Senado08 Policia Nm Policia

  • View
    280

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Senado08 Policia Nm Policia

POLCIA LEGISLATIVA FEDERALINFORMAES GERAIS1. Voc receber do fiscal o material descrito a seguir: a) uma folha destinada s respostas das questes objetivas; b) este caderno de prova com setenta questes objetivas, a questo discursiva e o tema da redao; c) um caderno de respostas para a questo discursiva e a redao. 2. 3. Verifique se o material est em ordem, se seu nome, nmero de inscrio, cargo e especialidade so os que aparecem na folha de respostas. Ao receber a folha de respostas, obrigao do candidato: a) ler atentamente as instrues na folha de respostas; b) assinar a folha de respostas. 4. 5. 6. As questes da prova so identificadas pelo nmero que se situa acima do seu enunciado. O candidato dever transcrever as respostas da prova para a folha de respostas, que ser o nico documento vlido para a correo da prova. O preenchimento da folha de respostas dar-se- mediante a utilizao de caneta esferogrfica de tinta preta ou azul, sendo de inteira responsabilidade do candidato. Em hiptese alguma haver substituio da folha de respostas por erro do candidato. Esta prova ter a durao improrrogvel de 5 (cinco) horas. Reserve os 20 (vinte) minutos finais para marcar a folha de respostas. O rascunho do caderno no ser levado em considerao. O candidato somente poder levar consigo o caderno de questes nos ltimos 60 (sessenta) minutos da prova. Ao terminar a prova, chame o fiscal de sala mais prximo, entregue a folha de respostas e deixe o local de prova.

7. 8. 9. 10.

SENADO FEDERAL 2008

LNGUA PORTUGUESAMaldades contra Machado

1A respeito do texto, assinale a afirmativa incorreta. (A) possvel inferir que Machado de Assis morreu em 29 de setembro de 1908. (B) A economia mais uma vez atrapalhou Machado de Assis. (C) vlida a afirmao de que o Estado, ao longo da histria, no agiu favoravelmente a Machado de Assis. (D) A homenagem feita a Machado de Assis, por ocasio de seu aniversrio de morte, acabou se transformando em uma desfeita. (E) Com a morte de Carolina, Machado foi beneficiado com mais cinco ttulos da dvida pblica.

Entre os terrveis efeitos da crise econmica global est o de prejudicar as festividades relativas ao centenrio da morte de Machado de Assis, ocorrido na segunda-feira 29 de setembro, quando os mercados desabaram no mundo inteiro.5

No a primeira vez, nem a segunda, que Machado de Assis se v atropelado pelos eventos da economia. A primeira humilhao mais fundamental teve a ver com o patrimnio que deixou para seus herdeiros. Em julho de 1898, temendo por sua sade, escreveu um testamento, deixando para Carolina, sua esposa, entre outros bens, 7.000 contos em ttulos da dvida pblica do emprstimo nacional de 1895. Esses ttulos entraram em moratria pouco antes da data desse testamento. Em 1906, com a morte de Carolina, Machado escreveu um novo testamento, declarando possuir no mais 7, mas 12 aplices do emprstimo de 1895, ou seja, as sete originais mais ttulos novos que recebeu pelos juros e principal no pagos. A moratria perdurou at 1910, quando a nova herdeira, a menina Laura, filha de sua sobrinha, comeou a receber juros. Em 1914, uma nova moratria interrompe os pagamentos at 1927, e novamente em 1931. Depois de alguns pagamentos em 1934, veio um calote completo em 1937. Nos 40 anos entre 1895 e 1935, menos de 18% do emprstimo foi amortizado, e os juros foram pagos apenas em 12 anos. O Estado a que Machado serviu e honrou ao longo de sua vida devastou-lhe a herana, a pecuniria ao menos, com essa sucesso de calotes. E, a partir de 1943, quando os pagamentos foram retomados, a inflao funcionou como uma crueldade superveniente, pois os ttulos no tinham correo monetria. Como se no bastasse a desfeita, ou para tentar uma compensao, em 1987, resolvemos homenagear Machado de Assis em uma cdula de mil cruzados. A cdula foi colocada em circulao em 29 de setembro de 1987, exatos 79 anos da morte do escritor, e nesse dia valia pouco menos de US$ 20. Em 16 de janeiro de 1989, em conseqncia do Plano Vero e da mudana do padro monetrio, Machado recebe um vergonhoso carimbo triangular cortando-lhe trs zeros: a cdula agora correspondia a um cruzado novo, que nascia valendo cerca de US$ 1, conforme a cotao oficial. No paralelo valia bem menos. Em 31 de outubro de 1990, depois de trs anos de militncia, a cdula com Machado deixa de circular por valer menos de um centavo de dlar. S se pode imaginar o que Machado diria disso tudo.(Gustavo Franco. Folha de So Paulo, 4 de outubro de 2008.)

10

2Em 31 de outubro de 1990, depois de trs anos de militncia, a cdula com Machado deixa de circular por valer menos de um centavo de dlar. (L.44-46) No trecho acima, a palavra destacada encontra seu sentido mais prximo em: (A) atuao. (C) beligerncia. (E) rebelio. (B) desempenho. (D) resistncia.

15

20

3A palavra calote (L.23) foi grafada entre aspas porque: (A) (B) (C) (D) (E) uma palavra de uso informal. corresponde a um estrangeirismo. um neologismo. est sendo usada fora do seu sentido habitual. representa a fala de outra pessoa.

25

4Depois de alguns pagamentos em 1934, veio um calote completo em 1937. Nos 40 anos entre 1895 e 1935, menos de 18% do emprstimo foi amortizado, e os juros foram pagos apenas em 12 anos. (L.22-25) Considerando que o trecho acima faa parte de um texto tcnico, assinale a alternativa em que ele estaria corretamente redigido, segundo o Manual de Elaborao de Textos do Senado Federal. (A) Depois de alguns pagamentos em mil novecentos e trinta e quatro, veio um calote completo em mil novecentos e trinta e sete. Nos quarenta anos entre mil oitocentos e noventa e cinco e mil novecentos e trinta e cinco, menos de dezoito por cento do emprstimo foi amortizado, e os juros foram pagos apenas em doze anos. (B) Depois de alguns pagamentos em 1934, veio um calote completo em 1937. Nos quarenta anos entre 1895 e 1935, menos de dezoito por cento do emprstimo foi amortizado, e os juros foram pagos apenas em doze anos. (C) Depois de alguns pagamentos em 1934, veio um calote completo em 1937. Nos quarenta anos entre 1895 e 1935, menos de 18% do emprstimo foi amortizado, e os juros foram pagos apenas em doze anos. (D) Depois de alguns pagamentos em 1934, veio um calote completo em 1937. Nos 40 anos entre 1895 e 1935, menos de dezoito por cento do emprstimo foi amortizado, e os juros foram pagos apenas em 12 anos. (E) Depois de alguns pagamentos em 1934, veio um calote completo em 1937. Nos 40 (quarenta) anos entre 1895 e 1935, menos de 18% (dezoito por cento) do emprstimo foi amortizado, e os juros foram pagos apenas em 12 (doze) anos.3

30

35

40

45

TCNICO LEGISLATIVO POLCIA LEGISLATIVA FEDERAL

SENADO FEDERAL 2008

5Em julho de 1898, temendo por sua sade, escreveu um testamento, deixando para Carolina, sua esposa, entre outros bens, 7.000 contos em ttulos da dvida pblica do emprstimo nacional de 1895. (L.8-11) No perodo acima, a orao destacada tem valor: (A) (B) (C) (D) (E) condicional. concessivo. causal. consecutivo. conformativo.

10O contrrio de desfeita (L.32) : (A) (B) (C) (D) (E) desagravo. improprio. ignomnia. injria. ultraje.

11Assinale a alternativa em que a palavra indicada no tenha sido formada pelo mesmo processo que as demais. (A) (B) (C) (D) (E) triangular (L.40) circulao (L.35) vergonhoso (L.40) perdurou (L.19) militncia (L.45)

6O Estado a que Machado serviu... (L.26) Assinale a alternativa em que, alterando-se o trecho acima, manteve-se adequao norma culta. (A) (B) (C) (D) (E) O Estado que Machado necessitava... O Estado de que Machado lembrava... O Estado por que Machado ansiava... O Estado que Machado preferia... O Estado que Machado se referia...

12...a cdula com Machado deixa de circular por valer menos de um centavo de dlar. (L.45-46) Assinale a alternativa em que, passando-se o trecho acima para o plural, manteve-se adequao norma culta. (A) ...as cdulas com Machados deixam de circularem por valerem menos de centavos de dlares. (B) ...as cdulas com Machado deixam de circularem por valer menos de centavos de dlar. (C) ...as cdulas com Machados deixam de circular por valerem menos de centavos de dlares. (D) ...as cdulas com Machado deixam de circularem por valerem menos de centavos de dlar. (E) ...as cdulas com Machado deixam de circular por valerem menos de centavos de dlar.

7Assinale a alternativa que seja caso de aposto. (A) (B) (C) (D) (E) nem a segunda (L.5) a menina Laura (L.19-20) a pecuniria ao menos (L.27) com a morte de Carolina (L.14) ou para tentar uma compensao (L.32-33)

8Em 1906, com a morte de Carolina, Machado escreveu um novo testamento... (L.14-15) Assinale a alternativa em que a passagem do trecho acima para a voz passiva e a alterao da ordem dos termos no tenham gerado inadequao gramatical ou semntica. (A) Um novo testamento fora escrito em 1906, com a morte de Carolina, por Machado. (B) Com a morte de Carolina, por Machado, um novo testamento foi escrito em 1906. (C) Em 1906, com a morte de Carolina, por Machado, um novo testamento foi escrito. (D) Um novo testamento fora escrito em 1906 por Machado com a morte de Carolina. (E) Com a morte de Carolina, foi escrito por Machado um novo testamento em 1906.

13A palavra centenrio (L.2) corresponde a cem anos. Assinale a alternativa em que no tenha havido correta associao da noo temporal palavra indicada. (A) (B) (C) (D) (E) 400 anos quadringentenrio 400 anos quadricentenrio 600 anos sesquicentenrio 150 anos tricinqentenrio 7 anos septenrio

14Assinale a alternativa em que a palavra indicada no seja cognata de patrimnio (L.8). (A) (B) (C) (D) (E) patrono patrulha patriarca paternal ptrio

9Assinale a alternativa em que se encontre um advrbio. (A) (B) (C) (D) (E) terrveis (L.1) partir (L.28) menos (L.24) mais (L.15) inteiro (L.4)

4

TCNICO LEGISLATIVO POLCIA LEGISLATIVA FEDERAL

SENADO FEDERAL 2008