Propedeutica Anemia Ferropriva

  • View
    660

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Propedeutica Anemia Ferropriva

1

PROPEDUTICA ANEMIA FERROPRIVATranscrio da 3 Aula Terica de Propedutica, Prof. Mrcia, dia 09/08/2011 a anemia mais comum que existe; hipoproliferativa , falta ferro na medula ssea para que ela responda ao feedback ; o ferro um dos fatores essenciais para a eritropoiese. *outros fatores essenciais que podem estar ausentes: folato, B12, espao, eritropoietina (produzida pelo rim na crtex renal na insuficincia renal crnica, ela deixa de ser produzida), estmulo externo. Uma anemia ferropriva no pode ser considerada, a priori, ser carencial em adultos homens e mulheres que no mais menstruam , porque uma vez que esses indivduos no esto consumindo muito, reaproveitam a molcula de ferro o tempo inteiro. Uma hemcia completa apresenta no mximo 120 dias de vida , chega ao sistema retculo endotelial, principalmente no bao, mas no exclusivamente, a hemoglobina ento se desdobra em HEME e GLOBINA. A globina vai para medula ssea vermelha (dentro do osso) compor uma nova molcula de hemoglobina (tambm reaproveitada); o heme se desdobra em ferro e biliverdina; a biliverdina catalisada pela ao da biliverdina redutase e se transforma em bilirrubina no conjugada tambm chamada de bilirrubina indireta. Toda crise de hemlise cursa com ictercia sem colria, j que a bilirrubina no conjugada (indireta) l ipossolvel; para sair na urina tem que ser hidrossolvel e quem hidrossolvel a c

Hemoglobia 120 dias de vida (mximo)

Principalmente no bao ela se desdobra em Heme + Globina

Globina vai para a medula ssea vermelha (ento compe uma nova molcula de hemoglobina),

Biliverdina no congugada (bilirrubina indireta) - Lipossolvel

Biliverdina catalizada pela Biliverdina Redutase

Heme = Ferro + Biliverdina

onjugada. Essa bilirrubina indireta transportada, ligada albumina, at o fgado, ond e ela conjugada pela glucoroniltransferase no hepatcito e transformada em bilirrubina conjugada ou bilirrubina direta que vai compor a bile; que vai ser eliminada pela via biliar principal, que armazenada na vescula biliar e responsvel pela emulsificao das gorduras na dieta.

2Ento toda vez que o paciente tem anemia hemoltica , ele vai ter ao exame fsico: ictercia e mucosas hipocoradas, palidez cutnea, no vai apre sentar colria, a urina est com a cor habitual. Paciente chega com hemoglobina < 10, no pensar exclusivamente que por causa de parasitose (ex.: necator, ancylostomo, esfoliando ferro no intestino); lembrar que a molcula de ferro reaproveitada consta ntemente). *eosinfilo aumentado no leucograma sugere verme ou alergia (eosinofilia). Por trs de toda anemia ferropriva, na maioria das vezes, o diagnst ico uma doena grave, na maioria das vezes um cncer do trato respiratrio ou gastrointestinal ou genitourinrio, tem uma perda de sangue que est acontecendo pela urina, vaginal, intestinal ou pela via area crnica, que o paciente est perdendo e no consegue repor, desenvolvendo uma anemia ferropriva . * anemia ferropriva: hipocrmica e m icroctica (hemcias desbotadas e pequenas).

Com exceo das anemias congnitas, a regra : anemia no doena, sinal de que existe uma doena preexistente.* lembrar que o paciente pode ter a parasitose e cncer tambm.

Tipos de anemias Defeito no HEME (ferro ligada a protoporfirina): anemia ferropriva (deficincia de ferro); anemia sideroblstica (defeito no anel de protoporfirina). Defeito na GLOBINA: talassemia , talassemia e falciforme. Defeito no citoesqueleto: esferocitose. Distribuio do Ferro corporal : na forma de heme 70 a 75%; ferritina e hemossiderina 25%. O depsito principal na forma de ferritina.

Ento quando o ferro medular acaba r, o ferro do depsito disponibilizado para produzir novos glbulos vermelhos . Logo, a deficincia de ferr o s vai aparecer quando o depsito estiver vazio. Ento se ele tiver uma hemorragia grave nesse momento, ele no tem depsito para produzir nova massa de glbulos vermelhos. O primeiro exame a se alterar na anemia ferropriva a ferritina; o ferro ainda pode estar normal com o depsito quase ou j vazio. A ferritina no faz parte do perfil do ferro.

O perfil do ferro : Ferro; IST (ndice de saturao da transferrina); CLFT (capacidade de ligao do ferro transferrina).

Ento toda vez que houver uma deficincia de ferro crnica, considerando que o depsito j est vazio, haver (Em uma anemia ferropriva aguda, onde o paciente acabou de ter uma hemorragia): Ferro srico: normal IST: normal CLFT: normal Ferritina: normal

Nos primeiros dias da perda de sangue, no h alterao, o depsito comea a ser mobilizado, haver hemodiluio, sinalizao do organismo de que a massa de

3hemoglobina circulante diminuiu, gerao de um feedback positivo para a medula para produzia novas hemcias, a medula vai acio nar o rim para aumentar a massa de molculas carreadoras que so as transferrinas, e a transferrina vai mobilizar o ferro do depsito.

Exemplo 1: (Anemia ferropriva aguda por hemorragia):

Eu tenho uma anemia ferropriva aguda , acabei de ter uma hemorragia, de ontem para hoje, o ferro srico vai estar normal , o ndice de saturao normal e a capacidade de ligao normal e a ferritina tambm normal. Nos primeiro dias da perda de sangue no h alterao, at o deposito comear a ser mobilizado, s ento o paciente vai ser hemodilu do, o organismo vai sinalizar que a massa de hemoglobina circulante diminuiu, vai gerar um feedback positivo para medula produzir novas hemcias, a medula vai acionar o fgado para aumentar macromolculas carreadoras que a transferrina e esta vai mobilizar o ferro d o deposito. Por isso no ocorrer nada com os valores de ferro e ferritina.

Exemplo 2: (Anemia ferropriva crnica por hemorragia):

J em uma hemorragia que ocorreu h alguns dias, os mecanismos de homeostase es to sendo acionados. Tm o feedback da medula, paciente foi hidratado, a hemoglobina real apareceu, sendo que o momento da hemorragia isso no aparece. Depois ocorrer um feedback positivo para a medula produzir uma nova massa de glbulos vermelhos , o fgado produzir a transferrina que uma molcula carreadora maior, por isso tambm no h nenhuma alterao no perfil do ferro e ferritina.

Reticulcitos: a clula menos madura do que o eritrcito maduro, elas so lanadas nacirculao toda vez que exist e um feedback para medula produzir mais glbulos vermelhos , nesta fase aguda vo estar aumentados, so produ zidos usando o ferro da reserva. A anemia ferropriva aguda hiperproliferativa , s nessa fase, porque vou ter depsito disponvel, fgado est bem para mobilizar o ferro do dep sito da medula ssea , ento, depois que o depsito esvaziar, a resposta medular vai diminuir. Para a medula responder ao feedback positivo, ela tem que ter espao, ferro, folato, B12 e estmulo h ormonal que a eritropoietina. Neste momento ento a anemia encontrada normoctica e normocrmica, pq o ferro normal, a ferritina normal e o reticulcito alto.

Exemplo 3: Na fase SUBAGUDA:

Reticulcitos normais ou baixos, Ferritina baixa, Perfil do ferro ainda normal (devido a esfoliao acentuada do depsito de ferro).

Os reticulcitos estaro normais ou baixo, ferritina baixa e o perfil do ferro ainda normal, e quem mantem esses valores de ferro ainda dentro da normalidade a esfoliao acentuada do depsito de Ferro , ento ela j no hiperproliferativa , no tem aquela grande resposta medular, porq ue o depsito esta praticamente vazio.

Exemplo 4: Na fase CRNICA :

FERRITINA- muito diminuda RETICULCITO: diminudo

4 FE - diminudo IST- diminudo (porque a transferrina no tem molcula de ferro pra se ligar e transportar)

E o fgado est produzindo uma massa cada vez maior tentando compensar, pois o depsito j est vazio, ento o stio de ligao da transferrina se altera, e vai ter um monte de lugar vazio, por qu? Porque tem mais transferrina e no tem mais ferro no depsito. O que esta acontecendo com o empregado que a transferrina? E st atoa porque no tem o que transportar, ento o ndice de saturao dele baixo , pq o ndice est ligado ao ferro . (Quem tem muitos amigos, namorados e amantes est supersaturado, quem no tem solitrio...). E a capacidade de ligao do ferro na transferrina? Esta aumentada. Ele vai voltar a se ligar ao ferro quando o ferro for disponibilizado. Quando o paciente com deficincia de ferro comea a se tratar , ele comea a se ligar imediatamente ao ferro e transportar. Ento a capacidade de ligao alta. Sempre que uma soluo esta supersaturada, no tem mais como ligar, no tem como aquela reao continuar a acontecer. Agora quando no tem a molcula de ferro para transportar o ndice de saturao baixo. Tem v rios stios no ligados ao ferro, mas a capacidade de ligao com o ferro se ele for disponibilizado a afinidade alta. Na anemia aguda no est mobilizando ferritina e diminuindo esta j que o reticulcito esta aumentado? A Ferritina no chega a sair de dentro dos limites normais, mas diminui um pouco sim, mas dentro dos parmetros normais.

ABSORO DO FERRO:Ocorre absoro no duodeno e no jejuno proximal, na forma HEME e na forma NO HEME. A absoro do ferro pssima, o aproveitamento mximo de 30% na forma de HEME e 10% do comprimido na forma NO -HEME. Se for com o estmago cheio ento, tem praticamente absoro nenhuma.

Portanto, todo comprimido de ferro deve ser ingerido com gua em jejum e com o facilitador da absoro do ferro que vitamina C, voc pode tomar com gua ou suco de laranja ou gua com comprimido de vitamina C. O ferro no bem to lervel, ele d flatulncia, diarria, ou obstipao intestinal, super mal tolerado pelo TGI.

5Ento, se a causa da anemia ferropriva crnica do paciente uma lcera pptica, uma esofagite, uma gastrite, perda de sangue nas fezes, ou uma inflamao, ulcerao no TGI superior, NO prudente eu dar ferro via oral para essa pessoa. Usa -se ferro parenteral. Na mucosa intestinal o ferro sofre incorporao pela apoferritina. Todo ferro da dieta fica incorporado na parede