Jornal Cidade - Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte e região - Ano II Nº 44

Embed Size (px)

Text of Jornal Cidade - Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte e região - Ano II Nº 44

  • Pgina 17 Pgina 10Pgina 16Pgina 04

    Pesquisa de preos em S. A. do Monte e LP

    Inaugurada pista de skate em Lagoa da Prata

    Morador realiza campanha pela gua

    Leitores colocam a Boca no Trombone

    Homem pelado filmado em rua de LP

    MAIS BARATOCIDADES VOC REPRTER

    LAZER

    S. A. DO MONTE

    Leia a matria completa na Pgina 06

    Cmara pode at dobrar o gasto com propaganda em rdioIniciativa da presidncia da Casa divide a opinio entre os vereadores

    Leia a matria completa na Pgina 05

    Pgina 07S. A. DO MONTE

    LAGOA DA PRATA

    Infestao de focos da dengue est controlada em S. A. do Monte

  • ANO ii EdiO 4427/02/2015 a 13/03/2015

    www.jornalcidademg.com.brOPINIO2

    CARTA AO LEITORJuliano Rossi | Jornalista e Diretor do Jornal Cidadejuliano@jornalcidademg.com.br

    llQuem trafegava pelas ru-as de Lagoa da Prata na lti-ma tera-feira teve a sensa-o de que o mundo iria aca-bar. Parecia que todos os pro-prietrios de veculos deci-diram abastecer ao mesmo tempo. Na falta de gasoli-na em um posto, o motoris-ta corria freneticamente a outro em busca do eldorado precioso. E nesse trajeto, no raras vezes, havia muito tu-multo e corre-corre. O Jornal Cidade confe-riu a situao em todos os postos de combustveis. Re-gistramos a falta de gasoli-na em pelo menos trs. Na ocasio, tambm fizemos o levantamento do preo pra-ticado nas bombas, que vo-c poder comparar a partir desta edio. A paralisao dos cami-nhoneiros, responsvel pe-lo bloqueio de dezenas de ro-dovias em todo o Brasil, po-de aumentar o desabasteci-mento de combustveis e o risco de perda de cargas pe-recveis, congelados e hor-tifrutigranjeiros. H o temor tambm de que possa pre-judicar os usurios do sis-tema de sade e at a segu-rana pblica, uma vez que ambulncias e viaturas po-liciais podem ficar paradas

    por falta de combustvel. Entre os motivos para a greve est a diminuio do valor do combustvel, cria-o de uma tabela nica pa-ra o preo do frete, obras de melhoria nas rodovias, alte-raes na Lei dos Caminho-neiros e iseno de pedgios para eixos suspensos. A Advocacia Geral da Unio (AGU) pediu que a Justia conceda liminar (de-ciso provisria) para que as estradas sejam desbloquea-das e para que seja imposta ao Sindicato dos Caminho-neiros uma multa de R$ 100 mil por cada hora em que a deciso for descumprida. O estudante Gabriel Ferrei-ra era um entre as dezenas de motoristas que, pacien-temente, aguardaram na fila formada na rodovia MG-170 o seu momento para abas-tecer o veculo. Est difcil. Vamos ter que andar a p. Os caminhoneiros esto todos parados, mas no acho ruim. Tomara que eles fiquem l. Se o pas parar ser compli-cado, pois nem a Dilma es-t dando conta de nos res-ponder. O comerciante Tiago la-mentou a situao. im-pressionante que o Brasil funciona com especulao.

    Tudo que rola todo mundo sai louco. Essa manifestao tem dois lados. Tem o lado da populao, que prejudi-cada e desfavorecida. E tem o lado do transporte. Se fo-rem repassar todos os custos do transporte para alimenta-o, a gente vai enrolar. Durante a gravao da reportagem, diversos moto-ristas passavam e gritavam Fora Dilma. A situao da presidente s piora. Ela so-breviveu, durante a campa-nha eleitoral, ao escnda-lo de roubos e desvios de re-cursos da Petrobrs por po-lticos e empreiteiros. A situ-ao piorou com os recentes aumentos de preo dos com-bustveis e ao aumento de impostos que sacrificaram principalmente os mais po-bres.

    PREFEITURA COMEA A MULTAR OS DONOS DELOTES SUJOS De acordo com a chefa do Setor de Fiscalizao da Prefeitura de Lagoa da Prata, Cntia Santos, o municpio j comeou a emitir as mul-tas aos proprietrios dos lo-tes sujos. A primeira remes-sa foi entregue aos infrato-res no ltimo dia 20. Todas as pessoas que receberam a

    Falta de combustvel provoca corrida frentica aos postos

    notificao e ainda no lim-param os seus terrenos se-ro contempladas com a multa no valor de R$ 281,66. E se for um sujo reinciden-te, a multa ser de R$ 563. Quem no tiver condies financeiras de limpar o seu terreno pode explicar a sua situao ao setor de Fiscali-zao Municipal, que fica no prdio da prefeitura. J vou comear a multar mesmo. Ainda d tempo para eles limparem as propriedades, de limpar o seu terreno. Va-mos emitir as multas, inclu-sive, para os grandes pro-prietrios de terreno, avi-sou Cintia.A servidora municipal con-firmou que existem proprie-trios que possuem dezenas de lotes. O valor de suas mul-tas pode chegar a R$ 10 mil.E por falar em limpeza de terrenos, a Secretaria de Limpeza Urbana bem que poderia dar o exemplo e lim-par o mato em alguns lotes que pertencem ao munic-pio. Essa observao foi en-viada por um leitor ao Jornal Cidade, que est corretssi-mo em sua anlise. Para exi-gir que o cidado mantenha o seu lote limpo, a prefeitu-ra tem a obrigao de fazer a sua parte tambm.

    JUSTIA ELEITORAL DE MINAS GERAISCartrio da 156 Zona Eleitoral de LAGOA

    DA PRATA-MG(Rua Luiz Guadalupe, 334 - centro -

    Tel: (37) 3261.2855 - zona156@tre-mg.jus.br)

    Lagoa da Prata, 24 de fevereiro de 2015

    Assunto: Solicita apoio na divulgao da infor-mao sobre os eleitores que deixaram de votar nos trs ltimos pleitos e que podero ter seus ttulos eleitorais cancelados caso no regulari-zem suas situaes at o dia 04/05/2015.

    Prezado (a) Senhor (a):

    1. A Justia Eleitoral publicou a relao, dispo-nvel no cartrio eleitoral, contendo os nomes e os nmeros de inscrio dos eleitores que dei-xaram de votar nos trs ltimos pleitos eleito-rais.

    2. Assim, ficam os referidos eleitores cienti-ficados de que o no comparecimento ao car-trio eleitoral para a comprovao do exer-ccio do voto, do pagamento da(s) multa(s) correspondente(s) ou de justificativa da ausn-cia, no perodo de 02 de maro ao dia 04 de maio, implicar o cancelamento automtico de suas inscries.

    3. Para o sucesso desta iniciativa, tendo em vis-ta o seu relevante carter de interesse pblico, contamos com o apoio desse veculo de comu-nicao na divulgao em jornal impresso, sem custos financeiros para a Justia Eleitoral, des-sas informaes.

    4. Salientamos que o horrio de funcionamento do Cartrio Eleitoral 12:00 s 18:00 horas e que tais eleitores tero at o dia 04/05 para regulari-zar suas situaes. Para isso devero apresen-tar documento de identificao com foto, ttulo eleitoral, comprovante(s) de votao, justifica-tiva, recolhimento ou dispensa de multa.

    5. Certos da inestimvel colaborao desse jor-nal, agradecemos a ateno de V. Sa., bem como colocamos este Cartrio Eleitoral disposio dessa instituio, para informaes ou esclare-cimentos que se fizerem necessrios, pelo tele-fone 3261.2855 ou do e-mail zona156@tre-mg.jus.br.

    Atenciosamente,

    Paula de Aquino RodriguesAnalista Judicirio

    Por ordem do MM. Juiz Eleitoral

  • ANO ii EdiO 4427/02/2015 a 13/03/2015

    www.jornalcidademg.com.brPOLTICA4

    Veja como os deputados mais votados em Lagoa da Prata e S. A. do Monte se posicionaram na votao desse polmico projeto

    Veja como os deputados mais votados em Lagoa da Prata e S. A. do Monte votaram:

    Deputados estaduais criam, para eles, o benefcio Bolsa Moradia

    E por falar em pouca vergonha...Homem pelado filmado em rua do Bairro Gomes

    LAGOA DA PRATA

    LAGOA DA PRATA E S. A. DO MONTE

    llA Assembleia Legisla-tiva de Minas Gerais apro-vou na quarta-feira (11), em segunda votao, com 36 votos favorveis e 22 con-trrios, o projeto que esta-belece a volta do pagamen-to do auxlio-moradia de R$ 2.850 mensais a todos os 77 deputados estadu-ais, inclusive queles que possuem residncia pr-pria em Belo Horizonte e

    O Jornal Cidade entrou em contato com a assesso-ria dos oito deputados cita-dos na matria. A assessoria de Alen-car da Silveira Jnior in-formou que o deputado apresentou uma Propos-ta de Emenda Constitui-o (PEC 37/2012) que ex-tingue todos os pendurica-lhos e est lutando pela sua aprovao. O deputado Tiago Ulis-ses, informou, por meio de

    TIAGO ULISSES / PV:Votou favorvel ao proje-to. Possui imvel no bairro Buritis. Apresentou reque-rimento para no receber o auxlio-moradia.

    MRIO HENRIQUECAIXA / PC DO B:Votou contra na segunda votao. Possui imvel no bairro Luxemburgo. Apre-sentou requerimento para no receber o auxlio-mo-radia.

    INCIO FRANCO / PV:

    regio metropolitana. Uma manobra da Mesa Direto-ra vai permitir que, a partir de maro, o benefcio pos-sa chegar a R$ 4.377,73, te-to estabelecido pelo Con-selho Nacional de Justi-a aos membros do Judi-cirio. A deciso dos deputa-dos gerou protestos nas re-des sociais. Pressionados pela repercusso negativa,

    sua assessoria, que o proje-to de resoluo em questo tratava de vrios assuntos referentes a alteraes na estrutura administrativa da Assembleia Legislativa, dentre eles, constava o au-xlio-moradia e no havia a possibilidade de rejeitar apenas o item de que trata-va o benefcio. Ulisses, por-tanto, protocolou antes da votao o pedido para abrir mo do auxlio-moradia. A assessoria de Fabia-

    Votou favorvel ao projeto. No possui imvel em Belo Horizonte.

    FABIANO TOLENTINO / PPS: Votou contra o projeto. No possui imvel em Belo Ho-rizonte. Apresentou reque-rimento para no receber o auxlio-moradia.

    PASTOR VANDERLEIMIRANDA / PMDB:Votou favorvel ao projeto. Possui imvel em Nova Li-ma e Belo Horizonte.

    alguns mudaram de opi-nio durante as duas vo-taes do projeto. At na noite de quarta-feira (11), 17 parlamentares apresen-taram requerimentos para no receber o auxlio-mo-radia. Para receber o be-nefcio, os deputados te-ro que apresentar um re-querimento Mesa Direto-ra da casa solicitando a re-galia.

    no Tolentino informou que ele foi o primeiro deputa-do em Minas Gerais a abrir mo da Bolsa Moradia em 2013. Ele tambm foi o pri-meiro deputado a renun-ciar o recebimento do 14 e 15 salrios, conhecidos como auxlio-palet, in-formou a nota enviada ao Jornal Cidade.