Caderno2 06 10 15

  • Published on
    23-Jul-2016

  • View
    213

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Transcript

  • CADERNO DOISwww.odebateon.com.br Maca (RJ), tera-feira, 6 de outubro de 2015, Ano XL, N 8830 Fundador/Diretor: Oscar Pires

    O DEBATE DIRIO DE MACA

    Inovaes marcam a arte do gra te em MacaO grafi teiro Marlon Muk apresenta novidades do mundo do grafi te ao exibir cidade a pintura vertical, possibilitando assim que a arte tenha maior visibilidade

    Isis Maria Borges Gomesisismaria@odebateon.com.br

    Regressando da Europa recentemente, o grafi tei-ro Marlon Muk traz de l diversas tcnicas e novidades do mundo do grafi te. E inovan-do sempre, o macaense exibe cidade a pintura vertical, ao utilizar mecanismos para me-lhor aproveitamento de toda a parede, possibilitando assim que a arte tenha maior visibi-lidade. Por outro lado, o artista est produzindo projetos para apresentar a evoluo do grafi te na cidade.Um dos painis de maior vi-

    sibilidade, que vem ganhando muitos aplausos, o da Rua Velho Campos - esquina com Antero Perlingeiro -, pintado nuna parece de oito metros de altura, retratando um pssaro tpico do litoral da Regio Nor-te-Fluminense, usando uma tcnica chamada adesivado, j que no muda a cor do im-vel, mas imprime arte em cores do pssaro.O artista fez outras pinturas

    verticais, destacando-se em es-pecial a da parede da Termel-trica Norte-Fluminense - cari-

    caturas de jogadores de futebol, durante a Copa do Mundo.A receptividade est sendo

    fantstica, com pessoas que passam, tiram fotos e postam em redes sociais, mostrando a minha arte em telas gigantes-cas que acabam virando parte do cotidiano dos macaenses, e tornando Maca uma Galeria de artes a cu aberto, declarou Muk.

    VIAGENS INESQUECVEIS!!!Sempre em busca de novas

    tcnicas, numa fantstica troca de experincias, Muk participou do Meeting of Style da Itlia, em junho, que aconteceu em Milo, onde aprendeu novas tcnicas sobre a pintura vertical. De l, o grafi teiro viajou para o norte da Itlia, na cidade de Gemona, onde participou de um grande festival, colocando em prtica o grafi te vertical. Posteriormen-te, viajou para a Alemanha para participar da Edio do Meeting of Style.Muk confessa que trouxe

    da Europa o sentimento de respeito com o artista, o ca-rinho na recepo que eles tm com os brasileiros, alm da sensacional experincia de

    pintar em murais gigantescos com colegas da Sua, Chicago (Estados Unidos), Eslovnia, Dinamarca, Portugal, entre outros.

    SONHO E AGRADECIMENTOSMarlon Muk ressalta que

    um dos sonhos realizados foi o expressivo mural sobre Maca, pintado em parceria

    com a Prefeitura. Para tanto, o artista desenvolveu um tra-balho de pesquisa junto com a Historiadora Gisele Muniz (Vice-Presidente da Acerco

    e Patrimnio Histrico da Fundao Maca de Cultu-ra, sobre o desenvolvimento econmico e cultural do mu-nicpio.Neste sentido, o mural es-

    t exposto no Ypiranga, com as letras do nome de Maca da seguinte forma: M (narra a primeira atividade econ-mica, a pesca); A (foca os de-senhos geogrfi cos da regio serrana, Pico do Frade); C (representa a atividade cul-tural, os grandes bailes no Ypiranga); A (representa o esporte com jovens jogando basquete); E (mostra a prin-cipal atividade hoje na regio, o petrleo, numa plataforma de petrleo).Foi um trabalho muito im-

    portante para a cidade, onde a populao ficava ansiosa acompanhando cada passo das letras e do processo da pintura, que apresenta as principais atividades econ-micas do municpio, informa.O artista agradece o apoio e

    o incentivo que a Termeltri-ca Norte vem dando a eventos de arte da cidade, inclusive ao mural vertical, que uma ex-tenso do projeto Kolirius.

    Marlon Mukmarlon Muk nasceu artista. Ainda muito jovem, o macaense foi para os grandes centros estu-dar arte. No Rio de Janeiro, fez aula de Desenho no Parque Laje, com grandes artistas. Participou de eventos de grafi te em vrias partes do Brasil, incluindo Santa Catarina, Pernambuco, Cear, Minas Gerais, So Paulo, entre outros.Sua trajetria profissional ini-

    ciou atravs de uma ofi cina de Gra-fi te em So Gonalo (RJ), no ano de 2000. A partir deste momento, pas-sou a ministrar atividades de arte com crianas e jovens macaenses, no Conselho Tutelar e no Criam, iniciando atividades de Grafi te para a juventude.A sua primeira atuao inter-

    nacional foi em 2009 na cidade de Santiago do Chile, participando do maior muro j pintado no mundo, por mais de 200 artistas. Atualmen-te, cursa Comunicao Social na Fa-culdade Salesiana, com nfase em Publicidade e Propaganda e j est

    em preparativos para levar sua ar-te ao Peru, somando assim a oitava participao internacional.

    EVENTOS RECENTESMuk conta que, recentemente,

    ele participou da revitalizao do conteiner da Escola de Surf de Ma-ca, executando uma pintura a con-vite da Odebrecht. A obra aborda a temtica do esporte, dando uma ateno especial ao atual Cam-peo Mundial de Surf, o brasileiro Gabriel Medina.Ele tambm participou da pintu-

    ra comemorativa da Semana Cul-tural da Usina Termeltrica Norte Fluminense. Com tema livre, o ar-tista trabalhou uma fi gura femini-na em que seu cabelo se transforma em vrias borboletas chamando a ateno para o meio ambiente.Outro evento de destaque que par-

    ticipou foi a revitalizao da Praa do Parque Aeroporto, onde pintou uma grande foto de um jovem aniversa-riante, Matheus Rangel, que mora

    prximo praa. Toda a comunida-de participou do processo de execu-o da pintura, e a obra levou muita alegria aos moradores, revelou.Muk contou que integrou o tra-

    balho de revitalizao do bairro Nova Holanda, a convite da Prefei-tura, Secretaria de Assuntos Co-munitrios, tendo pintado cerca de

    sete murais sobre a valorizao da comunidade e a cultura local. Os painis foram de grande impacto, em que retratei trs pescadores em atividade, e os demais painis so brincadeiras de criana enfatizan-do jovens da comunidade, pegando fotos de jovens e levando para as paredes, disse.

  • O DEBATE DIRIO DE MACA2 CADERNO DOIS Maca, tera-feira, 6 de outubro de 2015

    CASA EM PRIMEIRO LUGAR HORSCOPOries (21/03 A 20/04)Somos o que pensamos. Tudo o que somos surge com nossos pensamentos.

    Com nossos pensamentos fazemos o nosso mundo. Por isso, tome cuidado com seus desejos e sonhos.

    Touro (21/04 A 20/05)Seja simptico e cordial com todos. No corra atrs das borboletas; plante uma flor em

    seu jardim e todas as borboletas viro at ela. Pense nisso! Seja cortes acima de tudo.

    Gmeos (21/05 A 20/06)Tenha sempre f e esperana, pois se a chama que est dentro de ti se apagar,

    as almas que esto ao teu lado morrero de frio. Lembre-se que muitas pessoas dependem de voc.

    Cncer (21/06 A 20/07)Nunca minta, isso pode afundar sua vida. Dentre os mais dignos predicados de um

    homem est o saber dizer a verdade. Levante sua cabea e siga seu destino com verdade e sabedoria.

    Leo (22/07 A 22/08)Quem sofre antes de ser necessrio, sofre mais que necessrio. Lembre-se que nos

    cimes existe mais amor prprio do que verdadeiro amor.

    Virgem (23/08 A 22/09)Quando sua escolha consciente, nenhuma repercusso te assusta.

    Quando no , qualquer comentrio te balana.

    Libra (21/09 A 22/10)Voc feliz? No? Sim? Lembre-se que em vo procuramos a verdadeira

    felicidade fora de ns, se no possumos a sua fonte dentro de ns. Voc merece ser feliz.

    Escorpio (23/10 A 21/11)Fuja do pessimismo e no cultive maus pensamentos. Nada to lamentvel e

    nocivo como antecipar desgraas. Levante sua cabea, olhe para frente e seja mais otimista.

    Sagitrio (22/11 A 21/12)No corrigir nossas falhas o mesmo que cometer novos erros. Pense sempre muito

    bem antes de tomar alguma deciso e se tomar a deciso errada, sempre tempo de corrigi-las.

    Capricrnio (22/12 A 21/01)Gandhi j dizia olho por olho, dente por dente... e o mundo acabar cego e

    desdentado!. Saiba perdoar e faa o bem a quem lhe faz o mal.

    Aqurio (21/01 A 18/02)Pare de reclamar! Eis um teste para saber se voc terminou sua misso na

    Terra: se voc est vivo, no terminou. Voc ainda tem muito que fazer nesse mundo.

    Peixes (19/02 A 19/03)Correr riscos, s vezes pode valer pena. Nossas dvidas so traidoras

    e nos fazem perder o que com frequncia, poderamos ganhar, por simples medo de arriscar.

    CRUZADINHA

    Horizontais1. Colocar tampa - (Abrev.) Esco-

    la Superior de Guerra2. Arremeda - Bebida alcolica

    peruana, obtida pela fermenta-o de milho germinado

    3. Perimtrico 4. (Ator egpcio)... Sharif - Via-

    gem realizada com apresenta-es pr-determinadas, geral-mente de um artista

    5. Concordavam, aprovavam6. (Fem.) Amador7. A casca das rvores, dos frutos

    etc - Peladas8. Visitado novamente9. Acrescentar, adicionar, juntar,

    somar, unir - Arbusto seme-lhante ao salgueiro

    10. As trs primeiras letras da pala-vra arara - ... de caixa

    Verticais1. Objeto que serve de modelo ou de medi-

    da - Relativo aos Acrs, ndios tapuias do Rio Corrente, em Gois

    2. Palavra que termina uma orao - Um de dinheiro

    3. Vaso em que arde um fogo simblico - Ocorrer como consequncia, sobrevir:

    4. O mesmo que estilingue5. Memria do computador - (Aglutinao)

    Com as 6. Lquido aromtico, incolor, extremamente

    voltil e inflamvel, que se produz pela desti-lao de lcool com cido sulfrico - (Abrev.) Imposto Sobre Movimentao Financeira

    7. Um movimento de estudantes8. O mesmo que ri - Peixe tambm chamado

    de uaru-uar9. (Gria) Dinheiro - Grande antlope de cor

    pardo-acinzentada-clara,do Norte da frica, Arbia e Sria

    10.Lugar distante - Lquido inodoro e lmpi-do, que se separa do leite, quando este se coagula

    HORIZONTAIS:

    1)TAPAR - ESG; 2)IMITA - SORA; 3)PERIMETRAL; 4)OMAR - TURN; 5)ACEDIAM; 6)AMADORA; 7)CDEA - NUAS; 8)

    REVISITADO; 9)ADIR - OIRAR; 10)ARA - FLUXO.

    VERTICAIS:

    1)