Click here to load reader

Mais Preza - 23-02

  • View
    255

  • Download
    19

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Correio do Povo

Text of Mais Preza - 23-02

  • 3 2#

    D i e g o Te z z o n i / D i v u l g a o / C P

    Da esquerda pra direita: Mano Changes, Pedro Lima, Jonas Esteves, Carlos Barata, Bruno Favero, Nilton Jr, e001, Gabriel Souza e Guilherme Alf. Acima: Joo Derly, Jossiano Leal e Joo Batista Filho

    c o m p o r t a m e n t o m s i c a c u l t u r a i n t e r n e t c a r r e i r a c i n e m a m o d a a g i t o

    PORTO ALEGRE,SEXTA-FEIRA,24 de fevereirode 2012

    Kart Nada de jogo. Aps duas edies

    do Pelada, o campeonato de futebol do Mais Preza, agora foi a vez de dar chance pra galera mostrar suas ha-bilidades (ou no) com outros espor-tes. O primeiro escolhido foi o kart, que originou o Desafio Mais Preza. A corrida rolou no Velopark (Nova Santa Rita, BR 386, km 428), no dia 15, e contou com um time de pilotos divididos entre twitteiros de planto bem conhecidos dos gachos (como o misterioso @e001), o nosso queri-do Mano Changes, da Comunidade Nin-Jitsu, e at o reconhecido judoca gacho, bicampeo mundial de jud, Joo Derly.

    A bateria da galera comeou s 21h. Mas antes, aps devidamente vestidos de macaco, com cara de pi-loto, todos assistem a um vdeo com instrues de segurana. Tudo pron-to pra corrida, e de primeira j se v quem tem habilidade com a direo. Jossiano Leal, ou tambm quem res-ponde por trs do perfil no Twitter de @ovarzeano, largou na frente com uma boa vantagem. Mas no foi por acaso, nem por sorte, existe uma ex-plicao. Jossiano j correu algumas vezes, no marinheiro de primeira viagem, e tinha at carta na man-ga pra fazer uma boa volta antes da largada. Na hora de pegar os carros, deixei que todo mundo escolhesse o seu e fui no ltimo, pra fazer uma boa volta, com um tempo legal, sem aglo-merao, conta. E deu certo! Ele ficou o tempo todo na liderana. Enquanto isso, Pedro Lima e Carlos Barata, logo atrs, disputavam os segundo e ter-ceiro lugares.

    Mas nem pra todo mundo foi as-sim, barbadinha. Dos 12 competido-res, a maioria estava correndo pela primeira vez e sentiu na pele um pouco de dificuldade. Alm do carro ser relativamente pequeno, a direo e a trepidao so sentidas nos bra-os, quem est em boa forma fsica acaba se dando melhor. um espor-te como outro qualquer e quem est preparado sempre vai acabar levan-do vantagem, conta Jossiano.

    Na finaleira, um coquetel no pr-

    prio Velopark (que, convenhamos, tem uma senhora estrutura), encer-rou o primeiro de muitos desafios Mais Preza. Defi nitivamente pega-Definitivamente pega-mos o gosto pelos eventos esportivos aqui no Mais Preza, e mesmo com a minha colocao ruim o Alf ficou em nono lugar (!!!) - foi muito baca-na o desafio! No fcil juntar essa galera, ento, fico tri feliz quando d certo! Acho que estamos tomados pelo esprito olmpico, j que esse ano Londres uma exclusividade do Gru-po Record em TV aberta, destacou o coordenador do Mais Preza, Guilher-me Alf. Alis, ele j aproveitou e deu uma prvia do que vem por a... Fique ligado que logo mais outro desafio est chegando!

    no Desafio Mais Preza

    Pdio

    1 @OVarzeano2 Pedro Lima3 @baratasb4 @joaoderly5 @e0016 - @_buzy

    7 @nilton_jr8 @jfilhordguaiba9 - @guilhermealf10 @manochanges11 - @jonasesteves12 - @gabrielopiniao

    Confira a colocao final (com as devidas @s pra voc achar no Twitter):

    Pilhou em correr de Kart?

    Pra quem no tem ideia de como correr de kart, certamente vai se surpreender logo ao chegar no Velopark. A estrutura impecvel nesse que o maior parque automobilstico da Amrica Latina. Qualquer pessoa pode correr, mulheres, crianas, gordinhos, magrinhos (t a o Desafio Mais Preza que no nos deixa mentir). A dica organizar um grupo e passar o dia l, se possvel. Tem espao com churrasqueira bem propcio pra fazer um churras enquanto a galera se diverte (bvio que a gente se emocionou muito com isso!). O Velopark funciona de quarta a sbado, das 9h s 23h, domingos e feriados, das 9h s 19h. Mais informaes no site, onde tem tudo explicadinho: velopark.com.br

  • 2 S e x t a - f e i r a , 2 4 d e f e v e r e i r o d e 2 0 1 2

    Jaquetas de couro: tenha uma, duas... dez! A clssica perfecto imbatvel, mas fique de olho no spencer, ele est com tudo no inverno parisiense.

    Pra aquecer: o tricot est nas ruas, mais arrojado, com aplicaes/fios de brilhos, mas o tweed e, obviamente, a pele no ficam atrs.

    Skinny: as coloridas continuam

    aparecendo, mas ainda prevalecem as pretas e em tons de caramelo.

    Nos ps: no quesito botas, as cuissardes garantem o charme das francesas. Em se tratando de sapatos, diversos modelos de oxford e tambm o mocassim, mostrando que os masculinos conquistaram as madames.

    Cores: nas ruas, o preto e o branco se

    misturam aos tons militares e caramelo. Nas vitrines, as cores e estampas j anunciam a primavera e quem ganha destaque o verde, em variadas nuances.

    Cabelo: o coque alto (estilo donnuts) ajuda os fios a combaterem o vento. Para abrigar o pescoo, aposte nas mantas, maxi golas e golinhas fechadas com estampa, estilo boneca.

    Pra quando o inverno chegar

    MaraisRica de

    Parabns, Cidade Maravilhosa

    Desfile na Sapuca? Praias lindas? Animao dos blocos de rua? No, o que mais me chamou a ateno no Carnaval do Rio de Janeiro foi a capacidade de organizao da cidade em receber milhes de folies durante o Carnaval sem entrar em colapso. Com tantos blocos pelas ruas, o sistema de planejamento do trnsito funcionou perfeitamente. Com tanta gente produzindo lixo, o Departamento de Limpeza carioca foi nota 10. Mal terminava um bloco de rua, ali j chegavam garis e caminhes de lixo que prontamente davam um jeito na baguna deixada pelos folies.

    Muito policiamento por todos os lados e aqui, vale destacar tambm, o clima dos que estavam se divertindo. No foi nem uma, nem duas vezes que vi pessoas se esbarrando (naturalmente) e pedindo desculpas. Fiquei bem esperanoso em como vai ser a Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Se a gente tirar um pouco do bairrismo, descermos do salto um pouquinho, acho que Porto Alegre tem bastante a aprender com o Rio de Janeiro.

    J havia passado o Carnaval no Rio, mas nunca tinha ido aos tradicionais bloquinhos de rua. Estou simplesmente encantado! Milhares de pessoas, s 9h (sim, eu disse s 9h), fantasiadas, cheios de adereos, com crianas, com os velhinhos da melhor idade, com vontade realmente de se divertir. No domingo de Carnaval fui ao Bloco Bangalafumenga, no Aterro do Flamengo, e em determinado momento eu enchi os olhos dgua, me deu um baita orgulho de ser brasileiro! Tocava Moro num pas tropical, abenoado por Deus e bonito por natureza... (coloquei um vdeo no blog - maispreza.com.br). Todo mundo danava, pulava, ria, se divertia... Parecia que a gente estava levantando uma taa de Copa do Mundo ali. Realmente incrvel como sabemos ser felizes e alegres quando realmente estamos a fim, quando nos propomos a isso.

    Foi um Carnaval de pura diverso, de alegria, de riso fcil, de muita disposio. Acredito que j comentei isso por aqui, mas incrvel como a idade (ok, no sou to velho) e o amadurecimento vo nos permitindo descobrir novas maneiras de diverso. Um dos meus amigos que o diga, mesmo com a namorada longe, ele aproveitou cada minuto da folia, mas sem esquecer da sua amada. Foi um Carnaval para recarregar as energias, para pilhar ainda mais o ano de 2012. Alegria, esse o lema!

    Obrigado, Rio de Janeiro.Falamos.

    Esse texto foi originalmente publicado no blog de Guilherme Alf (guilhermealf.com.br) e o seu contedo de responsabilidade do autor.

    Guilherme [email protected]

    Marlia Rohr, 21 anos, universitria genial quando uma banda, alm de fazer um bom som, inova e faz com que os fs possam ter uma experincia alm de apenas

    escutar a msica. Curti (muito) a verso interativa do clipe de Look Around, do Red Hot Chili Peppers, liberado h poucos

    dias. O vdeo dividido em qautro ambientes diferentes e cada integrante ocupa um deles, assim, pode-se dar zoom, trocar de

    ambiente e ainda possvel clicar em links com curiosidades. Vale a pena assistir!

    Arq

    uivo

    Pes

    soal

    /CP

    Arq

    uivo

    Pes

    soal

    /CP

    Helena Gertz, 21 anos, universitriaCurti o Projeto EduAction, da organizao internacional de estudantes Aiesec. A partir de abril, um grupo de dez universitrios de pases diferentes, como Qunia, Mxico, Colmbia, Eslovnia e Canad, vai estar em Porto Alegre e em outras quatro cidades brasileiras pra dar dois meses de aulas em escolas pblicas sobre assuntos como sustentabilidade, empreendedorismo e responsabilidade social. Em breve, o EduAction tambm vai acontecer na Argentina, Uruguai, Colmbia, Mxico e Peru. Pra quem quiser participar da Aiesec, tem processo seletivo em maro!

    curtiO que eu

    Ser pobre de Marais coisa do sculo XV, de quando o bairro francs era uma regio ainda insalubre e recm-drenada s margens do Sena. Anos depois, quando a aristocracia francesa comeou a ficar de olho no local, j se destacavam por ali os artesos txteis e ourives. No toa, hoje uma das regies mais estilosas e animadas de Paris.

    It girls, senhoras chiqurrimas, meninos supermodernos e homens elegantes de todas as partes do mundo (inclusive da Frana) circulam por ali, entre suas fachadas seculares, charmosas praas medievais, galerias de arte incrveis e museus fantsticos. Eles tambm do as graas nas centenas de bares, cafs, antiqurios e brechs. E se o astral dessa sexta-feira o enterro dos ossos, saiba que Marais um ensaio do Carnaval em Paris: blocos estruturados (!) animaram as ruas no ltimo feriado.

    Pra quem curte moda, a dica garimpar. No so as butiques nem os grandes magazines que ganham destaque, mas sim lojas pequenas, com mix de produtos originais de marcas como Replay, Calvin Klein, Diesel E as impagveis, porm baratssimas, jaquetas Levis em lavagens superbacanas! Se a Europa est em crise, pode-se dizer que no Marai