Click here to load reader

Mais Preza - 09-02

  • View
    219

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Correio do Povo

Text of Mais Preza - 09-02

  • Litoral catarinenseWarung

    O Warung abre as portas no sbado, 18, com Dubfire, ex-dupla do Deep Dish, lembra? Domingo a balada conta com James Jones, The Twelves, entre outros. A ltima noite do Warung na segunda, com o DJ Solomun como destaque. Os ingressos j esto sendo vendidos no site warungclub.com.br.

    Green Valley O Carnaval do Green Valley

    (GV) para os fortes. O club tem programao nos cinco dias, comeando sexta, 17, e termi-nando s na tera, 21. mole? Na primeira noite o headliner o DJ Fedde Le Grand, sbado a vez do trance de Armin van Buuren. Domingo, Steve Angello coman-da. Na quarta noite acontece o Some Festival, resultado de uma parceria entre XXXperience, Tribaltech e o GV. E, finalmente, o DJ Kaskade (foto)desembarca em Cambori, com a responsa de encerrar o Carnaval do club, na tera, 21.

    Carnaval Music ParkEm Jurer Internacional rola

    o Carnaval no Stage Music Park, tambm com cinco noites para quem quiser aproveitar a folia como se no houvesse amanh. Na sexta, 17, a vocalista do Black Eyed Peas, Fergie, a atrao principal, acompanhada dos DJs Steve Angello e AN21. Sbado,

    quem comanda Kaskade. A terceira noite com Solomun (esta a nica festa que muda de lugar e acontece na Pacha (Rodovia Maurcio Sirotsky Sobrinho, s/n km 1,5), tambm em Jurer. Segunda, o trance do trio Above & Beyond. A ltima noite fica a cargo de Bob Sinclar, na White Party.

    Litoral gachoWari Club (Xangri-L)

    O Wari abre no sbado, 18, e na segunda, 20. A programao mantm o foco do club, reunindo pop e msica eletrnica. Na primeira noite, tem Eduardo Garcya e Banda com show especial de Carnaval e Overcast Live. J segunda, alm dos residentes Adriano Carazzo e Marck Correa, tambm rola show com Buchecha e som de Federico Barco. Os ingressos j esto sendo vendidos nos pontos especificados em wariclub.com.br.

    SET e Green ValleyA parceria da badalada casa

    de Atlntida, Set, com o superclub catarinense Green Valley, comea na sexta, 17, com Felipe Benvegnu, Roger Sanchez e Mashup, na Set (av. Interbalnerios, 413). Sbado, o Carnaval muda os ares e vai para a Space On (Estrada do Mar, km 48, no trevo de acesso praia de Arroio Teixeira), com destaque para o DJ Steve Angello. Domingo, a folia volta para a Atlntida e, para encerrar com chave de ouro, na segunda, todas as atenes retornam para a Space On, com um dos DJs de trance mais reconhecidos no mundo, Armin van Buuren (foto). Mais informaes em spaceonbeach.com.br.

    Maori Beach ClubNo Maori (RS 389, km 20), em Xangri-L,

    o Carnaval comea sbado, com duas pistas: house e pop arena. O destaque vai para Mc Marcinho. No domingo a vez de Fat Duo e o Baile do Latino. Segunda, quem encerra o Carnaval do Maori so os DJs Marcelo Nunez, Martin Solveig e Rapha Costa. Mais informaes pelo perfil do club no Facebook.

    SATTambm tem o clssico Carnaval da SAT, em Tramanda. Com direito bandinha,

    confete e serpentina, a SAT abre as portas na segunda, 20. Os ingressos custam R$ 30 individual e, para casal, R$ 50.

    3 0#

    c o m p o r t a m e n t o m s i c a c u l t u r a i n t e r n e t c a r r e i r a c i n e m a m o d a a g i t o

    PORTO ALEGRE,SEXTA-FEIRA,10 de fevereirode 2012

    Semana que vem, mais precisamente no sbado, 18, comea mais uma maratona de Carnaval. Algumas casas at antecipam sua programao, e na sexta mesmo j do o incio folia. Ou seja, cinco noites de pura festa e alegria. E pra voc que ainda no sabe o que vai fazer, o Mais Preza selecionou o que vai rolar em alguns clubs de Porto Alegre, litoral gacho e catarinense. Confira!

    Div

    ulga

    o/

    CP

    Div

    ulga

    o/

    CP

    AFP

    /CP

    Carnaval batendo na porta

    Porto AlegreCabaret

    O Cabaret (Independncia, 590) no deixa a galera de Porto Alegre #foreveralone. Isso porque o club tem programao em quatro noites de Carnaval. Claro, com uma pegada muito mais rock. Na sexta, 17, rola a London Calling. Sbado, noite de Popismo, cheia de hits. No domingo, tem Rockwork especial de Carnaval e segunda rola o tradicional Baile de Mscaras.

    BecoNo Beco

    (Independncia, 936) a funo comea na sexta com o Carnaval Indie. Sbado, tchrn: a tradicional Open Fantasia. Domingo, nada de parar. Rola o Baile de Peruas de Carnaval. Segunda tem mais, tera continua com a Rcke, e quarta de cinzas com Fuck Rehab. No para!!!

    Div

    ulga

    o/

    CP

  • 2 S e x t a - f e i r a , 1 0 d e f e v e r e i r o d e 2 0 1 2

    Se liga

    Arq

    uivo

    Pes

    soal

    /CP

    Arq

    uivo

    Pes

    soal

    /CP

    Guilherme Bartz, 26 anos, msicoO livro A Mulher do Prximo, do Gay Talese, um dos melhores que j li, grande exemplo de trabalho jornalstico aprofundado. A obra uma verdadeira histria da transformao dos costumes sexuais nos Estados Unidos ao longo do sculo XX. Nela, esto presentes os preconceitos e as ousadias da poca. Talese alia uma escrita precisa com um extenso trabalho de campo e muita apurao. No final, h a participao do prprio autor como personagem do romance. um livro que, por abordar fatos reais, impacta mais do que a fico.

    curtiO que eu

    Div

    ulga

    o/

    CP

    em carreira soloOusadia e alegria

    Somos diferentes, saca?

    Vamos l, no pode ser muito difcil en-tender e aceitar isso. Eu sou diferente de voc, que diferente de quem est do teu lado, que diferente de quem est longe. Cada um de um jeito. Eu gosto de pagode, tu de jazz. Eu acho bacana usar tnis colorido, ele gosta de sapato. Eu sou apaixonado pelo Grmio, ela pelo Colorado. Sou menino e gosto de meni-nas, mas aquele menino gosta mesmo de menino. Eu tenho cabelo curto, outros cabelo comprido e outros nem tm! Somos diferen-tes nos gostos, na personalidade, na fisiono-mia, nas crenas, nos valores, enfim, precisa-mos entender isso de uma vez. A sensao que eu tenho de que a intolerncia com o que no me agrada s aumenta.

    Muita gente diz que eu me dou bem com todo mundo. Sim, verdade, e isso porque eu respeito (mesmo que s vezes no concor-de) o jeito de cada um. No difcil, no cai nenhum pedao do corpo da gente, no di, bem simples e faz muito bem! Boa parte dos problemas que temos no nosso dia a dia por essa falta de respeito mtuo que acontece na sociedade. Depois que conseguirmos aceitar essas diferenas, vai ser muito mais fcil con-viver em paz e entender que devemos respei-tar o espao do prximo. Dessa maneira tere-mos menos violncia, pode apostar.

    srio que o ser humano (to evoludo) se bate, se atira pedra e se mata porque um torce pro time A e outro pro time B? Verdade que meninos que gostam de meninos sofrem agresses fsicas e morais a toda hora? Jura que o fato de que gostar de msica popular me torna menos inteligente que tu? J ima-ginou que saco um mundo que tocasse s um tipo de msica, que s tivesse uma cor, que todos tivessem o mesmo peso, a mesma cara e as mesmas roupas? A gente nem ia saber quem quem. Na verdade, devemos celebrar as diferenas!!!

    Duas semanas pelos Estados Unidos e al-gumas concluses, em forma de tweet:

    Atlntida > Miami Beach (e ainda tem crepe) Miami no tem onde estacionar. #Que-roVernaCopa.

    No existe ningum que vai me conven-cer que o mesmo tnis pode custar R$ 200 nos Estados Unidos e R$ 600 no Brasil. T errado! Uma das coisas mais sensacionais da Dis-ney ver o pessoal da melhor idade curtin-do os brinquedos, andando com orelha de Mickey e encarando as montanhas russas. O Brasil um dos pases que mais est inje-tando dinheiro na economia americana, via turismo. Tem lugares que a lngua mais fala-da o portugus.

    Falamos!

    Esse texto foi originalmente publicado no blog de Guilherme Alf (guilhermealf.com.br) e o seu contedo de responsabilidade do autor.

    Guilherme [email protected]

    Beto Galetto, 25 anos, publicitrioCurti o livro What the F*@# Should I Make For Dinner? porque ele responde, atravs de 50 receitas simples e recheadas de palavres, pergunta mais frequente e difcil de responder em toda a histria da humanidade (desculpa a, Freud). Sem fotos, sem frescuras e sem exigir habilidade alguma na cozinha, o livro de receitas que todo homem deveria ter.

    Mais Preza - Em que momento a ideia de carreira solo sur-giu pela primeira vez na sua cabea?Nos ltimos anos. Por sonhos... meu corao mandou...

    MP - O estilo de msica ser similar ao do Exalta? Ser o meu estilo, que graas a Deus j vinha agradando den-tro do Exalta.

    MP - Voc tem explorado bastante as redes sociais para tra-balho, inclusive para divulgar msicas novas. Como voc planeja esse tipo de ao em plataformas como o Twitter, por exemplo?Utilizo a Internet para me manter mais prximo do meu povo. E acho muito bacana! O feedback imediato e o alcance mui-

    to grande!

    MP - Voc e o atacante Neymar tm uma amizade bem pr-xima. Como fica a torcida na disputa entre Corinthians e Santos?Sou Corinthians! Amigos, amigos... paixes parte! Toro muito por ele e por todos os meus amigos quando no jogam contra meu time.

    MP - E prestes a encarar a carreira solo de frente, qual o seu principal receio, o que mais d medo? No tenho medos. Tenho Deus no corao e muita fora de vontade! Meu pai sempre diz uma frase assim: Plantando o bem, se colhe o bem. No tem mistrio.

    Em junho de 2010, a banda de pagode mais conhecida do Brasil anunciou uma parada por tempo indeterminado. O grupo estava no auge, 25 anos de carreira, mais de 280 shows por ano, e o ltimo DVD tinha sido gravado em um estdio para 30 mil pes-soas. Ia soar muito estranha essa deciso do Exaltasamba, no fosse por uma pessoa: Thiaguinho! ltimo a entrar na formao da banda, ele se destacou, comps vrios sucessos e virou a estrela. A carreira solo era questo de tempo. No dia 21 de fevereiro, o Exal-ta faz seu ltimo show (com transmisso ao vivo pelo Multishow), e a partir da hora de conferir