Click here to load reader

Verão haikai renga

  • View
    438

  • Download
    2

Embed Size (px)

Text of Verão haikai renga

  • VERO haikai renga 2014 - 2015

    SUMMER haiku linkedrenga

  • VERO haikai (renga 2014 - 2015)Jos Marins editor

    autores:A. A. de Assis - Maring - PRAlexander Pasqual - Belo Horizonte - MGAlvaro Posselt - Curitiba - PRAmauri Solon - Rio de Janeiro - RJBenedita Azevedo - Mag - RJCarlos Viegas - Braslia - DFElisa Campos - So Paulo - SPJos Marins - Curitiba - PRJos Tucn - Curitiba - PRRosalva Brsch - Curitiba - PRSrgio Pichorim - S. Jos dos Pinhais - PRSuzana Lyra Strapasson - Curitiba - PR

  • VERO haikai renga 2014 - 2015

    Adota-se neste trabalho a noo geral de renga (haikai encadeado): ao terceto de 5/7/5 slabas liga-se um dstico de 7/7 slabas. Em VERO haikai, os doze poetas receberam 36 temas, divididos em trs momentos: tempo e vivncias, fauna e flora, e, sem que soubessem de quem eram os

    versos, responderam com os dsticos, formando o encadeamento. Privilegia-se a parceria colaborativa e o encontro entre colegas. Como o vero luz e cores, escolheu-se os

    lpis de cor para represent-lo. O que importa o senso ldico, a brincadeira. Espera-se que sua leitura tambm o seja.

    Jos Marins (editor)

  • Ufa, caloro.Paulista agradece aos cus

    uns pingos de chuva.

    a. a. de assis

    Na vinte e cinco de marosufoco de fim-de-ano.

    srgio pichorim

  • o vero chegousaudades de viajarno banco de trs

    alexander pasqual

    crianas cantarolandocom os ps para o cu

    suzana lyra strapasson

  • Passa a chuvarada --Do alto da rua desceuma correnteza

    alvaro posselt

    hora de erguer as travesdo futebol dos meninos

    rosalva brsch

  • sol depois da chuva de repente o arco-irispor trs das montanhas

    amauri solon

    A vista alcana to longe...Onde est o pote de ouro?

    jos tucn

  • Cu avermelhado Ao poente de veroa Serra dos rgos.

    benedita azevedo

    fim de tarde em minha terraquando voltarei a v-lo

    jos marins

  • noite de veroa serra escura ao longeo luar revela

    carlos viegas

    risca a folha de douradoo lento caminhar da lesma

    elisa campos

  • ah, tomar a fresca na janela escancarada

    o gato nem pisca

    elisa camposespalhadas pela casamuitas latas de cerveja

    carlos viegas

  • oh, pobre Noelat nas fotografias brilha seu suor

    jos marins

    a festa da crianadano ptio da igrejinha

    benedita azevedo

  • Folhas de papelsubitamente voam O ventilador!

    jos tucon

    poemas da adolescncia carregados pelo tempo

    amauri solon

  • a bela garotaesconde atrs do lequeum sorriso maroto

    rosalva brsch

    o perfume na camisadepois de um abrao longo

    alvaro posselt

  • completo a malapara a sonhada viagem.roupas de vero.

    srgio pichorim

    Fui passear em Gramado,para ver o Natal Luz.

    a. a. de assis

  • sol do meio-diaum sorvete de pistache

    e minhas lembranas

    suzana lyra strapasson

    sobe ao cu da amarelinhaa sombra do co sem dono

    alexander pasqual

  • Andorinha chique no beiral do palacete seus ovinhos choca.

    a. a. de assis

    o pequeno beija-florse refresca na piscina

    srgio pichorim

  • barulhinho dgua refletido no remanso

    o branco da gara

    alexander pasqual

    repetindo a viagems cavas o sol se v

    suzana lyra strapasson

  • Um som se misturaa tantos de outros cantos

    Canta a saracura

    alvaro posselt

    na parede da cozinhao cuco marca seis horas

    rosalva brsch

  • fim da pescaria prato de lambari frito

    tremenda iguaria

    amauri solon

    No meio do vale, o lagoEspelho das nuvens brancas

    jos tucn

  • Vov assanhadoqueima o p na gua-viva...seguindo um gingado.

    benedita azevedo

    baile da terceira-idadechega mais um p-de-valsa

    jos marins

  • crianas com medo o rabo da lagartixafica na minha mo

    carlos viegasinesperada correria

    pssaros em revoada

    elisa campos

  • dia inquieto vov com spray na moatrs das moscas

    elisa campostodos dormem sossegados

    sem usar o cortinado

    carlos viegas

  • chuvinha da noiteum pernilongo teimavaem tirar-me o sono

    jos marins

    aps dois tapas no ouvidobaixei o ar condicionado

    benedita azevedo

  • Onde est? No vejo!No, espere! Um reflexo!

    Linda mariposa!

    jos tucn

    um casulo se transformae uma vida sai voando

    amauri solon

  • na palma da moa joaninha caminhafazendo ccegas

    rosalva brsch

    um sorriso ao abrira caixinha de correio

    alvaro posselt

  • no meio da praacanta e canta a cigarra.e nenhum trocado.

    srgio pichorim

    No bar da esquina um bomioimita Nlson Gonalves.

    a. a. de assis

  • Boteco vazio Entre migalhas de pocorre a formiga

    suzana lyra strapasson

    vem antes do amanhecero apanhador de latinhas

    alexander pasqual

  • Cssia-imperial.O sol que traz nos seus cachosacende a manh

    a. a. de assis

    lentamente transeuntesse dispersam na calada

    suzana lyra strapasson

  • a primeira lua

    entre as folhas da palmeira lembranas do mar

    alexander pasqual

    amarrada em palmeiras

    a rede dos meus sonhos

    srgio pichorim

  • O vento derrubaum galho. Ao sol o atalho

    sobre a embaba

    alvaro posselt

    Empoleirado no galhoo galo ensaia um canto

    rosalva brsch

  • laranja e vermelho -um tnel de flamboyantsna rua em que moro

    amauri solonCrepsculo inesquecvel

    As fotos so testemunhas

    jos tucn

  • flores de jasmimcobrindo um canteiro lindoperfuma o jardim.

    benedita azevedo

    uma casa abandonadapara ningum o crisntemo

    jos marins

  • tempo de frias em vasos abandonadosflorescem gernios

    carlos viegas

    nenhum sinal de nuvenso piquenique promete

    elisa campos

  • floriu outra veza rosa branca do jardim

    legado da me

    elisa campos

    desde que ela se foios vasos esto sem flores

    carlos viegas

  • repleta de floresa extremosa se assemelha

    ao seu nome enfim

    jos marins

    espalhando-se todinhaembeleza meu jardim

    benedita azevedo

  • As curvas encantamat mesmo os matemticos

    o copo de leite

    jos tucn

    como na estrada de Santospresentes da natureza

    amauri solon

  • vov chega alegrecom as flores de alamandacompradas na feira

    rosalva brsch a parede da varandaganha um tom amarelado

    alvaro posselt

  • descanso da tarde.balana ao vento suaveo alto antrio

    srgio pichorim

    noutros tempos o sorrisoda vov e seu arranjo

    alexander pasqual

  • To alta a lua Surpreendente o aromada dama-da-noite

    suzana lyra strapasson

    Duas damas, redundncia:uma brilho, outra fragrncia.

    a. a. de assis

  • A. A. de Assiswww.facebook.com/antonioaugusto.deassisAlexander Pasqualwww.facebook.com/alexander.pasqualAlvaro Posseltwww.facebook.com/alvaroposseltAmauri Solonwww.facebook.com/amaurisolonBenedita Azevedowww.beneditaazevedo.com.brCarlos Viegaswww.facebook.com/carlos.viegas.315Elisa Camposwww.facebook.com/elisa.campos.313Jos Marins (org)www.facebook.com/jose.marins1Jos Tucnhttp://josetucon.blogspot.com.br/Rosalva Brschwww.facebook.com/rosalva.bruschSrgio Pichorimhttp://pichorim.blogspot.com.br/Suzana Lyra Strapassonhttp://suzanalyrastrapasson.blogspot.com.br/

    VERO haikai 2014 - 2015

    uma publicao sem fins comerciais.Permite-se a reproduo do todo ou partes

    desde que citados autor(es) e fonte.Copyright dos autores.

    Se algum se sentir prejudicado por estapublicao , por favor, entre em contatocom o editor: [email protected]

    Para contato com os autores utilize os links.COMENTRIOS SO BEM VINDOS.

    AGRADECEMOS COMPARTILHAMENTOS.

    Curitiba - PR - Braziljaneiro/2015

    >

  • LEIA OUTROS DOS NOSSOS e-BOOKS:The Haiku Foundation Online Book Collection:

    http://www.thehaikufoundation.org/omeka/collections/show/1PASSARIM Foto & Haicai - Marselha Zakhia e Jos Marinshttp://www.thehaikufoundation.org/omeka/items/show/577

    MISS CELNEA senryuhttp://www.thehaikufoundation.org/omeka/items/show/575

    AZLEA FLORIDA - haikais de invernohttp://www.thehaikufoundation.org/omeka/items/show/571

    MEU VERANICO-DE-MAIO senryuhttp://www.thehaikufoundation.org/omeka/items/show/574

    NOITES DE OUTONO -- haicais encadeadoshttp://www.thehaikufoundation.org/omeka/items/show/576

    100 GUILHERMINOS -- haicais encadeadoshttp://www.thehaikufoundation.org/omeka/items/show/570

    A COPA EM CASA senryu & triversoshttp://www.thehaikufoundation.org/omeka/items/show/572

    INVERNO 36 haicaishttp://www.thehaikufoundation.org/omeka/items/show/573

    IP-AMARELO 26 haicaishttp://www.thehaikufoundation.org/omeka/items/show/847

Search related