FIGURAS DE LINGUAGEM REDAأ‡أƒO OFICIAL REVISأƒO •figuras de linguagem; •figuras de sintaxe; •figuras

  • View
    5

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of FIGURAS DE LINGUAGEM REDAأ‡أƒO OFICIAL REVISأƒO •figuras de linguagem; •figuras...

  • 06/04/2019

    1

    REDAÇÃO OFICIAL

    FIGURAS DE LINGUAGEM

    REDAÇÃO OFICIAL

    Redação oficial é a “maneira pela qual o Poder Público redige atos normativos e comunicações”, que podem ser dirigidos tanto ao Poder Público como a particulares, com impessoalidade, padrão culto de linguagem, clareza, concisão, formalidade e uniformidade.

  • 06/04/2019

    2

    Assim, pode-se concluir que: a) Quem redige as comunicações oficiais é sempre o Poder Público;

    b) Os destinatários das comunicações oficiais podem ser: - o próprio Poder Público; e/ou - particulares (conjunto de cidadãos ou instituições tratados de forma homogênea, ou seja, o público);

    c) Os atributos da redação oficial são a impessoalidade, o padrão culto de linguagem, a clareza, a concisão, a formalidade e a uniformidade.

    As comunicações que partem dos órgãos públicos devem ser compreendidas por todo e qualquer cidadão brasileiro. Isso decorre do próprio caráter público desses atos e comunicações, bem como de sua finalidade.

    clareza – concisão – precisão

  • 06/04/2019

    3

    Exemplos de falta de clareza 1. Saindo de casa, a porta fechou-se com ímpeto. 2. Passei alguns dias junto à minha família e revendo velhos amigos de infância. 3. Obedeça e exija o cumprimento deste regulamento. 4. Código do Consumidor defende cliente de banco. 5. O apossamento solerte deve ser sepultado ab initio e inaudita altera parte, como corolário da mais lídima justiça.

    Exemplos de falta de clareza

    6. Há uma grande diferença entre os candidatos a matrículas e as vagas nas escolas.

    7. Enquanto os Estados Unidos se distinguem pelo seu alto padrão de vida, os nossos nordestinos vivem em condições quase miseráveis. 8. Zulmira não estava na casa nem na varanda.

    Exemplo de falta de concisão Conforme a última deliberação unânime de toda a Diretoria, a

    entrada, a frequência e a permanência nas dependências deste Clube, tanto quanto a participação nas suas atividades esportivas, recreativas, sociais e culturais, são exclusivamente privativas dos seus sócios, sendo terminantemente proibida, seja qual for o pretexto, a entrada de estranhos nas referidas dependências do mesmo.

    Só é permitida a entrada de sócios.

  • 06/04/2019

    4

    Exemplo de falta de precisão

    “O relevante fundamento do pedido apresenta-se cristalino, devendo ser concedida a liminar, que virá retificar a pujança da argumentação expendida nos autos”.

    - Em vez de X Ao invés de

    - À medida que X Na medida em que

    - Ao + verbo X A + verbo

    - A cerca de X acerca de X Há cerca de

    - A princípio X Em princípio

    - Ao nível de X Em nível de X A nível de

    - À custa de – A expensas de

    Exemplo de questão de prova:

    Para que o documento respeite as regras gramaticais da norma padrão, adequada à elaboração de documentos oficiais, deve-se substituir a expressão “na medida que”, na primeira linha do texto, por “à medida que”.

  • 06/04/2019

    5

    IMPESSOALIDADE a) Ausência de marcas individuais de quem comunica; b) Impessoalidade de quem recebe a comunicação; c) Caráter impessoal da mensagem tratada.

    • Ausência de marcas individuais de quem comunica Ainda que se trate de um expediente assinado por Chefe de determinada Secretaria, Departamento, Divisão ou Seção, a comunicação oficial é sempre feita em nome do serviço público. Com isso, mantém-se sua elaboração padronizada e uniforme, ainda que as comunicações oficiais sejam redigidas em diferentes setores da Administração.

    • impessoalidade de quem recebe a comunicação A comunicação oficial pode ser dirigida a um cidadão, sempre concebido como público, ou a outro órgão público. Independentemente dessas possibilidades, sempre haverá um destinatário concebido de forma homogênea e impessoal.

  • 06/04/2019

    6

    • caráter impessoal da mensagem tratada O universo das comunicações oficiais se restringe a questões que dizem respeito ao interesse público. Sendo assim, é natural que NÃO caiba qualquer caráter particular ou pessoal na mensagem tratada.

    QUESTÕES

    1. É correto o que se afirma no período abaixo ? Um dos princípios da redação oficial é a impessoalidade na comunicação de determinado assunto, considerando-se que ela é feita em nome do serviço público para um destinatário entendido como público, portanto, também impessoal.

  • 06/04/2019

    7

    2. Tendo em vista as normas que regem a redação de correspondências oficiais, julgue o item a seguir. O emprego da linguagem técnica, com a utilização de termos específicos de determinada área do conhecimento, deve ser privilegiado em expedientes destinados a órgãos públicos.

    3. Considere as afirmativas seguintes: I. O padrão culto da linguagem é estabelecido por seu

    uso específico nos atos e comunicações oficiais, com preferência por determinadas expressões e formas sintáticas, tendo em vista tratar-se de uma variante da linguagem técnica.

    II. A necessidade de se empregar o padrão culto da língua na redação oficial decorre tanto do caráter público dos atos emitidos quanto de sua finalidade, que é informar os cidadãos com clareza e objetividade.

    É correto o que se afirma em: (A)I, somente. (B) II, somente. (C) I e II. (D) nenhuma das afirmativas.

  • 06/04/2019

    8

    4. Das frases a seguir, retiradas de correspondências oficiais, só uma está corretamente pontuada. Qual? (A) Comunico que a funcionária, teve de suspender as

    férias. (B) Agradecendo a pronta resposta, enviamos cordiais

    saudações. (C) Nesta oportunidade; encaminhamos o material

    solicitado. (D) Vimos solicitar, que nos informe, a data da reunião. (E) O documento em anexo, deve ser analisado pelo Sr.

    Gerente.

    FIGURAS DE PALAVRAS

    As figuras de palavras são divididas em três tipos:

    • figuras de linguagem;

    • figuras de sintaxe;

    • figuras de pensamento.

    Figuras de linguagem – desvio na significação

    o metáfora

    o metonímia

    o catacrese

    o sinestesia

  • 06/04/2019

    9

    METÁFORA emprego de um vocábulo fora de seu significado básico, por conta de uma semelhança.

    Ex.: Ana é uma flor.

    Paulo é um leão.

    Obs.: metáfora ≠ símile

    Ex.: Ele é esperto como uma raposa.

    Outros exemplos de metáforas:

    a) Apesar das vitórias, a estrada ainda será longa e tortuosa. Precisaremos de mais alguns ciclos eleitorais para completar a obra ciclópica de rever integralmente a Constituição.

    b) Um ministro pode fenecer sem dar solução aos problemas. Um ex-ministro, não. É um sábio vitalício. Navega por velhas questões com a virgindade de um noviço.

    METONÍMIA substituição de um nome por outro em virtude de uma semelhança (autor pela obra, concreto pelo abstrato, continente pelo conteúdo, causa pelo efeito e vice-versa...) Ex.: Precisamos ler mais Machado de Assis. Bebemos dez copos. A juventude gosta de novidades. Ganhar o pão nosso de cada dia.

  • 06/04/2019

    10

    CATACRESE emprego impróprio de uma palavra, por não se dispor de palavra própria para designar certos objetos ou ações. Ex.: Cabeça ou dente de alho Pé da mesa Embarcar num trem Enterrar uma agulha na pele

    SINESTESIA quando sensações diferentes se cruzam. Ex.: Doce esperança Rumor cheiroso de uma aurora (Luís Delfino) Cheiro de sono (Carlos Drummond de Andrade)

    QUESTÕES

  • 06/04/2019

    11

    (FGV – 2018) “Por que não te retiras da vida como um comensal já satisfeito, ou te concedes serenamente um tranquilo repouso?”

    É correto afirmar que a oração destacada nessa passagem foi utilizada em sentido A metonímico. B metafórico. C paradoxal. D sinestésico. E hiperbólico.

    (FGV – 2018) “O drama dessas crianças tiradas dos braços de seus pais e mães.” Nesse segmento do texto há um exemplo sublinhado de linguagem figurada denominada: A ironia. B eufemismo. C metáfora. D metonímia. E hipérbole.

    (FGV – 2018) “Como digo repetidas vezes, me valendo do óbvio, a comunicação virtual está em sua pré-história”.

    A utilização do termo “pré-história” mostra um tipo de linguagem figurada denominado: A metáfora; B metonímia; C pleonasmo; D paradoxo; E hipérbole.

  • 06/04/2019

    12

    (FGV – 2018) Ao dizer que “O mundo caminha para um consumo cada vez maior de alimento orgânico”, o autor do texto 1 apela para um tipo de figura de linguagem caracterizada pela: A personificação de seres inanimados; B utilização de um todo significando uma parte; C comparação entre um termo real e um figurado; D repetição enfática de termos; E presença de termos de significação oposta.

    Figuras de sintaxe – desvio na estrutura normal da frase

    o hipé