Voe Exposi§£o
Voe Exposi§£o
Voe Exposi§£o

Voe Exposi§£o

  • View
    51

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Text of Voe Exposi§£o

  • 1. EXposiO Cenas da vida Mulheres Africanas, mostra do fotgrafo paulistano Celso Bayo, traz imagens de beleza e fora em um continente marcado pela fome Texto Katia Calsavara O fotgrafo paulistano Celso Bayo sempre quis retratar a fora da mulher na cultura de um povo. A frica foi perfeita para este projeto, conta ele, que passou quatro meses em uma verdadeira experi- ncia sensorial pelo continente. Percorreu diferentes paisagens da Tanznia, do oeste da Uganda at a fronteira com Ruanda e Congo; do interior e da costa do Qunia at a Somlia. Na Etipia, fotografou desde a regio do Omo Valley at as montanhas de Lalibela. A ideia de Bayo voltar outras vezes ao continente at que consiga fotografar cada regio da frica, uma aventura que demanda investimento e muito empenho. Por enquanto, j podemos conferir o resultado da primeira etapa na mostra Mulheres Africanas, em cartaz na capital paulista na loja Studio In, especializada em design. As imagens falam por si, captando a beleza, a fora e o sentido primitivo de existncia dessas mulheres. A africana bonita, simptica, acolhedora e essencial na base familiar. Por muitos motivos, entre eles educacionais e religiosos, frequentemente inferiorizada pelos homens, diz o fotgrafo. s62 outubro de 2012 outubro de 2012 63
  • 2. EXposiO Formado em Educao Fsica, Bayo saiu do Brasil em 1987 para estudar ingls. Foi parar primeiro em Nova York, onde conheceu o fotgrafo carioca Paulo Figueiras, de quem ficou muito amigo e que o iniciou nessa arte. Em 1995, mudou-se para a Califrnia, onde passou a fazer cursos de fotografia em instituies como Foothill College e Academy of Art University, em So Francisco. A essa altura, ele conta, j estava embriagado por essa paixo, es- sencial para a minha existncia. De tempos em tempos, Bayo passa alguns meses no Brasil com a famlia Acima, a foto Carregando a Fora, premiada no Annual Photography e os amigos. Conta que a carreira de fotgrafo em qualquer pas sempre com- Master Cup. Celso Bayo viajou durante quatro meses com o objetivo de capturar imagens que retratassem a fora e a cultura das mulheres africanas petitiva e que nos EUA no diferente. Talvez voc tenha melhores condies de trabalho l do que em vrios pases, mas preciso se esforar muito, afirma. Um dos objetivos de seu trabalho difundir diferentes culturas. Assim, j passou por pases como Cuba, Peru, Noruega, Indonsia, Camboja, Turquia e outros. Durante a estada na frica, ele lembra que chamou sua ateno a alegria do povo, semelhante do brasileiro, embora em meio a tantas difi- culdades. Mas tambm no faltaram histrias engraadas... Quando estava fazendo a foto que depois receberia o nome de Maria Bonita, percebeu que levou alguns belisces. Na primeira vez, nem vi de onde veio. S descobri que as mulheres da tribo faziam isso depois que meu amigo tambm comeou a ser beliscado. E que belisces fortes! A razo dis- so eu no sei, elas pareciam estar se divertindo, e como nossos guias no falavam muito bem o ingls ou o dialeto das tribos, nossa comunicao era precria. Mas tambm nos divertimos muito. Na prxima etapa do projeto, ele pretende focar o relacionamento da mulher com o cotidiano ao redor dela. Talvez eu tambm inclua o elemento da religio. Quem sabe opte pelo preto e branco, ou mesmo pelo contrrio, estourando as cores. Tudo vai depender da regio escolhida, diz. A mostra Mulheres Africanas j esteve em So Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Devido ao sucesso, volta a ser exposta agora na capital pau- lista. Entre as mais de 3.000 imagens capturadas por Bayo durante a viagem, cerca de 30 fazem parte da exposio. As fotos Maria Bonita e Carregando a Fora foram nomeadas no Annual Photography Masters Cup, importante premiao de fotografia. s64 outubro de 2012 outubro de 2012 65
  • 3. EXposiO Giro pelo mundo Alm do Brasil, as fotos de Bayo tambm j participaram de exposies nos Estados Unidos. Em 2000, a foto Hanging Loose in Jeri obteve o segun- do lugar na prestigiada revista norte-americana Forums Magazine. Outro destaque de seu portflio Elvis at the Balcony, tirada durante a corrida de rua Bay to Breakers, em So Francisco, na Califrnia, e indicada para um projeto pioneiro de fotografia digital nos EUA, o America 24/7. O fotgrafo conta que, desde pequeno, nas aulas de Histria, se inte- ressava por outras culturas. Bayo esteve no Camboja em 1998, perodo em que o pas comeava a se abrir aps anos de ditadura. Viajei de camionete da Tailndia at as fascinantes runas de Angkor Wat, onde fotografei uma menina carregando um beb. Ele conta que, na volta para a Tailndia, quan- do estava com o carro repleto de gringos e tambm com tailandeses para os quais deu carona, no havia espao para mais nada na caamba, quando os que j estavam nela abriram espao para um homem, que carregava mais de dez galinhas amarradas nos ps. Eles levantaram na maior naturalidade e abriram espao para ele e as galinhas, lembra. Bayo conta que consegue ver uma grande evoluo em sua carreira, mas segue sempre em busca de novos aprendizados. Entre os trabalhos de que mais gosta, ele cita o conjunto Sounds of the World, sobre msica, com imagens em preto e branco. Em 2003, ele esteve em New Orleans, capital mundial do jazz. Atualmente, esse meio paulistano, meio californiano, se dedica a fo- tografias esportivas para diferentes sites, revistas e jornais do Brasil e dos Estados Unidos. Deseja trabalhar na prxima Copa do Mundo, que ser re- alizada no Brasil, em 2014, e nas Olimpadas de 2016, no Rio de Janeiro. A fotografia muito ampla como arte visual e meio de comunicao. Por isso, precisamos estar sempre abertos a novas experincias, finaliza. Servio: Studio In: Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 399, So Paulo. Tels. 11 3062- 7217 e 11 2537-2741. De segunda a sexta-feira, das 10h s 19h. Sbados, das 10h s 14h. Site: designstudioin.com.br. Entrada gratuita. At 23 de outubro.66 outubro de 2012 67