Click here to load reader

Jornal ipanema 816

  • View
    228

  • Download
    4

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Um jornal a serviço da população de Sorocaba e região

Text of Jornal ipanema 816

  • Ano XIV - n 816 - 9 de maio de 2015

    30 MIL EXEMPLARES - SOROCABA E REGIOwww.jornalipanema.com.br

    Ipanema ambiente

    Caderno Negcios e Oportunidades

    Use as varandas para o plantio de temperos e hortalias

    Srgio Ratto

    Pg. 11

    Judith Rodrigues Santos (dona Tata), 91,

    matriarca da famlia Monteiro, reunida com

    as fi lhas, netas, bisnetas e tataranetas

    Todas as mulheres, por si s, so guerreiras. A reportagem do Jornal Ipanema mostra nesta edio algumas delas que merecem, literalmente, este adjetivo. Elas dividem a vida entre os trabalhos domsticos, a educao dos fi lhos e, ao mesmo tempo, so policiais que encaram a luta contra a criminalidade

    Mulheresguerreiras

    I Programe-se

    Caderno Negcios e Oportunidades

    Msico Joo Leopoldo se apresenta com Cida Moreira no Sesc Sorocaba

    Srgio Ratto

    A delegada do 3 Distrito Policial Jaqueline Coutinho com

    fi lho Joo Otvio Pg. 12

    A grande

    A famlia Monteiro tem o privilgio de possuir um lao de cinco geraes de mulheres que podem se reunir mesa de almoo todos os domingos para contar histrias que marcam e viajam por pocas. No mesmo ambiente se renem

    tatarav, bisav, av, me e fi lhas, alm de netas, bisnetas e tataranetas

  • 2 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015

  • JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 3ARQUIVO ABERTO

    ARTIGO

    AfetoEDITORIAL

    Retribuir todo o carinho de me o grande convite que inspira este domingo (10). Mais do que presentear, se

    fazer presente no Dia das Mes o que importa. Nesta edio, o Jornal Ipanema preparou uma homenagem especial s mes, narrada por meio da trajetria de pessoas que representam o quanto a famlia e o trabalho so impor-tantes para nossas vidas.

    A famlia Monteiro, por exem-plo, tem o privilgio de possuir um lao de cinco geraes de mulheres, reunindo tatarav, bisav, av, me e fi lhas, alm de netas, bisnetas e ta-taranetas, como mostra reportagem da jornalista Alana Damasceno.

    A matriarca da famlia, a chama-da Tata, Judith Rodrigues Santos, tem 91 anos e energia para dar inve-ja. Nascida em Sorocaba, vai receber, dentro de alguns meses, a chegada de seu quinto tataraneto. Considera-da a grande me, ela comemora: A parte mais fcil fi ca para mim, pois meu dever somente dar carinho e mimar. No mesmo incrvel?

    J a jornalista Cristiane Carvalho inspirou-se nas mulheres de desta-que pela profi sso para contar aos nossos leitores um pouco de suas histrias pessoais e de seus exem-plos como mes. Mulheres que com-batem o crime ou salvam pessoas de apuros, que precisam ser fi rmes no trabalho, eternas guerreiras que enfrentam a dupla jornada e se des-dobram entre a farda e a suavidade e a ternura que a maternidade lhes proporciona em famlia.

    So elas Vivian Compian Carva-lho, que atua h 21 anos na Polcia Militar; Simone Liuti Rosa, que Guarda Civil Municipal h 17 anos e a delegada Jaqueline Coutinho, que h 26 anos atua na rea de seguran-a pblica. Trs grandes exemplos de conciliao entre a carreira e o papel de me.

    Desejamos boa leitura a voc, caro leitor, nesta data to especial. Afi nal, um abrao de me, neste seu dia, mais que um privilgio, o melhor dos presentes para me e fi lhos. E para aqueles cuja saudade fala mais alto, o exemplo de vida e as boas lembranas so os maiores alentos a preencher a ausncia deste carinho imensurvel.

    Amor de mes

    Cargos comissionados

    Depois de dois adiamentos, a Cmara aprovou, nesta semana, o projeto de lei da prefeitura que altera a smula de atribuies, extingue e transforma cargos comissionados do Executivo. A proposta foi criada pelo Pao para cumprir uma determinao do Tribunal de Justia (TJ) de So Paulo e deve extinguir 163 cargos co-missionados de livre iniciativa, sem necessida-de de concurso pblico. O TJ determinou que as extines fossem feitas at o ms de junho. O projeto recebeu 15 votos favorveis e apenas cinco contrrios, seguindo, agora, para sano do prefeito Antonio Carlos Pannunzio (PSDB).

    Aprovado com crticasMesmo aprovado pela maioria, alguns discur-sos no plenrio foram direcionados s crticas ao projeto. Marinho Marte (PPS), Francisco Frana (PT) e Jos Crespo (DEM) posicionaram--se contra a medida proposta. No sana a in-constitucionalidade levantada pela Justia. Eu no acredito que mudar a nomenclatura dos cargos, pura e simplesmente, vai resolver, pois est deixando praticamente as mesmas pesso-as nas mesmas funes, disse Frana, em nome da bancada do PT.

    Chumbo trocado (I) Os vereadores Jos Francisco Martinez (PSDB) e Carlos Leite (PT) andaram trocando farpas nas sesses realizadas na Cmara Municipal. Isso acontece desde que um grupo de merendei-ras esteve no Legislativo e vaiou o tucano que, segundo Leite, no assinou um ofcio enviado prefeitura com uma solicitao para que o Executivo intercedesse a favor das funcionrias junto ERJ e pagasse verbas rescisrias devidas pela empresa. Na ocasio, Martinez afi rmou no ter recebido o documento para assinar.

    Chumbo trocado (II)Depois do episdio com as merendeiras, Mar-tinez usou a tribuna para falar sobre o assun-to. O lder tucano chegou a afi rmar que a ao das merendeiras, que solicitava a liberao do Fundo de Garantia por Tempo de Servio (FGTS) e do seguro-desemprego, ainda no havia sido ajuizada na Justia no momento da manifestao na Cmara, o que impedia o pagamento desses direitos trabalhistas. No adianta vir aqui fazer massa de manobra, a no ser para querer denegrir uma pessoa s-ria como o prefeito Pannunzio. Nunca deve-mos dizer uma coisa que no ocorreu, disse a Carlos Leite.

    Rebatendo as crticasAps a fala de Martinez, Leite tambm pediu a palavra para lamentar a posio do lder do governo em julgar uma pessoa. Jamais vou usar uma manobra de massa contra o prefeito ou qualquer vereador, defendeu-se o petista. O parlamentar negou que tenha procurado as merendeiras e que estava atendendo uma demanda das prprias funcionrias. Estou fa-zendo isso com a conscincia tranquila, sem interesse poltico, declarou.

    Pagamento de direitos

    Ainda sobre as merendeiras, nesta semana, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) determi-nou que as funcionrias demitidas da empre-sa ERJ, responsvel pelo servio de merenda escolar em Sorocaba, recebam o Fundo de Garantia por Tempo de Servio (FGTS) e o seguro-desemprego. Segundo a deciso da juza Mariana Cavarra Bortolon Varejo, a par-tir de ao protocolada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Refeies de Sorocaba e Regio (Sindirefeies), fi xa um prazo de 30 dias para que o sindicato apresente toda a do-cumentao necessria para que as profi ssio-nais recebam os direitos trabalhistas.

    Fuso de partidosA fuso nacional dos partidos PSB e PPS, que deve ser sacramentada ainda neste ms, em conveno das legendas, vai afetar a com-posio de bancadas na Cmara Municipal. nicos representantes dos partidos no Le-gislativo, Marinho Marte (PPS) e Pastor Apolo (PSB) vo passar a formar uma s bancada. Em clima de brincadeira, os parlamentares j comeam a falar sobre o nome do futuro lder do partido na Casa. O Apolo o meu lder...espiritual, diverte-se Marte.

    Srgio Ratto

    Neuci Rodrigues Pereira me do

    jornalista Erick Rodrigues

    Erick Rodrigues

    Vera Lcia Camargo

    Pagliato me de Francisco

    Pagliato Neto

    Onde estamos vivendo, o que es-peramos do seres humanos? Vivemos a sociedade do consumo, da falta ou medo dos vnculos, da solidariedade, ausncia total do afeto. Estamos ven-do as relaes fl udas ou mesmo des-cartveis sem o menor respeito acima de tudo a si prprio.

    Imaginemos que o que somos vem de nossas experincias da in-fncia, na vivncia de nossos lares. Sempre digo que boas so nossas mes, sufi cientemente boas, pois nos permitem um pouco de choro, frio, enfi m permitem que possamos criar resistncias, pois a vida dura e sem resistncia no conseguimos enfrentar os desafi os e olha se-ro permanentes em nossas vidas. Mes perfeitas que protegem de-mais seus rebentos criam seres fr-geis, dependentes, aquele tipo de gente dependente que a me pe a comida no prato e s falta comer pelos fi lhos e, pior, acha que so o mximo, alm de esquecer as rela-es com maridos e sociedade.

    Viver requer coragem, deter-minao diria e para isso necessi-tamos saber lidar com nossas frus-traes, derrotas e dores. Ou voc acha que existe gente sem proble-ma, que cem por cento feliz? Sua me disse isso a voc? No acredite, isso no existe para mim, nem para voc, nem ningum.

    Afeto por favor, mas na medida, e essa depende do seu bom senso e da necessidade individual de cada pessoa, ou seja, para um pode ser muito, para outro ser pouco.

    Pense no afeto e na proporo e medida.

    Neste Dia das Mes meu desejo de muito afeto, paz e bem.

    por favor

  • 4 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015ARQUIVO ABERTO / ARTIGOS

    ESPAO DO RUI

    Ipanema Sistema Grfico e Editora Ltda

    DiretoriaFrancisco Pagliato Neto

    Juliana Camargo Pagliato

    EditorBenedito Urbano Martins MTB 36504

    Gerente Geral - Jornal IpanemaWilson RossiAv. Juscelino Kubitschek de Oliveira, 199

    Lageado - CEP 18.110-008 - Votorantim - SPFone (15) 2102-0300 - Fax (15) 2102-0302

    PARA ANUNCIAR:[email protected] / 2102-0306

    [email protected]ma.com.br ________ [email protected] ________ [email protected] _______ 2102-0330fi [email protected] ______ [email protected] _______ [email protected] ______ [email protected] - 2102-0340/ 2102-0342___________________________________________

    CNPJ - 01.142.640/0001-07

    PORTAL DO JORNAL IPANEMA: www.jornalipanema.com.br

    Gerente de ProduoRoberval Fernandes de Almeida

    DiagramaoJefferson Cascali de Lima

    Tiragem - 30.000 exemplaresDistribuio - Sorocaba e Regio

    VANDERLEI TESTA

    leia este e outros artigos dirios de Vanderlei Testa no Portal www.jornalipanema.com.br

    Carmela Macari Testa me do jornalista e

    publicitrio Vanderlei Testa

    Dia 10 de maio. Um dia diferente. Perfumado, ale-gre e com gosto de amor eterno. Um domingo de saudade, abraos e beijos. Uma celebrao que toca o corao da humanidade que ama aque-la mulher que gerou vida. Me. Mame. Mami. Manh. E vocs fazem parte das nossas histrias do Dia das Mes. A minha me Carmela viveu 93 anos aqui na Terra e agora est no cu com papai. Seus cabelos ainda esto em minhas mos ao relembrar minha infncia em seu colo. Um amor ligado no cordo umbilical e gerado eternamente aos fi lhos o que acontece com todas as mes. Acredito que o amor de me s superado pelo amor da Santssima Trindade em cada fi lho que recebe o dom da vida pelo Criador. Um simples bilhete escrito eu te amo por um fi lho sua me, vale mais que o presente de maior valor material. Da mesma forma uma orao da me pela vida do fi lho inesquecvel no corao misericordio-so de Jesus. Foi o que aconteceu em 1981 com a Vera Lucia Conte Hial ao participar do Grupo de Orao para pedir a intercesso pela cura da fi lha Laura recm- nascida. Esta semana conversei com a Laura Hial, hoje com 34 anos. Ela me contou desse amor de me que transcende distncias e chega a Deus. Maria Jos Hebing Marins tem na sua misso de me da Ktia viver exclusivamen-te para ela, em cuidados especiais que somente aquela que a gerou consegue entender. Lcia Piqueras sempre de bom humor, transmite fa-mlia o sorriso de uma me amorosa. Ela reafi rma que um fi lho o motivo pelo qual decidimos se-guir em frente a cada dia. A Dejane Melo Azevedo Ribeiro uma me incrvel. Seu amor est no ar que os fi lhos respiram de tanto afeto que trans-mite como um testemunho de vida materna. Heloisa Brizzotti me da Fernanda um exemplo de mulher que conheo h dcadas. A me em Tiet e a fi lha em Campinas se falam diariamente para preencher a saudade que mora na alma das duas. Eliana Lopes Daud expressa fi lha Bibi: se o mundo tivesse mais seres humanos como voc, teria uma humanidade melhor. Voc o anjo que Deus enviou para plantar amor. Eliana uma me que tem poesia no agir e falar dos fi lhos. De-dico com carinho s mes Thas Helena Neves de Melo, Elza Roz, Maria Dalva Espndola Carriel, Ro-sana Roz Barscevicius, Gumar Basso e sua saudo-sa me Maria Jos Cury Basso, Maria Cilia Atade Alberti, Janayne Faria Maff eis, Karla Campos Para-nhos, Marisa Schechtel, Soraya Passotto, Mathilde Haddad, Fabrcia de Lima Neves e Clia Roz. Vocs manifestam o amor aos seus fi lhos e de alguma forma em anos de convivncia, aprendi a ver em cada uma o brilho do olhar e o perfume materno nas imagens de suas vidas.Encerro com a fi lha Camila, me da Carolina, a Claudete, me da Camila e saudosa Carmela, mulheres com carisma e carinho pelo dom de serem as fl ores de maio entre as minhas 23 ho-menagens, juntamente com todas s milhares de mames que esto lendo esta mensagem.Feliz Dia das Mes!

    O jardim com o perfume de 23 mes

    Bem Amigos e o maior comunicador

    Ele alto, magro, anguloso, mas nem sempre foi assim. Ele era atleta, musculoso, tomava bombas e despertava a ateno das mulheres por sua beleza e olhos azuis. Galvo Bueno o recebeu no programa Bem Amigos, canal Sport Tv, na segunda-feira (4) e disse: Ele o maior comunicador do Brasil. No se tratava de Cid Moreira, Slvio Santos, Ratinho, mas do padre Marcelo Rossi. Seu ltimo livro est em primeiro lugar em vendas e o seu programa na Rdio Globo desponta em audincia.

    Quando jovem, ele namorou e at foi noivo. Mas, ao descobrir que a sua vocao estava no sacerdcio, deixou de lado a vaidade e se tornou padre. Comeou a gravar CDs, com todo resultado doado s misses. E o padre construiu o grande Santurio Nossa Senhora Me de Deus, onde as missas que ofi cia so sempre tomadas de fi is. Surgem caravanas de todos os cantos do Brasil e at do exterior. Realmente ele um fenmeno em comunicao. Carismtico, inteligente, admirado inclusive por fi is de outras religies e seitas.

    Quando Galvo Bueno colocou em pauta a nomeao do novo chefe da delegao brasileira de futebol, Joo Dria, apresentador da Band, a conversa esquentou. Ao ter sua opinio solicitada, o sacerdote, que corintiano roxo, apesar da sua me ser sopaulina (mas no falo palavro desde os oito anos), insinuou fatos mais importantes para se discutir como o mercado de trabalho. Ao dar a beno em objetos, uma senhora levantou sete carteiras profi ssionais. Todos desempregados! Toda famlia! exclamou com o rosto emoldurado pela tristeza.

    Em comentrio sobre a internet e seus perigos, ele lembrou que uma faca bem afi ada nas mos de um mdico salva vidas, mas nas mos de um assassino provoca a morte. Ainda, demonstrou seu bom humor contando piada: Um jovem cheio de amigos morreu, porm no velrio no havia ningum. que ele s tinha amigos virtuais.... Uma piada que alerta sobre a necessidade de maior comunicao interpessoal conversas com olhos nos olhos.

    Ao ver o desembarao e a simpatia do padre Marcelo Rossi, lembrei-me do tambm padre Tadeu Rocha Moraes, intelectual bem preparado. Ao ser entrevistado por um jornalista sobre a iniciativa do Ministrio Pblico em questionar a reforma com dinheiro pblico do relgio da Catedral Metropolitana, onde ele proco, respondeu que ningum de outra religio ou at ateus olham as horas nele. S os catlicos podem ver as horas nele? indagou com largo sorriso. E o jornalista acabou rindo.

    E encerro com uma frase sempre repetida pelo Celso Marvado Ribeiro: Eles so mais lisos que bagres ensaboados....

    Alzira Batista de Albuquerque Martins me do jornalista e publicitrio Rui Albuquerque Martins

    Crespo no PTB

    Outra fuso que deve ser concretizada, ainda este ms, vai envolver o DEM e o PTB. No m-bito municipal, o processo vai afetar o vereador democrata Jos Crespo. Sobre a nova compo-sio da legenda, o parlamentar afi rmou estar inclinado a continuar no novo grupo poltico. No vejo motivo nenhum para deixar o par-tido, disse Crespo. A ofi cializao da mudana deve ocorrer no fi m do ms, em conveno partidria. Com a fuso, o partido passar a ser conhecido apenas como PTB, mas vai adotar o antigo nmero do DEM, o 25, para as eleies.

    So Crespo de CompostelaPor falar em Crespo, a viagem do vereador a Santiago de Compostela, na Espanha, anda rendendo brincadeiras dos colegas na Cmara. Alguns parlamentares notaram que o demo-crata voltou mais calmo da caminhada que fez pelo pas. Ele, agora, So Crespo de Com-postela, disse o vereador Irineu Toledo (PRB).

    Vetos derrubados (I)Quatro vetos enviados Cmara pelo prefeito Antonio Carlos Pannunzio (PSDB) foram derru-bados, nesta semana, pelos vereadores. Todas as propostas analisadas contaram com o apoio do lder do governo na Casa, Jos Francisco Martinez (PSDB), que optou por no acompa-nhar a deciso do Executivo defendendo, in-clusive, a constitucionalidade dos projetos. Aps a derrubada dos vetos, as medidas se-ro sancionadas pelo presidente da Cmara, Cludio do Sorocaba I (PR). Mesmo publica-das, as leis ainda podem ser questionadas na Justia pelo Pao.

    Vetos derrubados (II)Entre os projetos vetados, estava o do vereador Rodrigo Manga (PP), que cria um nmero de

    linha telefnica destinada a oferecer informa-es e orientaes a dependentes qumicos e familiares. Marinho Marte (PPS) tambm au-tor de outra proposta, que estabelece normas sobre a preveno e controle de zoonoses. Os outros dois projetos foram assinados por Jos Crespo (DEM) e dispunham sobre desconto na tarifa de gua para aqueles que instalarem os novos modelos de hidrmetros e, tambm, sobre a reserva mnima de 1% aos servidores pblicos municipais na aquisio de imveis de programas habitacionais.

    Sem lcoolVai ser votado, no Legislativo, o projeto de lei do vereador Waldecir Morelly (PRP) que obri-ga estabelecimentos comerciais a venderem cerveja sem lcool. Isso porque, nesta sema-na, os parlamentares rejeitaram o parecer de inconstitucionalidade dado pela Secretaria Jurdica da Casa. Com isso, a proposta vai passar pela anlise das comisses da Cma-ra e, posteriormente, ser colocada na pau-ta das sesses. O autor do projeto acredita que a obrigatoriedade de vender cerveja sem lcool desestimularia o consumo de bebidas alcolicas.

    LDO na Cmara O secretrio da Fazenda de Sorocaba, Aurlio Caiado, protocolou, na Cmara, o Projeto de Lei de Diretrizes Oramentrias (LDO) para 2016. A previso de que o oramento muni-cipal do prximo ano apresente crescimento de 10,83% em relao ao oramento de 2015, fechando em torno de R$ 2,8 bilhes. Segun-do o Executivo, os recursos destinados aos investimentos da cidade esto previstos em R$ 260 milhes. A proposta passa, agora, por anlise dos vereadores. Em seguida, o projeto deve entrar em votao.

    Fora do preo Depois de alguns comentrios sobre as pr-ximas eleies, o vereador e presidente do PT em Sorocaba, Izdio de Brito, tratou de desmentir que o seu nome esteja cotado para concorrer ao cargo de prefeito em 2016. Quanto s minhas pretenses eleitorais, sou pr-candidato apenas reeleio como ve-reador, se assim concordarem o meu grupo de apoio e o PT, meu partido, afi rmou Brito em nota divulgada imprensa. O parlamentar disse, ainda, que seu papel ser o de contri-buir para que a legenda encontre o melhor nome para disputar as eleies.

    Arquivo/Jornal Ipanema

  • JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 5

    Will, Nilva e Dani Rubinato e Andreia Fiamma

    O lanamento da exposio Mes & Famlias - Retratos, foi uma noite de glamour, no Iguatemi Esplanada. Agradeo a todos que participaram direta ou indiretamente da exposio: coquetel do buff et Incio, ambientao de Cris Celebrar Planejamento, modelos da V-Model Agency, DJ Julio Carro Regueiro, Vand Rodriguez, Ismael Alcam, Tadeu Lorenzetti, Cristiane Tobias, Rosana Olin, Alex do Grupo Speed, pelos adesivos, Salete Muraro, com as lindas joias da nova coleo, Trianlises Labortorio Clnico, Mrcio Pedrico Arquitetos, Dcio Portella Cirurgia Plstica, Construtora Alavanca, Tuds, ItFuxico, Jornal e Rdio Ipanema e ao vereador Marinho Marte. Mais fotos no www.jornalipanema.com.br

    de estrelasCoquetel

    PAULINHO GODOI

    [email protected] / mais fotos: www.jornalipanema.com.br

    Antnia Godoi me do colunista Paulinho Godoi

    Salete Mussi Bonito e Cris Rivas

    Otacilio

    Marinho Marte

    Vand

    Rod

    rigue

    z

    Tuds

    Paulinho Godoi, Luciana Ferrari e Vand Rodriguez

    Tuds

  • 6JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015

    Dia das MesNeste domingo (10) Dia das Mes e no poderia deixar de parabeniz-las pela data. Eu e Vand Rodriguez organizamos a exposio Mes & Famlias, que pode ser conferida no shopping Iguatemi Esplanada at este domingo. Alis, devemos comemorar essa data todos os dias. Vencedoras, guerreiras, batalhadoras, super mulheres e verdadeiras leoas que cuidam da sua prole como ningum. Afi nal, me tudo igual, s muda o endereo e o rosto. Hahahahah.

    PAULINHO [email protected] / mais fotos: www.jornalipanema.com.br

    Denise Bercial Salete Mussi Bonito

    Marta de Genaro Tony Germani Rosana Olin

    Vera Pagliato Nilva Rubinato Rosngela Alves

    Solange FonsecaAndria Fiamma

    Mara Borges

  • JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 7

    A artista plstica Roberta Urquiza exps suas impresses sobre as favelas na mostra individual Moradas do Mun-do, em Santa Brbara, na Califrnia, nos Estados Unidos, no incio deste ms de maio. Pela primeira vez a sorocabana foi des-taque em uma galeria internacional. A coleo traduz a viso da artista no universo urbano da periferia. Considerado um tema polmico e muito conhecido pelos brasileiros, as favelas so mostradas com muita cor e ingenuidade na obra de Roberta: No me prendo ao social, econmico e politicamente correto. Para enri-quecer o contedo, imaginei favelas ao redor do mundo, em pases como Itlia, Espanha, Mxico, ndia e outros semelhantes ou no ao Brasil, contou. A artista explora a criao de for-mas abstratas que convidam imaginao. Por meio dos detalhes, possvel identi-ficar a srie Favelas como um todo. As telas so criadas com inspirao contempo-rnea, usando tcnica de espatulado e pincel, tinta leo e acrlica, que do vida aos traos: A exposio individual vai viajar o mundo todo, passando por Miami, Portugal, Paris e Nova Ior-

    Foto

    : Ju

    liana

    Fer

    raz

    Roberta Urquiza destaque em galeria internacional

    mostra as favelas do mundo em exposio nos Estados Unidos

    que, completou Roberta. Suas obras tam-bm podem ser vistas na Exposio Flores e Estrela Guia, que acontece at 20 de maio, na galeria Casa de Portugal, em So Paulo. Nesta oportunidade, a sorocabana expe com outros 20 artistas, com a curadoria de ngela Oliveira, artista plstica nascida em Itapetininga. A galeria fi ca na Avenida Liber-dade, 602, bairro Liberdade.

    Roberta Urquiza O Ipanema Clube

    Neste domingo (10), das 12 s 15 horas, o clube promove o Almoo da Mame, com comida mineira no Quiosque do Ipa, com o Antonioni Buff et.Valor: R$ 40 (bebida no inclusa).

    No prximo dia 15, s 21 horas, haver o Grande Ipanema para Danar, no Salo Dirceu Doreto, com banda Trilha Sonora e personal dancers. Servio de bar: Antonioni. Valor: R$ 25 (scios) e R$ 35 (no-scios).

    agita o ms de Maio

    Pela nossa lente uma singela homenagem a esta doce pessoa : Beth Landulpho. Sempre com um olhar carinhoso, sorriso aberto, Beth muito querida por todos. Atual primeira-dama do Ipanema Clube, Beth cuida de estar e prestigiar os eventos sociais ao lado do presi-dente ipanemense (outro querido) Ennio Landulpho. Receba, Beth, todo nosso carinho.

    Lenteda Re

    [email protected] / mais fotos: www.jornalipanema.com.br

    RENATA MOECKELHelena Rosa me da colunista Renata Moeckel

  • 8JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015

    O Sistema Rio Abierto uma escola para o Desenvolvimento Harmnico do Ser Humano. O objetivo central do sistema trabalhar no de-senvolvimento das potencialidades humanas, buscando liberar a essncia de cada pessoa para uma vida mais plena.

    A Fundao Internacional Rio Abierto, fundada em 1966, em Buenos Aires/ Argen-tina, pela psicloga Maria Adela Palcos, desen-volveu seu sistema de trabalho, que continua em permanente evoluo. Atualmente conta com uma rede de centros em vrios pases. No Brasil, h quatro centros formadores do sistema, alm de diversos ncleos multiplicadores. Em Sorocaba, as atividades tiveram incio em 2014. As atividades so realizadas nos formatos de aulas regulares em grupo (espaos particulares, trabalhos voluntrios em praas, parques e locais de assistncia social), atendimentos individuais, vivncias/workshops e retiros de convivncia com a natureza.

    Os instrumentos

    Movimento Vital Expressivo (MVE em grupo) um dos instrumentos fundamentais do Sis-tema Psico Corporal Rio Abierto. uma aula de expresso corporal, na qual so utilizadas msicas de diferentes melodias e ritmos, para que por meio de movimentos varia-dos possamos fl exibilizar os corpos fsico, emocional, mental e espiritual, perceber as interligaes, favorecendo assim a amplia-o do autoconhecimento. Na aula de MVE so trabalhados aspectos biomecnicos, posturais, com os sentidos e as percepes. Uma aula de MVE busca: relaxar as tenses dirias, compreender a linguagem de seu corpo (conscincia corporal), (re) aprender a relacionar-se com os seus limites e possibi-lidades corporais de forma prazerosa, entrar em contato com sua vitalidade orgnica e emocional, resgatar o movimento natural, reeducao postural, aumento da fl exibilida-de, diminuio de dores crnicas e despertar para o autocuidado e percepo de si.

    Massagem Circulatria (Atendimento individual) uma tcnica de massagem desenvolvida

    Sistema Psico Corporal Rio Abierto: um caminho para a alegria e o bem-estar

    pela criadora do Sistema Rio Abierto, que atua na regulao e reequilbrio dos cen-tros de energia (chacras) e suas linhas de expresso, promovendo alvio de dores, relaxamento muscular e mental e o reali-nhamento dos centros de energia, sendo uma massagem energtica, circulatria e corretiva. A tcnica auxilia na mobilizao de zonas corporais adormecidas, promo-vendo um reequilbrio orgnico, emocio-nal, postural e energtico.

    Trabalho Sobre Si (TSS em grupo)A partir de tcnicas psico corporais, ex-pressivas, de dramatizao e artes plsti-cas busca-se aprofundar o conhecimento sobre si mesmo, no encontro com os ou-tros e consigo. explorada a relao en-tre o pensar, o sentir e o agir por meio de exerccios, vivncia e compartilhamento das experincias. O Trabalho sobre Si elaborado a partir de uma metodologia do Sistema Rio Abierto. Meditao, Li-berao de Voz, Dramatizao, Respira-o, Trabalhos manuais e artes plsticas, Convivncia e contato com a Natureza: so outros recursos utilizados nos traba-lhos, complementares e efi cientes para o aprofundamento nos grupos de MVE, TSS e Massagem.

    Luciana Zan de Oliveira, educadora fsica e terapeuta psico corporal pelo Sistema Internacional Rio Abierto (Brasil/Argentina, desde 1998) - CREF: 6447/SP

    A Faculdade de Cincias Mdicas e da Sade (FCMS) da PUC-SP sediou o curso DSTC (Definitive Surgical Trauma Care), organizado e difundi-do mundialmente pela International Association for Trauma Surgery and Intensive Care. O DSTC foi promo-vido simultaneamente nas cidades de Braslia, Campinas, Florianpolis, Ribeiro Preto e So Paulo, em par-ceria com a Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Trauma-tizado. Em Sorocaba, participaram do treinamento Jos Mauro da Sil-va Rodrigues, professor da discipli-

    Faculdade recebe curso de tcnicas cirrgicas avanadas

    na de Cirurgia Geral e Trauma da FCMS; e os instrutores Jorge Pereira (Portugal); David Costa e Juan Car-los Rumbero (Espanha); Rafael Rua-no e lcio Hirano (Unicamp) e Lus Stracieri (USP - Ribeiro Preto).

    O objetivo do curso preparar cirurgies j formados para abor-dar leses traumticas graves, com ateno especial para estratgias e tcnicas avanadas. As aulas so ba-seadas em prticas cirrgicas, o que permite discusses e oportunidade de treinamento, detalha o professor Jos Mauro da Silva Rodrigues.

    CORPO EM FORMA & SADE

    SZS Assessoria de Imprensa

  • JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 9

    A Campanha Nacional de Vacinao contra a Gripe ser realizada at 22 de maio. Neste sbado (9) todas as 31 UBSs de Sorocaba estaro aber-tas das 8 s 17 horas para o chamado Dia D da campanha. Tambm nesta data, haver postos de vacinao na praa Coronel Fernan-do Prestes, no Centro, das 8 s 15 horas, e na Casa do Menor, das 15h30 s 16h30.

    importante que todas as pessoas contempladas pela campanha levem a car-teira de vacinao quando forem se imu-nizar, porque se houver alguma vacina em atraso ela ser atualizada. Caso a pessoa no tenha a carteira de vacinao em mos, preciso levar um documento de identifi -cao para poder receber a dose, orienta com a chefe da Diviso de Vigilncia Epide-miolgica, Renata Guida Caldeira.

    Tambm no Dia D, equipes da Diviso de Vigilncia Epidemiolgica iro at o asilo Vila dos Velhinhos na parte da manh e no Lar So Vicente de Paulo, na parte da tarde, para vacinar os moradores destas instituies.

    Preveno do Cncer Bucal

    Durante a Campanha de Vacinao con-tra a Gripe, tambm ser realizada a Cam-panha de Preveno ao Cncer Bucal. Neste sbado todas as 31 UBSs tambm contaro com uma equipe de dentistas, das 9 s 12 horas e das 13 s 16 horas, que estaro fa-zendo uma busca ativa de pessoas a serem examinadas. Nos dias 12 e 13 de maio, as uni-dades fecharo suas agendas e iro fazer ati-vidades voltadas a esclarecimentos e orien-taes sobre sade bucal e tambm para a busca ativa de pessoas a serem examinadas.

    Desde segunda-feiraA Campanha Nacional de Vacinao con-

    tra a Gripe teve incio na segunda-feira (4). De acordo com dados da Secretaria da Sa-de de Sorocaba (SES), por meio da Diviso de Vigilncia Epidemiolgica (VE) da rea de Vi-gilncia em Sade, o objetivo da campanha prevenir a gripe e suas complicaes nas populaes mais vulnerveis.

    Neste ano, devem tomar a vacina crian-as entre 6 meses e 1 ano e 11 meses; crian-as entre 2 e 4 anos e 11 meses; trabalhado-res da sade, gestantes (em qualquer idade gestacional); purperas (at 45 dias aps o parto); adultos com 60 anos ou mais e portadores de doenas crnicas. De acor-do com a chefe da VE, Renata Guida Cal-deira, a vacina trivalente e ir proteger

    a populao contra a gripe causada pelo Influenza A/ H1N1, A/H3N2 e B.

    Em Sorocaba, a populao total es-timada para a campanha contra a gripe deste ano formada por 164.453 pessoas. A meta de cobertura estabelecida pelo Mi-nistrio da Sade atingir 80% desta po-pulao, ou seja, 131.562 pessoas. A vacina estar disponvel at o dia 22 de maio nas 31 Unidades Bsicas de Sade (UBSs) da cida-de, durante o horrio normal de funciona-mento de cada uma delas. No ano passado, o municpio ultrapassou a meta de cober-tura da vacinao estipulada pelo Minist-rio da Sade, chegando a 133.627 pessoas vacinadas, o que correspondeu a 81,32% da populao alvo. Porm, o grupo das ges-tantes no atingiu a meta, com a cobertura chegando a 68,06% desse grupo.

    Campanha Nacional de

    tem Dia D neste sbadoVacinao

    CORPO EM FORMA & SADE

  • 10JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015

    Pdio

    A modelo Caroline Bittencourt retorna como garota-propaganda da Brink Construtora, na campanha de lanamento do novo empreendimento da empresa: o complexo Oasis. Esta no a primeira vez que a top model associa sua imagem Brink. Ela retorna como musa da marca, depois do sucesso de sua participao especial na campanha de lanamento do condomnio residencial Alpha Club, localizado em Votorantim.

    Irms de alma

    Caroline Bittencourt a estrela da campanha publicitria do Oasis

    Como diz nosso colega colunista Ale Scapol, elas foram separadas no nascimento. A ex-primeira-dama e dermatologista Denise Lippi e a diretora pedaggica da Integrar Sorocaba, Mrcia Tidei. Elas no so mesmo parecidas?

    O piloto sorocabano Edson Tuzino Nole foi o vencedor de duas etapas Campeonato Brasileiro de Rally e lidera o campeonato pela categoria Marathon 850. Ele lidera tambm a Polaris Cup, um outro campeonato, com um veculo RZR S 800.

    Cap

    0 [email protected] / mais fotos: www.jornalipanema.com.br

    GABY CAMARGO PUSTIGLIONEAngela Oliveira me da colunista Gaby Camargo

  • JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 11CAPA

    Alana Damasceno

    Entre tantas histrias para se narrar, a famlia Monteiro tem o privilgio de possuir um lao de cinco geraes de mulheres que podem se reunir mesa de

    almoo todos os domingos para contar histrias que marcam e viajam por pocas. No mesmo ambiente, se renem tatarav, bisav, av, me e fi lhas, alm de netas, bisnetas e tataranetas.

    A matriarca da famlia, conhecida por to-dos como Tata, Judith Rodrigues Santos, tem 91 anos e energia para dar inveja. Nascida em Sorocaba, vai receber, dentro de alguns meses, a chegada de seu quinto tataraneto. Conside-rada a grande me, comemora. A parte mais fcil fi ca para mim, pois meu dever somente dar carinho e mimar, brinca.

    meCinco vezes Tatarav conta a alegria de ter uma grande famlia

    A maior parte da famlia nasceu, cresceu e mora em Sorocaba. Cidade que Judith se orgulha em ter visto se desenvolver. Moradora prxima da avenida General Carneiro, relembra quando os corredores de asfalto e a infraestru-tura benefi ciaram a populao. Lembro-me de carros de boi andarem pela rua, que era de

    terra, conta. Passou sua infncia ajudando seu pai em plantaes de cebola, algodo, milho e arroz. Hoje, considerada o xod de toda sua famlia, recorda suas aventuras, assim com as de seus pais, avs e at mesmo bisavs, crian-do um acervo de mais de 250 anos de histria.

    Judith teve trs fi lhos, entre eles, est Maria

    Ivani Monteiro, que atualmente possui 70 anos. A segunda gerao da famlia. Para comemo-rar o Dia das Mes, a famlia se rene em datas diferenciadas, por conta dos vrios integrantes. Entretanto, a data sempre celebrada em for-mato especial, com direito a passeio em chca-ra ou stio. Este um jeito divertido de reunir a famlia. Tambm comemoramos o aniversrio de nossa me (Judith), de uma maneira muito especial, revela Ivani.

    Na ocasio, Judith, que aniversaria no dia 15 de abril, se rene em salo de festas com pa-rentes e diversos amigos com direito a baile de gala. Faz questo de tomar seu licor preferido, bater um papo descontrado com os convida-dos e ainda por cima danar suas canes favo-ritas, como Danbio Azul e Fascinao.

    Na terceira gerao da famlia apresenta-da Cludia Cristina Monteiro Machado, de 45 anos, fi lha de Ivani e neta de Judith. J na quar-ta, Bruna Mazzon Monteiro Guariglia, bisneta de Judith, apresenta suas duas fi lhas, que fa-zem parte da quinta gerao: Vitria e Rafaela, as tataranetas. Lane Oliveira, de 20 anos (quar-ta gerao igualmente), tambm apresenta as tataranetas Lara e Lorena. Jssica Duarte, de 21 anos, est grvida do primeiro tataraneto.

    Para Judith, a famlia reunida em datas co-memorativas, como natal, e seu aniversrio re-presentam gratido e momentos de felicidade.

    Maria Irandy e Silva me da jornalista Alana Damasceno

    Cinco geraes de uma famlia: a bisneta Lane, a tatarav Judith, a bisav Ivani, a av Cludia, as bisnetas Las, Bruna e Jssica e as crianas tataranetas Lorena, Lara, Rafaela e Vitria

    A tatarav Judith Rodrigues Santos

    A fi lha Maria Ivani

    A neta Cludia Machado

    A bisneta Bruna Mazzon Guariglia

    Jssica Duarte (grvida do tataraneto) e as tataranetas Lara, Rafaela, Vitria e Lorena

    Maria Glria Fidncio me do

    fotgrafo Srgio (Ratto)Fidncio

  • 12JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015

    CAPA

    Cristiane Carvalho

    Conciliar a carreira profi ssional com a maternidade tem se tornado co-mum entre as mulheres. Ser me uma responsabilidade, um desafi o,

    um ato de coragem e uma experincia para a vida inteira. Em especial, para mulheres que combatem o crime ou salvam pessoas de apuros. Mulheres que precisam ser firmes quando esto de fardas, que so guerreiras e atuam com serie-dade. Essas mesmas mulheres muitas vezes tm dupla jornada, pois alm de serem profissionais, tambm so mes. Na casa, precisam ser as mes-mas guerreiras, estar atuantes, sem deixar de lado o carinho e a ternura maternal. A delegada do 3 Distrito Policial de Sorocaba, Jaqueline Lilian Bar-celos Coutinho, me de Joo Otvio, atua h 26 anos na rea de segurana, procura, na medida do possvel, exercer todas as facetas da me e da delegada. Pegar criana na escola, no ingls, levar ao dentista, ao mdico, no shopping, na casa dos amiguinhos, pagar as contas, cuidar da casa, dos encargos da casa, cozinhar quando sobra tempo, fazer os bolos que as crianas gostam. E na dele-gacia, tenho que ser dura, mas sem perder a ter-nura, suspira com um breve desabafo.

    Orgulhosa de estar h 17 anos atuando como Guarda Civil Municipal, Simone Liuti

    Rosa compartilha com os mesmos pensa-mentos e desafi os. Ela tambm se considera uma vencedora, por conseguir equilibrar o lado profi ssional e o de me de Thiago Rafa-el. Quando meu fi lho era mais novo eu me cobrava. Sentia que estava em falta com ele e procurava compensar nas horas de folga. Mesmo nos dias de hoje, apesar de muitas ve-zes chegar cansada em casa, minhas foras se recuperam quando estou com ele e sempre tenho tempo para um carinho, uma conversa, um conselho ou uma palavra amiga. Somos muito parceiros e tenho orgulho disso, conta sorridente.

    A cabo militar, Vivian Compian Carvalho tambm esta na lista destas guerreiras. Ela trabalha h 21 anos, na Polcia Militar. Na cor-porao ajuda a combater o crime. Fora do quartel sempre batalhou para acompanhar o crescimento da fi lha Talissa. Foi muito difcil conseguir adequar os horrios de trabalho para estar o maior tempo possvel perto da minha fi lha. Mas, hoje depois de 19 anos ver a minha fi lha cursando o 2 ano do curso de Direito muito gratifi cante, compartilha.

    Os desafios da profi ssoAlm da dura rotina que essas profi ssionais passam como mes, elas tambm quebraram outras barreiras: exercer um papel que nas dcadas passadas era exercido apenas por homens. Como mulheres elas conseguem tratar os mais diferentes casos com uma dose a mais de sensibilidade e humanismo, sem deixar de cumprir com a lei. A discriminao quanto profi ssional policial, assim como em outras profi sses ou carreiras, depende muito da postura da gente. Nunca admiti que me tratassem de forma inferiorizada ou que me fragilizassem pelo fato de ser mulher. exceo da compleio e fora fsica, no me sinto nada aqum do profi ssional masculino. Sei que fao tanto ou mais que o profi ssional homem, afi rma a delegada Jaqueline. Como em todos os segmentos profi ssionais na carreira militar no diferente, e comum termos vrias profi ssionais do sexo feminino em todas as reas profi ssionais. A mulher pode alcanar seus objetivos, suas promo-es na polcia militar por seus mritos. A so-ciedade deve ver a mulher sem preconceitos, seja ela policial ou de qualquer outra profi s-so, avalia a policial. Convicta, a guarda Liuti contra a discrimi-nao da mulher no mercado. Tenho certeza

    que a fi gura feminina em uma instituio de segurana trouxe confi ana e respeito por parte da populao, pois temos um modo especial de ver e agir, analisa.

    Rosa compartilha com os mesmos pementos e desafi os. Ela tambm suma vencedora, por cons

    do profi ssional e oQuando

    av

    Armadas

    Quando uma mulher resolve ser me, no recebe nenhum ma-nual de instruo. Atravs de expe-rincias vividas no dia a dia que se aprende at onde pode educar um fi lho. Mesmo sendo coisas distintas, acredito que sou uma excelente me e profissional. No consigo ver de ou-tra forma, me esforo muito para fazer o melhor em tudo, sempre, pondera a cabo Compian.

    Esse aprendizado foi passado de outras geraes para a delegada Ja-queline, e por meio desses preceitos que ela atua com seus filhos. Aprendi no seio familiar a ter garra, fibra e agir de acordo com minhas convices que se pautam pela honestidade, justia e fraternidade. Na esteira disso, pretendo repassar esses valores e pa-

    radigmas para meus filhos explica.Sobre a cobrana, a delegada no

    hesita em dizer que, quando necessrio sabe se impor. s vezes gera certo grau de stress. Acho que natural a gente que-rer ser super me, super mulher, super profi ssional. Isso defl ui da realidade da sociedade moderna. Temos que saber modular essa expectativa e achar o equilbrio para viver com mais harmo-nia e qualidade, conclui.

    Liuti fi rme ao expressar sobre de-sempenho na rea profi ssional e mater-nal. Tenho conscincia que preciso do trabalho para proporcionar uma me-lhor qualidade de vida para meu fi lho, isso no somente na condio fi nan-ceira, mas tambm contribuindo para a formao de uma sociedade mais segu-ra e justa para ele e para todos, fi naliza.

    Cumprindo opapel de ser me

    Zaira de Carvalho Teixeira (me da jornalista Cristiane Carvalho)

    e amadas

    A GCM Simone Liuti Rosa se considera vencedora, por conseguir equilibrar o lado

    profi ssional e o de me Thiago Rafael

    H 21 anos na Polcia Militar, Vivian se sente gratifi cada pela profi sso e por ser

    me de Talissa, estudante de Direito

  • NEGCIOS E9 de maio de 2015 - edio 816www.jornalipanema.com.brOPORTUNIDADES

    Os condomnios imobilirios de uso misto, com unidades residenciais, comerciais e de servios, so um conceito difundido nos maiores

    centros urbanos do mundo, muito pela co-modidade que proporcionam aos moradores, que tm a oportunidade de trabalhar, morar e usufruir todo o lazer em um mesmo local.

    Os empreendimentos all-in-one (tudo em um s lugar), agora, tambm chegam s ci-dades em crescimento, visto que os cidados comeam a sentir os refl exos do aumento po-pulacional, como o tempo desperdiado no trnsito e a insegurana.

    Em Sorocaba, a Brink Construtora, aten-de demanda gerada pelo crescimento do municpio nos ltimos anos, investe R$ 130

    Sorocaba recebe novo conceito imobilirio all-in-oneProposta unifica espao residencial, de trabalho e rea de lazer em um mesmo lugar, evitando desperdcio de tempo no trnsito

    Clber Donaire, diretor da Brink Construtora

    milhes no lanamento do 1 condomnio mis-to da cidade. O complexo Oasis, localizado na avenida General Carneiro, uma das principais vias de Sorocaba, um projeto em parceria da Brink com as empresas H3Par, Ossel e Sorocaps.

    O empreendimento rene 11 torres, so-mando mais de 700 unidades, sendo 400 re-sidenciais, 160 comerciais e 160 flats. Englo-ba, ainda, um hotel e um mall de benefcios, com 1.800 m2, oferecendo todos os servios de comodidade em um s lugar.

    Sorocaba cresceu muito e, com isto, tambm precisa de projetos modernos, que equacionem problemas tpicos das metrpoles, como o trn-sito, garantindo qualidade de vida s pessoas. A proposta economizar tempo entre a casa, o am-biente profi ssional e o lazer, aponta o diretor da Brink, Clber Donaire.

    Fazer com que as pessoas se desloquem

    menos entre bairros tambm um dos te-mas centrais da reviso do Plano Diretor da cidade, a ser aprovada pela Cmara Municipal. A propositura incentiva o lanamento de novos empreendimentos nas principais vias comerciais e de servios da cidade, mais distantes das reas estritamente residenciais.

    A ideia que as pessoas possam viver, traba-lhar e encontrar entretenimento em um nico lu-gar. Isto, para o rgo pblico, dever otimizar o uso da estrutura j instalada desses locais, facilitando o deslocamento dos cidados, assim como aliviando o transporte coletivo.

    Com mais este projeto, a Brink Constru-tora se faz presente em todas as principais avenidas da cidade e consolida-se, em apenas quatro anos de atuao, como a construtora com maior nmero de unidades j entregues, com um total de 1,2 mil at o fi nal de 2015.

    Alana Damasceno

    Srgio Ratto

  • 2 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015IPANEMAAMBIENTE

    Que tal ter uma plantao de temperos e hortalias bem pertinho de voc, mesmo morando em apartamento? Pois . Isso possvel. Diferente do que muitos acreditam, hortas no so exclusividades de quem mora em espaos trreos. Varandas ou janelas de apartamentos so boas opes para o cultivo de plantas e hortalias e utilizar, bem fresquinhas, em sua cozinha. Vasos e jardineiras so ideais para o plantio de salsa, manjerico, alecrim e coentro. Para se ter sucesso preciso que o local seja bem arejado, ensolarado, e as plantas regadas uma vez por dia, de preferncia em horrios em que o calor mais ameno. Alm da praticidade de termos sempre mo alimentos frescos, livres de agrotxicos, ajuda tambm a valorizar a decorao do ambiente, compondo com estilo a decorao.As chamadas hortas verticais so aproveitadas por decoradores e arquiteto. A est uma boa e saudvel ideia para ajudar a temperar a comidinha do dia a dia.

    em apartamento

    Temperoscultivados

    ARQUITETURA, CONSTRUO E DECORAO | POR RENATA MOECKEL

  • JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 3

  • 4 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015

  • JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 5

  • 6 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015

  • JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 7

  • 8 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 9

  • 10 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015

  • JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 11

  • 12 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015IPANEMAAMBIENTE

    Esta semana visitamos a Hidrulica Rei, uma empresa considerada lder do segmento em Sorocaba e regio. H 31 anos representa as principais e mais respeitadas marcas do mercado, oferecendo uma vasta linha de produtos de alta qualidade, como metais e louas sanitrias Deca; cubas e acessrios Astra; duchas Lorenzetti; coifas e cooktops Tramontina; tubos e conexes Amanco; entre outros. Alm disso, a nica hidrulica da regio que possui um showroom funcional com duchas Deca. Em 2009, abriu sua fi lial Acqua Design, especializada em pisos e revestimentos. Buscando a inovao, a empresa sempre apresenta um showroom com as ltimas tendncias da rea, como as novas colees de pastilhas Atlas e Colormix. Alm disso, as novidades da Expo Revestir 2015 j chegaram loja.

    Visitamos

    ARQUITETURA, CONSTRUO E DECORAO | POR RENATA MOECKEL

  • JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 13IPANEMA

    AMBIENTE

    H 31 anos, a Hidrulica Rei representa as principais e mais respeitadas marcas do mercado, oferecendo uma vasta linha de produtos de alta qualidade, como metais e louas sanitrias Deca; cubas e acessrios Astra; duchas Lorenzetti; coifas e cooktops Tramontina; tubos e conexes Amanco; entre outros.

    ARQUITETURA, CONSTRUO E DECORAO | POR RENATA MOECKEL

  • 14 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015da literatura brasileira. A partir das 16 horas, no Sesc Sorocaba.

    VASSILISA - A SABIDANum universo ldico construdo com caixas e tecidos, trs atores recontam de maneira potica, criativa e divertida a tradicional histria de Vassilisa, uma Cinderela russa. s 16 horas, no Sesc Sorocaba.

    JOO LEOPOLDO

    Em seu novo trabalho, o msico Joo Leopoldo junto a Cida Moreira, traz ao Sesc Sorocaba, s 20 horas, de forma inteligente e bem humorada um show mais erudito e intimista, com temas que fazem o pblico refl etir e deixar-se levar pelo fantstico mundo do absurdo, marca registrada do seu trabalho. No Sesc Sorocaba, s 20 horas.

    PINQUIO ETC E TALA aventura do boneco de madeira que queria ser gente mostrada, de forma original nesta adaptao. A montagem conta com a presena de quatro atores que, alm de narrar a histria, assumem personagens e manipulam bonecos e objetos. s 16 horas, no Sesc Sorocaba.

    camaro, canelone e pernil pururuca. Informaes: (11) 2118-6200.

    THIAGO BALERA

    O cantor apresenta um vasto repertrio com o melhor do MPB e msicas da atualidade no Crocodillo Bar (rua Jlio Marcondes Guimares, 75 Campolim). Informaes: (15) 3234-1324.

    HISTRIA BRINCADAA partir do causo de uma menina que adora jogar versos, os expectadores so convidados a entrar na histria e brincar. Durante a narrativa, so distribudos versos que trazem diferentes brincadeiras tradicionais. O evento acontece no Sesc Sorocaba, a partir das 16 horas.

    CONTOS DE MACHADO DE ASSIS

    A atividade far uma abordagem sobre os contos de Machado de Assis, um dos escritores mais importantes e conhecidos

    I PROGRAME-SE

    NARRAO DE HISTRIASO tema Sons e Msicas das guas tem a narrativa Vinicius Medrado, educador e narrador de histrias. Ser no Sesc Sorocaba, a partir das 10h30.

    ALEXANDRE FERRAZVariado repertrio de clssicos e atuais do sertanejo na voz de Alexandre Ferraz, a partir das 21 horas, no Bar do Sogro (avenida Artur Bernardes, 1630 - Jardim Marco Antnio). Informaes: (15) 3211-5878.

    ERALDO BASSO

    Muita msica ao vivo e MPB da melhor qualidade na voz de Eraldo Basso. o que promete a noite no Espetinhos da Villa, a partir das 19 horas. A entrada gratuita. O Espetinhos da Villa fi ca na avenida Amrico Figueiredo, 1051 Vila Jardini. Informaes: (15) 99784-3953.

    MEDIAO ANIMADANesta proposta, o convite brincadeira acontece com a mediao de artistas/educadores nos fi nais de semana, no Sesc Sorocaba. So vivncias e novas experincias que propiciam vnculos entre as crianas e pais ou responsveis, que frequentam o Espao de Brincar. A partir das 13 horas.

    NOITE DO SUSHIO Parque Maeda realiza, a partir das 20h30, mais uma Noite do Sushi, com um cardpio variado de comida japonesa, alm de diversos pratos quentes como risoto de

    SBADO (9)

  • JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 15I PROGRAME-SE

    DOMINGO (10)

    RACIONAIS MCS

    O grupo retorna a Sorocaba com show no Recreativo Campestre, a partir das 22 horas. O Recreativo fica na rua Francisco Paulo Braion, 650 Guadalajara. Informaes (15) 3221-1090.

    MARIAMADAME

    O grupo, conhecido por misturar samba com rock, alm de outros gneros musicais, traz em seu repertrio sucessos

    de John Mayer, Ed Motta, Funk Como Le Gusta, Jorge Ben Jor entre outros. O show acontece s 20 horas, no Barraco Londres (avenida Londres, 313 - Jardim Europa). Informaes: (15) 99725-6693.

    DINOSSAURO DE PAPELOEm um mergulho na pr-histria, monte o seu prprio dinossauro e divirta-se com seus amigos. No Sesc Sorocaba, a partir das 14h30.

    JULIANA ANDRADE E JUCIMARA

    Conhecidas popularmente como As Violeiras do Brasil, Juliana Andrade e Jucimara, apresentam os grandes clssicos da msica sertaneja raiz no no Sesc Sorocaba, a partir das 13 horas.

    TERA-FEIRA (12)

    BIBLIOTECA DO SESCO Sesc disponibiliza um acervo de livros com ttulos que abrangem desde clssicos at contemporneos da literatura nacional e estrangeira para emprstimo, por at duas semanas, alm de jornais e revistas para leituras locais. De tera a sexta, das 9 s 21h30.

    SALADA SAMBA ROCKCom muito swing, o grupo apresenta o melhor do soul, samba e samba rock tocando clssicos de Tim Maia, Jorge Ben Jor e outros. Tudo isso no Ipanema Fish Bar, na avenida Ipanema, 664. Informaes: (15) 3232 5483.

    QUINTA-FEIRA (14)

    RODRIGO FREITASTodas as quintas-feiras rola o melhor do sertanejo universitrio interpretado pelo cantor Rodrigo Freitas. Sempre a partir das 21 horas. A apresentao acontece no Anastcia Bar (avenida Eugnio Salerno, 187 Centro). Informaes (15) 4141-0702.

    SEXTA-FEIRA (15)

    PAULINHO DA VIOLA

    O cantor e compositor se apresenta no Sesc Sorocaba, a partir das 20 horas. Informaes: (15) 3332-9933.

    SBADO (16)

    SIMULADOR DE TRNSITOA atividade ter uma minicidade, onde crianas de 5 a 12 anos podem aprender a se deslocar com segurana, a p ou de bicicleta, pelas ruas do municpio. A atrao exige inscrio prvia na Central de Atendimento. s 10h15, no Sesc Sorocaba. Informaes: (15) 3332-9933.

    NOITE ITALIANAA Parquia de Santa Roslia realiza o evento, a partir das 20 horas. Entre os atrativos esto o Buffet Banzai, com um variado cardpio e show da banda Dr. Joe. informaes: (15) 3231-9267.

  • 16 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015CLASSIFICADOS

    Advocacia

    Empregos

    Artigos para Festas

    Aulas e Cursos

    Diversos

    Medicina e Sade

    Esttica e Beleza

    Servios Profissionais

  • 9 de maio de 2015 - edio 816www.jornalipanema.com.br

    IMVEIS&VECULOS

  • 2 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015IMVEIS

  • 3JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 IMVEIS

  • 4 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015IMVEIS

  • 5JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 IMVEIS

  • 6 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015IMVEIS

  • 7JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 IMVEIS

  • 8 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015IMVEIS

  • 9JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 IMVEIS

  • 10 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015IMVEIS

  • 11JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 IMVEIS

  • 12 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015IMVEIS

  • 13JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 IMVEIS

  • 14 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015IMVEIS

  • 15JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 IMVEIS

  • 16 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015IMVEIS

  • 17JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 IMVEIS

  • 18 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015IMVEIS

  • 19JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 IMVEIS

  • 20 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015IMVEIS

  • 21JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 IMVEIS

  • 22 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015IMVEIS

  • 23JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 IMVEIS

  • 24 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015IMVEIS

  • 25JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 IMVEIS

  • 26 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015IMVEIS

  • 27JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 IMVEIS

  • 28 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015IMVEIS

  • 29JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 IMVEIS

  • 30 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015IMVEIS

  • 31JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 IMVEIS

  • 32 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015IMVEIS

  • 33JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 IMVEIS

    Casas Vendem-se

    TerrenosComerciais Alugam-se

    Comerciais Vendem-se

  • 34 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015IMVEIS

    Presente para a

    O Procon orienta o consumidor

    Associao promove ao para o Dia das MesCom a proximidade do Dia das Mes, considerada a segunda melhor data para o comrcio, o movimento na rea central da cidade aumenta considera-velmente. Por essa razo, a Associao Comercial de Sorocaba (ACSO) promo-ve neste sbado (9) na praa Coronel Fernando Prestes, entre 10 e 12 horas, a distribuio de rosas para mes que passarem por l.No mesmo dia e local, o projeto Pintura Solidria estar homenageando as mames com dis-tribuio de quadrinhos, realizao de ofi cina gratuita do projeto Cor e Som e Projeto Buzum nibus adaptado em um mini teatro de bonecos itinerantes. apenas uma pequena homenagem. uma lembrana para celebrar da melhor maneira possvel essa data to especial, comenta a supervisora de marketing da ACSO, Mariana Camargo.

    Atento aos perodos em que o comrcio mais intenso, seja nas reas centrais ou nos shoppings, o Procon Sorocaba faz algumas orientaes para que as compras do Dia das Mes sejam tranqui-las. Para isso, segundo o Diretor de Defesa do Consumidor do Procon Sorocaba, Jos Antonio de Oliveira Junior, sair s compras j com uma defi nio daquilo que se quer adquirir um fator bastante positivo. Se-

    gundo explica, a partir da fi ca mais fcil comparar preo, qualidade e praticidade do produto. Como sempre, a sugesto evitar a impulsividade que leva compra de produtos totalmente desnecessrios. Pensar antes e pesquisar so atitudes prudentes para no gastar mais do que seu oramento comporta, reitera.

    Confi ra algumas dicas do Procon Sorocaba:

    Alimentos e CosmticosNa escolha de alimentos ou cosmticos nacionais ou importados, o consumidor

    deve verifi car se a embalagem contm todas as informaes sobre os produ-tos em lngua portuguesa. So instru-es de uso, caractersticas, registro no rgo competente, prazo de va-lidade, composio, volume/quanti-dade, condies de armazenamento e identifi cao sobre o fabricante/importador.

    VesturioCaso a opo seja por

    roupas ou calados, o consumidor deve estar ciente de que a loja s obrigada a efetuar a troca do produto em caso de defeitos na mercadoria. Quan-do o problema for, por exemplo, o tamanho que no fi cou adequado, a cor ou modelo que no agrada-ram, o estabe-lecimento est

    obrigado trocar o produto se tiver

    se comprometido no momento da com-pra. E isso, segundo

    Jos Antonio Junior,

    dever constar por escrito, seja na etiqueta do produto, na nota fi scal, em um cartaz da loja ou em qualquer outro documento que comprove o que foi prometido e quais as condies para se obter a troca, como, por exemplo, o prazo.

    Eletroeletrnicos e Eletrodomsticos

    Antes da compra defi na a marca, o modelo e faa uma pesquisa de preos. Considere tambm a qualidade do produto e as reais necessidades da pessoa que ser presen-teada. Nem sempre aparelhos mais sofi sti-cados so a melhor escolha.Pea uma demonstrao do equipamento ao funcionrio da loja. Observe se a volta-gem compatvel (110 ou 220 V) e d prefe-rncia aos produtos mais econmicos indica-dos pelo selo PROCEL. Estes produtos devem vir acompanhados de manual de instruo, endereo da rede de assistncia tcnica au-torizada e, em caso de haver garantia contra-tual, o termo de garantia datado e assinado pela loja.Um alerta: exija discriminao correta do produto no pedido ou nota fi scal, bem como condies de pagamento, data de entrega, instalao e valor do frete, se houver.

    Celular, Smartphone ou TabletO aparelho deve ser sempre adquirido em lojas autorizadas. Isso garante a procedn-cia e habilitao. O produto deve estar lacrado e dentro da embalagem original, alm de possuir uma rede autorizada para assistncia tcnica, manual de instruo e o termo de garantia contratual. Na questo servios, avalie quais as neces-sidades de sua me. Desta forma fi ca mais fcil escolher a melhor opo de plano - pr-pago ou ps-pago - assim como os pacotes de servios oferecidos pelas ope-radoras. Fique atento s promoes, pois muitas delas oferecem a troca ou a com-pra de um aparelho de celular geralmente bem mais em conta, mas vinculada a, por exemplo, um pacote de servios com con-trato de fi delizao.

    Segue at este domingo a campanha Dia das Mes 2015 em shopping O Shopping Center Iguatemi Esplanada vai premiar os clientes que escolherem o empreendi-mento para suas compras para o Dia das Mes na campanha que segue at este domingo (10). Para esta data, que a segunda mais importante do varejo, o shopping espera um aumento de 9% nas ven-das em relao ao mesmo perodo de 2014. Nesta campanha, a cada R$ 350,00 gastos em lojas do Iguatemi Esplanada, os clientes trocam notas fi scais por pashminas em trs dife-rentes cores (bege, preta ou laranja). A troca deve ser feita em postos localizados nas Alas Norte e Sul do shopping. A troca segue at o dia 10 de maio ou at quando durarem os estoques. Segundo o Gerente Geral do Iguatemi Esplanada, Alessio Bergonzi, a expectativa inicial de 9% de aumento nas vendas foi feita com base em vrios fatores. No ltimo ano, tivemos a abertura de novas lojas, ofertando novas opes de compra de nossos clientes. Alm disso, a queda de temperatura deve contribuir para impulsionar as vendas do perodo, afi rma.

  • 35JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015 IMVEIS

  • 36 JORNAL IPANEMA / 9 de maio de 2015IMVEIS