Fernando Resende Francisco Ferreira Cardoso - pcc.usp.br .FICHA CATALOGRFICA ... polui§£o dos

  • View
    214

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Fernando Resende Francisco Ferreira Cardoso - pcc.usp.br .FICHA CATALOGRFICA ... polui§£o...

  • Boletim Tcnico da Escola Politcnica da USP

    Departamento de Engenharia de Construo Civil

    ISSN 0103-9830

    BT/PCC/485

    Poluio atmosfrica por emisso de materialparticulado: avaliao e controle nos canteiros

    de obras de edifcios.

    Fernando ResendeFrancisco Ferreira Cardoso

    So Paulo - 2008

  • Escola Politcnica da Universidade de So PauloDepartamento de Engenharia de Construo CivilBoletim Tcnico - Srie BT/PCC

    Diretor: Praf. Dr. Ivan Gilberto Sandoval FalleirosVice-Diretor: Praf. Dr. Jos Roberto Cardoso

    Chefe do Departamento: Prof. Dr. Orestes Marracini GonalvesSuplente do Chefe do Departamento: Praf. Dr. Alex Kenya Abiko

    Conselho EditorialProf. Dr. Alex AbikoPraf. Dr. Francisco Ferreira CardosoProf. Dr. Joo da Rocha Lima Jr.Praf. Dr. Orestes Marraccini GonalvesProf. Dr. Paulo HeleneProf. Dr. Cheng Liang Yee

    Coordenador TcnicoProf. Dr. Alex Kenya Abiko

    O Boletim Tcnico uma publicao da Escola Politcnica da USPI Departamento de Engenharia deConstruo Civil, fruto de pesquisas realizadas por docentes e pesquisadores desta Universidade.

    Este texto faz parte da dissertao de mestrado de ttulo "Poluio atmosfrica por emisso dematerial particulado: avaliao e contrale nos canteiros de obras de edifcios iclados", que seencontra disposio com os autores ou na biblioteca da Engenharia Civil.

    FICHA CATALOGRFICA

    RESENDE, FernandoPoluio atmosfrica por emisso de material particulado:

    avaliao e controle nos canteiros de obras de edifcios. - So Paulo:EPUSP, 2008.

    23 p. - (Boletim Tcnico da Escola Politcnica da USP,Departamento de Engenharia de Construo Civil, BT/PCC/485)

    1. Poluio atmosfrica 2. Emisso de material particulado 3. Controle decanteiro de obras 4. Edifcios

    I. CARDOSO, Francisco Ferreira 11. Universidade de So Paulo. EscolaPolitcnica. Departamento de Engenharia de Construo Civil 111. Ttulo IV.Srie

    ISSN 0103-9830

  • 1

    POLUiO ATMOSFRICA POR EMISSO DE MATERIALPARTICULADO: AVALIAO E CONTROLE NOS CANTEIROS DE

    OBRAS DE EDIFCIOS

    RESUMO

    A construo civil a indstria que mais causa impactos ambientais no planeta.Nos canteiros de obras os maiores impactos ambientais esto relacionados aogrande consumo de recursos e grande gerao de poluies que afetam todasociedade. Dentre estas poluies, est a emisso de material particulado naatmosfera, responsvel por uma srie de problemas respiratrios e cardacos,danos flora e fauna, incmodos vizinhana, danos ao solo, gua e qualidade do ar, entre outros aspectos. Em vrios pases, os canteiros de obrasso reconhecidos como uma das principais fontes de poluio por partculas.

    Este trabalho pretende identificar as principais fontes emissoras de materialparticulado entre as diversas atividades de construo e as principaisferramentas de controle de emisso aplicveis aos canteiros de obras deedifcios. Ele realizado com base em compilao de bibliografia nacional einternacional disponvel.

    Como resultado, pretende-se contribuir para a diminuio da poluio porpartculas na atmosfera a partir dos canteiros de obras de edifcios, emconformidade com padres de qualidade do ar estabelecidos pelas autoridadeslocais, atravs da apresentao de ferramentas para identificao, controle,monitoramento e gesto de emisses aplicveis por empresas construtoras.

    Palavras-chave: poluio atmosfrica, material particulado, canteiro de obras,edifcio.

    ABSTRACT

    lhe civil construction is the industry that most causes environmental impacts inthe planet. In the construction sites the greatest environmental impacts arerelated to high consumption of resources and high leveis of pollutionsemissions, affecting the whole society. Among these pollutions, it is theparticulate matter emission in the atmosphere, responsible for heart and lungdiseases, damages to animais, plants, soil, water and air quality and nuisancesto neighbors. In several countries, the construction sites are recognized as oneof the main sources of particle pollution.

    lhis work intends to identify the main emission sources of particulate matteramong the great variety of construction activities and the main particleemissions control tools available for building construction sites. lhe research isbased on compilation of Brazilian and international bibliographies.

    As result, the research intends to contribute to reduce the air particle pollutionfrom construction sites, in compliance with the local authority air quality

  • 2

    standards, through the presentation of tools for identification, control, monitoringand management of emission applicable by contractors firms.

    Keywords: air pollution, particulate matter, construction site, building

    1 INTRODUO

    Entender e colocar em prtica o desenvolvimento sustentvel o grandedesafio do sculo XXI. o incio de uma nova era, assim como foi a RevoluoIndustrial, no h como reverter isso. Se o ser humano no souber sedesenvolver economicamente, atendendo s necessidades da sociedade e emequilbrio com o meio ambiente, o futuro das prximas geraes ser muitodifcil.

    A construo civil tem forte relao com o alcance do desenvolvimentosustentvel seja em escala local, regional, nacional ou global. a indstria quemais causa impactos ambientais (SILVA, 2003). Em todas as suas atividades,seja na fabricao, construo, demolio, reforma, entre outros, soconsumidas grandes quantidades de recursos naturais, gerada grandequantidade de resduos e consumida grande quantidade de energia.

    Sua influncia social e econmica tambm bastante significativa. umagrande fonte geradora de empregos, alm disso, sua atividade est vinculadaao atendimento de necessidades bsicas como habitao, sade, educao,infra-estrutura e interao social. No Brasil e na Europa ela representa 11 % doPIB (SILVA, 2003 e International Council For Research And Innovation InBuilding And Construction -eIB, 1999).

    Sem que haja mobilizao no setor da construo civil, praticamenteimpossvel que haja desenvolvimento sustentvel no mundo. O desafio bastante grande, dado o universo que a construo civil abrange.

    Dentro do pensamento sustentvel as aes devem ser pensadas de maneirasistmica, avaliando todo o ciclo de vida dos produtos gerados. No caso doedifcio, por exemplo, o ciclo de vida envolve desde a concepo, passandopela fabricao, construo, operao, demolio e finalmente pela destinaofinal dos resduos, podendo ser gerados impactos ambientais, sociais eeconmicos relevantes. A escolha de um material que provenha de fontes derecursos no-renovveis, que no seja reciclvel ou desmontvel, queconsuma grande quantidade de energia (seja na fabricao, na construo, naoperao ou na reciclagem), apenas um exemplo da responsabilidade dasescolhas e decises a serem tomadas num ambiente sustentvel.

    Este trabalho se prope a avaliar, dentro do ciclo de vida do edifcio,caractersticas da etapa de construo, mais especificamente do canteiro deobras. Embora seja uma etapa de curto prazo se comparada s demais, seusimpactos so significativos, ainda mais se pensarmos num grande volume deobras, o que uma realidade em muitos pases, incluindo o Brasil.

  • 3

    o canteiro de obras uma indstria, com a diferena que aps a concluso doproduto, quem sai do local a indstria, ficando o produto. Como em muitasindstrias convencionais, h grande consumo de recursos e grande gerao deresduos e poluio, alm de incmodos regio onde est inserida.e aosprofissionais que nela trabalham.

    A poluio e incmodos gerados causam impactos sobre o meio fsico (solo, are gua) sobre o meio bitico (fauna e flora) e sobre o meio antrpico(trabalhador, a vizinhana ou a sociedade em si) (ARAJO; CARDOSO, 2006).

    Entre os aspectos ambientais do canteiro de obras que causam esta poluio eincmodos esto as geraes de resduos perigosos, a emisso de rudos, aemisso de vibrao, lanamento de materiais fragmentados, a emisso dematerial particulado, entre outros (ARAJO; CARDOSO, 2006).

    A poluio e incmodos gerados nos canteiros de obras so reconhecidos pelasociedade em geral, principalmente a poluio sonora, a vibrao e a emissode material particulado.

    O foco deste trabalho a poluio do ar e os incmodos por deposiogerados pela emisso de material particulado a partir dos canteiros de obra.

    Segundo a United States Environmental Protection Agency - US EPA (2006) omaterial particulado caracterizado pela mistura de partculas slidas oulquidas encontradas no ar. Algumas destas partculas podem ser vistas a olhonu, como o caso das poeiras ou resduos, outras somente com uso demicroscpios eletrnicos, como o caso do MP2,5 que so partculas comdimetro de 2,5 micrmetros ou menos e o MP lO so partculas com dimetroentre 2,5 e 10 micrmetros. O material particulado pode ser emitidodiretamente na atmosfera ou se formar na atmosfera a partir de emissesprimrias de gases. As poeiras de construo, por exemplo, so emitidasdiretamente no ar. J os sulfatos, so formados a partir, por exemplo, daemisso de S02 pelas indstrias. As partculas MP lO ou de maior dimetrogeralmente so emitidas diretamente no ar, enquanto as partculas MP2,5geralmente, so formadas por emisses gasosas.

    As partculas MP lO ou de dimetro menor so partculas que representamriscos sade humana e que recebem maior ateno de rgos nacionais einternacionais ligado ao meio ambiente (Companhia de Tecnologia deSaneamento Ambiental - CETESB e US EPA, por exemplo). Tais partculastm facilidade em penetrar nas vias respiratrias e pulmes e estorelacionadas a vrias doenas nos pulmes e corao, levando muitas vezes morte. Muitos problemas de sade esto relacionados longa exposio ouainda exposio diria ou de picos (1 hora, por exemplo), so exemplos: asma,bronquites, alergias, arritmia cardaca e ataques do corao. As crianas eidosos so os mais afetados.

    Alm de serem um problema de sade pblica, o material particulado tambmcausa outros impactos ao meio ambiente como a redu