nova Catedral de Niteri e

    o espao concedido para a obra estavam nosplanos de Deus. Certamente no foi poracaso que o arquiteto Oscar Niemeyer,secretrios e o prefeito de Niteri, foraminspirados a colaborarem diretamente paraa realizao desta obra monumental.

    Depois deste breve prembulo, gostariade fazer uma retrospectiva dos precedenteshistricos e bblicos sobre a construo deum novo templo. Fazendo uma releitura dacaminhada da Igreja, percebe-se com clarezaque, ao longo da histria da salvao, Deusem sua divina providncia, dirige suavemen-te os acontecimentos. Em seu infinito poder,Ele serve-se de qualquer instrumento para arealizao de uma obra to extraordinria.Por exemplo: Em 1 SM 7,1- 5ss, O Rei Davipensa que a construo de uma casa paraDeus propiciar definitivamente seusfavores, e o far habitar permanentementeno meio do povo. Nat, o profeta da corte obrigado a dizer-lhe: Deus quem construi-r uma casa para Davi, isto , uma dinastiapara sempre.

    Em Is 45, 1.4-6, (v1), num orculo emque se anuncia a reedificao de Jerusalm edo templo, Deus apresenta solenementeCiro, rei da Prsia dizendo: Tomei Ciro pela

    mo direita, para que submeta os povos aoseu domnio.

    Em Lc 2,1-14, ele cita dois fatos impor-tantssimos para o nascimento de Jesus: Oedito de Csar Augusto, que foi imperador deRoma desde o ano 30 aC, at o ano 14 denossa era e Quirino que era governador daSria e da Palestina, no ano 4 aC e conclui orecenciamento dos anos 8 aC.

    A Baslica de Latro s foi consagradacomo Catedral da Igreja de Roma por voltado sculo IV, depois que o Palcio de Latropropriedade da famlia imperial, tornou-sehabitao particular do Papa Silvestre. Foigraas ao imperador Constantino que, ocristianismo que vivia h sculos escondidonas catacumbas sendo perseguido, a Igrejade todas as Igrejas do Urbe e do Orbe, abre assuas portas para Roma e para o mundo.

    O Novo Templo da Catedral de Niteri, aexemplo do Templo de Jerusalm, vai terpara todos ns a mesma importncia quetinha para os judeus: Era a morada de Deus,no meio deles; era do templo que Deus falavaao seu povo pela boca dos Profetas, noTemplo que Deus recebia as oraes e ossacrifcios do povo; no Templo Deus distri-bua suas bnos; em suma, o Templo deJerusalm era o centro da religio de Israel.

    A Nova Catedral tambm ter para ns amesma importncia. Vai ser por excelncia, olugar especial para estarmos em permanen-te orao na presena do Senhor. E assim, nsseremos como aquele (terceiro persona-gem) da lenda dos trs operrios: no ir aoTemplo s para cumprir o preceito domini-cal, no s para fazer pedidos mas, principal-mente, para louvar e agradecer a Deus portodas as bnos recebidas.

    A construo da Nova Catedral, a meuver, vai ser um dos maiores desafios da Igrejaparticular de Niteri, contudo, Dom JosFrancisco abraou esse projeto com todaseriedade.

    Nossa Parquia, por mais simplesinhaque seja, est muito orgulhosa em podercolaborar com esta obra to extraordinria,que dar definitivamente a Arquidiocese deNiteri, uma Catedral de primeiro mundo.

    Pe. Fausto Rodrigues dos SantosProco Parquia N Sr de Ftima e

    S. Pedro e S. Paulo

    Convite do Presidente da RCC- NITERI

    AGRADECIMENTOESPECIAL

    Padre ngelo MeloParquia de So Sebastio e

    N Sr de Ftima

    Nesse ms queremos agradecerao Padre ngelo Melo, da parquiaNossa Senhora de Ftima e So Sebas-tio, em Tribob.

    Graas sua dedicao e empe-nho em arrecadar mais doadores, a cadadia estamos mais prximos de contem-plar a Nova Catedral de Niteri.

    Muito obrigado Padre ngelo etoda a sua equipe por serem canais daProvidncia Divina nessa verdadeiraobra de f.

    Tero da Misericrdia, , nadia 17/03Capela So Joo Paulo II, . Venhas 15hparticipar conosco desse momento de f.

    A campanha para a construo da novacatedral de Niteri encontra-se em totalavano, pois uma obra que requer totalempenho e desdobramento para ter atingidoseu objetivo, e justamente por este motivoque vos escrevo.

    Para que possamos juntos ampliarnossa viso sobre uma obra magnfica que Jh algum tempo deixou de ser somente umsonho de um homem de Deus, e passou a ser arealidade de um povo, de uma igreja quecaminha em comunho, em unidade, verda-deiras virtudes fundamentadas na f. Precisa-mos hoje fazer-nos valer de nossa determina-o e empenho para ter esta obra concluda.Concluso esta que depende de mim e devoc, de nossa total fidelidade como colabora-dores e incentivadores deste que j umgrande marco para a nossa igreja, pois comcerteza partiu do corao de Deus e se formouno corao do homem.

    Concluo fazendo um convite em particu-lar aos meus irmos da RCC-NITERI que sevoltem com carinho para esta construo novisando a estrutura de pedra, o monumento,mas um lugar que Deus nos oferece parasalvao e celebrao do seu amor por todosns.

    Irmos, chegou o momento da minha eda sua resposta, uma resposta de amortransformada em atitude e gesto concreto deadeso, ao erguimento da NOVA CATEDRALDE NI TE R I , (NO S SA CATE DR AL DENITERI).

    Faamos a parte que nos cabe, colaborarcom esta obra e que futuramente possamosdesfrutar do ambiente de uma casa acolhedo-ra e o mais importante, poder chamar denossa.

    Deus nos abenoe!

    Claudio Roberto da SilvaRCC- NITERI

    Presidente