Click here to load reader

Psicologia Social Para Principiantes - Aroldo Rodrigues - Caps1_2_3_prefácil (1)

  • View
    554

  • Download
    4

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Livro do Aroldo Rodrigues

Text of Psicologia Social Para Principiantes - Aroldo Rodrigues - Caps1_2_3_prefácil (1)

  • a iii.iioi parte de nossa vida passa- (la rn i contato com outras pessoas, . |,i poi escolha seja p o r im posio

    tl.i*-, c h e u n s tanclas. Relacionam o- iittfi com nossos fam iliares, com nosso* amigos, com nossos colegas n i < < >l.i no ir.ihalho, co m a sp e s-

    i i n i r nos prestam ou a quem prrstim ofi servios e, quando no -I- ! i evitar, com pes-

    i!< * I i- iii.tni< ntos ntimos, a . > liirtiiM iio, a coopera-

    > itt|< ! i.4 i, .i form ao de ,;::11..is i |u i, ! pito dos outros, a

    ;>. j (| ........nl(innism o, ai ; ; i u i u i d r * , e s t e r e t i p o s ,

    . * n nu f - . n i o ,i in ii.i f o r m a1 = | . - . 1 I I U I 1 1 1 = < | l l l I I. I 1 II I C ( f | p | ' C -

    = i 111 .o. i.t .niU( ipao-. t! . ! = : n i . a i t i i-, pessoas. O

    = * i h jiirt i i ir . dedica ao: ! = i : I I I .1111 I ll I S | > S | C O l

    i . ! = l= = j . 1=1 i n i r t . i a o e n

    ?- i : = i j s i i i t h t g l a Sit c i a l .: - ~ l i i i= !==-= I i v t i i l . i t n i l i . i i i / a r

    = i . ! l i l i l I l l - . i l l . l l l l l l l

    = ! ! | I I l M >l I g l a S o

    : l f t f i ! y . l l . 1 i j 111 . 11 , . I O . I O

    i ! i M t r l l i l s I l l t I 11 t< 11 i l li.I I I O

    R I : s > l l l l < II I 1s i

    ! I Mi' = . .l l.il - I I ( .lli r i I i Itm ii i I In lv e r

    ! i l i : i i i o . | l l l l l O ) ,

    1 = ! , = t i-* i i i i v i i s i d a d e

    : != i i l l i l i l i . < I 11 l i d e

    , : l-ti 1 .. ii i I In lv e r Mm sid n l r da

    ! i i . i l M d l 1S

    : ! : : t l , 1 i l l . I l .1! 1 S Oi: f h !:: := t i-1 As*il II lao

    i i tyi A pli( .i|i>gla,- - i 111 la*n I ili lll ip.il ,ll

    i i* n i *.i >i ie ly : . i a i - i > a h l i i . / < / < >s:

    i i ! i i d ii.o es no \ --- t h un M x ic o ,

  • PSICOLOGIA SOCIAL PARA PRINCIPIANTES

  • S COLEO:c PARA PRINCIPIANTESrr Volumes publicados:* 1. FILOSOFIA PARA PRINCIPIANTES -Arcngelo R. Buzzi

    2. PSICOLOGIA SOCIAL PARA PRINCIPIANTES -AroIdo Rodrigues

    s>cCcngs ma mais sutil tambm so freqentes. Vendedores utilizam-se muito lr In untando, inicialmente, induzir-nos a adquirir algo muito caro para, fft seguida, aps nossa negativa, apresentar algo bem mais baratoi omo que dizendo: de fato o que quis vender inicialmente muito caro

    1 nmpreendo sua negativa; mas agora estou apresentando um produto miio e voc dever reconhecer que desta vez lhe estou oferecendo mini boa compra.

    Uma conseqncia prtica desta forma de influncia social: se uni menino quer que sua me lhe d 500 cruzeiros para comprar uma miIu a probabilidade de consegui-lo pequena, ele deve pedir sua hr t o u 4 mil cruzeiros para comprar bala. Aps sua bvia recusa, ele ! v i a dizer: ento ser que voc poderia me dar 500 cruzeiros para eu 1 'tupiar a bala mais barata que o baleiro vende?...

    31

  • 3) Comprovao social

    Uma das formas mais eficazes de influncia a utilizao da presso social, isto , a alegao de que os outros esto conosco. Ns no gostamos, de uma maneira geral, de nos sentirmos diferentes dos outros. comum nos depararmos com a situao de um punhado de pessoas comearem a olhar para o topo de um edifcio apontando algo e, logo em seguida, uma multido estar fazendo o mesmo. Neste caso, entra tambm o fator curiosidade, mas no deixa de estar presente o fator presso social, isto , se os outros esto olhando eu devo tambm olhar. Conseqentemente, dizermos que os outros esto conosco constitui uma forma de influenciar uma outra pessoa no sentido d

  • CAPTULO 4

    Atitudes sociais: nossos sentimentos pr e contra objetos sociais

    a) - Voc viu o que o juiz fez ontem contra o Flamengo? Que penalty absurdo ele marcou!- Deixa de ser fantico, Bernardo. Aquele penalty foi claro. Todo mundo viu.Vocs, do Fluminense, so sempre contra o Flamengo. No adianta nem discutir.

    b) Francisco uma pessoa que se diz socialista. Pertence a um partido poltico de esquerda, adora msicas de protesto e considera Cuba um pas modelar. Ele vive numa casa de alto luxo servida por muitos empregados, visto nos bares tomando vrias doses de Whisky escocs e anualmente volta da Europa (Ocidental) e dos EE.UU. com a mala cheia dos mais recentes produtos das sociedades capitalistas de consumo.

    c) Ftima uma mulher de meia idade. Casada e me de 4 filhos, vista diariamente na igreja. Sem alarde, Ftima se dedica a inmeras obras sociais, visita doentes na Santa Casa e ajuda uma famlia favelada. Sempre disposta a ajudar e a mostrar carinho, amor e compreenso, Ftima procurada por

    33