Click here to load reader

Coeficientes de Exportação e Importação · PDF file 1º Trim/11 1º Trim/12 1º Trim/11 1º Trim/12 Fonte: MDIC Elaboração: FIESP Exportações Importações Saldo 51,2 55,1

  • View
    1

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Coeficientes de Exportação e Importação · PDF file 1º...

  • DEREX Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior Roberto Giannetti da Fonseca Diretor Titular

    Coeficientes de Exportação e Importação

    Resultados do 1º trimestre de 2012

    Maio de 2012

  • DEREX | Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior

    1. Introdução

    2. Contextualização

    3. Coeficientes de Exportação

    4. Coeficientes de Importação

  • Objetivos

    Calcular trimestral e anualmente os Coeficientes de Exportação e Importação (CEI) da indústria brasileira, afim de detectar fenômenos econômicos relacionados à inserção internacional, como:

    � Substituição de importações

    � Substituição da produção doméstica por importações

    � Indícios de desindustrialização

    � Grau de Internacionalização da indústria

  • 2. Contextualização

    3. Coeficientes de Exportação

    4. Coeficientes de Importação

    DEREX | Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior

  • Evolução dos índices de Produção Industrial e Vendas no Varejo

    Cenário de estagnação no setor industrial persiste, enquanto as vendas no varejo mantêm tendência de crescimento...

    (jan/07 = 100)

    Fonte: IBGE Elaboração: FIESP

    80,0

    90,0

    100,0

    110,0

    120,0

    130,0

    140,0

    150,0

    160,0 fe

    v/ 0

    7

    M ai

    A go

    N o

    v

    Fe v

    M ai

    A go

    N o

    v

    Fe v

    M ai

    A go

    N o

    v

    Fe v

    M ai

    A go

    N o

    v

    Fe v

    M ai

    A go

    N o

    v

    fe v/

    1 2

    Índice de Produção Industrial - Ind. Geral (c/ ajuste)

    Índice de Volume de Vendas no Varejo (c/ ajuste)

  • Evolução dos índices de Confiança do Empresário e Expectativa do Consumidor

    O índice de confiança dos empresários registra elevação, enquanto as expectativas dos consumidores permanecem praticamente inalteradas

    (mar/10 = 100)

    Fonte: CNI Elaboração: FIESP

    75,0

    80,0

    85,0

    90,0

    95,0

    100,0

    105,0

    110,0

    115,0 M

    ar

    M ai Ju

    l

    Se t

    N o

    v

    ja n

    /1 1

    M ar

    M ai Ju

    l

    Se t

    N o

    v

    ja n

    /1 2

    M ar

    Índice de Confiança do Empresário Industrial

    Índice de Expectativa do Consumidor

  • Consumo Aparente e Produção Industrial – Indústria Geral

    Consumo aparente deixa de apresentar elevadas taxas de expansão. Mesmo assim, cresce acima da Produção

    Fonte: IBGE Elaboração: FIESP

    (4º Tri/2007=100) 4º

    T 2

    00 7

    1º T

    2 00

    8

    2º T

    2 00

    8

    3º T

    2 00

    8

    4º T

    2 00

    8

    1º T

    2 00

    9

    2º T

    2 00

    9

    3º T

    2 00

    9

    4º T

    2 00

    9

    1º T

    2 01

    0

    2º T

    2 01

    0

    3º T

    2 01

    0

    4º T

    2 01

    0

    1º T

    2 01

    1

    2º T

    2 01

    1

    3º T

    2 01

    1

    4º T

    2 01

    1

    1º T

    2 01

    2

    Consumo aparente Produção Industrial - sem ajuste

  • Redução do superávit comercial total, enquanto o déficit do setor de manufaturas se aprofunda em 19%

    Balança Comercial (US$ bilhões) Total

    Balança Comercial (US$ bilhões) Manufaturas

    Devido à persistente expansão das importações de manufaturados em um ritmo maior que o

    crescimento das exportações, o déficit na Balança Comercial de Manufaturas deverá ultrapassar os

    US$ 100 bilhões em 2012.

    1º Trim/121º Trim/11 1º Trim/121º Trim/11

    Fonte: MDIC Elaboração: FIESP

    Exportações Importações Saldo

    51,2 55,148,1 52,6

    3,2 2,4

    20,0 21,6

    38,8 44,0

    -18,8 -22,4

  • DEREX | Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior

    3. Coeficientes de Exportação

    4. Coeficientes de Importação

  • DEREX | Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior

    Conceito do Coeficiente de Exportação (CE)

    Mensura a participação das exportações na produção total do setor

    Coeficiente de Exportação

    Exportações

    Produção Industrial =

  • 20,8% 21,1% 18,5% 17,9% 17,1% 17,5%

    19,0%

    1º T 06 1º T 07 1º T 08 1º T 09 1º T 10 1º T 11 1º T 12

    CE cresce no 1º tri de 2012, mas continua abaixo dos patamares de 2007

    Evolução Trimestral do Coeficiente de Exportação – Indústria Geral

    Fonte: MDIC; IBGE Elaboração: FIESP

    O Coeficiente de exportação cresceu 1,5 p.p. no 1° trimestre de 2012 em relação ao mesmo

    período de 2011.

  • DEREX | Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior

    18,2% 17,6% 17,1% 17,7% 19,2% 19,5%

    17,5%

    19,9% 20,2% 19,9%

    19,0%

    15,1% 14,9% 14,0%

    14,9%

    16,5% 15,9%

    14,7%

    17,0% 17,1% 16,6% 16,1%

    3º T

    2 00

    9

    4º T

    2 00

    9

    1º T

    2 01

    0

    2º T

    2 01

    0

    3º T

    2 01

    0

    4º T

    2 01

    0

    1º T

    2 01

    1

    2º T

    2 01

    1

    3º T

    2 01

    1

    4º T

    2 01

    1

    1º T

    2 01

    2

    Indústria Geral Indústria de Transformação

    Evolução Trimestral do Coeficiente de Exportação

    Fonte: MDIC; IBGE Elaboração: FIESP

    - 0,9 pp

    -0,5 pp

  • DEREX | Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior

    15 de 33 setores tiveram alta do CE

    18 de 33 setores tiveram queda do CE

    Setores com maiores altas:

    Metalurgia de metais não ferrosos (+11,4 pp)

    Máqs. e equips. p/ extração mineral e construção (+9,8

    pp)

    Ferro-gusa e ferroligas (+8,8 pp)

    Equipamentos de transporte* (+7,0 pp)

    Setores com maiores quedas:

    Fundição e tubos de ferro e aço (-8,6 pp)

    Preparação de couros e artefatos de couro (-7,8 pp)

    Material eletrônico e ap de comunicação (-3,0 pp)

    Calçados (-2,9 pp)

    *Embarcações, veículos ferroviários, motocicletas, motociclos e suas partes e peças, carrocerias e reboques

    Fonte: MDIC; IBGE Elaboração: FIESP

    46,5% 42,8%

    52,8% 45,7%

    40,0%

    51,4%

    1º T 07 1º T 08 1º T 09 1º T 10 1º T 11 1º T 12

    Metalurgia de metais não-ferrosos

    12,3% 8,1%

    28,9%

    18,3% 20,3%

    11,7%

    1º T 07 1º T 08 1º T 09 1º T 10 1º T 11 1º T 12

    Fundição e tubos de ferro e aço

  • DEREX | Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior

    Exportações e Produção Industrial*

    Variação 1T2012 x 1T2011

    Fonte: MDIC; IBGE Elaboração: FIESP

    Setores Selecionados Exportações Prod. Industrial

    Indústria Geral 5,9% -2,5%

    Outros equipamentos de transporte** 67,1% -4,5%

    Produtos têxteis 54,6% -8,0%

    Aeronaves 30,3% 8,7%

    Metalurgia de metais não-ferrosos 28,3% -0,1%

    Máqs. e equips. para extração mineral e construção 22,5% -8,4%

    Tratores e máqs. e equips. para a agricultura 12,1% 7,6%

    Máqs. e equips. para fins industriais e comerciais 7,8% -1,7%

    Ferro-gusa e ferroligas 4,4% -10,9%

    Máquinas, aparelhos e materiais elétricos 2,8% -11,9%

    Automóveis, caminhões e ônibus 2,1% -22,9%

    *Variação relativa a valores em R$ constantes de 2006

    **Embarcações, veículos ferroviários, motocicletas, motociclos e suas partes e peças, carrocerias e reboques

  • DEREX | Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior

    4. Coeficientes de Importação

  • DEREX | Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior

    Conceito do Coeficiente de Importação (CI)

    Coeficiente de Importação

    Importações

    Produção – Exportações + Importações =

    Mensura a participação das importações no consumo aparente do setor

  • 15,5% 17,8% 18,6% 18,0%

    19,9% 21,6% 22,6%

    1º T 06 1º T 07 1º T 08 1º T 09 1º T 10 1º T 11 1º T 12

    CI no 1º trimestre de 2012 atinge o maior nível da série histórica

    Evolução Trimestral do Coeficiente de Importação – Indústria Geral

    Fonte: MDIC; IBGE Elaboração: FIESP

    O Coeficiente de importação cresceu 1,0 p.p. no 1° trimestre de 2012 em relação ao mesmo

    período de 2011.

  • DEREX | Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior

    18,1% 18,7% 19,9%

    20,7%

    22,7% 22,5% 21,6%

    22,9% 23,4% 24,0%

    22,6%

    16,4% 17,2%

    18,6% 19,3%

    21,4% 21,2% 20,4%

    21,5% 22,3% 22,7% 21,6%

    3º T

    2 00

    9

    4

Search related