Click here to load reader

IMPERIALISMO ( NEOCOLONIALISMO ) PROF. RICARDO SCHMITZ

  • View
    118

  • Download
    5

Embed Size (px)

Text of IMPERIALISMO ( NEOCOLONIALISMO ) PROF. RICARDO SCHMITZ

  • Slide 1
  • IMPERIALISMO ( NEOCOLONIALISMO ) PROF. RICARDO SCHMITZ
  • Slide 2
  • SIGNIFICADO HISTRICO IMPERIALISMO IMPERIALISMO = PROCESSO DE EXPANSO DAS PRINCIPAIS POTNCIAS INDUSTRIAIS CONSEQUNCIA DA SEGUNDA REVOLUO INDUSTRIAL = EXPANSO CAPITALISTA. NEOCOLONIALISMO PRINCIPAIS NAES IMPERIALISTAS: INGLATERRA, FRANA, ALEMANHA, JAPO, BLGICA = NEOCOLONIALISMO
  • Slide 3
  • A PARTILHA
  • Slide 4
  • EUROPA: SCULO XIX ACELERADO CRESCIMENTO POPULACIONAL EUROPEU: EM 1900, ERAM 430 MILHES DE PESSOAS A POPULAO DOBROU NESSE SCULO. CRESCIMENTO DAS CIDADES PROBLEMAS: FALTA DE EMPREGO, MISRIA E CRIMINALIDADE. SOLUO POSSVEL: A MIGRAO PARA OUTROS PASES (EUA, ARG., BRAS., AUSTR.)
  • Slide 5
  • EUROPA: SCULO XIX NO FINAL DO SCULO, O AUMENTO DA POPULAO, DAS CIDADES E DO PODER AQUISITIVO DAS PESSOAS PERMITIRAM QUE AS INDSTRIAS AMPLIASSEM A SUA PRODUO. SMBOLO DESSA MASSIFICAO DO CONSUMO: O AUTOMVEL MODELO FORD T. AINDA: FOGO A GS, UTENSLIOS DE VIDRO E FERRO, SABES INDUSTRIALIZADOS, A BICICLETA, OS PERIDICOS E A INDSTRIA DE ALIMENTOS.
  • Slide 6
  • FATORES QUE EXPLICAM O IMPERIALISMO ECONMICOS ECONMICOS: BUSCA DE NOVOS MERCADOS, DE NOVAS FONTES DE ENERGIA E DE MATRIAS-PRIMAS. POLTICOS POLTICOS: A CAMPANHA IMPERIALIS-TA FOI USADA PELOS GOVERNOS COMO PROPAGANDA POLTICA, DESPERTANDO NAS POPULAES O SENTIMENTO NACCIONALISTA.
  • Slide 7
  • CULTURAIS MISSO CIVILIZADORA CULTURAIS : EUROPEUS USARAM A JUSTIFICATIVA DA MISSO CIVILIZADORA SEGUNDO ELES, OS POVOS ATRASADOS RECEBERIAM AS CONQUISTAS DA MODERNIDADE, DA INDSTRIA E DE UMA CINCIA SUPERIORES. DARWINISMO SOCIAL = SPENCER
  • Slide 8
  • PARTILHA DA FRICA
  • Slide 9
  • NEOCOLONIALISMO: SIA E OCENIA
  • Slide 10
  • IMPRIO BRITNICO ERA O MAIOR E MAIS PODEROSO DE TODOS OS IMPRIOS COLONIAIS DA POCA. SUAS COLNIAS ESTAVAM DISTRIBUDAS EM VRIOS CONTINENTES. NA SIA, A MAIS IMPORTANTE FOI A NDIA, QUE ABASTECIA O MERCADO EUROPEU COM CH E ALGODO. ALM DISSO, ERA UM VASTO MERCADO CONSUMIDOR DOS PRODUTOS DA INDSTRIA INGLESA.
  • Slide 11
  • IMPRIO BRITNICO
  • Slide 12
  • IMPRIO FRANCS POLTICA EXPANSIONISTA INICIOU COM A CONQUISTA DA ARGLIA, EM 1830. NO FINAL DO SCULO XIX, OCUPARAM TODO O NOROESTE AFRICANO, ALM DE SOMLIA E MADAGASCAR. NA SIA, CONTROLOU A INDOCHINA ( LAOS,CAMBOJA E VIETN ).
  • Slide 13
  • IMPRIO FRANCS
  • Slide 14
  • IMPRIO ALEMO A ENTRADA DA ALEMANHA NO PROCESSO DE EXPANSO IMPERIALISTA DEVE-SE A SUA UNIFICAO TARDIA. OCUPAM REAS AFRICANAS SOMENTE NO FINAL DO SCULO XIX, COMO TOGO E CAMARES. A LUTA DA ALEMANHA POR MAIS ESPAOS NA FRICA RESULTOU EM CONFLITOS COM OS INTERESSES INGLESES E FRANCESES.
  • Slide 15
  • DOMNIO ALEMO
  • Slide 16
  • IMPRIO ITALIANO SUA UNIFICAO TAMBM FOI TARDIA, O QUE TAMBM EXPLICA SEU ATRASO NAS CONQUISTAS TERRITORIAIS. DOMINOU O LITORAL DA LBIA, A ERITREIA E A SOMLIA.
  • Slide 17
  • DOMNIOS DA ITLIA
  • Slide 18
  • IMPRIO JAPONS A INDUSTRIALIZAO JAPONESA E A ERA MEIJI FIZERAM DO PAS UMA POTNCIA CAPITALISTA NA SIA. NA SIA, O JAPO ANEXOU PARTE DO TERRITRIO CHINS E A COREIA.
  • Slide 19
  • DOMNIO JAPONS
  • Slide 20
  • IMPRIO PORTUGUS TEM RAZES NA EXPANSO ULTRAMARINA DOS SCULOS XV E XVI. O IMPRIO PORTUGUS FOI O PIONEIRO E O MAIS DURADOURO. NO SCULO XIX, J EM DECLNIO, PORTUGAL EXPANDIU SEUS DOMNIOS EM DIREO ANGOLA E MOAMBIQUE.
  • Slide 21
  • DOMNIOS PORTUGUESES
  • Slide 22
  • ARTE MODERNA NOVIDADES DA TECNOLOGIA FEZ A ARTE TRANSFORMAR-SE MODERNISMO SURGE O MODERNISMO = A ARTE PARA REPRESENTAR O NOVO MUNDO URBANO E TECNOLGICO. A ARTE TRADICIONAL NO INTERESSAVA MAIS = FORAM CHAMADOS DE VANGUARDISTAS PRINCIPAIS MOVIMENTOS VANGUARDISTAS: IMPRESSIONISMO, CUBISMO E DADASMO.
  • Slide 23
  • ARTE MODERNA PINTURA = ARTE DE VANGUARDA. ARTISTAS NO SE PRENDIAM A REALIDADE, UTILIZAVAM MUITO A IMAGINAO. PARA OS MODERNISTAS, AS REGIES OCUPADAS SERVIRAM DE INSPIRAO PARA UMA ARTE INOVADORA A ARTE TRADICIONAL CONSIDERAVA A CULTURA DESSAS REAS COMO PRIMITIVAS.
  • Slide 24
  • CINEMA O CINEMA TRANSFORMOU-SE NA ARTE DAS MULTIDES. 1 EXIBIO CINEMATOGRFICA: IRMOS LUMIRE, FRANA ( 1895 ). O CINEMA APROXIMOU-SE DO POVO PELA TEMTICA MAIS POPULAR E FAMILIAR E PELA INCLUSO DE VRIOS GNEROS, COMO AS COMDIA, DRAMAS R DOCUMENTRIOS.
  • Slide 25

Search related