Click here to load reader

Curso Bateria

  • View
    241

  • Download
    9

Embed Size (px)

DESCRIPTION

curso de bateria completo

Text of Curso Bateria

Notao vlida para toda as partituras

Como Escolher as Baquetas

A escolha da "melhor" baqueta uma deciso muito pessoal. Muitos bateristas ainda no descobriram o quanto eles podem obter maior rendimento usando a baqueta correta. muito comum os bateristas profissionais usarem 2 ou 3 modelos diferentes de baquetas, ou mais. Os fatores a se considerar na escolha da baqueta incluem densidade, tipo de madeira, peso, comprimento, dimetro, tipo de ponta (nylon ou madeira), formato da ponta... Quando escolher uma baqueta, procure pela boa qualidade da madeira com os veios uniformes de ponta a ponta. O tipo de madeira selecionada vai ter uma grande influncia no balano, no som e na longevidade (tempo til) da baqueta. Alguns bateristas preferem o som natural da ponta de madeira. Outros preferem a ponta de nylon para obter um som mais aberto dos pratos. Neste caso esteja certo de selecionar uma ponta de nylon de qualidade para obter um bom resultado. Determine o melhor comprimento, peso e dimetro da baqueta que se ajuste sua maneira de tocar. Experimente e compare diferentes tipos antes de comprar. Depois que voc se tornar mais experiente, voc vai encontrar um modelo que atenda suas exigncias em vrios tipos de situao. Que tipo de volume seu som requer? Um trio de jazz ou uma banda de Rock? Para cada situao o tipo de baqueta vai variar. Sinta as baquetas. Toque cada uma em diversos tipos de superfcie, para sentir a "pegada" e o tipo de som produzido. Evite baquetas que soam como se fossem ocas. Verifique se ambas tem o mesmo peso. As madeiras tm uma variao natural de cores. Uma vez que voc definiu o tipo de baqueta que bom para voc, a cor no importa. De tempos em tempos bom que voc experimente novos modelos e diferentes tipos de marcas. Hoje em dia voc encontra uma variedade enorme de marcas e modelos, ficando fcil voc descobrir um que satisfaa suas necessidades. Ento, pesquise, experimente e boa sorte!

Escolhendo as Peles

H infinitos tipos, modelos e fabricantes de peles. Remo, Aquarian, Evans... cada uma com caractersticas distintas; pele de filme simples, pele de filme duplo, hidrulicas, porosas, clear ... Basta dar uma olhada num catlogo de uma dessas marcas para ver a infinidade e opes e ficar confuso na hora de escolher. Veremos aqui alguns conceitos bsicos para ajudar a distinguir essas diferenas: peles grossas vo resultar num som mais grave que as peles finas

peles de filme duplo produzem um som mais "cheio" do que as peles de filme simples e tambm inibem os harmnicos. Que tipo (estilo) de msica voc toca? Talvez voc precise de um som leve, com mais "brilho" como no jazz. Ento use peles finas; ou se voc procura um som mais pesado como rock, use peles mais grossas, como as hidrulicas. claro que as regras so feitas para serem quebradas. Tente algo diferente; experimente. Combine os vrios tipos de peles e crie seu som. Abafadores Aqui as coisas ficam um pouco subjetivas. Atravs dos anos muitos bateristas vm empregando diferentes maneirar de "abafar" seu instrumento. As razes para fazerem isso, geralmente so: controlar os harmnicos

peles revestidas (porosas) vo inibir os harmnicos melhor que as no revestidas peles ( com um crculo preto no centro) tambm inibem os harmnicos

diminuir o decay conseguir um som mais encorpado do tambor.

Hoje em dia os fabricantes de peles oferecem uma variedade enorme de abafadores. Aros de plstico, espumas auto-adesivas, travesseiros para bumbo, etc. como na escolha da pele, interessante voc experimentar os vrios tipos de abafadores e verificar qual se adapta ao seu tipo de som.

Escolhendo os Pratos

Ride (pratos de conduo) Mais do que uma Simples Conduo O Ride parte integral de todo "set" de pratos, do Jazz Acstico ao Rock.Com um som bem claro e definido, permite uma variedade de sons, combinando conduo com acentos; oferecendo infinitas possibilidades aos bateristas. H dois tipos bsicos de Ride. Um tem uma ressonncia menor e oferece uma extrema definio das notas, enquanto que outros tm uma boa definio das notas, porm permitindo que estas soem mais "abertas"; possibilitando tambm que seja usado em acentuaes ou ataques.

Hi Hat (chimbal)

O Corao do seu Kit O Chimbal tambm um prato indispensvel em qualquer set, pois, assim como o Ride, ele tem a funo de conduzir o ritmo. A relao entre eles muito importante. Eles devem ser escolhidos juntos e devem completar um ao outro. O prato de baixo deve ser um pouco mais pesado que o de cima. Isto vai garantir um som preciso (chick) dos pratos. importante que o volume do seu chimbal esteja balanceado com o volume da sua caixa e bumbo.

Crash e Splash (pratos de ataque)Pratos com PersonalidadeUma vez que voc escolheu seu Ride e Chimbal, voc est pronto para selecionar seus pratos de ataque e splashes. No h limites quanto ao nmero e variedade de pratos de ataque que voc possa usar no seu set. H uma enorme variedade de pratos de ataque. O volume, o timbre e seu gosto pessoal que iro determinar o tipo de prato que voc deve escolher.

Efeitos Especiais Estes provavelmente sero os ltimos pratos que voc vai adicionar no seu set. eles produzem um som nico e proporcionamacentos e efeitos exticos e explosivos. Podemos citar o China Type (prato invertido) como um prato de efeito.A variedade de opes infinita. Teste vrios modelos e marcas e experimente vrias combinaes de medidas e timbres. Boa sorte e bons timbres!

Coordenao InicialMuitas pessoas so naturalmente coordenadas. Algumas so mais coordenadas que outras. Alguns de ns apenas tem que praticar um pouco mais. Mas no importa o quanto natural voc quando toca bateria, a coordenao entre mos e ps algo que voc sempre ter que trabalhar (praticar).Vamos comear com alguns exerccios para as mos antes de inclurmos os ps. Toque cada exerccio 4 vezes e v direto para o seguinte SEM PARAR Legenda: D - mo direitaE - mo esquerdaP - p Exerccio de coordenao n 1 - repetir 4 vezes cada exerccio.

1) 4) 7) 10)

D E D E D E

D D E D

D D D

D D D E

D E D E D E

D D E D

D D D

D D D E

2) 5) 8)

D D D D D D D D E E E E D D D D D D D D E E E E D D D D D D D D E E E E E E

3) 6) 9)

D D D D D D D D E E E E D D D D D D D D E E E E D D D D D D D D E E E E E E

D D D D D D D D E E E E E E

Quando voc repete um exerccio vrias vezes, possvel que voc perca a concentrao. Talvez se esquea quantas vezes repetiu o exerccio. Talvez o prximo exerccio exija uma maior coordenao que o anterior. Exerccio de coordenao n 2 - repetir 2 vezes cada exerccio anterior, porm, mais rpido.Se voc dominou os 10 exerccios sem nenhum erro, hora de aprender algo sobre o bumbo./p> Os exerccios a seguir so do mesmo tipo dos anteriores, mas depois do quarto compasso eles ficam um pouco mais difceis. Cada compasso possui um padro diferente. Verifique que todos os exerccios esto em compassos quaternrios (4 tempos). Procure contar os tempos em voz alta, isso ajuda saber em que tempo voc est. Exerccio de coordenao n 3 - repetir 4 vezes cada exerccio. 1) D P D D D D D P D D D D 2) D D P D D D D D P D D D 3) D D D P D D D D D P D D

4)

D

D

D P D P D P

D

D

D P D

5)

D P D

D P D P

D

D P D P

D

D

6)

D

D P D

D P D P

D P D

D

D

7)

D P D P

D

D

D

D

D P D

8)

D P

D

D

D

D P

9)

D

D P

D P

D P

D

10)

D

D P

D

D P

D P

Voc est pronto para tentar num andamento mais rpido? No se preocupe se voc no conseguir fazer o exerccio todo na primeira vez que tentar. Concentre-se no exerccio, persista. Se voc no consegue hoje, esteja certo de que conseguir na prxima semana. Exerccio de coordenao n 4 - repetir 2 vezes cada exerccio anterior, porm, mais rpido.Daqui para a frente comearemos a ler MSICA! Isso realmente no muito difcil de se fazer, mas por algumas razes, metade dos bateristas que tocam por a no do ateno para a leitura. muito mais fcil aprender lendo os exerccios e vir a entender o que realmente est "havendo" na msica, do que tocando de "ouvido".Nesta lio veremos alguns ritmos de Rock usando o CHIMBAL, CAIXA e BUMBO, mas antes de comear com os ritmos, vamos fazer alguns exerccios

preparatrios.Faa estes exerccios vrias vezes prestando ateno no andamento e procurando aplicar a mesma fora para todas as notas. No esquea de usar as manulaes pedidas.

Antes de entrarmos no exerccio, vamos aprender um pouco mais sobre os termos musicais. No comeo do exerccio (ou de uma msica), h um smbolo que nos informa quantos tempos h em um compasso e qual nota vai em cada tempo. Este smbolo chamado de FRAO ou FRMULA DE COMPASSO.Por qu a frmula de compasso to importante? Nem todas as msicas tm quatro tempos, ou quatro semnimas por tempo. Voc j ouviu um tipo de msica chamada "Valsa"? A Valsa possui 3 tempos por compasso (1 2 3 1 2 3). O "Samba" possui 2 tempos por compasso (1 2 1 2).Muitos tipos de msica de vrias culturas possuem 6 ou 7 tempos por compasso. Podemos tambm usar vrias frmulas de compasso na mesma msica. Por exemplo: 12 compassos de 4 tempos, depois 8 compassos de 6 tempos, novamente 12 compassos de 4 tempos, etc.Por enquanto ficaremos com o compasso quaternrio, onde a semnima vale um tempo. Portanto, nossa primeira frmula de compasso ser 4/4, que quer dizer:

Faremos agora alguns exerccios usando CAIXA, BUMBO e CHIMBAL. Note que o chimbal deve ser tocado simultaneamente, ora com a caixa, ora com o bumbo.

As Vrias Maneiras de Explorar a CoordenaoAtendendo a uma dvida sobre coordenao, vamos mostrar aqui alguns exerccios baseados nas sugestes do usurio Tixas e a extens

Search related