Click here to load reader

Agrupamento de Escolas Do Forte da Casa Escola Básica ...portal.aefc.edu.pt/wp-content/uploads/Planificacoes/Plnm.pdf · indicativo dos verbos regulares e irregulares; perativo

  • View
    214

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Agrupamento de Escolas Do Forte da Casa Escola Básica...

  • Agrupamento de Escolas Do Forte da Casa

    Escola Bsica Padre Jos Rota

    Ano Letivo 2017/2018

    Portugus Lngua no Materna - Nvel de Iniciao A1 e A2 Ensino Bsico e Secundrio

    Planificao Anual

    Docente Isilda Mendes

  • 1

    NOTAS

    A planificao foi elaborada a partir das Orientaes Programticas de Portugus Lngua No

    Materna (PLNM) - Ensino Secundrio1. Os contedos e competncias planificados so dirigidos a alunos

    que se situam nos nveis A1 e A2 de proficincia lingustica, salvaguardando-se a possibilidade de um

    aluno poder estar simultaneamente em diversos nveis de desempenho lingustico.

    A presente planificao flexvel, na medida em que foi feita partindo do pressuposto de que

    haver, por parte do aluno, um ritmo regular na aprendizagem de PLNM. Todavia, fica salvaguardada a

    velocidade de aprendizagem do aluno2 e a possibilidade de este, a qualquer momento do seu processo

    educativo, poder transitar de nvel3. Para a aferio do progresso do discente, o documento-base o

    Quadro Europeu Comum de Referncia para as Lnguas4.

    OBJETIVOS

    Objectivo geral

    - Oferecer condies equitativas para assegurar a integrao efetiva dos alunos, cultural, social e acadmica, independentemente da sua lngua, cultura, condio social, origem e idade. Objectivos especficos:

    Domnio oral e escrito da lngua portuguesa como lngua veicular;

    Desenvolvimento de uma progressiva autonomia pessoal no mbito escolar e social;

    Integrao efectiva dos alunos no currculo nacional e em qualquer nvel ou modalidade de ensino;

    Promoo do sucesso educativo e desenvolvimento de uma cidadania activa.

    1 Cf. Orientaes Programticas de Portugus Lngua No Materna - Ensino Secundrio, Abril de 2008. 2 Cf. Orientaes, p. 8. 3 Cf. Orientaes, p. 32. 4 Cf. Orientaes, p. 44 e seguintes.

  • 2

    COMPETNCIAS A1

    COMPETNCIAS NUCLEARES1

    ORALIDADE

    1. Compreenso

    Identificar os tpicos de mensagem breves produzidas pausadamente.

    Reter as linhas temticas centrais de um breve texto expositivo oral (proferido ou lido pelo professor; gravado em registo udio ou vdeo).

    2. Produo

    Explorar/explicitar unidades de contedo ouvidas ou lidas.

    Aperfeioar a articulao, entoao e ritmo do portugus padro, atravs de recitao de quadras populares, letras de canes, etc.

    Ler textos em voz alta com correco progressiva ao nvel da articulao, pronncia e expressividade.

    Reproduzir oralmente o contedo de enunciados escritos (do prprio aluno ou no).

    Explicitar dados visuais (quadros, tabelas, esquemas).

    Descrever imagens (fotografias, gravuras).

    Apresentar resumidamente de informao com recurso a suporte de imagem (quadro, powerpoint). 3. Interao

    Formular respostas breves a perguntas orais.

    Trocar informao em conversaes sobre questes relacionadas com assuntos conhecidos ou de interesse pessoal (conversa sobre assuntos do dia-a-dia, descrio de reaes, etc.).

    COMPREENSO ESCRITA

    Detetar as palavras-chave do texto.

    Reconhecer analogias temticas em excertos breves e simples.

    Detetar a funo dos conectores de adio (igualmente, do mesmo modo, assim como, para alm de) e ordenao (primeiramente, de seguida, posteriormente, depois, finalmente, por ltimo).

    Recorrer eficazmente a dicionrios elementares de lngua portuguesa.

    Reconhecer a estrutura do enunciado assertivo: - padres de ordem dos constituintes - verbos copulativos, verbos de estado, verbos de atestao (apresentar-se; revelar; aparentar; mostrar, etc.).

    Construir esquemas a partir de testos breves (diagramas, tabelas, rvores)

    Reconhecer os termos gerais do domnio das cincias sociais e do domnio das cincias exactas

    Comparar as lnguas (ingls, francs e portugus), no que respeita a termos da especialidade.

    Detetar a funo dos principais verbos de instruo em contexto de resposta a provas/testes (transcrever, indicar, sublinhar, apontar, destacar, assinalar, enumerar, justificar, fundamentar, etc.)

    PRODUO ESCRITA

    Aplicar as regras bsicas de acentuao (palavras esdrxulas e graves).

    Dominar as formas convencionais bsicas de escrita: alfabeto, pontuao, paragrafao.

    Reproduzir por escrito informao simples escrita e oral.

    Dominar as regras ortogrficas elementares.

    Construir frases usando termos-chave recm-adquiridos.

    Completar esquemas frsicos baseados em vocabulrio simples e recorrente.

    Reescrever encadeamentos frsicos simples a partir de modelos dados.

    Planificar por escrito atividades que dizem respeito ao universo escolar.

    1 Cf. Orientaes, p. 17.

  • 3

    A2

    COMPETNCIAS NUCLEARES1

    ORALIDADE

    1. Compreenso

    Detetar os principais tpicos em sequncias dialogais produzidas por pelo menos dois interlocutores (interaces quotidianas orais, debate, entrevista).

    Detetar a funo das propriedades prosdicas: altura, durao intensidade. 2. Produo

    Aperfeioar a articulao, entoao e ritmo do portugus padro, atravs de recitao de quadras populares, letras de canes, etc.

    Ler textos em voz alta com correco progressiva ao nvel da articulao, pronncia e expressividade.

    Aperfeioar a fluncia oral atravs da participao em pequenas dramatizaes ou dilogos encenados.

    Reproduzir oralmente o contedo de enunciados escritos (do prprio aluno ou no).

    Reelaborar segmentos orais (ex. reproduo de relatos).

    Explicitar dados visuais (quadros, tabelas, esquemas).

    Descrever imagens (fotografias, gravuras).

    Apresentar brevemente uma questo/problema/conceito com recurso a suporte de imagem. 3. Interao

    Trocar informao em conversaes sobre questes relacionadas com assuntos conhecidos ou de interesse pessoal (conversa sobre assuntos do dia-a-dia, descrio de reaes, etc.).

    Solicitar esclarecimentos com recurso aos processos mais comuns de cortesia.

    Apresentar opinies prprias/pessoais atravs de recurso recorrente a verbos como considero, penso, julgo, acho, suponho, acredito, etc.; a oraes completivas e a formulaes, como sou de opinio, em meu entender, na minha perspetiva, tanto quanto me dado saber, etc.

    COMPREENSO ESCRITA

    Reconhecer analogias e contrastes temticos em excertos relativamente longos e complexos.

    Detetar a funo dos conectores de causa-consequncia (da que, portanto, por conseguinte), de semelhana (do mesmo modo, igualmente), de concluso (em sntese, enfim, definitivamente).

    Detetar a funo dos conectores de expanso de tpico (com efeito, sem dvida, deste modo...) de restrio de tpico (pelo menos, no mnimo) de oposio (em contrapartida, pese embora).

    Interpretar textos escritos que reproduzam sequncias dialogais (entrevista).

    Agrupar, no texto em estudo, palavras da mesma famlia, campo lexical e ao mesmo campo semntico.

    Reconhecer as principais funes dos tempos e modos verbais, (presente, pretrito perfeito, simples e composto, imperfeito e futuro - perfrase verbal).

    Recorrer eficazmente a dicionrios gerais e de especialidade.

    Distinguir entre previses ( possvel/provvel que Supe-se que) e constataes (De facto No h dvida de que inegvel que+ modo indicativo).

    Reconhecer bases gregas e latinas nos processos composicionais e de recorrncias de processos derivacionais como meio de memorizao/associao de palavras.

    Reconhecer os itens de uma referncia bibliogrfica.

    Reconhecer os termos-chave de cada uma das reas cientficas visadas no currculo.

    Reconhecer os contextos de ocorrncia dos termos-chave de um domnio cientfico, tecnolgico ou profissional.

    Comparar as lnguas (ingls, francs e portugus), no que respeita a termos da especialidade.

    Detetar a funo dos principais verbos de instruo em contexto de resposta a provas/testes (transcrever, indicar, sublinhar, apontar, destacar, assinalar, enumerar, justificar, fundamentar, etc.)

    PRODUO ESCRITA

    Dominar as regras ortogrficas elementares.

    Participar em atividades de escrita coletiva para promoo de entreajuda nos processos de planificao e elaborao de rascunhos.

    Construir sequncias de enunciados breves originais (no memorizados).

    1 Cf. Orientaes, p. 17.

  • 4

    Dominar cadeias de referncias pelo recurso a expresses referencialmente dependentes (pronominalizao, anfora e correferncia).

    Dominar os processos de estabelecimento de tpicos de segmentos textuais (nominalizaes, recurso a determinantes artigos definidos e demonstrativos, por exemplo: Foram apresentadas vrias hipteses Nesta apresentao).

    Autocorrigir-se e reformular as seces do texto produzido.

    Dominar os mecanismos de coeso temporal: encadeamentos recorrentes de tempos verbais e recurso aos principais advrbios e locues adverbiais de tempo.

    Produzir diferentes sequncias textuais (narrativa, descritiva, expositiva, argumentativa, instrucional), tendo em conta as especificidades prprias do processo de escrita, a partir de temas e tpicos precisos e especficos, proporcionados por materiais audiovisuais ou artigos de imprensa ou imagens (fotografias, gravuras, cartazes publicitrios).

    Redigir textos de carcter autobiogrfico (memrias, dirio, cartas informais, e-mail).

    Produzir respostas por escrito, atravs de frases simples, em questionrios sobre temas gerais de um domnio cientfico, tecnolgico ou profissional.

    Usar unissemicamente os principais termos gerais e especficos de cada uma das reas cientficas visadas no currculo.

    ATITUDES E VALORES

    Responsabilidade (assiduidade, pontualidade, cumprimento de tarefas estabelecidas, respeito

    pelas regras estabelecidas e negociadas, ...)

    Autonomia

    Interesse, empenhamento e persistncia

    Relacionamento interpessoal (cooperao, respeito, tolerncia, solidariedade,...)

    Esprito crtico e iseno

  • 5

    COMPETNCIA COMUNICATIVA / CONTEDOS DE APRENDIZAGEM

    Macro-

    -competncias

    Actos discursivos

    Contedos

    Lxico-semntica

    Morfologia / Sintaxe

    Fontica / Fonologia

    Co

    mp

    ree

    ns

    o O

    ral

    / P

    rod

    u

    o O

    ral

    Inte

    rac

    o

    Co

    mp

    ree

    ns

    o /

    Pro

    du

    o e

    scri

    ta

    Apresentar-se/apresentar outras pessoas em situao formal e informal Cumprimentar/saudar/despedir-se Dar/pedir instrues Dar informaes de carcter pessoal Localizar Descrever lugares Pedir informaes sobre lugares Reservar um quarto no hotel Perguntar e dizer as horas Pedir no caf/restaurante e noutra lojas Falar de aces da vida quotidiana Falar de aces que decorrem no momento Expressar preferncia Convidar/aceitar/recusar Pedir desculpa Falar de actividades dos tempos livres Concordar/discordar Escrever uma carta Fazer planos Falar de passatempos e das frias Sugerir Falar sobre o tempo Aconselhar Comparar pases e hbitos Fazer compras Perguntar preos Pedir artigos em lojas Descrever uma cidade Ir ao mdico

    Dados pessoais: nome; apelido; data de nascimento; idade; morada; nacionalidade; estado civil

    Famlias: graus de parentesco Marcadores sociolingusticos de saudao, apresentao e

    despedida Pases /cidades A cidade: bairro; ruas, avenidas, praas; lojas; escola;

    mobilirio urbano A escola: espaos escolares; agentes educativos estatutos e

    funes; objectos da sala de aula; disciplinas do currculo; actividades de aula

    A casa: partes; moblia; utenslios domsticos O tempo: estado do tempo; partes do dia; dias da semana;

    meses; estaes; pocas festivas; rotina diria Refeies: comida e bebidas; a ementa Meios de transporte Passatempos Convites

    Servios: correios; banco; farmcia; consultrio mdico (especialidades mdicas, sintomas); telefones

    Pronomes pessoais: formas

    de sujeito Verbos: presente do

    indicativo dos verbos regulares e irregulares;

    verbos reflexos; usos especficos de ser e estar

    Artigos definidos Frases afirmativas /

    negativas / interrogativas Forma afirmativa e forma

    negativa

    Advrbios e locues adverbiais Preposies e locues

    prepositivas de uso mais frequente

    Numerais Adjectivos: grau normal;

    comparativo; superlativo

    Pronomes/determinantes:

    possessivos, interrogativos

    O alfabeto, ditongos e outros sons especficos do portugus

  • 6

    Macro-

    -competncias

    Actos discursivos

    Contedos

    Lxico-semntica

    Morfologia / Sintaxe

    Fontica / Fonologia

    Co

    mp

    ree

    ns

    o O

    ral

    / P

    rod

    u

    o O

    ral

    Inte

    rac

    o

    Co

    mp

    ree

    ns

    o /

    Pro

    du

    o e

    scri

    ta

    Descrever pessoas Aconselhar e dar instrues Indicar direces Reconhecer instrues Seguir um mapa Defender pontos de vista Argumentar Falar de festas populares e tradies Escrever uma carta Relatar factos passados, presente e futuros Falar de experincias Apresentar caractersticas profissionais Falar dos objectivos e interesses

    profissionais Falar da experincia pessoal Enfrentar uma entrevista Fazer e responder a inquritos Expressar agrado ou desagrado Analisar as dificuldades de adaptao a

    um novo pas ou cultura

    Descries fsicas e psicolgicas Sade Instrues Publicidade

    Indicao de direces Festas e tradies Hbitos Corpo humano Vesturio e calado Frmulas de cortesia

    Experincias pessoais: memrias; planos e projectos

    Tempos livres: lazer; desporto; viagens Relatos biogrficos Profisses O curriculum vitae

    A entrevista Manifestaes artsticas Pesos e unidades de medida - O pas: sistema poltico portugus; diversidade geogrfica

    Verbos: pretrito perfeito e

    futuro imperfeito do indicativo dos verbos regulares e irregulares; modo imperativo

    Advrbios e locues adverbiais

    Preposies e locues

    prepositivas de uso mais frequente

    Verbos de estado vs

    verbos de aco

    Verbos: pretrito imperfeito do indicativo dos verbos regulares e

    irregulares; se apassivante Advrbios e locues adverbiais Preposies e locues

    prepositivas de uso mais frequente

    Pronomes relativos

    Pronomes pessoais: formas de complemento directo e indirecto

    Frase complexa:

    estruturas de coordenao e subordinao mais frequentes

    Sons especficos do portugus

  • 8

    MODALIDADES DE AVALIAO

    Formal e informal

    Diagnstica

    Formativa

    Sumativa

    Autoavaliao

    Observao directa, tendo em conta: - compreenso e expresso oral - compreenso e expresso escrita.

    INSTRUMENTOS DE AVALIAO

    A atribuio de uma classificao ao aluno dever decorrer dos vrios dados recolhidos em

    momentos de avaliao formais e informais, entre os quais constaro a avaliao de vrias produes, tais como a elaborao do Porteflio Europeu das Lnguas, projectos de escrita e de leitura, trabalhos realizados fora da sala de aula, caderno dirio, etc. Sero usados os seguintes instrumentos:

    listas de verificao

    escalas de classificao (numricas, de frequncia e descritivas)

    grelhas de observao testes objectivos (exerccios de escolha mltipla, de associao, de alternativa verdadeiro/falso, de completamento) e testes no objetivos (resposta curta)

    MATERIAIS

    Revistas

    Jornais

    Bandas desenhadas

    Manuais escolares Portugus Lngua No Materna

    Glossrios elaborados pelos professores das outras disciplinas

    Dicionrios

    Material audiovisual

    Listas de vocbulos

    Internet

  • Agrupamento de Escolas Do Forte da Casa

    Escola Bsica Padre Jos Rota

    Ano Letivo 2016/2017

    Portugus Lngua no Materna - Nvel Intermdio B1 Ensino Bsico e Secundrio

    Planificao Anual

    Docente Isilda Mendes

  • 1

    NOTAS

    A planificao foi elaborada a partir das Orientaes Programticas de

    Portugus Lngua No Materna (PLNM) - Ensino Secundrio1. Os contedos e

    competncias planificados so dirigidos a alunos que se situam no nvel B1 de

    proficincia lingustica, salvaguardando-se a possibilidade de um aluno poder

    estar simultaneamente em diversos nveis de desempenho lingustico.

    A presente planificao flexvel, na medida em que foi feita partindo do

    pressuposto de que haver, por parte do aluno, um ritmo regular na

    aprendizagem de PLNM. Todavia, fica salvaguardada a velocidade de

    aprendizagem do aluno2 e a possibilidade de este, a qualquer momento do seu

    processo educativo, poder transitar de nvel3. Para a aferio do progresso do

    discente, o documento-base o Quadro Europeu Comum de Referncia para as

    Lnguas4.

    OBJECTIVOS

    Objectivo geral

    Oferecer condies equitativas para assegurar a integrao efetiva dos alunos, cultural, social e acadmica, independentemente da sua lngua, cultura, condio social, origem e idade.

    Desenvolver as diferentes competncias e assegurar uma progressiva confluncia com os objectivos e contedos do programa de Portugus LM, designadamente no que toca ao domnio metalingustico e metadiscursivo.

    Objectivos especficos:

    Domnio oral e escrito da lngua portuguesa como lngua veicular;

    Desenvolvimento de uma progressiva autonomia pessoal no mbito escolar e social;

    Integrao efectiva dos alunos no currculo nacional e em qualquer nvel ou modalidade de ensino;

    Promoo do sucesso educativo e desenvolvimento de uma cidadania activa.

    1 Cf. Orientaes Programticas de Portugus Lngua No Materna - Ensino Secundrio, Abril de 2008. 2 Cf. Orientaes, p. 8. 3 Cf. Orientaes, p. 32. 4 Cf. Orientaes, p. 44 e seguintes.

  • 2

    COMPETNCIAS

    COMPETNCIAS NUCLEARES1

    ORALIDADE

    1. Compreenso

    Detetar a funo das propriedades prosdicas: altura, durao intensidade.

    Apurar a informao especfica/parcelar; detectar o objectivo comunicacional nuclear de

    discursos orais em registo udio ou vdeo: notcia, comentrio radiofnico, excerto de programa com entrevista ou conversao, publicidade televisiva, etc.)

    Reconhecer/identificar a temtica pela exposio a duas ou mais verses textuais de

    um mesmo problema/questo. (Ex.: recurso a excertos televisivos/radiofnicos que patenteiam diferentes tratamentos de um mesmo contedo informativo).

    Reconhecer os principais termos gerais e especficos de cada uma das reas cientficas

    visadas no currculo.

    2. Produo

    Aperfeioar a fluncia oral atravs da participao em pequenas dramatizaes ou dilogos encenados.

    Reelaborar segmentos orais (ex. reproduo de relatos).

    Reelaborar de um dado tpico (a partir de um texto escrito ou oral).

    Recontar histrias a partir de input oral ou escrito (com base em notas, em tpicos, em palavras-chave, etc.)

    Descrever de forma interpretativa imagens (fotografias, gravuras).

    Comentar de forma interpretativa o texto publicitrio (cartaz, publicidade televisiva, publicidade na Internet).

    Apresentar uma questo/problema/conceito sem recurso a suporte de imagem.

    Apresentar informao estruturada a partir de notas.

    3. Interaco

    Solicitar esclarecimentos com recurso aos processos mais comuns de cortesia.

    Apresentar opinies prprias/pessoais atravs de recurso recorrente a verbos como

    considero, penso, julgo, acho, suponho, acredito, etc.; a oraes completivas e a formulaes, como sou de opinio, em meu entender, na minha perspectiva, tanto quanto me dado saber, etc.

    Dominar as estratgias subjacentes a uma discusso formal/regulada: - frmulas de abertura/fechamento; (ex. Por favor Como est?... ; At prxima) - frmulas de assentimento/contraposio; (ex. certo que ;H que reconhecer que; No podemos aceitar que; impensvel/inadmissvel que); - operaes para dar/tomar a palavra; (Gostaria de afirmar; S queria dizer o seguinte; Sobre esse aspecto gostaria de acrescentar que) - operaes de retoma atravs da parfrase/sumrio do que o outro interventor acabou

    de dizer (Segundo o meu colega; O meu colega defende que a posio assumida pelo meu colega a de que)

    Realizar uma entrevista, com recurso a guio previamente elaborado pelo aluno

    1 Cf. Orientaes, p. 17.

  • 3

    COMPREENSO ESCRITA

    Reconhecer analogias e contrastes temticos em excertos relativamente longos e

    complexos.

    Detetar a funo dos conectores de expanso de tpico (com efeito, sem dvida, deste modo...) de restrio de tpico (pelo menos, no mnimo) de oposio (em contrapartida, pese embora).

    Detectar a funo dos conectores de premissa-concluso (Se ento; Considerando/Assumindo que pois possvel concluir que)

    Deduzir o significado de palavras desconhecidas em contexto atravs da focagem em:

    - equivalncias/contrastes vocabulares (hiperonmia; hiponmia; meronmia;

    antonmia); - sequncias de elaborao/expanso;

    - sequncias de exemplificao.

    Detectar as principais linhas temticas a partir da leitura de textos escritos variados (notcia; pequenos artigos de apreciao crtica sobre exposies, espectculos, etc.;

    memrias, dirios, autobiografias; cartas informais).

    Interpretar o texto publicitrio: cartaz, publicidade impressa, publicidade na Internet).

    Interpretar textos escritos que reproduzam sequncias dialogais (entrevista).

    Apurar os principais eixos temticos em textos ou fragmentos de textos literrios (conto, poema, texto de teatro) e da literatura tradicional de transmisso oral (conto

    popular, lengalengas, trava-lnguas, adivinhas) acessveis, pela sua dimenso e

    vocabulrio.

    Reconhecer registos de lngua (formal, no formal).

    Agrupar, no texto em estudo, palavras da mesma famlia, campo lexical e ao mesmo campo semntico.

    Diferenciar os modos de relato do discurso (directo e indirecto); identificar os verbos

    que referem o acto de dizer (declarar, afirmar, comunicar, etc.).

    Conhecer os valores mais prototpicos das preposies simples mais frequentes

    Identificar os pronomes clticos (ex: Ningum lhe telefonou hoje; Vi-o ontem).

    Reconhecer alguns casos de omisso do determinante artigo definido e indefinido.

    Reconhecer as principais funes dos tempos e modos verbais, (presente, pretrito perfeito, simples e composto, imperfeito e futuro - perfrase verbal).

    Recorrer eficazmente a dicionrios gerais e de especialidade

    Recorrer adequadamente s vrias componentes de uma publicao para obteno de

    informao prvia: ndice geral, ndice remissivo, glossrio, ttulos, notas de rodap,

    etc.

    Distinguir entre previses ( possvel/provvel que Supe-se que) e constataes (De facto No h dvida de que inegvel que+ modo indicativo).

    Reconhecer bases gregas e latinas nos processos composicionais e de recorrncias de

    processos derivacionais como meio de memorizao/associao de palavras.

    Catalogar informao/procedimentos de documentao: organizar fichas de leitura; elaborar referncias bibliogrficas; arquivar criteriosamente diferentes materiais de

    estudo.

    Seleccionar dados de pormenor pertinentes a partir da consulta de: - verbete de dicionrio de especialidade

    - entrada de enciclopdia;

    - excertos de manual escolar; - excertos de sites de especialidade.

    Reconhecer os itens de uma referncia bibliogrfica.

    Detectar o assunto e pertinncia do artigo/obra a partir do ttulo, subttulo, resumo,

    introduo, ndice, glossrio, recenso.

    Reconhecer os termos-chave de cada uma das reas cientficas visadas no currculo.

    Reconhecer os contextos de ocorrncia dos termos-chave de um domnio cientfico, tecnolgico ou profissional.

  • 4

    Comparar as lnguas (ingls, francs e portugus), no que respeita a termos da

    especialidade.

    Detectar a funo dos principais verbos de instruo em contexto de resposta a provas/testes (transcrever, indicar, sublinhar, apontar, destacar, assinalar, enumerar, justificar, fundamentar, etc.)

    PRODUO ESCRITA

    Dominar cadeias de referncias pelo recurso a expresses referencialmente dependentes (pronominalizao, anfora e correferncia).

    Dominar os processos de estabelecimento de tpicos de segmentos textuais (nominalizaes, recurso a determinantes artigos definidos e demonstrativos, por

    exemplo: Foram apresentadas vrias hipteses Nesta apresentao). Autocorrigir-se e reformular as seces do texto produzido.

    Dominar as tcnicas de redaco de:

    - sumrio, relatrio, resposta em provas/testes/exerccios no adaptados

    Dominar os principais processos de composio discursiva: justificao, demonstrao, exemplificao, generalizao, especificao, classificao, inventariao, avaliao, etc.

    Dominar os procedimentos de reelaborao textual sobre um mesmo tema a partir de

    dois pontos de vista distintos.

    Dominar os mecanismos de coeso temporal: encadeamentos recorrentes de tempos verbais e recurso aos principais advrbios e locues adverbiais de tempo.

    Produzir diferentes sequncias textuais (narrativa, descritiva, expositiva, argumentativa,

    instrucional), tendo em conta as especificidades prprias do processo de escrita, a partir de temas e tpicos precisos e especficos, proporcionados por materiais

    audiovisuais ou artigos de imprensa ou imagens (fotografias, gravuras, cartazes

    publicitrios).

    Redigir textos de carcter autobiogrfico (memrias, dirio, cartas informais, e-mail). Produzir respostas por escrito, atravs de frases simples, em questionrios sobre temas

    gerais de um domnio cientfico, tecnolgico ou profissional.

    Recorrer de forma apropriada a verbos e expresses de clculo, de fundamentao, de

    confrontao, de indicao de valores, de concluso.

    Usar unissemicamente os principais termos gerais e especficos de cada uma das reas cientficas visadas no currculo.

    ATITUDES E VALORES

    Responsabilidade (assiduidade, pontualidade, cumprimento de tarefas estabelecidas,

    respeito pelas regras estabelecidas e negociadas, ...)

    Autonomia

    Interesse, empenhamento e persistncia

    Relacionamento interpessoal (cooperao, respeito, tolerncia, solidariedade,...)

    Esprito crtico e iseno

  • 5

    PROGRAMA

    Macro-

    -competncias

    Actos discursivos

    Contedos

    Lxico-semntica

    Morfologia / Sintaxe

    Fontica / Fonologia

    Co

    mp

    ree

    ns

    o O

    ral

    / P

    rod

    u

    o O

    ral

    Inte

    rac

    o

    Co

    mp

    ree

    ns

    o /

    Pro

    du

    o e

    scri

    ta

    - Produzir enunciados escritos que integram modelos e tcnicas de escrita - Compreender, de forma geral e pormenorizada, sequncias gravadas/filmadas, conversacionais, ou no - Produzir enunciados orais e escritos sobre temas da actualidade, assuntos conhecidos ou de interesse pessoal, a partir de sequncias audiovisuais - Interpretar sequncias da imprensa

    escrita - Compreender sequncias discursivas em que so dadas opinies, se assumem pontos de vista, etc. - Interpretar, oralmente e por escrito, imagens - Pronunciar-se, oralmente e por escrito, sobre o texto publicitrio

    - Compreender sequncias discursivas produzidas por, pelo menos, dois interlocutores que tomam a palavra vez - Compreender e produzir enunciados, orais e escritos, sobre textos de carcter autobiogrfico ou pessoais

    1. Estudo de vocabulrio referente s sequncias enunciadas seguidamente:

    Reconto, relato, resumo

    Noticirios (radiofnicos ou televisivos), filmes ou extractos de filmes, documentrios ou extractos de documentrios, videoclips

    Notcia

    Artigos de apreciao crtica (sobre exposies, espectculos, sociedade)

    Lxico decorrente da interpretao de: fotografias, pinturas Cartaz, publicidade televisiva, publicidade na Internet

    Interaces quotidianas orais, debate,

    Entrevista

    Dirio, memrias, autobiografia, carta (informal)

    Conto, poesia, texto de teatro

    Conto popular, lengalengas, trava-lnguas, adivinhas

    Composio

    2. Sistematizao da semntica lexical estudada nas sequncias descritas: Polissemia

    Registos de lngua (formal, no formal) Modos de relato do discurso (direto e indireto); verbos que referenciam o ato de dizer (declarar, afirmar, comunicar, etc.) Preposies simples mais usadas Identificao dos pronomes pessoais formas tonas; sua posio na frase Regras bsicas de acentuao (palavras esdrxulas e graves) Casos de omisso do determinante artigo definido e indefinido Modo indicativo, conjuntivo, imperativo (afirmativa/negativa) Tempos verbais de verbos regulares e irregulares: presente, pretrito perfeito, simples e composto, imperfeito, futuro perfrase verbal; forma nominal: infinitivo pessoal Advrbios e locues adverbiais com valor temporal Relaes de subordinao: frases concessivas, consecutivas, comparativas, causais, condicionais, finais e temporais Pontuao de pequenos textos Ortografia

    Frase afirmativa/negativa

    Correspondncia fonema/grafema Slabas tonas e tnicas Unidades fnicas bsicas Entoao Nvel prosdico (altura, durao, intensidade dos sons) Constituintes prosdicos: frase fonolgica, entoao; frases declarativa, interrogativa, imperativa, exclamativa

  • 6

    - Interpretar pequenos textos ou excertos literrios, com vocabulrio acessvel, e cuja temtica seja do interesse do aluno - Interpretar pequenos textos da literatura tradicional de transmisso oral - Redigir pequenos textos, a partir de temas e tpicos muito precisos, do interesse do aluno

    - Propriedades semnticas em palavras que estabelecem entre si relaes semnticas, fonticas e grficas: -hiperonmia/hiponmia; - holonmia/meronmia; -sinonmia/antonmia; -homonmia, homofonia, homografia e paronmia. Campo lexical/campo semntico

    Palavras da mesma famlia etimolgica

    Extenso semntica (novos sentidos que as palavras adquirem)

    Tempo/aspecto verbais

    Formas de tratamento, regras de cortesia

  • 8

    MODALIDADES DE AVALIAO

    Formal e informal

    Diagnstica

    Formativa

    Sumativa

    Autoavaliao

    Observao directa, tendo em conta: - compreenso e expresso oral - compreenso e expresso escrita.

    INSTRUMENTOS DE AVALIAO

    A atribuio de uma classificao ao aluno dever decorrer dos vrios dados recolhidos em

    momentos de avaliao formais e informais, entre os quais constaro a avaliao de vrias produes, tais como a elaborao do Porteflio Europeu das Lnguas, projectos de escrita e de leitura, trabalhos realizados fora da sala de aula, caderno dirio, etc. Sero usados os seguintes instrumentos:

    listas de verificao

    escalas de classificao (numricas, de frequncia e descritivas)

    grelhas de observao

    testes objectivos (exerccios de escolha mltipla, de associao, de alternativa verdadeiro/falso, de completamento)

    testes no objectivos (resposta curta)

    MATERIAIS

    Revistas

    Jornais

    Bandas desenhadas

    Manuais escolares Portugus Lngua No Materna

    Glossrios elaborados pelos professores das outras disciplinas

    Dicionrios

    Material audiovisual

    Listas de vocbulos

    Internet