Click here to load reader

Tabela periódica

  • View
    2.705

  • Download
    3

Embed Size (px)

Text of Tabela periódica

  • 1. Tabela Peridica

2. DmitriMendeleyev - 1880
Criou o primeiro sistema bem-sucedido de organizao dos elementos qumicos que compe a Terra. Deixou espaos a serem preenchidos por outros elementos.
3. 4. Meyer - 1913
Determinou o nmero atmico. Meyer reformulou a tabela, organizando-a conforme a ordem crescente do nmero de prtons no ncleo.
5. Atualmente
A tabela peridica sofre alteraes somente quando a Unio Internacional da Qumica Pura e Aplicada (IUPAC) rene-se e delibera sobre a incluso de novos elementos.
6. Coperncio
A ltima incluso foi o elemento de nmero 112, chamado coperncio, o qual foi descoberto em 1996, sendo reconhecido como novo elemento apenas em 2009.
7. Tabela Peridica
A tabela peridica uma forma de organizar todos os elementos qumicos conhecidos, levando em conta diversas de suas caractersticas.
8. A ordenao dos elementos
As linhas so chamadas de perodo.
As colunas so chamadas de grupo ou famlias.
9. Divises da Tabela Peridica
Classificam-se em metais, no metais, semimetais, gases nobres e hidrognio.
10. Metais
Apresentam brilho
So bons condutores de calor e de eletricidade
So slidos temperatura ambiente
Mercrio o nico metal lquido
Ductibilidade (so transformados em fio)
Maleabilidade (transformados em chapas)
So elementos que tm a propriedade de formar ctions, ou seja, de perder eltrons.
11. Ametais ou no metais
Possuem propriedades opostas a dos metais
No conduzem calor nem eletricidade (exceo carbono)
No possuem brilho
Podem ser slidos, lquidos ou gasosos
Formam nions, ou seja, recebem eltrons.
12. Curiosidade
O carbono o elemento essencial para a vida humana. Ele constitui todas as clulas, e a base do DNA.
13. Semimetais
So sete e possuem propriedades intermedirias entre metais e no metais.
So todos slidos
Apresentam brilho
Semicondutores de calor e eletricidade
Os semimetais so importantes para a indstria de equipamentos microeletrnicoscomo por exemplo na fabricao de chips (Silcio).
14. Gases Nobres
Recebem essa denominao em funo de eles dificilmente fazerem ligaes com outros elementos. So todos gases e usados, principalmente em lmpadas especiais.
15. Hidrognio
considerado um elemento parte.
um gs isolante.
Formam ctions, como os metais
o elemento mais abundante do universo
Compe todas as estrelas
A maior fonte de hidrognio a gua.
16. Atividade
Informe o nome, nmero atmico, o grupo e o perodo dos seguintes elementos:
PotssioSR
Z=9MN
SbZ=36
ArsnioAg
MercrioZ=87
MgPt
RhSM
UPb
17. Radioatividade
A radioatividade pode ser definida como desintegrao espontnea de certos ncleos atmicos. (O ncleo a parte central do tomo, a que contm a maior parte de sua massa.)
18. Emisses radioativas
Sempre que ocorre radioatividade, ela acompanhada pela emisso de:
partculas alfa (ncleos de hlio),
partculas beta (eltrons)
ou radiao gama (ondas eletromagnticas curtas).
19. D-se o nome radioatividade justamente a essa propriedade que tais tomos tm de emitir radiao.
O URNIO-235,
Ocsio-137,
Ocobalto-60,
Otrio-232
so exemplos de elementos fisicamente instveis ou radioativos. Eles esto em constante e lenta desintegrao.
20. Isbaros
Isbaros so tomos de diferentes elementos qumicos e, portanto, de diferentes nmeros atmicos, que apresentam o mesmo nmero de massa.
21. Utilizao da Radioatividade
Produo de energia eltrica: os reatores nucleares produzem energia eltrica, para a humanidade, que cada vez depende mais dela. Baterias nucleares so tambm utilizadas para propulso de navios e submarinos.
22. Utilizao da Radioatividade
Aplicaes na Medicina: no diagnstico das doenas, com traadores = tireide( I131), tumores cerebrais( Hg197), cncer ( Co60 e Cs137 ) , etc.
23. Utilizao da Radioatividade
Aplicaes na Agricultura: empregada na conservao de alimentos para matar bactrias e fungos.
24. Utilizao da Radioatividade
Aplicaes em Geologia e Arqueologia: datao de rochas, fsseis, principalmente pelo C14.
25. Utilizao da Radioatividade
Uso militar: a bomba atmica uma arma nuclear com grande poder de destruio. Foi utilizada at hoje durante a Segunda Guerra Mundial.
26. Malefcios da Radiatividade
Efeitos biolgicos: Em quantidades elevadas, so nocivas aos tecidos vivos, causam grande perda das defesas naturais, queimaduras e hemorragias. Tambm afetam o DNA, provocando mutaes genticas.
27. Fuso nuclear
Fuso o processo de colidir dois tomos propositalmente para formar um terceiro, mais pesado. A reao libera energia e, dependendo de quais forem os reagentes, um nutron livre
28. Fisso nuclear
Fisso o processo de forar a diviso de um tomo para formar dois outros, mais leves. A reao tambm libera energia e um nutron livre.
29. Boa Sorte em suas provas!

Search related