Revista Cabe§a D'gua - Edi§£o 02

  • View
    243

  • Download
    27

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Revista Cabeça D'água - Edicação 02. Nesta edição temos conteúdo exclusivo. Você verá uma matéria sobre o evento youPIX, um ensaio fotográfico sensacional e muito mais. A revista faz parte do blog Cabeça D'água (www.cabecadagua.com.br)

Text of Revista Cabe§a D'gua - Edi§£o 02

  • Revista Cabea Dgua

    A Revista Cabea Dgua faz parte do blog Cabea Dgua.___________________________________

    // Editor Chefe Eric Hayashi

    // Redatores Diego Honorato

    Eric Hayashi

    Fbio Naito

    Henrique Printes

    Ivana Kroeger

    Marcelo Sobata

    Paula Eternal

    // Edio Eric Hayashi

    // RealizaoCabea Dguawww.cabecadagua.com.br

    ___________________________________

    Gostou da revista? Acesso o nosso

    blog e comente por l:

    www.cabecadagua.com.br___________________________________

    Quer inserir sua marca na revista?

    Entre em contato por email e

    vamos conversas para inserir sua

    publicidade na Revista.

    contato@cabecadagua.com.br___________________________________

    Todos os direitos reservados. Caso

    queira utilizar algum contedo, fique

    avontade, mas no esquea de dar

    os devdos crditos, ok? ;D

    ___________________________________

    Imagens utilizadas somente para

    divulgao. Caso tenha alguma

    imagem sua sendo utilizada aqui

    sem os crditos, avise-nos por email

    e daremos os crditos a elas.

    ___________________________________

    Acertamos, erramos ou quer enviar

    alguma sugesto para a revista,

    mande um email para:

    contato@cabecadagua.com.br

    Dig Din Dig Din! Sou Foda! Sou foda na cama eu te esculacho, Na sala ou no quarto, No beco ou no carro (...)

    Pra te enlouquecer, Todas, todas que provaram no, Conseguem esquecer...

    A internet j existe h um bom tempo, mas foi s em 2005 que ficou melhor. Com o

    tal Boom da Web 2.0, agora o usurio no precisar s consumir a informao (do

    mesmo jeito que acontece com a televiso, rdio e jornais), agora o usurio pode

    interagir com as informaes, pode criar seu prprio contedo, pode ser tudo o

    que quiser dentro da internet.

    E se for parar para pensar, 2005? Bom, so s seis anos atrs, mas quanto contedo

    j no foi feito e ns j interagirmos com eles e consumimos da mesma forma?

    As redes sociais tambm foram responsveis pelo compartilhamento em alta

    velocidade, sem elas demorariamos alguns minutos a mais para ver o ltimo vdeo

    lanado no youtube ou ento alguma frase que bombou em algum blog por ai.

    Mas com isso, aparentemente, estamos ficando cada vez mais distantes do que

    seria a tal realidade, certo? Errado, o youPIX Festival mostra que a internet no

    est to longe assim do mundo real, aquele que ns vivemos. engraado voc

    encontrar tudo aquilo que voc conhee no virtual em carne e osso. Digo isso

    porque conheci e/ou vi pessoalmente algumas das figurinhas mais conhecidas

    das websfera durante o evento, podendo citar: PC Siqueira, Jovem Nerd, Azagahl,

    Cid do NaoSalvo, Brogui, Ale Ferreira, Jonny Ken, Mj Coffeeholick, tchulimtchulim,

    Interney e a Bia Granja.

    De certa forma, me faz lembrar de como eram antigamente os eventos de anime

    e mang. Um monte de pessoas que sabiam de coisas que pessoas consideradas

    normais no conheciam ou conheciam bem pouco, que se reuniam para falar

    sobre estes assuntos que as empolgava tanto :)

    Enfim, o virtual no est to longe do real e o real no est to fora assim do virtual,

    porque no fim das contas, como diria a @rosana, Gostamos daquilo que mostra a

    nossa realidade l no virtual.

    Espero que gostem bastante da segunda edio da revista, alm do contedo

    exclusivo que fizemos do youPIX, vocs tambm encontraro os artigos

    especialmente selecionados pelo nosso time de redatores e tambm podero ver o

    ensaio que a nossa querida Giselle Fioravanti fez com a modelo Raisa Machata.

    Fica que vai ter muita coisa bacana na revista! =D

    Eric Hayashi

    Editor Chefe

  • Menu// Projet Tsunami: Aidons le Japon - 4 pg.// Trnsito: Viva ou Morra! - 6 pg.// Trash de Dress - 7 pg.// Elegant Gothic Lolita - 8 pg.// Poetizando a Vida - 9 pg.// Giselle Fioravanti - 11 pg.// Gotham City sem Batman? - 18 pg.// Matria da Capa | youPIX - 20 pg.// Publicidade Vintage das Redes Sociais - 24 pg.// Ganhando Tempo - 25 pg.// Ah! O Total Controle de Massas! - 27 pg.// D in the Box - 28 pg.// Ontem e hoje: 47 anos de que? - 32 pg.// Crysis 2 (Review) - 34 pg.// Cpia? Pirata? No, Cover! - 36 pg.// Publicidade de botequim - 37 pg.// Beleza? Sexo? Oi? - 40 pg.// Fiquei Querendo # 02 - 41 pg.// Cabea Indica - 43 pg.// Suicide Club - 48 pg.// O Fabuloso Destino de Amelie Poulain - 49 pg.// Steve, o Esteagirio - 50 pg.// Tirinhas - 51 pg.

    3

  • 4// Arte & Design

    Projet Tsunami: Aidons le Japon

    O site francs CFSL.net comeou um projeto colaborativo, onde ilustradores e escritores enviam seus trabalhos

    e mensagens de ajuda para o Japo. Segue o texto do CFSL sobre o projeto.

    Projet Tsunami: Aidons le Japon

    Em 11 maro de 2011, o Japo foi atingido pelo maior terremoto de sua histria. Todos fomos testemunhas

    diretas do desastre. Todos ns fomos afetados por esta tragdia em uma escala histria, cujas consequncias

    ainda no esto muito claras hoje. Se os nmeros so indefinidos, todos ns sabemos que as pessoas que

    que vivem nesta situao precisam de ajuda agora. A Comunidade CFSL comprometeu-se, e apoia as

    vtimas do Japo pela ao de seus membros, que so ilustradores e escritores.

    Confira alguns dos trabalhos j enviados para o projeto. Voc tambm pode visualizar todos os trabalhos

    enviados para o Project Tsunami acessando o site: www.cfsl.net/tsunami

    por Emmanuelle Colin

  • por Gilles Cazaux

    5

    por Eric Hayashi

    por Jiawei Huang por VanRh

  • // Selva de Pedras por Eric Hayashi

    6

    Trnsito: Viva ou Morra!

    OK, um ttulo no mnimo exagerado, mas trnsito realmente

    algo horrvel. Quem mora nas grandes metrpoles sabe muito

    bem como isso. No importa mais se voc est de carro,

    transporte coletivo ou mesmo a p.

    Semana passada vi uma matria da Raquel Ronilk e fiquei no

    mnimo surpresa, veja um trecho:

    Vinte e sete dias por ano preso em um congestionamento?

    Pois esta a mdia de dias que a populao da cidade de So Paulo perde por ano em congestionamentos

    dirios de duas horas e 42 minutos.

    Pois minha gente, vinte e sete dias, praticamente o ms de fevereiro inteiro voc fica parado no trnsito.

    Pensando nisso, trouxe algumas dicas de como sobreviver as longas e longas filas de automveis e outros

    veculos parados.

    Saia de casa com um bom tempo de antecedncia, para evitar os atrasos;

    Escolha caminhos alternativos. Trafegar por avenidas movimentadas durante o horrio de pico

    aumentar as chances de se aborrecer;

    Ouvir msica um recurso que deve ser bem pensado para no aumentar ainda mais o seu estresse.

    Evite manter o volume mais alto que o barulho da rua. Use as suas preferncias e o bom senso para escolher o

    que escutar.

    Se tiver ar-condicionado, mantenha-o ligado, mesmo que isso signifique gastar mais bateria;

    Pensamentos ruins podem deix-lo ainda mais cansado, alm de superdimensionar a tenso;

    Aproveite para planejar a sua vida enquanto est ao volante. Planos de frias, final de semana, tudo

    isso pode ser feito mentalmente enquanto espera o carro da frente acelerar;

    Faa exerccios respiratrios. Inspire o ar, prenda-o por alguns segundos e solte-o em seguida. uma

    boa maneira de se acalmar;

    Evite manter o p fixo na embreagem por muito tempo. Mova os ps para cima e para baixo, para

    no provocar dores.

    No fale no celular enquanto estiver dirigindo. Se a ligao for muito importante, encoste o carro e

    fale tranqilamente, evitando assim multas e acidentes.

    Leve sempre no carro alimentos leves e bastante lquido, o tempo de espera poder ser grande, ento

    caso tenha fome ou sede, voc j est preparado.

    Se o trnsito estiver realmente ruim e voc no tem nenhuma pendncia urgente, pare em algum

    lugar, shopping, cinema, teatro, voc pode se entreter e no ficar se aborrecendo no trnsito.

    Espero que com estas dicas, voc possa ter uma ida ou volta para casa menos estressante.

  • // Ligeiramente fora de foco por Tchello Sobata

    7

    Trash de Dress

    Bom, cada vez mais comum vermos fotos de casamento em locais cada vez mais inusitados: praias, oficinas,

    stios, lagoas, etc. E normalmente nessas fotos, o vestido no bem tratado, como normalmente estamos

    acostumados, ele : molhado, sujo e encardido de lama e cia. A primeira reao das pessoas ao verem uma

    foto da noiva em um lugar desses: WTF?!

    Com o Trash the dress, o casal faz as fotos em algum local que tenha

    relao com sua histria. Seja ele uma praia ou stio, o resultado

    bem interessante: com um clima menos formal, os noivos e o

    fotgrafo ficam vontade para dar asas imaginao, resultando

    em fotos como essa da esquerda. Nos EUA, normalmente o vestido

    dela totalmente destrudo, restando apenas as lembranas do

    mesmo. No entanto, em terras brasileiras, o negcio no to

    radical assim, nada que no seja lavvel.

    Com as fotos em um ambiente externo e incomum, tanto o fotgrafo quanto os fotografados tem uma liberdade

    de criao imensa: poses, cenrios e composies no to comuns do um ar diferente e mais despojado

    fotografia. Alm das diversas opes, o local a ser escolhido varia desde praias paradisacas construes

    antigas, influenciando muito no resultado final. No Brasil, os principais expoentes desse tipo de fotografia so

    Anderson Miranda e Adriano Gonalves.

  • // Falso Retrato por Eric Hayashi

    8

    Elegant Gothic Lolita

    No ms de Maro ns tivemos a tragdia no Japo e que continua at