HUUFMA/COREME Prova para Programas com pr©-requisito em ... HUUFMA/COREME Prova para Programas

  • View
    218

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of HUUFMA/COREME Prova para Programas com pr©-requisito em ... HUUFMA/COREME Prova para Programas

HUUFMA/COREME Prova para Programas com pr-requisito em CIRURGIA VASCULAR

0

HUUFMA/COREME Prova para Programas com pr-requisito em CIRURGIA VASCULAR

1

01) Entre as alternativas a seguir, assinale aquela em que est CONTRAINDICADO o tratamento da sndrome de

Cockett.

a) Paciente de 30 anos de idade, com lcera venosa no membro inferior esquerdo, sem nenhum sinal de

insuficincia venosa no membro inferior direito e com flebografia, evidenciando falha de enchimento em

veia ilaca comum esquerda, com pouca colaterizao.

b) Paciente com 46 anos de idade, edema em raiz de coxa esquerda e flebografia, evidenciando sinais de

trombose antiga parcialmente recanalizada em veia ilaca comum esquerda com falha de enchimento

proximalmente rea de trombose.

c) Paciente de 15 anos de idade com dor, varizes de pequeno calibre em membros inferiores, com sensao

de peso e queimao no membro inferior esquerdo e flebografia, evidenciando falha de enchimento em

veia ilaca comum esquerda.

d) Paciente de 51 anos de idade, com varizes volumosas em membro inferior esquerdo, associadas

dermatite ocre e linfodermatoesclerose e com flebografia com falha de enchimento em veia ilaca comum

esquerda e circulao colateral paravertebral.

02) Qual dos aneurismas arteriais mencionados a seguir MAIS COMUM em mulheres do que em homens?

a) Artria esplnica.

b) Artria cartida.

c) Artria heptica.

d) Artria popltea.

03) H diferenas na etiopatogenia dos aneurismas de aorta torcica/toracoabdominais em relao aos

aneurismas de aorta abdominal infrarrenal. Em relao a essas diferenas, assinale a alternativa CORRETA.

a) A incidncia de isquemia medular, isquemia visceral e de insuficincia renal maior, aps a correo de

aneurismas de aorta abdominal, do que em aneurismas torcicos/toracoabdominais.

b) Em mdia, a velocidade de crescimento do aneurisma torcico/toracoabdominal costuma ser maior do que

a do aneurisma de aorta abdominal infrarrenal.

c) No aneurisma torcico/toracoabdominal, o principal fator etiolgico implicado a aterosclerose,

diferentemente dos aneurismas de aorta abdominal infrarrenal.

d) A ruptura nos aneurismas de aorta abdominal ocorre mais comumente para o peritnio livre e, nos

aneurismas torcicos/toracoabdominais, mais comumente para o mediastino.

04) Qual dos aneurismas a seguir, respectivamente, o menos comum e qual se apresenta mais frequentemente

com tromboembolismo distal?

I. Aneurisma de aorta.

II. Aneurisma de artria ilaca comum.

III. Aneurisma de artria ilaca externa.

IV. Aneurisma de artria ilaca interna.

V. Aneurisma de artria popltea.

Assinale a alternativa que contm as afirmativas CORRETAS.

a) I e II.

b) I e V.

c) III e V.

d) IV e III.

05) Nos pacientes com sndrome de Marfan e nos pacientes com sndrome do Ehlers-Danlos (SED), a alterao de

qual protena predispe, respectivamente, s alteraes na parede da aorta?

a) Actina - fibrilina.

b) Colgeno tipo IV - miosina.

c) Colgeno tipo II - elastina.

d) Fibrina - colgeno tipo II.

HUUFMA/COREME Prova para Programas com pr-requisito em CIRURGIA VASCULAR

2

06) Qual dos fatores a seguir considerado MENOS importante para risco de rotura de aneurismas de aorta

abdominal?

a) Doena Pulmonar Obstrutiva Crnica (DPOC).

b) Insuficincia Cardaca Congestiva (ICC).

c) Assimetria do saco aneurismtico.

d) Tabagismo.

07) Qual das alternativas a seguir, em relao s cirurgias de correo de aneurismas toracoabdominais, est

INCORRETA?

a) Quando o aneurisma envolve poro extensa da aorta torcica descendente, recomenda-se o controle da

presso liqurica, cateterizando o espao subaracnoide para a manuteno da presso liqurica acima de

15mmgHg.

b) Quando necessria a seco do diafragma, ela deve ser realizada de forma arciforme, em paralelo sua

insero na parede torcica.

c) Nos casos de necessidade toracotomia esquerda e pinamento acima do tero mdio da aorta descendente,

h benefcio na realizao de intubao com sonda orotraqueal de duplo lmen para possibilitar a excluso

ventilatria do pulmo esquerdo.

d) Com a utilizao de cateter de SwanGanz, possvel o controle do ndice cardaco e da presso da artria

e do capilar pulmonar.

08) Um paciente de 52 anos de idade vem ao servio de emergncia com quadro de necrose aguda do quinto

pododctilo do p direito e dor no local. Nega comorbidades. Ao exame fsico, apresenta todos os pulsos

palpveis no membro inferior esquerdo. Pulso femoral e tibial anterior direito ausentes, porm com pulso

poplteo e tibial posterior presentes e normais. Referente ao caso apresentado, qual o diagnstico MAIS

PROVVEL?

a) Aneurisma de artria ilaca interna.

b) Aneurisma de artria gltea.

c) Aneurisma de artria isquitica persistente, forma incompleta.

d) Aneurisma de artria isquitica persistente, forma completa.

09) Assinale a alternativa CORRETA a respeito dos aneurismas das artrias femorais.

a) A incidncia de rotura nos pacientes com aneurismas de artria femoral comum muito maior que nos

pacientes com aneurisma de artria femoral profunda.

b) S se indica correo cirrgica para pacientes portadores de aneurisma de artria femoral se essa for

maior do que 4 cm.

c) Nos pacientes com aneurismas de artria femoral comum tipo II, realiza-se, em geral, o reimplante da

artria femoral profunda na face lateral ou medial do enxerto.

d) Nos pacientes com aneurisma de artria femoral comum, a bilateralidade e a presena de outros

aneurismas associados so raras.

10) Em se tratando dos aneurismas verdadeiros da artria subclvia, qual a principal etiologia dos aneurismas do

tero proximal e do tero distal dessa artria, respectivamente?

a) Traumatismo e displasia fibromuscular.

b) Aterosclerose e sndrome do desfiladeiro toracocervical.

c) Sfilis e sndrome de Marfan.

d) Displasia fibromuscular e aterosclerose.

HUUFMA/COREME Prova para Programas com pr-requisito em CIRURGIA VASCULAR

3

11) Um paciente portador de aneurisma de aorta torcica, em decorrncia do acometimento da origem da artria

cartida comum esquerda, foi submetido, previamente, liberao da endoprtese, a um enxerto aorta

ascendente/cartida esquerda e aorta ascendente/subclvia esquerda. De acordo com a padronizao

proposta por Criado (2000), em que zona, provavelmente, apoiou-se proximalmente a endoprtese na aorta

torcica do paciente do caso?

a) Zona 1.

b) Zona 2.

c) Zona 3.

d) Zona 4.

12) Paciente de 63 anos de idade, hipertensa e tabagista, procura o servio de emergncia com dor intensa e

contnua em mesogtrio h 12 horas. Ao exame fsico, apresenta pulso de 74bpm e presso arterial (PA) de

140x80 mmHg. Apresenta fscies de dor, massa pulstil e dolorosa em mesogstrio. Pulsos femorais palpveis

bilateralmente. Realizou angiotomografia que demonstrou aneurisma da aorta abdominal infrarrenal e

descartou outras afeces cirrgicas abdominais. Exames laboratoriais se apresentaram normais. Qual a

MELHOR conduta perante o caso?

a) Prescrever analgesia adequada e, havendo melhora da dor, encaminhar a paciente para acompanhamento

ambulatorial com nova tomografia de controle em trs meses.

b) Prescrever analgesia adequada, manter a paciente em observao clnica por 72 horas e, havendo melhora

da dor, realizar correo cirrgica convencional ou endovascular do aneurisma de aorta abdominal.

c) Submeter a paciente arteriografia e, dependendo do seu resultado, decidir sobre a conduta do caso.

d) Submeter a paciente correo cirrgica convencional ou endovascular do aneurisma de aorta abdominal

em carter de urgncia.

13) Entre as alternativas a seguir, qual seria INCORRETA no que se refere ao tratamento de varizes com

escleroterapia com espuma?

a) Recomenda-se que a injeo do agente esclerosante seja realizada com o paciente em proclive.

b) Recomenda-se que a puno venosa seja realizada com ultrassom.

c) No controle ultrassonogrfico, a presena de espasmo sinal de efetividade no tratamento.

d) Aps a realizao da escleroterapia, recomendado pela maioria dos autores o uso de elastocompresso.

14) Qual das medidas a seguir NO reduz a exposio do cirurgio endovascular ou do paciente radiao?

a) Realizar colimao da rea de interesse.

b) Aumentar a distncia entre o paciente e o receptor de imagem.

c) Variar a angulao de incidncia para dissipar a dose sobre a pele do paciente.

d) Aumentar a distncia entre o paciente e a fonte de emisso de raios x.

15) Para realizao de angioplastia femoropoplitea por acesso ipsilateral, realiza-se a puno femoral antergrada.

Nesse acesso, uma das dificuldades encontradas fazer avanar o fio guia para a artria femoral superficial,

pois esse avana muitas vezes para a artria femoral profunda. Para esse