Click here to load reader

MAIS PREZA - 08-03-13

  • View
    219

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Mais Preza do Correio do dia 08/03

Text of MAIS PREZA - 08-03-13

  • [CPOVO: CORREIO_DO_POVO-MAIS_PREZA-MATERIAS [EDITORIAL] ... 08/03/13] Author:PVELOSO Date:08/03/13 Time:14:19

    n T chegando! Na prxima quinta, os Jonas Brothers se apresentamem Porto Alegre, no Pepsi on Stage. Com certeza vai ser um dia cheiode emoo, gritinhos histricos e faixinhas de glitter na cabea. Enquan-to o grande dia no chega, para dar uma acalmada nos nimos, a gentetrocou uma ideia com o Kevin Jonas, o irmo mais velho do trio. Almde adiantar algumas coisas sobre a turn e os futuros projetos da ban-da, ele no cansou de repetir o quanto ama os fs brasileiros. Prontospara retribuir todo esse amor do Kevin? Passa l no blog maispreza.com.br e confere a entrevista completinha. ;)

    s vezes ficamos observan-do o mundo em nossa vol-ta e t tudo errado. Pode

    ser em qualquer rea, desde ojeito que o seu programa favorito produzido at as peas expos-tas na vitrine do shopping. Davem aquele pensamento: Se fos-se eu, faria tudo diferente. Epor que no faz?

    Foi com esse estalo que o ca-rioca Gabriel Simas, 23 anos,que sempre gostou de msica,palcos e grandes produes, par-tiu para a sua primeira empreita-da. Ele queria fazer as coisasacontecerem, e isso significa, en-tre outros muitos desejos, ver assuas bandas favoritas tocandono Brasil. Aos 17 anos ele conse-guiu um estgio em uma produto-ra e por ali j conseguia sugerirquais as atraes seriam legaisdesembarcar por aqui. Era oque eu e meus amigos ouvamos,ento eu sabia quem era o pbli-co, como se comportava, qualera o real tamanho da banda,etc., explica. Hoje, no muitosanos depois do primeiro empre-go, Gabriel j trabalhou em v-rias produtoras, trouxe muitasbandas para o Brasil por ele mes-mo e uma das maiores fontesde notcias de shows no pas.

    Mas como tudo na vida, o co-meo nunca fcil. s vezes vo-c s aprende da pior forma: fa-zendo errado, conta o carioca,que tambm j passou muita ver-gonha e criou algumas inimiza-des at conseguir entender bemcomo o mercado funciona. Elebancou a primeira banda interna-cional no pas em 2007, o grupoemo The Used, e teve que ralarmuito para entender as leis e fa-zer todas as negociaes. Mas fa-zer as coisas por si mesmo tam-bm tem suas vantagens. Sou

    amigo dos caras at hoje, elesamaram a Amrica do Sul. Que-riam vir h anos e ningum tra-zia, comemora.

    Se voc no tipo o Gabriel,sozinho na barca, e tem amigosdesiludidos com a mesma coisa,fica ainda mais fcil dar a cara tapa. Foi assim que seis jovensde Porto Alegre tomaram umaatitude. Todos eles escritores, es-tavam incomodados com a manei-

    ra como as grandes editoras lida-vam com novos autores. Paraeles, nomes estreantes precisa-vam ser publicados com maisqualidade do que vinham sendotratados. Como poderiam mudarisso? Criando a sua prpria edito-ra de livros! Assim nasceu a NoEditora, como eles batizaram oprojeto, que j veio ao mundocom um objetivo bem claro: dar aateno devida que os novos au-

    tores no mercado merecem. Nos-so objetivo no ganhar dinhei-ro. S queremos editar livros queas pessoas queiram ler depoisque compram, com diagramaobenfeita, bonitos, no somentepara fazer volume na pratelei-ra, explica um dos idealizado-res, Gustavo Faraon.

    Para fazer a editora indepen-dente funcionar, os No Edito-res dividem tarefas, cada um na

    sua especialidade. Sem tantos re-cursos e best-sellers hiperlucrati-vos, eles compensam na criativi-dade e no capricho: Cada livro, de certa forma, uma granderealizao ele passou por umprocesso editorial pensado demodo artesanal, tanto no cuida-do com a rev iso , com adiagramao, com o projeto grfi-co e com a divulgao, conta Sa-mir Machado de Machado, outrono editor. E todo esse cuida-do tem dado certo: a editora dogrupo j v alguns de seus auto-res sendo recrutados por gran-des selos nacionais; e um deseus nomes, como finalista doPrmio Jabuti de literatura.

    Eu tambm posso!

    Nem sempre precisamos gas-tar dinheiro, reunir um grupo deamigos ou ter vrios contatos naagenda para comear a correratrs dos nossos interesses. E aIsadora Cotica, de Porto Alegre, um baita exemplo disso.

    Hoje ela tem uma marca, a Ca-simira, mas foi de uma maneirabem caseira, confeccionando osprprios vestidos de festa e crian-do modelos para as amigas quetudo comeou. A criao das pe-as no foi motivada por falta deopes do mercado, mas sim pe-la vontade de ter coisas idealiza-das por mim, de fazer parte detodo um processo de criao,conta. Tudo o que ela precisoupara comear foram vrias boasideias e a vontade de fazer.

    Acabou dando certo, e Isado-ra, agora uma empreendedora,pretende expandir o negcio, ex-perimentando trabalhar com di-versos tecidos e peas que nuncamanuseou e at mesmo comeara produzir as prprias estampas.

    n O carioca boa-praa que agrada todas as geraes Jorge Ben Jortraz seu show animadssimo novamente Capital. no dia 4 de maio,l no Teatro do Sesi (Assis Brasil, 8787). Vamos? Sim ou com certeza?

    n Olha eles a de novo! Os paulistas da Holger, aps seremresponsveis por uma das timas apresentaes do MECA-Festival que rolou em janeiro, na praia de Xangri-L, vol-tam ao Sul. Desta vez a banda apresenta o segundo lbumaos gachos no palco do Opinio (Jos do Patrocnio, 834),na programao da Segunda Maluca ( isso mesmo, o showrola numa segunda). Te prepara, dia 25 de maro!

    Teprograma

    Palestra sobreproduode shows

    ARIEL MARTINI / DIVULGAO / CP

    LUIS COUTO / DIVULGAO / CP

    MATT ALBIANI / DIVULGAO / CP

    n Nesta segunda rola uma palestra gratuita, s 19h,sobre produo de shows e eventos na Ftec (Comen-dador Manoel Pereira, 249), no centro de Porto Ale-gre. Quem vai ministrar a produtora Elsa Costa,que vai abordar, dentre outros temas, o cenrioatual do show business no pas. s confirmar pre-sena no e-mail [email protected]

    n Paul McCartney amava ser um dos Beatles, mastambm foi o responsvel pelo fim da banda no co-meo da dcada de 1970. A histria de como rolouessa treta toda vai virar quadrinhos: Paul McCart-ney: Carry That Weight vai contar em 24 pginascomo o msico abandonou o grupo. Infelizmente ain-da no h previso de lanamento no Brasil.

    ARQUIVO PESSOAL / DIVULGAO / CP

    ARQUIVOPESSOAL/CP

    #drops

    Verdades sobrePaul

    Apostando na realizaopessoal

    n Chamadad uma conferida

    Acima, Isadora apresenta uma parte de suas criaes, que sebaseiam, em sua maioria, em vestidos e camisas. Ao lado,Gabriel Simas com um singelo casal de amigos: Chad Gilbert,vocalista da banda de hardcore New Found Glory (que ele jtrouxe ao Brasil duas vezes), e Hayley Williams, a vocalistameiguinha da Paramore

    n

    KEVIN

    WINTER/DIVULGAO/CP