Guilhermina Jardim gjardim@editorasaraiva.com.br (011 3613-3497)

  • View
    214

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of Guilhermina Jardim gjardim@editorasaraiva.com.br (011 3613-3497)

  • Guilhermina Jardim gjardim@editorasaraiva.com.br(011 3613-3497)

  • REFORMULAO DO 1 ao 9 ano

  • Leitura: Proposta consistente de trabalho com uma seleo criteriosa de textos que vo dos clssicos da literatura universal aos autores da literatura contempornea brasileira -, comprometida com a formao de leitores competentes de todos os tipos de texto e gneros textuais em circulao social. Gramtica: Faz uso de alguns conceitos de gramtica normativa, essenciais ao exerccio de um mnimo de metalinguagem como substantivo, verbo, pronome, complementos e adjuntos -, alarga o horizonte dos estudos da linguagem, apoia-se nos recentes avanos da lingustica e da anlise do discurso. Produo textual: Apoiada na teoria dos gneros textuais ou discursivos e na lingustica textual. Explora (seja na condio de receptor, seja na de produtor) outras linguagens, alm da verbal, como a pintura, a fotografia, o cinema, o cartum, o anncio publicitrio, etc. Colunas centrais da obra:

  • Textualidade

  • Bakhtin Concepo de linguagem como discurso e como meio de interao social Orienta o ensino de lngua(gem) para seu uso e funcionamento -os efeitos de sentido. Contextualizado e determinado scio-historicamente. A existncia de um texto depende que algum o processe em algum contexto.A cultura parte da natureza humana num processo histrico. No podemos excluir o fato de que o aluno l fora da escola. No podemos excluir a sua relao com outras linguagens

  • O que e como vemos, falamos, escrevemos governado pelo modo como vemos. E este determinado pelo lugar de onde vemos.Bakhtin

  • RELATRIO SAEB/INEP : Os denominados adequados somam 5%. Demonstram habilidades de leitura de textos argumentativos mais complexos. Relacionam tese e argumentos, estabelecem relao de causa e consequncia [...], identificam efeitos de ironia ou humor em textos variados, efeitos de sentidos decorrentes do uso de uma palavra, expresso e da pontuao. (pg. 7)

  • As habilidades esto relacionadas com o como fazer,isto , como o indivduo mobiliza recursos, toma decises, adota estratgias ou procedimentos e realiza aes concretas para resolver os problemas.A competncia pode ser traduzida como uma espcie de saber fazer, isto , saber lidar com as diferentes situaes e problemas que se colocam diante de ns no dia a dia.

  • Habilidades de leituraIdentificaoLevantamento de hipteseComparaoDeduo/ infernciaJustificativaExplicaoAnliseMemorizaoSnteseCausalidade/efeitoInterpretao

  • Leitura de imagemDo mundo da leitura para a leitura de mundoA coleo PL se preocupa em acompanhar o desenvolvimento cognitivo e emocional do aluno, relacionando os temas sua realidade e s suas necessidades.

  • I- Formando leitores, desenvolvendo competncia e habilidades de leituraInteresse na formao de um cidado crtico e participanteLevar o aluno a desenvolver o esprito comunitrio com sentido de alteridade, superando o individualismo e valorizando as relaes interpessoais

  • Dimenso textual e enunciativa:Quem dizPara quem dizCom que finalidadeEm que contexto ou momento histricoEm que suporteCom que variedade lingustica...

  • Construo e sistematizao de contedo Aprendizagem de leitura em espiral: grau de complexidade crescente das questesDesenvolvimento das operaes cognitivas como:

    ConcluirLevantar hipteses

    Comparar

    21Inferir

    34TransferirDeduzir

    56Interpretar7

  • Trocando ideiasO aluno levado a aprimorar sua competncia discursiva oral.Extrapola o(s) texto (s) lido(s) e trabalhado(s).Debate com a classe manifesta seu ponto de vista.

  • A lngua em uso: explorando a leitura e a gramtica Ensino de gramtica significativo e contextualizado O texto no tomado como pretexto. Todo o trabalho parte de textos e se volta para o texto. O texto ponto de partida para conceitos e para exerccios.

  • Semntica e Discurso Cruzamento de textos com temas afins linguagem verbal e no verbal e suportes diferentes

  • Por que trabalhar com gneros e no com tipos de textos? Em que esses trabalhos e esses conceitos so diferentes? O que gnero de texto? Que gneros selecionar para o ensino,e como organiz-los ao longo do currculo? Deve-se trabalhar somente com os gneros de circulao escolar? De circulao extraescolar?Ambos? Quais so os mais relevantes em cada srie/ciclo?

  • Gneros Textuais: Constituem-se como aes scio-discursivas para agir sobre o mundo e dizer o mundo.Referem-se a todas as formas de texto, relao dialgica existente no processo de interao verbal. Tipos Textuais: Componentes internos dos gneros.Designam uma espcie de sequncia teoricamente definida pela natureza linguistica de sua composio.(aspectos lexicais,sintticos, tempos verbais,relaes lgicas...)

  • Agrupamento de gneros segundo o Grupo de Genebra

  • Exemplos de gneros orais e escritos

  • Produo de textoAprendizagem em espiralProposta baseada em gneros textuais ou discursivosPluralidade de gnerosO aluno l,analisa, depreende a estrutura e produz textosO gnero oral estudado e praticado como objeto de ensino

  • GNEROS ORAIS Exerccios de cidadania: produzindo gneros orais pblicos.Anncio publicitrioConto maravilhosoDebate deliberativoDebate regrado pblicoDiscusso em grupoEntrevista oralNotcia de rdioOpinies orais e formao de argumentosReclamao oral (rdio)Relato pessoalReportagem oral (TV)SeminrioTexto teatralPoema declamado

  • Vdeo: DVD Gneros Orais

    VEJA VDEO A SEGUIR.(Clique sobre a imagem para assistir ao vdeo)

  • Conte sempre com nossa estruturaAssessoria SiteSACAtendimento ao professor SAC: 0800-0117875 atendprof@editorasaraiva.com.brDe 2 a 6 das 8:30h s 19:30h www.saraivaeduca.com.br

    Assessoria para questes educacionais.