Revista Stylo - Ed. 21 - Fev/2016

  • View
    222

  • Download
    9

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Text of Revista Stylo - Ed. 21 - Fev/2016

  • REVISTAED. 21/2016ANO 2

    Em um ensaio descontrado, a paulista de 22 anos de idade incorporou o estilo de dcadas passadas e esbanjou beleza e alegria.

    Elisabeth Galdino

  • 2

    BolsasCintosChapusCarteirasaCessriosBolsas de festaMalas de viageM MoChilas esColares

    CENTRO - RUA PARAN (EM FRENTE VIVO) SANTA CRUZ - RUA IBITIBA (PRXIMO LOTRICA)LUS EDUARDO MAGALHES

    77 9.9906-1771

    venha ConheCer

    a nova loja do Centro.

    aMpliaMos para ofereCer Mais

    diversidade, estilo e elegnCia e o Melhor

    preo da Cidade.

  • 3

    ndice

    expediente

    editorial

    16

    200513

    REVISTAED. 21/2016ANO 2

    EDITORA-CHEFEHelose SteffensJornalista profissional (DRT/PR - 7213)revistastylolem@gmail.comhellosteffens@yahoo.com.br

    77 9.9979-9241 (Vivo)

    LUS EDUARDO MAGALHESAdministrativo | ComercialIvete Silvestrinrevistastylolem@gmail.comivetesilvestrin@yahoo.com.br

    77 9.9942-9885 (Vivo)

    BARREIRASComercialJeov Jnior revistastylolem@gmail.com jeovajunior2@gmail.com

    77 9.9981-9910 (Vivo)

    PROJETO GRFICO E DIAGRAMAONiclio Ramos

    Parceiros nesta edioDom Josaf Menezes da Silva (Religio), Henderson Aires (Esporte) e Olavo Nascimento (Gastronomia)

    ENDEREO PARA CORRESPONDNCIASLEM: Rua das Margaridas, Qd. 13 Lt. 24, n 611 - Tropical VilleBARREIRAS: Em breve, em novo endereo

    ENDEREOS NA INTERNETFacebook: Revista StyloSite: Em construo. Aguarde, em breve!

    As festividades j passaram e anunciaram a chegada do ano novo, mas tem quem acredite que o ano verdadeiramente comea agora: depois do carna-val. Sendo assim, com muita alegria que damos as boas-vindas para 2016, abrindo os trabalhos com a primeira edio da Revista Stylo neste ano.

    Esta edio, conforme nosso leitor poder observar, no est apenas belssima, como tambm a representao de uma nova fase em nossa

    existncia editorial. Reformulao da logomarca e do projeto grfico so apenas algumas das novidades apresentadas neste nmero e que vo nos acompanhar em muitos outros - se assim o nosso Criador permitir.

    E se no bastasse todas essas inovaes visuais, alm do contedo atraente e de qualidade, sempre presente nas edies da Revista Stylo, este nmero tambm fica mar-cado pela concepo de um novo projeto editorial, desta vez, especializado em agrone-gcio. A Revista Stylo Rural um projeto que, h algum tempo, vem sendo idealizado e que, agora, torna-se realidade. Mais do que idealizao, esta nova revista nasce de uma demanda existente: a carncia de informaes voltadas a este segmento, to importante para a economia e para o desenvolvimento regional, bem como a solicitao, cada vez mais crescente, que houvesse uma produo especializada para esta rea.

    Com duas revistas - Stylo e Stylo Rural - presentes em uma mesma edio, no s aumentamos a diversidade de assuntos e damos mais ateno aos temas voltados ao agronegcio, como tambm ampliamos o nosso pblico. Qualquer que seja o assunto de interesse, o leitor encontrar em nossas pginas. Este , inclusive, o diferencial da Stylo: contedo de qualidade para os mais diferentes pblicos. Sendo assim, desejamos a todos os nossos leitores e parceiros, uma excelente leitura, agradecendo, desde j, pela companhia. Em tempo, seja muito bem-vindo, 2016! Este ser um ano de desafios, certamente, mas sobretudo, de superaes e conquistas.

    Seja muito bem-vindo, 2016!

    Helose SteffensEditora-chefe - DRT/PR - 7213Jornalista profissional

  • 4

    MBA/FGV GESTO EMPRESARIAL (Presencial)

    at 15/02

    MBA/FGV EXECUTIVO EM ECONOMIA E GESTO DO AGRONEGCIO (Presencial)

    MBA/FGV GESTO FINANCEIRA, CONTROLADORIA E AUDITORIA (Presencial)

    FGV CURSOS MODULARIZADOS (06 DISCIPLINAS) GESTO DE PESSOAS (Presencial)

    DAMSIO EDUCACIONAL CURSOS DE ESPECIALIZAO (Tele presencial)

    DAMSIO EDUCACIONAL CURSOS PARA CONCURSOS (Tele presencial)

    Ms de Janeiro 20% de desconto (para cursos semestrais e anuais)

    FAAHF DOCNCIA DO ENSINO SUPERIOR (Presencial)

    FAAHF ESPECIALIZAO DIREITO CIVIL E PROCESSO CIVIL

    COM NFASE NO NOVO CPC (Presencial)

    INSCR

    IES

    ABER

    TAS

    faahf.edu.br Lus Eduardo Magalhes/BA3628-9900(77)

    at 27/01

    at 10/02

    entrar em contato

    at 11/02

    at 10/02

    entrar em contato

    CURSOS 2016

  • 5

    Dom Josaf Menezes da Silva

    O Ano daMisericrdia

    MENSAGEM DE F

    BISPO DA DIOCESE DE BARREIRAS

    O Papa Francisco, que desde a sua eleio como chefe da Igreja Ca-tlica vem encantando o mundo inteiro, proclamou o Ano Santo da Misericrdia, de 8 de dezembro de 2015 at 20 de novembro de 2016. A progra-mao envolve a Igreja Catlica no mundo inteiro. Aqui em Barreiras, como para todas as dioceses do mundo, o Ano Santo comeou no dia 13 de dezembro de 2015, com a aber-tura da Porta da Misericrdia na Catedral de So Joo Batista e tem o seu calendrio proposto na Nota Pastoral de nossa autoria.

    O significado e a motivao para vivncia do Ano da Misericrdia, o papa apresentou na Bula O Rosto da Misericrdia, publi-cada em 11 de abril de 2015. O ttulo do documento papal sugestivo: Jesus Cristo o rosto da Misericrdia do Pai. Atravs dos evangelhos e dos outros escritos do NT, constatamos que as aes e palavras de Jesus de Nazar foram sempre a mani-festao da infinita bondade de Deus para com todas pessoas, especialmente, as mais necessitadas. No mbito das palavras, as parbolas se destacam. Entre as mais co-nhecidas, a do filho prdigo e bom sama-ritano. O campo das aes igualmente cheio de manifestaes. O acolhimento dos pecadores e cura dos doentes esto entre os gestos de misericrdia de Jesus.

    Misericordiosos como o Pai (cf. Lc 6,36) o lema do ano. Na misericrdia, temos a prova que Deus nos ama [...]. Dia a dia, tocados pela sua compaixo, po-demos nos tornar tambm compassivos para com os outros (Papa Francisco, MV, n. 14). conhecida a parbola do filho prdigo (Lc 15,11-32). Depois de ter gas-to todos os bens, misturando-se com os porcos e as pessoas mal recomendadas,

    mergulhado na misria, resolve retomar o caminho de casa. Chegando encontra abrao, moradia e todos os outros bens que tinha perdido. Esses gestos de per-do compem tambm a sua dignidade. Certamente, fazem renascer dentro do corao do filho: alegria de viver, vontade de trabalhar e impulso para amar como foi amado. Quando o amor de Deus nos retira da lama, sentimentos de gratido e impulsos de solidariedade nascem dentro dos coraes reconciliados.

    Com o programa do Ano da Misericrdia, o papa quer que abramos os nossos olhos para ver as misrias do mundo, as feridas de tantos irmos e irms privados da prpria dignidade e sintamo-nos desafiados a escu-tar o seu grito de ajuda (Ibidem, n. 15). Este ensinamento no somente religioso, cul-tural e, por fim, poltico. No sem razo que muitas pessoas, no somente na Itlia, mas na Europa e em todo o Ocidente, consi-deram o Papa Francisco pelo esprito prof-tico, capaz de incidir na poltica fundada no bem comum da comunidade. As turbuln-cias dos tempos reclamam, melhor ainda, exigem que no lugar do amor a si mesmo se manifeste o amor ao prximo, expulsem a indiferena e sancionem o egosmo que nos torna escravos de ns mesmos, do poder, do fundamentalismo e do terrorismo (Scalfa-ri, E., Misericordia: l'arma di Papa Frances-co per la pace nel mondo, La Repubblica, 24.12.2015).

    Existem muitos sinais preocupantes de ausncia da misericrdia, sobretudo, em tempos de crise econmica, poltica e ti-ca, como vivemos no Brasil e em vrias partes do mundo: indiferena em relao aos problemas e s necessidades do outro, intolerncia com as suas falhas, irrespon-

    sabilidade com o bem comum, atitude de arrogncia, agressividade e violncia nas relaes interpessoais, desrespeito pela vida, busca do prazer e do lucro a qualquer preo, bem-estar desenfreado, descuido pelo meio ambiente, corrupo entre ou-tros destaques.

    O mundo dos homens s se tornar mais humano se introduzirmos no quadro multi-forme das relaes interpessoais e sociais, juntamente com a justia, o amor miseri-cordioso que constitui a mensagem mes-sinica do Evangelho, diz um dos grandes patronos do programa da misericrdia (So Joo Paulo II, DM, n. 14). Com a convocao do Ano Santo da Misericrdia, Papa Fran-cisco quer mais uma vez se colocar no meio das periferias do mundo, misturado como o fermento para fecundar a massa e revi-gor-la. mais um conjunto de aes da chamada Igreja hospital de campo, outra imagem preferida por ele. um convite para que os cristos catlicos no mundo inteiro assumam imediatamente as urgncias das pessoas. Nos acidentes e nos ferimentos de guerra, o atendimento imediato, as anli-ses so feitas depois.

    Nesse sentido o Papa Francisco se apre-senta como primeiro da fila, esperando estimular outras pessoas e no somente no mundo catlico. O Ano da Misericrdia mostrar a sua energia transformado-ra na medida em que ajudar os homens e mulheres deste tempo a reconhecer o amor de Deus e, inspirados nessa miseri-crdia, tomar conscincia de suas respon-sabilidades, agindo em consonncia com a bondade infinita do Criador, tornando o mundo mais humano e mais fraterno - sonho de todos os coraes, sobretudo dos mais necessitados.

    Rua Professora Guiomar Porto, 63Sala 04 - Centro - Barreiras - BA

    77 3612-4765

    30MEGAS

    DE VELOCIDADE COM A VERDADEIRA FIBRA PTICA!

    Avenida JK, 2209 - CentroLus Eduardo Magalhes - BA

    77 3639-3100

    Muito mais tecnologia. Venha para a fibra ptica! Planos com at 30 MB de velocidade! Mais velocidade e qualidade pra voc!

    Bispo Diocesano da Igreja Catlica de Barreiras

  • 6

    1 Frum de Empreendedorismo de Lus Eduardo Magalhes (FEL) acontece em maro com o tema Como ter sucesso na crise

    Acontecer nos dias 11 e 12 de maro, no Hotel Solar, o 1 Frum de Empreendedorismo de Lus Eduardo Magalhes (FEL 2016) com