of 40 /40
GAMES Breno Carvalho Coord. Curso de Jogos Digitais – Unicap Animação nos

Animação nos jogos digitais

Embed Size (px)

Citation preview

Page 1: Animação nos jogos digitais

GAMES

Breno CarvalhoCoord. Curso de Jogos Digitais – Unicap

Animação nos

Page 2: Animação nos jogos digitais

O que é jogo?

Page 3: Animação nos jogos digitais

O filósofo Huizinga, em 1938, escreveu seu livro Homo

Ludens, que o jogo é uma categoria absolutamente primária da vida, tão essencial quando o raciocínio (Homo

sapiens) e a fabricação de objetos (Homo faber), então a denominação Homo ludens, quer dizer que o elemento lúdico está na base do surgimento e desenvolvimento da civilização.

O jogo é base da civilização

Page 4: Animação nos jogos digitais

Cena de juego de la pelota - Jogo dos Maias

Page 5: Animação nos jogos digitais

“uma atividade voluntária exercida dentro de certos e determinados limites de tempo e espaço, segundo regras livremente consentidas, mas absolutamente obrigatórias, dotado de um fim em si mesmo, acompanhado de um sentimento de tensão e alegria e de uma consciência de ser diferente de vida cotidiana.”

[Huizinga, 1980, p. 33]

Page 6: Animação nos jogos digitais

O físico William Higinbotham criou o Tennis for Two, em 1958 em um osciloscópio para simplesmente manter os visitantes do laboratório Brookhaven entretidos.

Page 7: Animação nos jogos digitais

“Através da imersão em um mundo lúdico, permite

que a mente alcance um estado de transe ou

relaxamento”

[PETRY, 2011]

Page 8: Animação nos jogos digitais

O que é animação

?

Page 9: Animação nos jogos digitais

Símbolos globais

Jung considerou a presença de um INCONSCIENTE COLETIVO: uma espécie de repositório da humanidade onde haveria símbolos primordiais comuns e acessíveis a todos nós em nível inconsciente.

Carl Gustav Jung, psiquiatra suíço fundador da psicologia analítica,

Page 10: Animação nos jogos digitais

Em toda narrativa certos padrões inevitavelmente repetem-se, apesar do contexto nem sempre ser o mesmo. Pode ser em livros, em filmes ou ainda em jogos: sempre há heróis e vilões, bruxas maléficas e velhos sábios, aliados e inimigos, grandes desafios, finais gloriosos e trágicos.

Page 11: Animação nos jogos digitais

Estes padrões foram estudados pela psicologia.

São padrões humanos e aplicáveis a diversos cenários com a mesma verossimilhança e vivacidade.

Page 12: Animação nos jogos digitais
Page 13: Animação nos jogos digitais
Page 14: Animação nos jogos digitais

Arquétipos

O herói é o arquétipo que simboliza uma jornada de mudanças.

Page 15: Animação nos jogos digitais

A SombraA sombra é tudo o que o herói não é: seu oposto, seu lado sombrio.

A sombra é, ou causa a provação suprema do herói. Por vezes, superar a sombra de alguma maneira, transforma o herói e o faz vitorioso.

Page 16: Animação nos jogos digitais

O que é animação

?

Page 17: Animação nos jogos digitais

Animação

A palavra Animação provém do latino "Anima", que significa "Alma" ou "Sopro Vital".

Animação significa, antes de mais, "dar vida" a objetos estáticos.

Page 18: Animação nos jogos digitais
Page 19: Animação nos jogos digitais

Persistência Visual persistência retiniana ou retenção retiniana é um

fenômeno ou ilusão provocada quando um objeto visto pelo olho humano persiste na retina por uma fracção de segundo após a sua percepção.

Ao captar uma imagem, o olho humano levaria uma fração de tempo para "esquecê-la". Um exemplo é quando os fotogramas de um filme de cinema são projetados na tela, o olho misturaria os fotogramas anteriores com os seguintes, provocando a ilusão de movimento.

Page 20: Animação nos jogos digitais
Page 21: Animação nos jogos digitais
Page 22: Animação nos jogos digitais
Page 23: Animação nos jogos digitais
Page 24: Animação nos jogos digitais

Livro de Richard Williams

Page 25: Animação nos jogos digitais

A animação nos games

Page 26: Animação nos jogos digitais

Pong, 1971

Page 27: Animação nos jogos digitais
Page 28: Animação nos jogos digitais

Mortal Kombat, 1992

Page 29: Animação nos jogos digitais
Page 30: Animação nos jogos digitais
Page 31: Animação nos jogos digitais
Page 32: Animação nos jogos digitais

O processo de animação começa com a criação de um esqueleto, ou seja, a colocação de joints and bones (juntas e ossos), que, no caso do UE4 são necessários para quase todos objetos, independente de serem ou não orgânicos.

Garage 227 Studios

Processo de Animação 3D

Page 33: Animação nos jogos digitais

Depois de colocados os joints e montado o "esqueleto" criamos um Rig, ou seja, os controles para podermos animar de forma mais prática e controlada, do contrário teremos que ficar mexendo em cada pedacinho do esqueleto e do objeto, o que leva muito tempo e não apresenta os melhores resultados pois temos muitos pedaços que interagem entre si.

Garage 227 Studios

Processo de Animação 3D

Page 34: Animação nos jogos digitais
Page 35: Animação nos jogos digitais

Storyboard

Animatic

Roteiro

Animação

Teste no motor

**

* Nem sempre realizado para jogos 2D e 3D* * Etapa para a animação sem interação

*

Page 36: Animação nos jogos digitais

Esqueleto e Rig do personagem Kramer 227 do Garage 227 Studios.

Page 37: Animação nos jogos digitais
Page 38: Animação nos jogos digitais

AnimaçãoSem interação

Animação de interação

Page 39: Animação nos jogos digitais

Uncharted 3 Ending + Final Cutscene in HD

Page 40: Animação nos jogos digitais

Breno Carvalho | Coordenador do Curso de Jogos Digitais da [email protected]