Informativo Bancrio 913
Informativo Bancrio 913
Informativo Bancrio 913
Informativo Bancrio 913

Informativo Bancrio 913

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Boletim do Sindicato dos Bancários de Santos e Região (8 a 12 de junho 2015) www.santosbancarios.com.br

Text of Informativo Bancrio 913

  • Edio 913

    08 a 12 dejunho 2015

    Santander paralisado depois da destruio da porta giratria, pg. 2

    Sindicato readmite funcionria do Ita, pg. 3

    Pg. 4

    Mais de 600 trabalhadores paralisam a Baixada contra terceirizao

    www.santosbancarios.com.brwww.santosbancarios.com.brwww.santosbancarios.com.br

  • SINDICATO DOS BANCRIOS DE SANTOS E REGIO | FONES: (13) 3202 1670 / 0800 7711920bancrios

    A agncia do Santander/Joo Pessoa, no Cen-tro de Santos, foi paralisada dia 26/05, aps um cliente quebrar a porta giratria da unida-de. A diretoria do Sindicato agiu imediatamen-te para garantir a segurana dos trabalhadores e clientes.

    Estivemos na agncia e exigimos a abertura somente depois da certeza de que o sistema de segurana da porta giratria funcione. Alm de ser um dispositivo que traz maior segurana para os bancrios e usurios do banco, em San-tos ele obrigatrio por lei, explicou o secre-trio de Imprensa e Comunicao do Sindicato e funcionrio do Santander, Fabiano Couto.

    Legislao das portas giratrias

    Desde 1995 existe lei exigindo portas gira-trias nas agncias bancrias como equipa-mento de segurana. A Lei de autoria do ex-vereador Ricardo Saraiva Big, hoje presi-dente do Sindicato dos Bancrios de Santos e Regio e Secretrio de Relaes Internacio-nais da Intersindical, aprovada na Cmara de

    Santos, em 29/04/95. Esta Lei foi a precursora na regio e resultou na exigncia do equipa-mento em todas as unidades bancrias dos muncipios da base territorial do Sindicato - de Perube a Bertioga. Na poca, os bancos eram assaltados com facilidade e no era raro ter vtimas fatais.

    Cliente estraalhou o vidro da porta

    As inscries das equipes de futebol para participar do 4 Campeonato de Futebol Soaite dos Bancrios encerram dia 19/6. Logo aps, a diretoria e os responsveis pelos times realizam congresso tcnico para aprovar as regras, datas e a tabela. O torneio uma promoo do Sindicato e ser realizado no Complexo Esportivo dos Bancrios, Av. Santista, 790, no morro da Nova Cintra. As inscries podem ser feitas pelo e-mail santosbancarios@uol.com.br ou diretamente com a diretoria.

    AssociadosOs bancrios no sindicalizados somente podero participar fi liando-se ao Sindicato. O nmero de jogadores no mnimo de 6 e o mximo de 15 por equipe.

    rgo Informativo dos Empregados em Estabelecimentos Bancrios de Santos e RegioEndereo: Av. Washington Luis, 140 - Santos/SP | CEP: 11.050-200 | Fone/Fax: (13) 3202 1670Presidente: Ricardo Luiz L. Saraiva - Big | Secretria Geral: Eneida Figueiredo Koury | Secretrio de Imprensa e Comunicao: Fabiano M. Couto Edio: Luiz Gustavo de Mesquita Soares (Mtb 22.959) | Textos: Gustavo Mesquita e Fernando Diegues (Mtb 41.384)Diagramao: Adriano Trindade da Silva (Mtb 60.654) | Fotografia: Gustavo Mesquita, Fabiano Couto, Adriano Trindade, Djalmir Santos e Fernando Diegues | Impresso: Grfica Joaquim Ferreira Jnior | Tiragem: 6.000 exemplaresE

    XPED

    IEN

    TE CURTA NOSSA PGINA NO FACEBOOK:

    facebook.com/santosbancarios

    Santander/Joo Pessoa fechado aps destrurem porta giratria

    Inscries para o Campeonato Soaite encerram dia 19/6

    Corra para inscrever a sua equipe!

    2

  • www.santosbancarios.com.br | santosbancarios@uol.com.br#semprenaluta!

    A Intersindical - Central da Classe Trabalha-dora, o Sindicato dos Bancrios de Santos e Regio, outras centrais e movimentos reali-zaram, dia 1/6, ato em apoio aos estudantes que estavam acampados no Centro de Santos contra o aumento da passagem de nibus na Cidade. Os jovens, que protestavam pacifi-camente, foram retirados fora pela Guarda Municipal no mesmo dia 1/6, aps seis dias de acampamento na Pa. Mau. O ato do mo-vimento sindical na frente da Prefeitura ga-rantiu que o governo municipal voltasse atrs e liberasse a manifestao dos estudantes.

    No ltimo dia 24 de maio, o preo da passa-gem de nibus das linhas municipais de San-tos aumentou 12%, passando de R$ 2,90 para R$ 3,25. Na pauta de reivindicaes est o re-

    torno ao valor ante-rior e congelamento da tarifa, passe livre para estudantes e idosos a partir dos 60 anos, alm da volta do cobrador para au-xiliar os motoristas que hoje acumulam diversas funes.

    De acordo com re-lato dos estudantes, eles foram abordados de forma truculen-ta pelos guardas municipais, que se baseavam numa lei da poca da Ditadura. Alm de recolher as barracas, a Guarda Municipal levou algumas faixas do grupo.

    Logo aps serem informados sobre o desmon-te do acampamento, trabalhadores de vrias categorias articularam o protesto de apoio. O movimento sindical veio em solidariedade aos estudantes e atuar sempre que for neces-srio garantir a luta por direitos, comentou o Secretrio de Relaes Internacionais da

    Intersindical e presidente do Sindicato, Ricar-do Saraiva Big.

    Reunio

    Durante o protesto, trabalhadores e estudantes conseguiram se reunir com Rogrio Pereira dos Santos, Chefe de Gabinete da Prefeitura. Foram devolvidos os materiais apreendidos e liberada a manifestao dos estudantes, explicou Big, que participou da reunio.

    Em ao promovida pela diretoria do Sindicato, o juiz da Vara do Trabalho de Itanham senten-ciou o Ita a readmitir a funcionria N. C. dis-pensada em 07/01/2014. A trabalhadora mesmo sofrendo de doena ocupacional, foi demitida. Nesta ocasio, a diretoria do Sindicato exigiu do banco a emisso Comunicao de Acidente de Trabalho (CAT) e colocou o caso no departa-mento jurdico do Sindicato.

    Em 29 de maio de 2015, o juiz determinou a readmisso da funcionria no prazo mximo de cinco dias com todas as remuneraes e van-tagens devidas pelo banco. Caso o banco no reintegre ser multado em R$ 1 mil por dia.

    Intersindical e Sindicato defendem estudantes contra represso da prefeitura de Santos

    Sindicato reintegra bancria no Ita

    Intersindical Central da Classe Trabalhadora e a diretoria do sindicato intervieram, em apoio luta dos jovens, e prefeitura voltou atrs. Uma reunio entre estudantes e a Administrao Municipal vai debater o passe livre

    Fortalea sua luta, sindicalize-se!

    Sindicalistas garantem o protesto dos estudantes

    3

  • Sindicato doS BancrioS de SantoS e regio | FoneS: (13) 3202 1670 / 0800 7711920bancrios

    Mais de 600 trabalhadores de dezenas de catego-rias paralisaram, nesta sexta-feira (29), das 5h40 s 8h30, a circulao de mercadorias e servios na Baixada Santista, no litoral de So Paulo. Foram interrompidos trs pontos de trfego de veculos: entrada de Santos, divisa entre as cidades de Santos e So Vicente na praia e a rodovia Cnego Domnico Rangoni, no polo industrial de Cubato.

    Depois da interrupo do trfego, os trabalha-dores saram em passeatas da divisa do Jos Menino e da entrada de Santos e encontraram-se no Centro paralisando o terminal de nibus e o comrcio. Para finalizar fizeram um ato conjunto das centrais de trabalhadores na Pa. Mau.

    As paralisaes fizeram parte do calendrio das centrais sindicais no Dia Nacional de Parali-sao e Manifestaes Rumo Greve Geral, Contra a Terceirizao, as Medidas Provisrias (MPs) 664 e 665, o Ajuste Fiscal e em Defesa dos Direitos e da Democracia.

    Na regio, a participao da Intersindical - Central da Classe Trabalhadora e outras centrais sindicais, sindicatos e movimentos sociais foi macia. Estavam presentes alm da Inter-sindical, a Central nica dos Trabalhadores (CUT), Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), Nova Central Sindical dos Trabalhadores (NCST), Unio Geral dos Trabalhadores (UGT) e CSP-Conlutas; movimentos sindicais como Unidade Classista e Alternativa Sindical Socia-lista; sindicatos das categorias dos bancrios, qumicos, comercirios, rodovirios, frentistas, montagem, servidores pblicos municipais, sindminrios, petroleiros, rodovirios, meta-lrgicos, urbanitrios, sade, construo civil,

    professores, aposentados entre outras categorias e movimentos.

    Ricardo Saraiva Big, presidente do Sindicato dos Bancrios de Santos e Regio e Secretrio de Relaes Internacionais da Intersindical, disse que se a terceirizao passar no Senado ser o extermnio da classe trabalhadora.

    Por isso, todos tm a responsabilidade de fazer o possvel e o impossvel para reunir milhares de trabalhadores rumo greve geral, que ser o prximo passo caso os parlamentares insistam na aprovao do Projeto de Lei 4330, na Cmara; e Projeto de Lei Complementar PLC 30, no Senado, que regulamentam a terceirizao dos trabalhadores em todas as instncias sejam privados ou pblicos.

    Os profissionais terceirizados devem ser contra-tados diretamente pelas empresas e terem os mesmos direitos, afirma Big.

    Centenas paralisam a Baixada contra terceirizao

    Na regio, a participao da Intersindical - Central da Classe Trabalhadora, outras centrais sindicais, sindicatos e movimentos sociais foi macia

    Paralisao na entrada de Santos

    Dirigentes de Campinas tambm participaram

    Dirigentes das centrais reunidos na Pa Mau

    Incio da caminhada debaixo de forte chuva at o centro de Santos paralisando o comrcio

    4