Metais Essencias No Organismo Humano

Embed Size (px)

Text of Metais Essencias No Organismo Humano

Um homem adulto, de 70kg, apresenta em seu organismo cerca de 7kg de hidrognio, 12,6kg de carbono, 2,1kg de nitrognio, 45,5kg de oxignio (este o elemento qumico mais abundante no nosso corpo), 700g de fsforo, 175g de enxofre, 105g de sdio, 140g de potssio, 1,0kg de clcio, 35g de magnsio, 2,3g de zinco e 4,2g de ferro.

Metais essenciais no organismo humanoOlhando em particular para as suas funes no corpo humano, os metais que se destacam so o clcio, o sdio e o potssio e o ferro. Mas alm destes que so os que so necessrios em maiores quantidades existem outros como o crmio, o mangans, o cobalto, o nquel, o cobre e o molibdnio que apesar de em menos quantidades so tambm essenciais para o bom funcionamento do corpo humano.

Clcio o metal mais abundante no corpo humano e um componente vital para a constituio ssea. A maior parte do clcio (90%) armazenada nos ossos, ocorrendo trocas constantes entre o sangue, tecidos e ossos. Para alm dos ossos o clcio est tambm presente no esmalte dos dentes na forma de hidroxiapatita, Ca5(PO4)3(OH). No entanto o clcio no apresenta funes s ao nvel da constituio ssea. Juntamente com o sdio e o potssio tem uma funo metablica importante nas contraces musculares e na transmisso nervosa. Interfere tambm nos processos de transcrio e activao de genes, na coagulao do sangue e na respirao celular. Defice Osteopenia e osteoporose os ossos se deterioram e h um aumento do risco de fracturas (quando h falta de clcio na corrente sanguneo o organismo tenta repor esse clcio retirando dos ossos). Agitao, unhas quebradias, propenso a cries, depresso, hipertenso, insnia, irritabilidade, dormncia no corpo e palpitaes. Excesso Pedras nos rins aglomerados de oxalato de calcio [este tipo de formao mais comum em decorrncia da ingesto de clcio de origem mineral (presente no solo e consequentemente na gua de determinadas regies)]. Reduao de outros metais como o magnesio. Anorexia, dificuldade de memorizao, depresso, irritabilidade e fraqueza muscular.

Ilustrao 1 - Osteoporose

Sdio e potssioSo essencias para o funcionamente da bomba de sdio (balano osmotico das membranas celulares) e potassio e juntamente com o clcio e o manganes regulam o bom funcionamento dos nervos e dos musculos. A coordenaao entre o sistema nervoso e a musculatura depende da existencia nestes orgaos de uma porao semelhante de ioes sodio e potassio. Para alm disto o sdio tambm actua como cofactor de diferentes sistemas enzimaticos. Assim, a falta de sodio conduz reduao da sintese de proteinas e da gordura e a uma desordem no desenvolvimento da massa corporal. O excesso de sdio (provocado por exemplo pela ingestao de demasiado sal de mesa afecta o equilibrio que este deve manter com o potassio, causando asssim problemas de hipertenso e disturbios cardiacos.Ilustrao 2 Funcionamento da bomba de sdio e potssio.

O potssio tem um papel importante para o relaxamento muscular, para a secreo de insulina atravs do pncreas e para conservao do equilbrio cido/base. Em caso de carncias, a falta de potssio pode causar problemas de ritmo cardaco e debilidade muscular.

Ferro o metal de transiao presente em maior quantidadeno nosso organismo, este metal essencial no combate anemia e desnutriao infantil. Para alm de antioxidante tambm um constituinte essencial da hemoglobina, da mioglobina (absoro e transporte de oxignio) e de um grande numero de enzimas. armazenado nos tecidos para ser fornecido em quantidades adequadas s necessidades do corpo. Existem dois tipos de ferro que podem ser encontrado nos alimentos: Ilustrao 3 Molcula de hemoglobina.

O ferro heme - presente nos alimentos de origem animal e contem uma alta biodisponibilidade. Por isso que a carne proporciona mais ferro que os alimentos de origem vegetal. Outros alimentos que so fontes de ferro heme, so: fgado, peixes, fgado, vsceras. A absoro do ferro heme pelo organismo de 15 a 35% . O ferro no heme - aquele que menor absorvido pelo organismo. Est presente nos vegetais (principalmente os verde escuros), cereais, leguminosas, razes. Para ser apropriadamente absorvido deve ser ingerido junto com alimentos ricos vitamina C.

O excesso pode originar: Acumulao anormal de ferro no fgado que conduz siderose. Hemocromatose -doena gentica em que se verifica uma excessiva absoro de ferro. Disfunes neurolgicas, como Alzheimer. A carencia de ferro resulta numa anemia ferropriva (atraso no crescimento nas crianas, cansao extremo, dificuldade de aprendizagem, fraqueza, sono, falta de apetite, infeces. frequentes, devido a baixa daIlustrao 4 Sintomas na anemia.

imunidade).

O cobre, o cobalto, o mangans e o molibdnio so conhecidos por serem componentes essenciais das enzimas.

CobreCom o ferro e o cobalto, participa na formao da hemoglobina e activa a vitamina C. armazenado no fgado que o liberta associado a diversas hormonas. A deficincia de cobre rara mas quando existe traz graves complicaes como anemia cronica e aparecimento de artrites.

Ilustrao 5 Artrite.

Cobalto est presente na vitamina B12, que actua na preveno da anemia.- Favorece o desenvolvimento dos glbulos vermelhos. CARNCIA - Problemas relacionados vitamina B12 EXCESSO - Papeira, cardiopatia

MangansIntervm como co-factor da vitamina B1 e no metabolismo dos hidratos de carbona, tambm um componente essencial de duas enzimas mitocondriais importantes. Carncia: perda de peso, fragilidade ssea, dermatite, degenerao do ovrio ou testculos e anormalidades nas mitocndrias.

Excesso: anorexia, alucinaes, dificuldade de memorizao, insnia e dores musculares.

Magnsio um electrlito essencial para o organismo, sendo o segundo maior catio intracelular. Tem funes importantes como co-factor em diversos sistemas enzimticos, est envolvido na transferncia de fosfatos e atua conjuntamente com o clcio na contractilidade muscular e transmisso neuronal. Carncia: endurecimento das artrias e calcificao nas cartilagens, articulaes e vlvulas cardacas, osteoporose; Excesso: rubor facial, hipotenso, fraqueza muscular, nuseas, insuficincia respiratria, boca seca e sede crnica.

Zinco um dos constituintes de cerca de 300 enzimas envolvidas em imensas funes do corpo, incluindo as enzimas envolvidas na expresso gnica, sendo importante para a regenerao de tecidos feridos. Intervm tambm no metabolismo das protenas, colabora para um funcionamento do sistema imunolgico e estimula a absoro de vitamina A. Est tambm ligado a percepes do sabor e do olfacto. Carncia: perda de apetite e do paladar, atrasos no crescimento nas crianas e adolescentes, dificuldade de cicatrizao de feridas e leses na pele, proteco imunitria diminuda. Excesso: txico, envenenamento, vmitos, febre, nuseas. Compete com outros minerais na absoro intestinal.Ilustrao 6 Um dos alimentos onde possvel encontrar grande quantidade de zinco.

Crmio essencial para a manuteno do metabolismo normal da glicose, como um co-factor para a activao da insulina. Importante tambm no equilbrio dos nveis de colesterol. Compostos de crmio no estado de oxidao +6 so muito oxidantes e so cancergenos

Ilustrao 7 Dermatite.

Carncia: ansiedade, fadiga e problemas de crescimento. Excesso: dermatites, lcera, problemas renais e hepticos.

MetalClcio Sdio Potssio Ferro Cobre Cobalto Mangans

Fontes DietticasLeite e seus derivados. Carne, manteiga e peixe. Frutos secos, carnes, vegetais e peixe. Carne, fgado, peixe, ervilhas, feijo, uvas, ameixas secas. Nozes, fgado, marisco. Carne, produtos lcteos. Nozes, fruta, vegetais e cereais integrais.

Molibdnio Carne, folhas verdes de vegetais. Magnsio Cereais e verduras.

Fontes dietticas

Zinco Crmio

Carne, fgado, ovos e marisco. Carne, cerveja e farelos.