Click here to load reader

Informativo do Sindicombustíveis - resan.com.br · PDF fileRecarga de Celular Correspondente bancário O software do posto inteligente. l_job_9852_anuncios-v1.indd 1 1/17/17 11:08

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Informativo do Sindicombustíveis - resan.com.br · PDF fileRecarga de Celular...

Informativo do Sindicombustveis - Resan | Maio de 2017 | Ano 22 | N 258

QualidadeSindicatos da revenda e Fecombustveis par-ticiparam de evento da ANP sobre qualidade dos combustveis. Federao props limitao das responsabilidades do varejo apenas sobre itens de qualidade que podem ser testados no ato da descarga dos produtos nos postos.Pginas 10 e 11

CuidadosO abastecimento exige o cuidado constan-te para evitar acidentes. No abra mo do Manual de Operaes Seguras e Ambiental-mente Adequadas em Postos de Servios. So medidas simples mas que afastam riscos de acidentes como uma exposo ocorrida no RJ.Pginas 18 e 19

Bandeira branca

Caminho inverso de postos mostra momento difcil para

revenda de todo o PasMaio o ms internacional de segurana no trnsito

Mais informaes no Portal do Resan (www.resan.com.br)

ATENDIMENTO AO SEU CLIENTE

S R I EBENEFCIOS POSTOFCIL

1

A melhor sensao de dever cumprido ter um cliente satisfeito. E a juno entre tecnologia adequada e empenho da equipe, voc sabe que significa: fidelizao e faturamento em alta.

Fale com a gente(19) 3749-8900 / (11) 3014-0423 / (12) 3512-2070 Descubra como nossas solues ajudam voc a transformar seu negcio.

REDUZA O TEMPO DE ESPERA E AUMENTE SUAS VENDAS. O QUE VOC EST ESPERANDO?

Obrigaes legais: SAT, NFC-e, ECF e NF-eIntegrao com pista, loja de convenincia e troca de leoPr Conta: utilizao de fichas de consumoIntegrao com tanques, bombas e TEFRecarga de CelularCorrespondente bancrio

O software do posto inteligente.

www.intercamp.com.br

l_job_9852_anuncios-v1.indd 1 1/17/17 11:08 AM

EXPEDIENTEPostos & Servios uma publicao mensal do Sindicato do Comrcio Varejista de Derivados de Petrleo, Gs Natural e Biocombustveis, e de Lojas de Convenin-cia, e de Empresas de Lava-Rpido e de Empresas de Estacionamento de Santos e Regio - Resan | Rua Manoel Tourinho, 269 - Macuco - CEP 11015-031 - Santos /SP Tel: (13) 3229-3535 - www.resan.com.br - E-mail: [email protected] - Presidente: Jos Camargo Hernandes | Jornalista Responsvel, textos e editorao eletrnica: Christiane Loureno - MTb 23.998/SP | Jornalista assistente: Bruna Rossifini (MTb 62.142/SP | E-mail: [email protected] | Impresso: Demar Grfica | Tiragem: 2.000 exemplares | Fotos: Resan e divulgao - Capa (Divulgao CPFL) | As opinies emitidas em artigos assinados publicados nesta revista so de total responsabilidade de seus autores. Reproduo de textos autorizada desde que citada a fonte. O Resan e os produtores da revista no se responsabilizam pela veracidade das informaes e qualidade dos produtos e servios divulgados em anncios veiculados neste informativo. Publicidade: Ana Lcia - (11) 99904-7083.

99 frentistas passam por reciclagem da NR-20. Treinamentos continuam15

Eu estava perdendo mercado ms a ms. No era competitivo05

Qualidade dos combustveis

Dois sindicatos filiados Fecombustveis reali-zaram estudos para apurar como est a quali-dade dos combustveis que chegam aos postos, seja na questo do aspecto ou conformidade.

06

Editorial04

10

Nesta edio

Na regio, bandeira branca s perde para a BR Distribuidora

18 Cuidados aoabastecerComo est a operao e manuteno dos itens de segurana do posto durante o abastecimento? Pos-tos & Servios detalha o que deve ser feito para evitar problemas, como exploses ou incndio.

Aniversariantes e agenda14

Deciso contratual tem regras claras08Lar de So Vicente necessita de ajuda12Fique atento!13

ATENDIMENTO AO SEU CLIENTE

S R I EBENEFCIOS POSTOFCIL

1

A melhor sensao de dever cumprido ter um cliente satisfeito. E a juno entre tecnologia adequada e empenho da equipe, voc sabe que significa: fidelizao e faturamento em alta.

Fale com a gente(19) 3749-8900 / (11) 3014-0423 / (12) 3512-2070 Descubra como nossas solues ajudam voc a transformar seu negcio.

REDUZA O TEMPO DE ESPERA E AUMENTE SUAS VENDAS. O QUE VOC EST ESPERANDO?

Obrigaes legais: SAT, NFC-e, ECF e NF-eIntegrao com pista, loja de convenincia e troca de leoPr Conta: utilizao de fichas de consumoIntegrao com tanques, bombas e TEFRecarga de CelularCorrespondente bancrio

O software do posto inteligente.

www.intercamp.com.br

l_job_9852_anuncios-v1.indd 1 1/17/17 11:08 AM

Duas leis em vigor: nova proveta em junho; venda de cigarro somente com RG16

04 | POSTOS & SERVIOS

Jos Camargo HernandesPresidente do Resan

Na busca do melhor caminho, se mantenha alerta

N

Editorial

No so poucas as pessoas que tenho conversado e que revelam uma inquietao em busca de respos-tas para essa crise institucional e generalizada que vivemos no Pas. J ouvi empresrio dizendo que vai vender tudo e ir para Portugal, gente que desistiu do segmento e j se desfez do negcio, patro cansado de ser patro, pessoas colocando sua empresa de cabea pra baixo em busca de novos caminhos...

Desde que a Petrobras se transformou no piv da Lava Jato e de toda a sujeira que dominou o Brasil, os donos de postos de combustveis tm acom-panhado, coincidentemente ou no, mudanas no setor que vm respingando fortemente no varejo.

Elas se intensificaram com a desvalorizao do real e a diferena no preo dos derivados de petrleo no mercado internacional. A presena cada vez maior da gasolina e diesel importados fato irreversvel.

Para quem est na ponta da cadeia, como os postos, todo o novo cenrio trouxe uma presso extra na re-lao com o consumidor, devido ao preo voltil dos produtos e tambm s discusses sobre qualidade.

Ao mesmo tempo que temos visto muitos revende-dores questionando suas distribuidoras quanto inexistncia de uma poltica clara de precificao, o que evitaria a chamada concorrncia predatria, temos acompanhado o movimento de empresrios que buscam informaes sobre vantagens e des-vantagens de se tornarem bandeira branca.

O Sindicombustveis Resan, enquanto entidade sin-dical, no expressa qualquer opinio a respeito. O que temos feito oferecer aos nossos associados amplo apoio jurdico para sanar dvidas de quem estuda os novos caminhos.

Ressaltamos, no entanto, que nada deve ser feito no calor das emoes e sem pesar prs e contras no curto, mdio e longo prazo. Uma orientao comum a de que o empresrio trabalhe sempre para se manter o quanto mais independente poss-

vel economicamente, seja de sua companhia ou de uma instituio bancria. Na prtica, a dica fugir do endividamento. S assim temos cartas na man-ga para entrar de igual para igual em uma negocia-o de renovao de contrato, por exemplo.

Um outro ponto que tem preocupado lideranas sindicais da revenda de todo o Pas a qualida-de dos combustveis. Dois estudos apresentados pelo Minaspetro e o Sindcomb/RJ durante um evento da ANP indicam uma falta de controle sobre o produto final que entregue pelas distri-buidoras aos postos de servios.

As falhas de fiscalizao ocorridas durante o pro-cesso de mistura de etanol gasolina e de biodiesel ao diesel, sob responsabilidade das companhias, ficaram evidentes no episdio da Ilha do Governa-dor, no Rio de Janeiro, em novembro do ano passa-do, quando postos da BR Distribuidora, da Shell e da Ipiranga foram flagrados com metanol misturado ao etanol. As bases de armazenagem das distribui-doras tinham 10,6 milhes de litros do combustvel fora dos padres, o que configurou uma das maiores apreenses de combustvel adulterado da histria. Havia amostras com at 14,3% de metanol, quando a legislao permite apenas 0,5%.

No dia 3 de maio a Polcia do RJ indiciou execu-tivos das trs distribuidoras por crimes tributrios, ambientais e contra o consumidor. Dias antes a prpria ANP havia reunido todo o mercado em um grande encontro sobre qualidade de combustveis.

O revendedor est certo em ficar ressabiado com tudo o que tem visto e escutado. Cada um tem o di-reito de buscar o melhor caminho para si. S no se esquea da lio nmero 1 da cartilha da revenda: faa sempre todos os testes de qualidade antes de descarregar o produto nos seus tanques e guarde as amostras-testemunhas. Elas so sua prova fiel em qualquer processo sobre qualidade.

At o ms que vem!

A margem se manteve,

o que aumentou foi a minha

POSTOS & SERVIOS | 05

Voltar a ser competitivo. Este foi o motivo principal que fez um reven-dedor da Baixada Santista aban-donar a bandeira de uma grande distribuidora e se transformar em um dos quase 29 mil postos ban-deira branca existentes no Brasil. Em dois meses ele conseguiu recuperar 37% das vendas. E, o melhor, que recebeu o apoio de clientes antigos que entenderam sua estratgia de sobrevivncia e continuaram fiis ao posto.

Eu estava perdendo mercado ms a ms. No era competitivo. Claro que o preo do combustvel ven-dido por um hipermercado prximo ao meu posto um fator que pesa nesta deciso. Antes eles ven-diam mais barato, mas, agora colocaram bandeira e a o meu cliente vai l, encontra combustvel mais barato e no entende porque eu sou mais caro.

O revendedor prefere no se identificar para evitar desgastes maiores com a companhia. Tambm pe-sou na deciso final o fim do estigma de que posto sem bandeira vende combustvel de m qualidade. Hoje vemos posto independente mais bonito do que os que tm bandeira. Enfim, o cliente v uma boa aparncia e, ao constatar que o produto de quali-dade e que o preo competitivo, no tem porque se importar com a bandeira. Infelizmente, as compa-

nhias no descem do salto.

Com a experincia de 20 anos no mercado, dos quais menos de um ficou sem contrato com uma grande distribuidora, o empresrio garante que seu faturamento no cresceu porque pagou o produto mais barato, aumentando

Search related