Click here to load reader

Prova de ConheCimentos esPeCífiCos e redaçã fileVestibular 2009 Prova de ConheCimentos esPeCífiCos e redação Cursos: Administração, Ciências Econômicas, Direito, Turismo,

  • View
    214

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Prova de ConheCimentos esPeCífiCos e redaçã fileVestibular 2009 Prova de...

Vestibular 2009

Prova de ConheCimentos esPeCfiCos e redaoCursos: Administrao, Cincias Econmicas, Direito, Turismo, Msica, Teatro, Pedagogia,

Dana, Licenciatura em Letras, Licenciatura em Geografia, Licenciatura em Histria e Tecnologia em Gesto de Turismo.

Caderno de Questes

Verifique se sua folha de respostas pertence ao mesmo grupo de cursos que este caderno.

Preencha com seu nome e nmero da carteira os espaos indicados na capa e na ltima folha deste caderno.

Esta prova contm 36 questes objetivas e uma proposta para redao, e ter durao total de 4 horas.

Para cada questo, existe somente uma alternativa correta. Anotar no rascunho a alternativa que julgar certa.

Depois de assinaladas todas as respostas no rascunho, transcreva-as para a folha de respostas com caneta de tinta azul ou preta.

O candidato somente poder sair do prdio depois de transcorridas 3 horas, contadas a partir do incio da prova.

Nome do candidato Nmero da carteira

08.12.2009

2UEAM0901/CE-G2

Vestibular 2009

rasCUnho

3 UEAM0901/CE-G2

HISTRIA

01. A Igreja catlica foi, em muitos aspectos, herdeira das tradi-es culturais do antigo Imprio Romano. Mas, na Igreja do sculo XVI, durante as Reformas Religiosas, surgiram novas instituies como

(A) o Conselho dos Bispos e o Papado.

(B) o Seminrio e a Companhia de Jesus.

(C) os Mosteiros e as Ordens Mendicantes.

(D) a Opus Dei e a Inquisio.

(E) o Conselho dos Leigos e a Ordem dos Templrios.

02. Em 2008, comemoraram-se os duzentos anos da chegada da Corte Portuguesa ao Brasil. Entre as consequncias deste fato pode-se citar

(A) a abertura dos portos s naes amigas, o que na prtica significou o fim do pacto colonial.

(B) a deciso de acabar com o sistema escravista de trabalho nas regies em que a Corte se estabeleceu.

(C) a deciso de Napoleo de bombardear as costas brasilei-ras, uma represlia pela fuga da Famlia Real.

(D) a crise da produo aucareira, que perdeu seus merca-dos em funo das lutas europeias.

(E) a descoberta do ouro, graas s expedies financiadas pela Coroa portuguesa, que precisava de recursos.

03. O perodo regencial da histria do Brasil foi agitado por uma srie de rebelies contra o governo central. A revolta dos Cabanos ocorrida no Par, a partir de 1833, distinguiu-se no interior destes movimentos pelo fato de ter

(A) contado com a participao de escravos negros.

(B) sido duramente reprimida pelo governo.

(C) dominado o governo da provncia por alguns anos.

(D) recorrido ajuda de pases americanos vizinhos.

(E) sido liderada por membros da elite econmica local.

04. A Lei Eusbio de Queirs, de 1850, que extinguiu o trfico de escravos para o Brasil, promoveu

(A) o desenvolvimento da economia aucareira no nordeste brasileiro.

(B) a extino da escravido nos setores dinmicos da eco-nomia do pas.

(C) a depreciao da mo de obra escrava nos centros urbanos.

(D) a intensificao do deslocamento da mo de obra escrava para a economia do caf.

(E) a substituio imediata da mo de obra escrava pelo tra-balhador assalariado.

05. Observe a figura.

[Moradores pobres de Bloomsbury, Londres.]

(Ilustrao publicada em The Ilustrated London News, 13.03.1875.)

A imagem refere-se

(A) s consequncias do final da servido, que concentrou a propriedade rural e expulsou os camponeses.

(B) situao dos imigrantes europeus, que se dirigiam para a Inglaterra em busca de trabalho.

(C) pobreza dos trabalhadores rurais, que no ganhavam o suficiente para viver de modo digno.

(D) s consequncias das constantes greves, que acabaram por enfraquecer os sindicados e rebaixar os salrios.

(E) s duras condies de vida e trabalho enfrentadas pelos operrios ingleses no decorrer do processo de industria-lizao.

06. Algumas fronteiras das naes europeias foram alteradas nos anos sessenta e setenta do sculo XIX. Uma dessas alte-raes, que se constituiu num dos fatores da primeira Guerra Mundial, foi

(A) a perda da Grcia pelo Imprio Turco otomano.

(B) a incorporao da Alscia e da Lorena ao Imprio Alemo.

(C) a anexao dos estados Pontifcios pelo Piemonte.

(D) a perda da Crimeia pelo Imprio Czarista.

(E) a incorporao de Veneza pela ustria.

4UEAM0901/CE-G2

07. Em 12 de janeiro de 1905, Euclides da Cunha escreveu, de Manaus, uma carta na qual observava a existncia de um cosmopolitismo excessivo de Manaus onde em cada esquina range um portugus, rosna um ingls ou canta um italiano.

Essa feio cosmopolita da cidade decorria da

(A) presena de grande nmero de especialistas estrangei-ros em estudos florestais.

(B) inteno dos pases estrangeiros de anexar reas deso-cupadas da Amaznia.

(C) dificuldade do governo em controlar a entrada de con-trabandistas na Amaznia.

(D) facilidade de acesso regio pelas populaes de pases fronteirios.

(E) insero da economia local nos mercados capitalistas internacionais.

08. As gentes do Cear e do Maranho, que trocam sua terra pela Amaznia, no so menos desgraadas que os nossos camponeses, que trocam Portugal pelo Brasil.

(Ferreira de Castro. A Selva, 1930.)

O autor portugus refere-se

(A) imigrao portuguesa para o Brasil e migrao de nordestinos para a Amaznia.

(B) s dificuldades derivadas da crise de 1929, que afetou todos os pases ocidentais.

(C) s dificuldades de adaptao dos europeus ao clima, costumes e hbitos brasileiros.

(D) ao problema da fome, que atinge indistintamente os pa-ses ricos e os pobres.

(E) ao enriquecimento gerado pelo processo de imigrao para regies de fronteira.

09. A criao do personagem de histrias em quadrinhos Z Ca-rioca pelos estdios da Walt Disney, o sucesso de Carmen Miranda e do seu conjunto Bando da Lua nos Estados Uni-dos esto relacionados

(A) doutrina Monroe.

(B) poltica do Destino Manifesto.

(C) poltica da Boa Vizinhana.

(D) doutrina Truman.

(E) poltica do Big Stick (Grande Basto).

10. Leia o trecho.

Art. 231 So reconhecidos aos ndios sua organizao social, costumes, lnguas, crenas e tradies, e os direitos originrios sobre as terras que tradicionalmente ocupam, competindo Unio demarc-las, proteger e fazer respeitar todos os seus bens.

(Constituio da Repblica Federativa do Brasil, 1988.)

Sobre o citado artigo pode-se afirmar que

(A) representa um retrocesso em relao aos direitos asse-gurados em constituies e leis vigentes anteriormente.

(B) foi apoiado por posseiros e grandes proprietrios, o que contribuiu para colocar um fim nos conflitos pela terra.

(C) gerou descontentamento entre os povos indgenas, uma vez que seus direitos no foram respeitados.

(D) chocou-se com poderosos interesses, uma vez que algu-mas reas so ricas em minrios e madeiras.

(E) no entrou em vigor, pois a Unio no dispe de verbas suficientes para realizar o processo de demarcao.

11. Leia o excerto a seguir.

Biotica: estudo dos problemas e implicaes morais des-pertados pelas pesquisas cientficas em biologia e medicina.

(Dicionrio Houaiss da Lngua Portuguesa.)

A partir da definio, pode-se afirmar que a biotica

(A) tem pouco interesse para pases pobres, uma vez que a produo cientfica nos mesmos muito pequena.

(B) trata de questes especficas, que esto distantes do co-tidiano dos indivduos comuns, que no trabalham em laboratrios.

(C) constitui-se num campo isento de tenses graas s leis internacionais, que so seguidas por todos os pesquisa-dores.

(D) foi uma questo importante no passado, quando os cien-tistas tambm pertenciam Igreja Catlica.

(E) coloca em debate as implicaes e a legitimidade das descobertas cientficas, como o caso da manipulao gentica.

12. Entre 1986 e 2006, a Comisso Pastoral da Terra registrou denncias de escravido em 368 municpios brasileiros, en-volvendo 140 mil trabalhadores.

(O Estado de S.Paulo, 13.04.2009.)

No texto, escravido significa:

(A) ganhar mensalmente menos do que o salrio mnimo estabelecido em lei.

(B) indivduo obrigado a realizar tarefas e que foi privado de seu direito de ir e vir.

(C) trabalho autnomo, sem direito aposentadoria e previ-dncia social.

(D) receber baixa remunerao pelo trabalho, mas com di-reito a deixar a propriedade.

(E) exercer atividade remunerada, sem registro em carteira e demais benefcios.

5 UEAM0901/CE-G2

GEOGRAFIA

13. Observe o mapa.

(IBGE, 2008. Adaptado.)

As localidades I e II apontadas no mapa so, respectivamente,

(A) Manaus e Belm, que so integradas por transporte naval.

(B) Santarm e Belm, que esto articuladas ao pas por meio rodovirio.

(C) Manaus e Santarm, que esto livres da influncia co-mercial de Belm.

(D) Santarm e Belm, que usam o rio Amazonas para co-mrcio local.

(E) Manaus e Santarm, que formam um importante eixo de comrcio regional.

14. Muitas unidades de conservao no Brasil adotam o ecotu-rismo como alternativa para melhorar a renda das popula-es tradicionais que vivem nelas, o que gera

(A) convivncia com pessoas de outros hbitos, que podem alterar o gnero de vida das comunidades.

(B) maior contato com a fauna e a flora locais, que convi-vem sem impactos com o fluxo de visitantes.

(C) oportunidade para desenvolver senso empresarial na populao local, que se capitaliza e abandona a rea.

(D) qualificao da mo de obra local, que elimina o fluxo migratrio para as metrpoles regionais.

(E) maior presena das Foras Armadas, que impede

Search related