Regras de Futsal FIFA 2011

  • Published on
    18-Mar-2016

  • View
    214

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Regras de Futsal FIFA 2011

Transcript

  • 1

    LEIS DO JOGO

    FUTSAL

  • 2

    Leis do Jogo

    de Futsal 2010/2011

    Edio autorizada pela Sub-Comisso do International Football Association Board.

    A reproduo ou traduo, integral ou parcial, carece de autorizao expressa da FIFA.

    Publicado pela Fdration International de Football Association FIFA-Strasse 20. 8044 Zurique, Sua.

    Em caso de divergncia na interpretao entre as vrias verses deste texto, a verso inglesa prevalece.

    Reviso tcnica de: Fernando Jorge, Ablio Marques e Joo Ramos

  • 3

    FDRATION INTERNATIONALE DE FOOTBALL ASSOCIATION Presidente: Joseph S. Blatter (Sua) Secretrio Geral: Jrme Valcke (Frana)

    Morada: FIFA-Strasse 20 P.O. Box 8044 Zurich Switzerland Tel.: 41-(0)43-222 7777

    Fax: 41-(0)43-222 7878

    Internet: www.FIFA.com COMISSO DE FUTSAL E FUTEBOL DE PRAIA

    Presidente: Ricardo Terra Teixeira (Brasil)

    Vice-Presidente: Mario Lefkaritis (Chipre)

    Membros: lvaro Melo Filho (Brasil) Colin Klass (Guiana)

    Rafael Tinoco Kipps (Guatemala) Alberto Vilar (Espanha)

    Samir Zaher (Egipto) Hans Boll (Holanda) Marco Herrominly (Vanuatu) Xue Li (RP China) Petr Fousek (Repblica Checa) Ali Kaffashian (Iro) Richard Lai (Guam)

    FEDERAO PORTUGUESA DE FUTEBOL

    Presidente: Gilberto Madal

    Secretrio Geral: ngelo Brou

    Morada: Rua Alexandre Herculano, n 58

    1250-012 Lisboa

    Tel.: 21 325 27 00

  • 4

    PREFCIO Foram feitas algumas alteraes de fundo na edio deste ano das Leis do Jogo de Futsal em relao edio de 2008. Todo o texto das Leis foi examinado e revisto de modo a consolidar e reorganizar o contedo e a torn-lo mais uniforme, claro e de mais fcil compreenso. As alteraes mais significativas consistem na incluso de algumas das decises da edio de 2008, quer nas prprias Leis, quer na seco intitulada Interpretao das Leis do Jogo de Futsal e orientaes para os rbitros. O objectivo da Comisso de Futsal e Futebol de Praia da FIFA, ao alterar o ttulo desta seco, foi o de realar o facto de, apesar de a sua finalidade principal ser complementar as Leis do Jogo de Futsal, o seu contedo indubitavelmente de carcter imperativo. Para alm disso, alguns princpios que estavam anteriormente implcitos no jogo, mas que no eram explicitamente mencionados nas Leis, foram includos nesta nova edio. Finalmente, a Comisso de Futsal e Futebol de Praia da FIFA pretende recordar s federaes e confederaes que seu dever, de acordo com os Estatutos da FIFA, garantir o cumprimento rigoroso e uniforme das Leis do Jogo de Futsal em todas as competies.

  • 5

    NOTAS RELATIVAS S LEIS DO JOGO DE FUTSAL

    Modificaes Com o acordo da respectiva Federao Nacional e no respeito pelos princpios fundamentais das presentes Leis do Jogo de Futsal, as Leis podem ser modificadas na sua aplicao relativamente aos encontros de jogadores com menos de 16 anos, de jogadoras de Futsal, de veteranos (mais de 35 anos) e de jogadores deficientes.

    So autorizadas as seguintes modificaes: dimenso da superfcie de jogo; dimenso, peso e material da bola; distncia entre os postes da baliza e altura da barra transversal; durao dos perodos do jogo; substituies. Qualquer outra alterao s pode ser efectuada com autorizao do Departamento de Arbitragem da FIFA e a aprovao da Sub-Comisso de Futsal da FIFA. Masculino e Feminino Por razes de simplificao, qualquer referncia ao gnero masculino nas Leis do Jogo de Futsal relativamente a rbitros, jogadores e elementos oficiais aplica-se tanto a homens como a mulheres.

    Alteraes Tendo em conta as numerosas alteraes na estrutura das Leis, foi decidido no utilizar traos para indicar as alteraes nesta edio.

  • 6

    SUMRIO

    Lei Pgina 1 A superfcie de jogo 6

    2 A bola 13

    3 Nmero de jogadores 15

    4 Equipamento dos jogadores 19

    5 Os rbitros 22

    6 Os rbitros assistentes 26

    7 Durao do jogo 30

    8 Pontap de sada e recomeo do jogo 33

    9 Bola em jogo e bola fora 36

    10 Marcao de golos 37

    11 Fora de jogo 39

    12 Faltas e comportamento antidesportivo 40

    13 Pontaps-livres 44

    14 Pontap de grande penalidade 51

    15 Pontap de linha lateral 54

    16 Lanamento de baliza 57

    17 Pontap de canto 59

    Procedimentos para determinar o vencedor de um jogo ou eliminatria

    62

    A rea tcnica 65

    O rbitro assistente de reserva 66

    Sinais do rbitro e do rbitro assistente

    67

    Interpretao das Leis do Jogo de Futsal e orientaes para os rbitros

    76

  • LEI 1 A SUPERFCIE DE JOGO Superfcie de jogo

    Os jogos devem ser disputados em superfcies lisas, sem rugabrasivas, de preferncia feitas de madeira ou em material sintcom as regras da competio. Desaconselha-se o cimento e o asfa

    As superfcies com relvado artificial so autorizadas em casosapenas em competies nacionais.

    Marcao da superfcie de jogo

    A superfcie de jogo deve ser rectangular e marcada com linhfazem parte integrante das reas que delimitam e devem distinguda cor da superfcie de jogo.

    As duas linhas de demarcao mais compridas chamam-se linhas mais curtas denominam-se linhas de baliza.

    A superfcie de jogo dividida por uma linha que divide a superduas partes iguais, que une os pontos centrais das duas linhas late

    O ponto central marcado ao meio da linha que divide a superduas partes iguais. volta desse ponto traado um crculo de 3 m

    Deve ser assinalada uma marca no exterior da superfcie de jogo, acrculo de canto perpendicularmente linha de baliza, para jogadores que defendem respeitam esta distncia quando pontap de canto. A largura desta marca de 8 cm. Devem ser assinaladas duas marcas adicionais, cada uma a uma dpara a esquerda e para a direita da segunda marca de grande pindicar a distncia mnima a observar quando marcado um pontmarca de grande penalidade. A largura desta marca de 8 cm

    7

    rugosidades e no sinttico, de acordo asfalto.

    asos excepcionais e

    linhas. Estas linhas inguir-se claramente

    has laterais. As duas

    perfcie de jogo em laterais.

    perfcie de jogo em e 3 m de raio.

    go, a 5 m do arco de ara garantir que os o executado um

    ma distncia de 5 m de penalidade, para pontap da segunda

  • 8

    LEI 1 A SUPERFCIE DE JOGO

    Dimenses

    O comprimento das linhas laterais deve ser superior ao das linhas Todas as linhas devero ter 8 cm de largura. Para jogos no internacionais, as dimenses so as seguintes: Comprimento (linha lateral): mnimo 25 m

    mximo 42 m Largura (linha de baliza): mnimo 16 m

    mximo 25 m Para jogos internacionais, as dimenses so as seguintes: Comprimento (linha lateral): mnimo 38 m

    mximo 42 m Largura (linha de baliza): mnimo 20 m

    mximo 25 m

    rea de grande penalidade

    Duas linhas imaginrias de 6 m de comprimento so traadas aexterior de cada poste da baliza perpendicularmente linha de extremidade destas linhas traado um quarto de ciclo em dlateral mais prxima, cada um com um raio de 6 m a partir da pposte da baliza. A parte superior de cada quarto de crculo unidde 3.16 metros de comprimento paralela linha de baliza entbaliza. A rea delimitada por estas linhas e a linha de baliza desde grande penalidade. Dentro de cada rea de grande penalidade, assinalada uma mpenalidade a 6 m do ponto central entre os postes da baliza e equ

    has de baliza.

    as a partir da parte de baliza; em cada m direco linha

    da parte exterior do unida por uma linha entre os postes da designada por rea

    a marca de grande equidistante destes.

  • LEI 1 A SUPERFCIE DE JOGO

    Segunda marca de grande penalidade

    Uma segunda marca de grande penalidade assinalada a 10 m dentre os postes da baliza e equidistante destes.

    Arco de crculo de canto

    Em cada canto traado um quarto de crculo com um raio de 25 da superfcie de jogo.

    As balizas

    As balizas so colocadas no centro de cada linha de baliza. So constitudas por dois postes verticais colocados a igual distnunidos ao alto por uma barra transversal. As balizas e as bardevem ser feitas de madeira, metal ou outro material aprovado.forma quadrada, rectangular, redonda ou elptica e no podem seos jogadores.

    A distncia (medida no interior) entre os dois postes de trs minferior da barra transversal situa-se a dois metros do solo.

    Os dois postes e a barra transversal devem ter a mesma largura ecm. As redes, feitas de cnhamo, juta ou nylon, ou outro materiapresas parte de trs dos postes e da barra transversal com supoDevem estar devidamente fixadas e no podem interferir com os g

    Os postes e a barra transversal tm de ter uma cor diferente djogo. As balizas devem dispor de um sistema estabilizador que as impPodem ser utilizadas balizas mveis desde que satisfaam este req

    9

    m do ponto central

    25 cm no interior

    stncia dos cantos e barras transversais do. Devem ter uma

    m ser perigosas para

    s metros, e o bordo

    ra e espessura de 8 terial aprovado, so uportes adequados. os guarda-redes.

    te da superfcie de

    impea de tombar. requisito.

  • 10

    LEI 1 A SUPERFCIE DE JOGO

    Zonas de substituies

    As zonas de substituies so as reas na linha lateral em frentetcnicos e substitutos, cujo objectivo descrito na Lei 3.

    Situam-se directamente em frente rea tcnica e tm um ccinco metros. Cada zona delimitada de ambos os lados por um comprimento de 80 cm, 40 cm no interior e 40 cm superfcie de jogo, e uma largura de 8 cm.

    A rea em frente mesa dos cronometristas, que se estendpara cada lado da linha que divide a superfcie de jogo em dudeve estar desimpedida.

    A zona de substituies de uma equipa est localizada na metade jogo onde essa equipa defende e muda na segunda partperodos de prolongamento, se existirem.

    ente aos bancos dos

    m comprimento de por duas linhas com cm no exterior da

    tende cinco metros duas partes iguais,

    etade da superfcie parte do jogo e nos

  • LEI 1 A SUPERFCIE DE JOGO

    A superfcie de jogo

    Dimenses da superfcie de jogo

    11

  • 12

    LEI 1 A SUPERFCIE DE JOGO

    rea de grande penalidade

    Baliza

  • LEI 1 A SUPERFCIE DE JOGO

    Zona de substituies e rea tcnica

    Deciso 1

    A rea tcnica deve cumprir os requisitos contidos na seco desta

    intitulada A rea tcnica.

    13

    esta publicao

  • 14

    LEI 2 A BOLA

    Caractersticas e dimenses

    A bola: esfrica; feita de couro ou de outro material aprovado; tem uma circunferncia de 62 cm no mnimo e de 64 cm no m pesa no mnimo 400 g e no mximo 440 g no incio do jogo; tem uma presso entre 0,6 e 0,9 atmosferas (600 - 900g/cm

    2) a

    no pode saltar menos de 50 cm e mais de 65 cm no primeiro rlargada de uma altura de 2 metros.

    Substituio de bola defeituosa

    Se a bola rebenta ou se deforma no decurso do jogo, o jogo ser in o jogo recomea, com uma nova bola, por um lanamento de

    local onde se encontrava a primeira bola no momento em quemenos que o jogo tenha sido interrompido dentro da penalidade, no caso em que um dos rbitros (executa um lanao solo) deixa cair bola nova na linha da rea de grande penamais prximo do local onde se encontrava a primeira bola quinterrompido.

    o jogo recomea com a repetio da execuo do pontap, se

    ou se deforma enquanto estiver a ser executado um pontap

    barreira, um pontap da segunda marca de grande penalidade

    da marca de grande penalidade, se a bola no tocar os pos

    barra transversal ou um jogador e desde que no tenha sido

    infraco.

    Se a bola rebenta ou se deforma quando no est em jogo (na epontap de sada, lanamento de baliza, pontap de canto, bola alivre, pontap de grande penalidade ou de um pontap da linha la O jogo recomea em conformidade com as Leis do Jogo de Fut

    A bola s pode ser substituda durante o jogo com autorizao dos

    o mximo; ) ao nvel do mar;

    iro ressalto quando

    r interrompido: o de bola ao solo no que se deteriorou, a da rea de grande lanamento de bola enalidade no ponto

    la quando o jogo foi

    , se a bola rebenta

    p-livre directo sem

    ade ou um pontap

    postes da baliza, a

    sido cometida uma

    (na execuo de um la ao solo, pontap-a lateral):

    Futsal.

    dos rbitros.

  • LEI 2 A BOLA

    Logtipos nas bolas

    Alm dos requisitos da Lei 2, nos jogos disputados no quadro dasFIFA ou de competies organizadas pelas confederaes, s bolas que possuam um dos trs logtipos abaixo indicados:

    o logtipo oficial "FIFA APPROVED" o logtipo oficial "FIFA INSPECTED" logtipo " INTERNATI0NAL MATCHBALL STANDARD"

    Um destes logtipos numa bola de Futsal indica que a mesma testada e que satisfaz as especificaes tcnicas definidas, diferlogtipo, para alm das especificaes mnimas estipuladas na Lespecificaes suplementares especficas de cada um dos logaprovada pelo International F.A. Board. Os institutos que efecdevem ser aprovados pela FIFA.

    As federaes nacionais podem exigir nas suas competies a utque possuam um destes trs logtipos.

    Publicidade

    Nos jogos disputados no quadro das competies da FIFA ou dorganizadas pelas confederaes e pelas federaes nacionqualquer espcie de publicidade comercial na bola. Somentecompetio, o nome do organizador da competio e a marca dbola podem nela figurar. Os regulamentos das competiesrestries quanto ao tamanho e ao nmero destas menes.

    15

    das competies da s so autorizadas

    ma foi oficialmente iferentes para cada na Lei 2. A lista das logtipos deve ser efectuam os testes

    a utilizao de bolas

    ou das competies cionais, proibida ente o logtipo da ca do fabricante da

    es podem impor

  • 16

    LEI 3 NMERO DE JOGADORES

    Jogadores

    Os jogos so disputados por duas equipas, compostas cada jogadores no mximo, dos quais um o guarda-redes. Um jogo no pode ter incio se qualquer das equipas for composttrs jogadores. O jogo termina se uma das equipas tiver menos de trs jogadoresjogo. Competies oficiais

    Podem ser usados no mximo sete substitutos em qualquer jogo competio oficial organizada pela FIFA, pelas confederaesmembros. O nmero de substituies que podem ser efectuadas durailimitado. Outros jogos

    Nos jogos da seleco nacional A, podem ser usados no mximo dEm todos os outros jogos, pode ser usado um maior nmero de suque:

    as equipas participantes cheguem a acordo quanto ao nmero

    os rbitros sejam informados antes do jogo. Se os rbitros no forem informados, ou se no se tiver chegadodo jogo, no so permitidos mais de dez substitutos. Todos os jogos

    Em todos os jogos, os nomes dos jogadores e dos substitufornecidos aos rbitros antes do incio do jogo, quer estejam presUm substituto cujo nome no seja fornecido aos rbitros nesta participar no jogo.

    ada uma por cinco

    posta por menos de

    ores na superfcie de

    ogo disputado numa es ou federaes

    urante um jogo

    o dez substitutos. e substitutos, desde

    ero mximo;

    gado a acordo antes

    stitutos devem ser presentes, quer no. sta altura no pode

  • LEI 3 NMERO DE JOGADORES

    Processo da substituio

    Uma substituio pode ser efectuada em qualquer momento, esteem jogo. Para substituir um jogador por um substituto, devem seseguintes condies: O jogador deixa a superfcie de jogo pela zona de substituie

    salvo nas excepes indicadas nas Leis do Jogo de Futsal. O substituto apenas entra na superfcie de jogo aps o

    substitudo ter sado. O substituto entra na superfcie de jogo pela sua zona de...