Revista IBB - 24/06/2012 - Edi§£o 130

  • View
    219

  • Download
    4

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Revista semanal da Igreja Batista do Bacacheri.

Text of Revista IBB - 24/06/2012 - Edi§£o 130

  • SU

    M

    RIO

    2

    04 agradecimento Pastorear | Pastores IBB

    05 destaqueRISTHomenagem | Prefeitura de Curitiba

    06 clulas Funes marcantes | Alexandre Arajo

    07 lideranaRopa | Alexandre Arajo

    08 pastoralJuventude | Pr. Andr Tavares

    10 administraoNossos nmeros | Ana Letcia Pie

    11 abc vida Finanas pessoais | Marcelo Santos

    12 juventudeEstusiasmo | Ob. Rmulo Corra

    13 ibb news Agenda | Dia a dia na igreja

    14 ministrio pastoral Campus | Misses

    15 livraria e videoteca Destaques | Promoes

    16 programao Cultos | Encontros

    facebook.com/ibbcuritiba @ibb_curitiba youtube.com/prrenatoibb www.ibb.org.br

    24/junho

    Expediente

    Campus

    REVISTA IBB | Ministrio de Comunicao | Agncia IBBcomunicacao@ibb.org.br | (41) 3363-0327

    Coordenao de Comunicao Pr. Renato Mendona; Projeto Grfico e Diagramao Ana Letcia Pie; Capa Fabio Vinicius; Reviso Ortogrfica Irenice Ferreira, Hedy Silvado, Priscila Ferreira e Rejane Schtz; Imagens Banco de Imagens e Arquivo IBB; Impresso Cromos Graf; Tiragem 1.200 exemplares.

    Campus IBB Quatro Barras(41) 3363-0327 | quatrobarras@ibb.org.br

    Rua 25 de Janeiro, 448 Centro - Quatro Barras - Paran

    83420-000

    Igreja Batista do Bacacheri(41) 3363-0327 | ibb@ibb.org.br

    Rua Amazonas de Souza Azevedo, 134Bacacheri - Curitiba - Paran

    82520-620

  • IBB

    OR

    AN

    DO

    3

    Vamos Orar Grupos de Orao

    14h30 - Grupo MCACasas | Dulce e Neuzi (3363-0327 - Ramal 112)

    15h - MCA (Mulheres)Sala de Orao | Hedy (3363-0327 - Ramal 112)

    20h - Sem Nome (Juventude)Capela | Rmulo Corra (3363-0327)

    20h - EspanholSala 9 | Eros (3363-0327 - Ramal 112)

    Tera

    Quarta

    Quinta

    Portanto, eu lhes digo: tudo o que vocs

    pedirem em orao, creiam que j o

    receberam, e assim lhes suceder.

    Marcos 11.24

    Mais informaes no telefone 3363-0327 (Ramal 112).

    *Se voc faz parte de um grupo de orao da igreja e esse grupo no est nessa lista, entre em contato para colocarmos. Envie e-mail para alex@ibb.org.br ou 3363-0327 (Ramal 112).

    24domingo Gratido

    Hoje dia agradecer pelas bnos do passado, presente e futuro. Voc j fez esta prtica na sua vida devocional? Que tal comear hoje.

    27quarta Noite Rosa

    Este evento tem abenoado tremendamente a vida das mulheres da nossa igreja e daque-las que tem sido convidadas para participar. Oremos para que o Senhor continue a salvar e fortalecer estas mulheres.

    25segunda Pr. Renato Mendona

    Oremos hoje pelo retorno das frias do pastor Renato. Que o servo do Senhor esteja com suas foras renovadas para continuar abenoando a nossa igreja em seu ministrio.

    28quinta Santidade

    Vamos orar por santificao. Ore pelo desenvol-vimento do seu carter e santidade. Ore pela manifestao do fruto do Esprito Santo e outras qualidades em sua vida.

    26tera Confisso

    Vamos orar hoje por confisso de pecados. Pea a Deus que sonde o seu corao e lhe mostre quais so as reas da sua vida que precisam ser tocadas e mudadas pelo Senhor. Arrependa-se de qualquer pecado conhecido por pensamento, palavra ou obra.

    29sexta Festa do Chocolate

    Oremos hoje pela festa do chocolate da juven-tude para que este evento continue alcanan-do adolescentes e jovens para Cristo.

    30sbado Pastoral Carcerria

    Vamos orar pelo culto na penitenciria femini-na em Piraquara. Irmos da nossa igreja fazem este culto regularmente neste local e precisam da nossa orao por cuidado e proteo do Se-nhor. Oremos tambm por salvao, cura e li-bertao durante estes cultos.

  • AG

    RA

    DE

    CIM

    EN

    TO

    4

    Nosso privilgio de pastorear essa igreja

    Amados irmos da Igreja Batista do Bacacheri, muito obrigado por todas as manifestaes de carinho recebidas pelo dia do pastor. muito bom nos sentirmos amados por vocs!

    O apstolo Paulo escreve igreja em Tessalnica e diz: Sempre damos graas a Deus por todos vocs, mencionando-os em nossas oraes. (1 Tessalonicensses 1.2) Este o sentimento que temos levado em nossos coraes quando visitamos suas casas, acon-selhamos suas famlias, visitamos vocs no hospital, ministramos e pregamos nos cultos de nossa igreja, ensinamos em um grupo de estudo, planejamos atividades em conjunto, choramos juntos nossas dores e celebramos nossas alegrias e vitrias. Pastorear vocs um privilgio dado por Deus a ns. Todas as semanas nos reunimos como colegiado de pas-tores e oramos pela sua famlia, pelos membros que enfraqueceram na f e se afastaram, pelos enfermos e pelos que comeando a caminhada crist esto sendo discipulados por discpulos dedicados como voc.

    comum ouvir de famlias que acabaram de chegar na IBB : Esta igreja muito acolhe-dora. As pessoas nos receberam com muito amor., impressionante o nmero de pessoas que servem e trabalham nesta igreja. Todo mundo faz alguma coisa. ALELUIA! Continuem servindo e crescendo na f. por isto que os seus pastores afirmam que: Sempre damos graas a Deus por todos vocs, mencionando-os em nossas oraes. Lembramos continu-amente, diante de nosso Deus e Pai, o que vocs tm demonstrado: o trabalho que resulta da f, o esforo motivado pelo amor e a perseverana proveniente da esperana em nosso Senhor Jesus Cristo. (1 Tessalonicensses 1.2-3) Continuem servindo com fidelidade ao Se-nhor e crescendo na f.

    Com o corao agradecido a Deus!

    Seus pastores, L. Roberto Silvado, Mrcio Tunala, Andr Tavares, Francisco Cordeiro (China), Guilherme Falco, Marcos Ferreira, Renato Mendona, Silvanir Silva.

  • CO

    MPA

    IX

    O E

    JUS

    TI

    A

    5

    por Osmahir Pereira Rosa

    A

    A

  • A Palavra de Deus nos afirma em Salmos que os filhos so bnos do Senhor. Quem pai ou me sabe o quanto esta frase verdadeira. bem verdade que nossos filhos muitas vezes nos do muito trabalho, preocupaes e exigem muito de nosso tempo e ateno. Preparar um filho para a vida adulta exige muita dedicao e tempo investido. Contudo, a experincia recompensadora demais.

    Como gostoso acompanhar o desenvolvimento de nossos filhos fase a fase. O nasci-mento, as clicas do beb, os primeiros passos, o primeiro dia de aula, as primeiras pedala-das, a adolescncia e todas as negociaes que esta fase exige, o temido vestibular, esperar seu filho jovem chegar em casa bem mais tarde e s conseguir dormir aps esse momento, o incio da vida profissional, aquele casamento to esperado, netinhos e por a vai.

    Em cada uma destas fases somos importantes demais para eles. Mesmo quando nossos filhos no esto mais por perto, e at mesmo naquele dia em que no estare-mos mais juntos deles. Nossos valores, tica e memrias continuaro influenciando-os nas suas decises.

    A Bblia nos apresenta outra forma de paternidade e maternidade. Os pais espirituais. O apstolo Paulo, por exemplo, teve o privilgio de ter sido discipulado por homens de Deus, Barnab foi um desses, e alguns anos depois Paulo pode ser pai espiritual de muitos outros. Notem o que Paulo afirma sobre seu filho Timteo: Mas vocs sabem que Timteo foi aprovado, porque serviu comigo no trabalho do evangelho como um filho ao lado de seu pai. (Filipenses 2.22).

    Sermos pais espirituais recompensador. Ensinar a orar, estudar a Bblia, encorajar a confiar no Senhor nos momentos de dificuldade, vivenciar os milagres e as experincias com Deus na vida dos nossos filhos na f, que privilgio. V-los chegar maturidade na f, produzindo frutos para o nosso Deus motivo de muita alegria.

    Enfim, seja de sangue, de criao ou na f, os filhos so uma grande bno! Nossa igre-ja devido o trabalho realizado nas clulas e eventos como Casa do Julgamento tm muitos bebs na f, pessoas iniciando sua caminhada na vida crist. Que oportunidade nica de sermos bnos na vida deles!

    Ao se sentir motivado a adotar ou ser adotado na f, converse com seus lderes de c-lula e pastores sobre sua deciso.

    Funes marcadaspor amor e dedicao

    C

    LU

    LA

    S

    6

    Alexandre ArajoContato: celula@ibb.org.br.

  • refletir

    planejar agir

    Como eu posso abenoar sendo pai ou me espiritu-al de algum que est ini-ciando sua caminhada na vida crist? Reflita o quanto discipular uma pessoa ser motivo de alegria para voc.

    Ore e procure seu lder de clula e pas-tor pedindo auxlio e direo quanto s pessoas que voc poder discipular. Seja disciplinado na execuo, ser uma expe-rincia abenoadora e vitoriosa!

    Aproveite as oportunidades na sua semana para testemunhar do amor de Deus. Eviden-cie aos seus prximos a presena de Cristo em sua vida e a paz que Ele lhe oferece.

    C

    LU

    LA

    S

    7

    orar

    Que o Senhor abenoe minha vida no propsi-to de ser um discipulador. Que o Senhor confir-me as pessoas que eu poderei abenoar. Ajude--me a manter uma constante comunho com Teu Esprito e que a minha vida, aes e atitudes possam demonstrar o meu amor pelo Senhor.

    C

    LU

    LA

    S

    7

  • I Timteo 4.12: 11 Ordene e ensine estas coisas. 12 Ningum o despreze pelo fato de voc ser jovem, mas seja um exemplo para os fiis na palavra, no procedimento, no amor, na f e na pureza.

    Atos 2.17: 17 Nos ltimos dias, diz Deus, derramarei do meu Esprito sobre todos os povos. Os seus filhos e as suas filhas pro-fetizaro, os jovens tero vises, os velhos tero sonhos.

    I Joo 2.14: ...Jovens, eu lhes escrevi, por-que vocs so fortes, e em vocs a Palavra de Deus permanece e vocs venceram o Maligno.

    Deus estabelece por meio de Sua Palavra uma lista de princpios e diretrizes muito im-portantes para a vida familiar e eclesistica. Entre essas orientaes est o investimento constante em nossa Juventude. Apenas os versculos citados acima, possvel ver o de-sejo do