SEMINÁRIO DE CAPACITAÇÃO DO GUIA DE FINANCIAMENTO DA AGRICULTURA .seminÁrio de capacitaÇÃo

  • View
    215

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of SEMINÁRIO DE CAPACITAÇÃO DO GUIA DE FINANCIAMENTO DA AGRICULTURA .seminÁrio de capacitaÇÃo

  • SEMINRIO DE CAPACITAO DO GUIA DE FINANCIAMENTO DA AGRICULTURA DE BAIXO

    CARBONO

    02/02/2012 Auditrio FAEMG Belo Horizonte

    PROMOO: CONFEDERAO NACIONAL DE AGRICULTURA

  • EXPECTATIVAS COM O PLANO ABC

    Superintendncia Federal do Ministrio da Agricultura, Pecuria e Abastecimento em Minas Gerais.

    Grupo Gestor do Plano ABC em Minas Gerais (GG-ABC MG)

  • Resumo da apresentao:

    Polticas; Estratgias nacionais; Ferramentas executivas; Expectativas para Minas Gerais.

  • CONVENO-QUADRO DAS NAES UNIDAS SOBRE MUDANA DO CLIMA 2009

    Brasil - reduo das emisses GEE entre 36,1% e 38,9%

    at 2020;

    Deixar de emitir 1 bilho de ton CO2 equivalente.

  • Poltica Nacional sobre Mudana do Clima PNMC

    Lei Federal n. 12.187, de 29 de dezembro de 2009

    Poder Executivo estabelecer os Planos Setoriais de Mitigao e de Adaptao na Agricultura e em outros setores da economia.

    Prev medidas fiscais e tributrias, incluindo alquotas diferenciadas, isenes, compensaes e incentivos, a serem estabelecidos em legislao especfica.

    Prev o Monitoramento, Reporte e Verificao (MRV) e Adaptao.

  • Decreto Federal n 7.390, de 9 de dezembro de 2010

    I - Plano de Ao para a Preveno e Controle do Desmatamento na Amaznia Legal - PPCDAm; II - Plano de Ao para a Preveno e Controle do Desmatamento e das Queimadas no Cerrado - PPCerrado; III - Plano Decenal de Expanso de Energia - PDE; IV - Plano para a Consolidao de uma Economia de Baixa Emisso de Carbono na Agricultura; V - Plano de Reduo de Emisses da Siderurgia.

  • PLANO ABC

    Plano Setorial; Prev Mitigao; Prev adaptao s Mudanas Climticas; Visa Consolidao de uma Economia de Baixa Emisso de Carbono na Agricultura.

  • Coordenao: Presidncia da Repblica/Casa Civil, MAPA e MDA. Grupo de Trabalho Nacional (elaborao da proposta): Casa Civil, MAPA, MDA, Ministrio da Fazenda MF, Ministrio do Meio Ambiente MMA, Secretria de Assuntos Estratgicos da Presidncia da Repblica SAE, Embrapa, representantes do Frum Brasileiro de Mudanas Climticas (FBMC) e setor produtivo. Participao dos Estados e Municpios no processo de implantao deste Plano Setorial fundamental.

    PLANO ABC

  • Grupo Gestor do Plano ABC em Minas Gerais (GG-ABC MG)

    Associao Brasileira de Irrigao e Drenagem INMET 5DISME

    Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais S.A. BDMG Instituto de Terras - ITER

    Banco do Brasil em Minas Gerais MAPA-MG /DPDAG-SESAG

    CCPR- ITAMB MDA / DFDA - MG

    EMATER - MG SEAPA

    Embrapa Gado de Leite SEBRAE MINAS

    Embrapa Milho e Sorgo SEMAD - FEAM

    EPAMIG Sicoob Central Crediminas

    FAEMG UFV

    FETAEMG SECTES - Secretaria de Cincia e Tecnologia

    Frum Mineiro de Mudanas Climticas

  • 1- RECUPERAO DE PASTAGENS

  • A diminuio em 1% da MO em 30 cm de solo/ha, implica na liberao de cerca de 166 t de CO2 para a atmosfera!

    Fonte Embrapa Gado de Leite, 2011

  • 2- INTEGRAO LAVOURA PECURIA

    FLORESTA

  • ROTAO DE CULTURAS EM SISTEMA ILP

    Vero-safra: Silagem

    Inverno: Pasto ou palha

    Palhada para

    PD

    Safrinha:

    Feijo

    - Stio Valo Mar de Espanha/MG

  • 3- PLANTIO DIRETO NA PALHA

  • 4- FIXAO BIOLGICA DE NITROGNIO

  • 5- PLANTIO DE FLORESTAS

  • CARBONO E FLORESTAS NATURAIS

    Plantio direto - fixao de 0,5 ton. de CO2/ano;

    Floresta tropical - 60 ton. de CO2/ano;

    Mesmo com plantio direto, a converso de reas de floresta para agricultura danosa .

    Por isso preciso fazer melhor uso das reas j degradadas, como pastagens.

    Em Consulta pblica Plano de Investimento do Brasil para o Programa de investimentos em florestas (FIP) com apoio ao Programa ABC.

  • Tratamento dos dejetos da suinocultura, da avilcutura e outros.

    6. Programa Tratamento de Resduos Animais

  • Destinao de dejetos animais

    Tratamento de 4,4 milhes toneladas de dejetos de animais at 2020;

    Agricultores com incremento de renda a partir da venda de energia eltrica, trmica e automotiva gerada a partir da utilizao do biogs e da compostagem;

    Incremento na organizao produtiva de agricultores atravs de cooperativas e associaes;

    Aumento do nmero de biodigestores implantados.

  • 1. Divulgao;

    2. Capacitao (tcnicos e produtores);

    3. Pesquisa, Desenvolvimento e Inovao (P, D & I);

    4. Transferncia de Tecnologia (TT);

    5. Assistncia Tcnica e Planejamento Rural (ATER);

    6. Crdito e Linhas de Financiamento;

    7. Disponibilizao de insumos;

    8. Regularizao fundiria e ambiental;

    9. Fomento a viveiros e redes de coletas de sementes;

    10. Monitoramento (MRV);

    11. Adaptao, reduo de vulnerabilidades e aumento de resilincia;

    12. Aes transversais (sensibilizao, articulao, etc.).

    7- PROGRAMAS DE ADAPTAO, MONITORAMENTO E AES TRANSVERSAIS

  • LINHA DE CRDITO

    Programa ABC uma linha de crdito, entre outras previstas (KFW, Fundo Nacional do Clima, etc)

    R$ 3,15 bilhes; visa boas prticas agronmicas para minimizar o

    impacto e a emisso de gases de efeito estufa.

    R$ 274,9 milhes julho a dezembro de 2011 - Brasil.

  • Participao dos setores nas emisses totais de GEE Minas Gerais - 2005

    Energia 37%

    Processos Industriais

    6%

    Resduos 6%

    Mudanas do uso da terra e

    florestas 22%

    Agropecuria 29%

    Emisses totais: 123 milhes de tCO2eq Crescimento, em relao a 1990: 64%.

  • Participao dos subsetores nas emisses totais do setor agropecuria, florestas e outros usos do solo

    Minas Gerais - 2005

    Mudanas no uso do solo

    38%

    Fermentao entrica

    41%

    Manejo de dejetos

    16%

    Cultivo de arroz, queima de resduos

    0,2%

    Uso de fertilizantes

    nitrogenados 3%

    Uso de calcrio e dolomita

    1%

  • Fonte: Assad et al. (2004)

    1C at 2100

    3C at 2100

  • Perspectivas para o Estado de Minas Gerais no processo de conteno das Mudanas Climticas

    Maior sequestro de carbono, com reduo da emisso de GEE;

    Reduo da necessidade de novos desmatamentos;

    Recuperao da qualidade e da capacidade produtiva do solo;

    Reduo da eroso;

    Maior infiltrao da gua da chuva;

    Menor evaporao da gua do solo;

    Diminuio dos custos de produo & aumento da renda;

  • PERSPECTIVAS PARA O PLANO ABC - MG

    Capacitao e Divulgao

    Elaborao do Plano Estadual - Diagnstico e definio da Linha de base para monitoramento, registro. - Elaborao e execuo do Plano Estadual

    Consolidao da Poltica Estadual de Mudanas Climticas - Estabelecimento de canal permanente de dilogo com o Subsecretrio do Agronegcio da Secretaria de Estado da Agricultura Pecuria e Abastecimento SEAPA Baldonedo Arthur Napoleo. - Gesto junto ALEMG para o Anteprojeto de Lei da Poltica Estadual de Mudana do Clima. GT coordenado pela Fundao Estadual de Meio Ambiente Feam 18 e 19 reunies da Cmara Temtica de Energia e Mudanas Climticas do COPAM, ocorridas em 01/09/2010 e 29/09/2010.

  • *

    MIRIAM ESTER SOARES FERNANDO ANTNIO COSTA

    COORDENAO DO GRUPO GESTOR

    DO PLANO ABC MG

    miriam.ester@agricultura.gov.br fernando.costa@agricultura.gov.br

    MINISTERIO DA AGRICULTURA PECUARIA E ABASTECIMENTO-

    MG (31) 3250-0331 3250-0439

    Obrigada !

Recommended

View more >